Publicidade

Auto Blog Ceará

por Sílvio Mauro

Audi lança quarta geração do RS 6 Avant

Por silviomauro em Lançamento

21 de agosto de 2019

 

Moto V8 4.0 TFSI turbo com sistema híbrido, aceleração de 0 a 100 km/h em somente 3,6 segundos. Esses são alguns dos predicados do novo Audi RS 6 Avant Sport. Para quem não conhece, a RS é a divisão de super esportivos da marca alemã, feitos com características bastante específicas para garantir alta performance. Com rodas de até 22 polegadas, o modelo é um dos primeiros a apresentar o novo design da linha RS. Estará disponível a partir de 2020 na Europa e nos Estados Unidos e não teve seu preço divulgado.

Além do novo capô, junto com o teto elétrico, o RS 6 Avant também adota os faróis da linha de modelos A7 e oferece a opção dos faróis de laser RS Matrix LED com frisos escurecidos. Similar às luzes traseiras em LED, eles apresentam indicadores de direção dinâmicos junto com o sequenciamento específico do RS quando o veículo é travado e destravado.

O motor 4.0 TFSI do novo Audi RS 6 Avant entrega 441 kW e 800 Nm de torque, que é mantido neste alto nível entre 2.100 e 4.500 rpm. A perua de alto desempenho acelera de zero a 100 km/h em apenas 3,6 segundos. E em 12 segundos, o RS 6 Avant atinge 200 km/h. A velocidade máxima é controlada eletronicamente em 250 km/h. Com o pacote Dynamic opcional, a perua RS atinge até 280 km/h ou até mesmo 305 km/h com o pacote Dynamic plus.

Graças ao sistema elétrico principal de 48 Volts, o V8 turbo combina o desempenho máximo com alta eficiência. No sistema híbrido leve (MHEV), até 12 kW de potência podem ser recuperados durante uma desaceleração leve e armazenados em uma bateria separada de íons de lítio. Se o motorista tirar o pé do acelerador em velocidade entre 55 e 160 km/h, a gestão de tração seleciona uma das opções: Dependendo da situação de condução e ajuste no Audi drive select o novo RS 6 Avant recupera energia ou roda até 40 segundos com o motor desligado. Pressionar o acelerador faz o motor de partida com alternador reiniciar o motor. A tecnologia MHEV permite o funcionamento start/stop em velocidades de até 22 km/h.

O sistema cilindro sob demanda (COD) também está a bordo como outro componente de eficiência. Com carga e velocidade baixa a intermediária, ele desativa os cilindros 2, 3, 5 e 8 nas marchas altas, desligando a injeção e a ignição e fechando as válvulas de admissão e escape. No funcionamento de quatro cilindros os pontos operacionais nos cilindros ativos são deslocados em direção às cargas altas, em áreas do mapa característico com maior eficiência, enquanto os cilindros desativados funcionam grandemente sem perdas, como molas a gás. Quando o motorista pressiona o pedal do acelerador, eles são reativados instantaneamente.

O motorista pode influenciar o som do motor usando o sistema Audi drive select. O sistema de escape esportivo opcional RS com as ponteiras dos canos de escape pretas garante uma experiência sonora esportiva ao máximo. Nos modos RS1 e RS2 passíveis de personalização, o cliente decide se o som deve ser esportivo ou balanceado.

O câmbio tiptronic de oito marchas tem uma nova função Controle de Partida que transmite a potência do 4.0 TFSI à tração permanente nas quatro rodas. As forças de tração são distribuídas aos eixos dianteiro e traseiro em proporção de 40:60 via diferencial central todo mecânico. Se uma roda derrapar, automaticamente mais torque de tração é direcionado ao eixo com melhor tração. Até 70% pode fluir para as rodas dianteiras e até 85% para as rodas traseiras.

O controle de torque seletivo por roda otimiza a condução ágil e segura do novo RS 6 Avant – ele freia as rodas suavemente com carga reduzida no lado interno de uma curva logo antes de começar a derrapar. O diferencial esportivo quattro no pacote opcional dynamic e pacote Dynamic plus altera o torque em curvas na velocidade necessária entre as rodas traseiras, melhorando assim a tração, estabilidade e dinâmica.

 

A suspensão adaptativa a ar do RS com amortecimento controlado foi ajustada especificamente para RS e fornece, graças ao novo módulo de mola a ar com 50% de taxa da mola a mais, uma velocidade máxima de 305 km/h pela primeira vez em conjunto com o pacote Dynamic plus. Ela pode ser ajustada em diversos modos e inclui o controle automático de nível. A carroceria do novo RS 6 Avant é 20 milímetros mais baixa do que o Audi A6 Avant com suspensão padrão e em velocidade de 120 km/h ou mais, ele abaixa mais 10 milímetros. O modo elevado aumenta a altura do veículo em 20 milímetros em baixa velocidade. A atuação muito ampla da suspensão a ar esportiva RS oferece ao motorista livre escolha entre conforto para longas distâncias e máximo desempenho.

A suspensão esportiva plus RS com Dynamic Ride Control (DRC) está disponível como alternativa. Ela usa molas de aço e amortecedores ajustáveis de três estágios, que são conectados entre si via linhas diagonais de óleo e uma válvula central. Em curvas em velocidades, as válvulas regulam o fluxo de óleo no amortecedor da roda dianteira com a mola defletida na parte externa da curva. Elas aumentam o suporte fornecido e reduzem a inclinação e os movimentos de rolagem. Isto permite a melhor aderência do RS 6 Avant ao pavimento e melhora a manobra. Uma nova geração de amortecedores com válvula de controle integrada garante diferença muito mais perceptível entre os modos individuais do sistema Audi drive select.

O RS 6 Avant vem como padrão com o esterçamento progressivo esportivo com sua relação direta. O sistema desenvolve forças de retorno significativamente maiores com crescente ângulo da direção para resposta de esterçamento preciso. Sua assistência elétrica recém-desenvolvida conecta diretamente o motorista e o pavimento. Opcionalmente com o pacote Dynamic e pacote Dynamic plus o RS 6 Avant vem com esterçamento dinâmico nas quatro rodas. Eles combinam o esterçamento dinâmico no eixo dianteiro, que usa uma engrenagem de onda infinitamente variável com um sistema de esterçamento no eixo traseiro com um eixo estriado e braços da suspensão.

Em baixas velocidades, as rodas traseiras viram até cinco graus na direção oposta em relação às rodas dianteiras. Isto reduz o círculo de curva em até um metro, tornando o RS 6 Avant mais ágil no tráfego urbano e curvas fechadas. Em velocidades intermediárias e altas, as rodas traseiras viram no máximo dois graus na mesma direção – promovendo estabilidade principalmente ao mudar rapidamente o curso.

O motorista pode mudar o caráter do RS 6 Avant usando o sistema dinâmico de manobra Audi drive select. Estão disponíveis seis perfis: comfort, auto, dynamic, efficiency, e os modos configuráveis individualmente específicos do RS, RS1 e RS2, que podem ser ativados diretamente usando o botão “RS MODE” no volante de direção. Isto abre automaticamente os displays específicos do RS no Audi virtual cockpit. O sistema dinâmico de manobra Audi drive select influencia a gestão do motor e transmissão, a direção assistida elétrica, a suspensão, o esterçamento dinâmico nas quatro rodas, o diferencial esportivo quattro, o som do motor e as características do ar-condicionado automático. O modo RS2 existe especificamente para influenciar o Controle Eletrônico da Estabilidade (ESC) diretamente ao apertar um botão.

O novo RS 6 Avant tem instaladas como padrão rodas de liga leve de 21 polegadas com pneus de tamanho 275/35. Está disponível como opcional uma roda específica do RS com 22 polegadas no projeto trapezoidal de 5 raios em V, equipada com pneus de tamanho 285/30. As pinças do sistema de freio de aço do RS com discos ventilados e perfurados (420 milímetros na frente, 370 milímetros na traseira), são pintadas em preto como padrão e estão disponíveis opcionalmente em vermelho. Com os freios de cerâmica RS opcionais, as pinças vêm à escolha em cinza, vermelho ou azul. Os discos medem 440 milímetros na frente e 370 milímetros na traseira. O sistema de freios de cerâmica do RS recém-desenvolvido pesa cerca de 34 kg menos do que o freio de aço. O Controle Eletrônico da Estabilidade (ESC) apresenta um modo esportivo ou pode ser totalmente desligado.

 

No painel, displays fornecem informação sobre pressão dos pneus, torque, potência, temperatura do óleo do motor, pressão do turbo, tempos de voltas, medições de aceleração e forças “G”. O display das luzes de mudança avisa ao motorista para mudar para marcha superior quando atingir a rotação máxima do motor. O head-up display opcional também fornece vários displays gráficos específicos.

O volante de direção em couro esportivo totalmente perfurado, com a base plana e novos paddles shift RS grades feitos de alumínio, apresenta botões multifuncionais que permitem também ao motorista selecionar diretamente os modos RS1 e RS2 do Audi drive select. Os logotipos RS e RS 6 adornam o interior no volante de direção, bancos e nos estribos iluminados dos estribos das portas. O emblema Audi Sport e projetado no pavimento quando as portas dianteiras ou traseiras são abertas.

O compartimento de bagagem tem capacidade entre 565 e 1.680 litros, a largura de carga entre os arcos das rodas agora é de 1,05 metro, 14 milímetros. O banco traseiro inteiriço dobrável com relação de 40:20:40 pode ser liberado e dobrado a partir do compartimento de bagagem – como resultado, o comprimento do compartimento de bagagem cresceu para 1,99 metro. Uma tampa traseira elétrica e o tampão do compartimento de bagagem são padrão. Em combinação com a chave conveniência opcional, o controle por sensor permite que a tampa traseira seja aberta com um movimento do pé. O engate de trailer giratório opcional apresenta uma função de liberação elétrica.

 

leia tudo sobre

Publicidade

Dia do combate à poluição: saiba mais sobre os catalisadores automotivos

Por silviomauro em Serviço

14 de agosto de 2019

 

Hoje, no Brasil, é o Dia do Combate à Poluição, data para divulgação de medidas efetivas para reduzir a poluição do ar. E de acordo com o Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA), organização sem fins lucrativos, autônoma e independente, que produz e dissemina conhecimento técnico-científico nas áreas de energia e clima, qualidade do ar, redução de emissões de gases de efeito estufa e mobilidade urbana, os veículos são os principais responsáveis pela poluição atmosférica nas grandes cidades. Fumaça, partículas totais em suspensão (PTS), partículas inaláveis (MP10), partículas inaláveis finas (MP2,5), dióxido de enxofre (SO2), dióxido de nitrogênio (NO2), monóxido de carbono (CO) e ozônio (O3) estão entre os principais poluentes emitidos por carros, caminhões e motos, de acordo com a entidade.

É fato que, para quem tem condições de ter um carro, é difícil deixa-lo na garagem para trocar pelo precaríssimo transporte público brasileiro. Mas é possível, pelo menos, dar uma pequena contribuição cuidando catalisador, componente responsável pela diminuição de gases emitidos pelo motor.

De acordo com a Basf, indústria alemã que fabrica vários componentes automotivos, a redução das emissões de poluentes supera os 95% com o uso do catalisador. Confira algumas informações que Vladimir Ferrari, gerente de desenvolvimento técnico de catalisadores da empresa, fornece sobre essa peça.

Como funciona o catalisador?

O catalisador é uma colmeia de cerâmica revestida por alguns componentes capazes de atuar na reação química dos hidrocarbonetos (HC), dos monóxidos de carbono (CO) e dos óxidos de nitrogênio (NOx), gases produzidos pelos motores a combustão movidos a gasolina e/ou etanol.

Os catalisadores exigem alguma manutenção?

O catalisador não exige cuidado específico. Mas é essencial fazer a manutenção adequada do veículo, respeitando as revisões, fazendo as trocas necessárias de peças e usando de combustíveis de boa qualidade – para esta última, uma dica é procurar abastecer sempre no mesmo posto de confiança, para evitar o risco de colocar combustível adulterado.

Qual é a vida útil dos catalisadores?

De acordo com a exigência das montadoras, os catalisadores têm vida útil de cinco anos ou 80 mil quilômetros. Porém, depois desse prazo, o catalisador continua tendo sua função preservada. Desde que o proprietário siga as manutenções adequadas, certamente o catalisador terá a mesma vida útil do veículo.

O catalisador diminui a potência do motor ou pode prejudicar o funcionamento do carro?

O catalisador faz parte de um conjunto de peças projetadas para o perfeito funcionamento do motor, não interferindo em sua potência ou desempenho. Se o dispositivo for removido, sim, pode desregular todo o sistema e provocar o desgaste prematuro das peças. Além disso, a remoção é considerada uma infração grave, passível de multa.

Combustíveis adulterados podem comprometer o catalisador?

O principal inimigo do bom funcionamento do catalisador é o combustível de baixa qualidade. Além de compostos inadequados (como outros líquidos mais baratos colocados apenas para aumentar o volume) poderem afetar a conversão dos gases, resíduos podem aderir à superfície do dispositivo, prejudicando a sua performance.

Outras informações sobre a redução da poluição pelos catalisadores estão disponíveis em um vídeo produzido pela Basf, no endereço https://www.youtube.com/watch?v=V371wZKDVB8

Publicidade

Toyota Yaris 2020 chega com poucas mudanças

Por silviomauro em Lançamento

12 de agosto de 2019

 

A Toyota do Brasil anunciou que a linha Yaris 2020 já está disponível para pedidos ao mercado nacional e chegará às concessionárias de todo o País ao longo deste mês. A Toyota oferece no Yaris 2020, pela primeira vez em seus produtos comercializados no País, os sistemas Android Auto e Apple CarPlay, disponíveis a partir da versão XL Plus Tech. Ele permite espelhar os principais aplicativos de um smartphone e utilizá-los no painel do veículo. Entre eles estão Google Maps, Waze, Spotify, Apple Music, WhatsApp, além das funções de ligação e mensagens de texto originais de cada sistema.

Disponível nas carrocerias hatch e sedã, o Yaris segue equipado com os motores 1.3 Dual VVT-i, entregando 101 cv a 5.600 rpm, quando abastecido com etanol, e 94 cv, a 5.600 giros, com gasolina, e o 1.5 litros Dual VVT-i, que rende 110 cv de potência a 5.600 rpm, com etanol, e 105 cv, a 5.600 giros, com gasolina. As opções de transmissões são automática CVT ou manual de seis velocidades.

Clientes da linha Yaris 2019, também a partir da versão XL Plus Tech, podem atualizar o sistema de seus veículos. O serviço poderá ser agendado em toda a rede de concessionárias da marca a partir do início de setembro. O procedimento consiste na atualização de software com licenças de utilização Google e Apple e na instalação de um microfone na central multimídia compatível com as funções de controle de voz. O serviço tem um custo de R$ 429,99, já incluindo mão-de-obra, e leva cerca de uma hora para ser realizado mediante agendamento prévio.

Na linha 2020, o Yaris X-Way será oferecido em três opções de cores dual tone. São elas: preto e branco, preto e vermelho e preto e cinza. O modelo também recebeu novas rodas diamantadas em tons mais escuros.

Desde a versão de entrada XL com câmbio manual, o Yaris traz de série computador de bordo, comandos no volante, controle de estabilidade (VSC), tração (TRC), freios com sistema ABS e assistente de partida em rampa (HAC). Além disso, o modelo é equipado com direção eletro assistida progressiva (EPS), ar condicionado, faróis com regulagem elétrica, e os obrigatórios airbags duplos dianteiros. A versão XL com câmbio CVT adiciona itens como controle de velocidade de cruzeiro e função Eco Driving do computador de bordo.

A partir da versão XL Plus Tech, o modelo inclui rodas de liga leve 15’’, descansa-braços traseiro, detalhes internos na cor prata, ar-condicionado automático e digital, chave inteligente presencial, Smart Entry e sistema de partida sem chave tipo Start Button.

Já a versão XS contempla todos os equipamentos da XL Plus Tech e adicionando manopla do câmbio e revestimento das portas em couro, grade com detalhes cromados, roda de liga leve de 15” dual tone (preto e prata), bancos de couro, retrovisor externo com rebatimento elétrico, câmera de ré, tapetes em carpete e computador de bordo com tela de 4.2” com tecnologia TFT.

A versão X-Way, além de todos os itens da XS, tem um visual diferenciado e com a pintura dual tone e novo design de roda, além de rack no teto, apliques de para-choque e para-lama, frisos nas laterais e logotipo X-Way na parte traseira. O nome da versão, de grafia personalizada, também aparece estampado nos tapetes do motorista e passageiro dianteiro.

Para a versão topo de linha XLS, o modelo oferece teto solar, sensor de chuva, maçanetas cromadas, faróis projetores com lâmpadas halógenas, lanternas em LED e sete airbags, adicionando aos dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um de joelhos para o motorista.

 

 

Versões e Preços – Yaris 2020

HATCHBACK  

1.5L

 

XLS CVT R$ 83.990,00
X-WAY R$ 81.990,00
XS R$ 77.990,00
 

1.3L

 

XL Plus Tech R$ 71.990,00
XL CVT R$ 68.590,00*
MT R$ 66.490,00*
 

 

SEDAN

 

 

 

 

1.5L

 

 

XLS CVT R$ 85.990,00
XS R$ 80.990,00
XL Plus Tech R$ 75.190,00
XL R$ 69.990,00*
MT R$ 68.490,00*

*preço com pintura metálica incluída

 

leia tudo sobre

Publicidade

Setor de autopeças lança Autop Off Road

Por silviomauro em Evento

12 de agosto de 2019

 

O Sistema Sincopeças Assopeças Assomotos (SSA), entidade que congrega as empresas do setor automotivo do Ceará, lançou um evento que pretende incrementar mais o seu portfólio de atividades em prol do desenvolvimento do setor automotivo: a Autop Off Road & Expoauto Nordeste. Programada para o período de 25 a 27 de outubro (sexta a domingo), ela tem como objetivo integrar os aficionados por trilhas com os clubes do Brasil e gerar negócios para as micros e pequenas empresas do setor de autopeças e serviços.

De acordo com Ranieri Leitão, presidente do SSA, o evento vem para suprir a necessidade de fornecimento de peças, equipamentos e soluções para o mercado off road que, segundo ele, é o que mais cresce nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. “Daqui a três anos, queremos consolidar a Autop Off Road & Expoauto Nordeste como um dos maiores eventos do segmento do País – assim como fizemos com a Autop, que já caminha para sua 17ª edição”, destaca.

Para quem não tem medo de emoção, os organizadores informam que a Autop Off Road contará com diversas pistas e arenas de competições: Indoor, Desafio Expoauto, Lata Cross, Kart Cross e Velocross. Já a Expoauto Nordeste será uma feira de negócios off road com a participação de indústrias, distribuidores, varejistas, serviços e consumidores. A expectativa é reunir mais de 40 marcas e um público de aproximadamente 30 mil pessoas.

Além da feira, o evento tem na programação atrações como um feirão de carros novos e seminovos, exposição de carros clássicos e diversas ações sociais e de entretenimento. Outra atração prevista é a Arena Experience, um espaço para realização de cursos e palestras voltados para o setor.

SERVIÇO

Autop Off Road & Expoauto Nordeste

Data: 25 a 27 de outubro

Local: Regimento de Polícia Montada (Av. Washington Soares, 7250 – Cambeba)

Participação:

– Para pilotos, a inscrição nas competições custa R$ 150,00 por modalidade

– Para o público visitante, o ingresso diário é R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia-entrada). Pacote promocional para os três dias de evento sai por R$ 30,00

– Crianças até 12 anos não pagam

leia tudo sobre

Publicidade

Audi do Brasil apresenta A4 Avant e A5 Sportback S-Line

Por silviomauro em Lançamento

09 de agosto de 2019

A Audi do Brasil anunciou hoje as novas versões do A4 Avant do A5 Sportback S-Line. O A4 Avant teve mudanças no visual. O pacote exterior em preto compreende a grade Singleframe com novo desenho, nova saia lateral, entrada de ar com tom mais escuro e kit S-Line esportivo que vem de série. Os faróis também mudaram e agora aparecem com Full LED e setas dinâmicas como item de série. O teto solar elétrico panorâmico completa as novidades do exterior.

A capacidade máxima no porta-malas é de 1.510 litros com o banco traseiro rebatido e a tampa utiliza abertura e fechamento elétrico, com sistema hands free, por meio de um movimento que pode ser realizado com o pé na traseira do veículo. Os encostos são divididos na proporção 40:20:40 e podem ser dobrados por meio de uma alavanca na lateral do compartimento de bagagens.

No interior, o veículo possui ar-condicionado digital de três zonas, assentos esportivos, ajuste elétrico no banco do motorista, câmera de ré com sensores frontais e traseiro, controle de cruzeiro e sistema de abertura de portas sem chave (keyless go). O Audi Virtual Cockpit totalmente digital com 12,3 polegadas mostra as informações mais importantes por meio de gráficos de alta resolução. O dispositivo combina as funções da central MMI com o painel de instrumentos – dessa forma o motorista pode escolher visualizar as informações no ponto de vista clássico, com mostradores circulares (velocímetro e conta-giros), ou no modo progressivo, no qual são exibidas funções do sistema de navegação, telefone, dentre outras.

A interface Audi para smartphones é um dos itens disponíveis para a central multimídia. O sistema integra celulares com o sistema operacional iOS e Android em um ambiente desenvolvido especialmente para esse propósito, o Audi MMI. O equipamento de som de série inclui também o rádio MMI plus com navegação e conexão Bluetooth.

Como opcional, o veículo disponibiliza aos clientes o pacote Assistance Tour, que conta com o Audi active lane assist, para auxiliar o condutor a manter o carro na sua faixa de rodagem, e o controle de cruzeiro adaptativo com Traffic Jam Asssist, que pode assumir a direção do veículo em velocidades de até 65 km/h quando o trânsito está congestionado. O Audi A4 Avant está disponível nas concessionárias a partir de R$ 219.990,00. A nova versão A5 Sportback conta com a grade Singleframe e as entradas de ar em preto, saia lateral em preto, teto solar panorâmico, conjunto de faróis Full LED, setas dinâmicas e rodas 19”.

O veículo traz também volante com base aplanada, ar-condicionado digital de três zonas, assentos esportivos, ajuste elétrico nos bancos dianteiros, câmera de ré com sensores frontais e traseiro, controle de cruzeiro, sistema de abertura de portas sem chave (keyless go) e acabamento interno em alumínio elipse. O A5 Sportback está disponível com o Audi Virtual Cockpit com resolução de 1.440 x 540 pixels e integração com smartphones fazem parte do novo pacote – junto ao MMI plus com sistema de navegação que inclui monitor no console central de 8,3 polegadas.

O porta-malas tem 480 litros de capacidade e acionamento elétrico para abertura e fechamento da tampa. Os opcionais do novo A5 Sportback são os mesmos do A4 Avant: pacote Assistance Tour e controle de cruzeiro adaptativo com Traffic Jam Asssist. Também aparece como opcional sistema Bang & Olufsen com o som 3D de 766 watts de potência e 19 alto-falantes. O Audi A5 Sportback na versão S-Line está disponível nas concessionárias por R$ 248.990,00.

 

Motor 2.0 TFSI

O motor 2.0 TFSI, com 1.984 cm³ de cilindrada equipa tanto o A4 Avant como o A5 S-Line. Entrega 190 cv de potência e torque de 320 Nm entre 1.450 e 4.200 rpm. Tem aceleração de 0 a 100 km/h feita em 7,5 segundos e velocidade máxima de 239 km/h no A5 Sportback S-Line e 7,3 segundos e velocidade máxima de 240 km/h no A4 Avant. A transmissão de ambos é a S tronic de sete velocidades, com dupla embreagem e trocas de marchas quase instantâneas. Para maior economia de combustível, o câmbio oferece uma função roda-livre. O controle seletivo de torque para cada uma das rodas suplementa o trabalho da tração dianteira.

 

leia tudo sobre

Publicidade

Ford compra empresa de robótica para acelerar desenvolvimento de carros autônomos

Por silviomauro em Mercado

01 de agosto de 2019

 

 

A Ford anunciou a aquisição da Quantum Signal, empresa especializada em robótica, sensores, simulação em tempo real e desenvolvimento de algoritmos,  para acelerar o seu plano de entrada no negócio de carros autônomos. Embora seja pouco conhecida do público, a pequena empresa fundada em 1999 na cidade de Saline, Michigan, EUA, atua na vanguarda da robótica móvel para diversos clientes, incluindo o Exército dos Estados Unidos.

A Quantum Signal ajudou os militares a desenvolver um software que permite controlar veículos robóticos a milhares de quilômetros de distância. Ela também construiu um ambiente de simulação robusto para projetos de veículos autônomos que é usado até hoje.

“A Quantum Signal estava no nosso radar há algum tempo”, diz Randal Visintainer, diretor-técnico de Veículos Autônomos da Ford. “Nos últimos anos, a Ford vem montando um time de especialistas altamente qualificados de desenvolvimento de software, simulação e aprendizado de máquina, vindos de todas as partes do mundo, para acelerar o desenvolvimento de carros autônomos. Com a integração da Quantum Signal, esse time fica maior e ainda mais forte.”

A ampla experiência desse grupo de trabalho vai apoiar a Ford em numerosas áreas para a criação de um negócio de serviços de transporte com veículos autônomos, incluindo o desenvolvimento de software e protótipos. A Quantum Signal é conhecida pela criação do ambiente de modelagem e simulação ANVEL, usado em programas de robótica militar com sistemas remotos e autônomos não-tripulados. Essa experiência ajudará no desenvolvimento de ambientes de simulação abrangentes, nos quais a Ford poderá testar e melhorar o desempenho de seus veículos e seu modelo de negócios.

A Quantum Signal realizou também um extenso trabalho no desenvolvimento de algoritmos para a direção de carros autônomos militares. Além de softwares, a empresa tem experiência em robótica e sistemas de detecção e percepção, que ajudarão os veículos autônomos da Ford a melhorar sua capacidade de analisar o ambiente ao redor.

Instalada no prédio de uma antiga escola em Saline, a Quantum Signal desenvolveu uma cultura própria que a Ford quer preservar nesse processo de integração. “Todos os engenheiros querem realizar um trabalho significativo que faça a diferença, não para ficar parado numa prateleira”, diz Randal Visintainer.

 

Publicidade

Mito promove evento que une automóveis e kitesurfe

Por silviomauro em Evento

20 de julho de 2019

 

 

Aproveitando a temporada de ventos fortes no Ceará, que acontece a partir de julho, a Concessionária Mito, revendedora da Mitsubishi em Fortaleza, realiza hoje, a partir do meio dia, o Downwind Mito. O evento esportivo vai reunir praticantes de kitesurf em um trajeto que vai da Lagoa da Tabuba em direção à Barraca Kitecabana, na praia do Cumbuco. O percurso será conduzido por Célio Beleza, atleta cearense profissional e instrutor do esporte.

De acordo com a Mito, essa é uma das muitas ações que a empresa pretende promover seus modelos – especialmente a recém lançada Pajero Sport 2020. “Os carros da Mitsubishi têm uma relação muito forte com a aventura, o esporte e a adrenalina, e a Pajero é um nome forte da marca. Então nada melhor do que unir o novo modelo a um esporte radical muito presente no litoral cearense como o kitesurfe”, informa a empresa.

Quem participar do evento terá chance de fazer test-drives, no fim do percurso (na barraca Kitecabana), do Eclipse Cross, da Pajero Sport 2020 e da L200 Triton. Representantes da equipe de vendedores da concessionária estarão a postos para tirar as dúvidas sobre os veículos, apresentar os preços, negociar a forma de pagamento e fechar as vendas com os possíveis interessados.

Outros eventos virão

A promessa da Mito é, ao longo do ano, articular outros momentos para apresentar os muitos recursos da Pajero e dos outros modelos. “A idéia é expandirmos iniciativas como essa do Downwind para outros esportes, aliando a marca a diversas práticas esportivas presentes no Ceará”, conclui a Mito. 

Além de Célio Beleza, os atletas Fernando Fernandes, atleta paralímpico e apresentador; e Gustavo Foerster, atleta profissional de Kite, marcarão presença no evento. Inscrições estão disponíveis através do WhatsApp (85) 9-8834-3489. A participação é gratuita e a única condição é ir para o evento em um carro da Mitsubishi.

Publicidade

Revisão: para ir e voltar das férias com tranquilidade

Por silviomauro em Serviço

01 de julho de 2019

 

Vai viajar de carro nas férias de julho? Pois entenda aqui a importância de uma boa revisão no veículo. Além de livrar você dos aborrecimentos de uma parada não programada em locais sem estrutura ou segurança, a medida pode significar a diferença entre um traumático e uma volta para casa com todos da sua família são e salvos depois de curtir o período. Segundo o gerente da Sucursal Ceará da Porto Seguro, Robson Moraes, é essencial reservar pelo menos um dia para se dedicar ao carro.

Ele afirma que há um conjunto principal de itens para a revisão: desgastes nos pneus (inclusive o estepe), funcionamento de itens como macaco, triângulo e chave de roda, alinhamento da direção e balanceamento das rodas, fluidos (líquido de arrefecimento, óleos do motor e da transmissão, fluidos de freio e da direção hidráulica), sistema de embreagem, filtros (de ar e de combustível), sistema elétrico (lanternas, faróis e piscas), limpadores de vidros, ignição, injeção, molas, amortecedores, rolamentos e sistema de freios (discos e pastilhas) e coifas. “O ideal é que haja pelo menos um dia inteiro para que sejam feitas as avaliações e possíveis trocas”, explica.

Segundo Paulino Carvalho, chefe de oficina da Beto´s Car, o prazo mínimo é de um dia, mas outro adicional pode ser necessário, caso seja preciso trocar algum componente mais complexo. “Tudo vai depender do estado do veículo”, ressalta ele, lembrando, também, que se o proprietário tiver feito uma revisão completa e ela estiver dentro do prazo definido pela montadora para a próxima, será preciso avaliar uma quantidade menor de itens.

Essa revisão mais simples inclui, por exemplo, os pneus (as ruas e estradas brasileiras são muito esburacadas e não é possível estabelecer uma validade para alinhamento e balanceamento), a bateria, que sempre pode dar algum problema e também merece uma olhada antes de viajar, o sistema elétrico, os limpadores do para-brisa e as luzes. 

No caso dos veículos dos 4×4, Robson informa que a revisão inclui adicionais como o estado dos componentes do sistema de tração, considerando itens importantes como o atuador do sistema, responsável por uma das coisas mais importantes desse tipo de veículo, que é o bloqueio das rodas (o que faz o modelo off road ultrapassar terrenos muito acidentados onde nem todos os pneus estão no chão ao mesmo tempo). Paulino acrescenta que também é preciso verificar outros fluidos, como o óleo do diferencial – componente que não existe em carros de passeio comuns.

Em relação ao custo, a revisão, em si, ou seja, apenas a verificação do estado das peças, não costuma pesar no bolso. No Centro Automotivo Porto Seguro, por exemplo, quem tem uma apólice da empresa nem paga pelo serviço. Já na Beto´s Car, o valor é R$ 49,90 para carros pequenos e R$ 69,90 para os grandes. É preciso deixar claro, no entanto, que isso se refere apenas à avaliação do mecânico e não inclui peças que precisarem de troca. 

A seguir, algumas explicações mais detalhadas sobre a importância da atenção para alguns itens e detalhes:

Bateria

Este componente tem um prazo de validade e outro de garantia do fabricante. Mas merece sempre ser lembrado na revisão pré-viagem, porque está muito sujeito às condições do sistema elétrico do carro.

Óleo lubrificante

Os fabricantes dos veículos estipulam um prazo aconselhável para a troca. Caso você não siga o manual, peça para o mecânico verificar características como cor e viscosidade, antes de viajar.

Freios

A troca do fluido de freio deve estar de acordo com o manual do proprietário. De modo geral, o intervalo entre as trocas é de 40 mil quilômetros. Já as pastilhas de freio e discos devem ser verificados a cada 10 mil quilômetros – o mesmo intervalo se aplica às lonas de freio (em caso de veículos com freio a tambor na roda traseira), ou ao conjunto discos e pastilhas traseiros (em caso de automóveis com freio a disco nas quatro rodas).

Pneus

É importante observar os sulcos do pneu, pois dentro deles, estão inseridas pequenas elevações na borracha que funcionam como marcações de segurança. Se estas marcações estivem no mesmo nível do sulco, é preciso trocar por um novo. Também é importante checar (com os pneus frios) a calibragem ideal. Cada modelo tem uma, definida pelo fabricante. 

Sistema de arrefecimento do motor

O líquido de arrefecimento é um composto químico responsável pela manutenção da temperatura ideal do motor. O reservatório mostra o nível correto por meio de uma marcação, por isso, é importante verificá-lo antes de viajar.

Documentação

Tão frustrante quanto uma parada por problema no carro, a interrupção da viagem por uma blitz merece ser evitada. Por isso, não esqueça de checar eventuais impedimentos, verifique a validade da carteira de habilitação de todos os possíveis condutores e se o documento do veículo está no ano-exercício correto. 

 

 

Publicidade

Newland promove neste sábado o Toyota Day

Por silviomauro em Evento

21 de junho de 2019

 

Em tempos de atividade econômica branda, melhor para os consumidores, já que as empresas precisam se desdobrar para atrair os consumidores. Se você está pensando em comprar um carro novo, vale a pena conferir as ofertas do Toyota Day, que acontece neste sábado, 22, na Newland (revendedora autorizada da marca japonesa no Ceará). A promessa é de negociações personalizadas e preços diferenciados na negociação do carro 0 km.

Na divulgação do evento, aparece discretamente um termo que pode dar uma pista do que os vendedores pretendem fazer: “effectuation”. Técnica de empreendedorismo que está sendo adotada por várias empresas, ela está associada a conceitos como capacidade de improviso e de lidar com surpresas, flexibilidade e uso dos recursos disponíveis de forma criativa.

A programação do evento vai das 8 da manhã às 8 da noite – podendo se estender até as 10, dependendo do movimento e das oportunidades que surgirem para ambos os lados da negociação (Newland e clientes). Para entender melhor como será o processo, as equipes de venda serão divididas em cinco times, identificados por cores: cinza, amarelo, vermelho, azul e verde. Para quem não tiver com quem deixar as crianças, um espaço kids vai ocupa-las enquanto os pais vêem as condições e os carros.

Nossa dica é: o processo de compra de um carro 0 km envolve três itens mais importantes, que são o valor pago pela concessionária para o carro usado do comprador (caso ele leve um), a taxa de juros do financiamento e p preço final do carro 0 km. Por isso, se for amanhã, procure se informar das referências de mercado desses três componentes.

Quem quiser mais informações ou já agendar uma visita, pode entrar em contato pelo telefone (ou WhatsApp) 9-8946-0412.

SERVIÇO – Toyota Day
Local: Newland (avenida Washington Soares, 1550)

Data:  22/06

Horário: 8 às 20 horas (podendo se estender até as 22 horas)

Publicidade

Local de muitas memórias

Por silviomauro em Curiosidades

07 de junho de 2019

 

Pouco afeito à preservação de sua história, o Ceará poderá ter um novo museu para ajudar a reverter essa realidade. E a iniciativa, vale ressaltar, deve muito ao automobilismo. O médico Arnóbio Tomaz, colecionador de veículos antigos, está preparando, em um sítio de sua propriedade no município do Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza, as instalações para o local que ele batizou de Old Park – a cidade-antiquário. Lá ficará exposto e aberto para visitação um gigantesco acervo de objetos que ele acumulou ao longo dos últimos 40 anos.

Um dos mais conhecidos antigomobilistas do Estado, Arnóbio tem um histórico de vários anos à frente da gestão do Museu do Automóvel de Fortaleza, local vinculado ao Clube de Automóveis Antigos do Ceará que, com 50 modelos em seu acervo, é a mais importante instalação do Estado para conhecer a história do universo automotivo. Além disso, o médico fundou, em 2014, o Eusébio Classic Car, clube que se reúne uma vez por mês no Shopping Eusébio para expor, gratuitamente, parte dos carros antigos que estão sob os cuidados de vários colecionadores locais.

Segundo Arnóbio, uma das principais atrações do Old Park será um galpão, que está na fase de obras, onde ficarão expostos aproximadamente 40 veículos nacionais antigos que fazem parte do seu acervo particular. “Será o Museu do Automóvel Nacional, só com carros como Fusca, Corcel, Opala, Kombi e outros do mercado brasileiro”, explica.

Outro ponto de visitação que promete ser interessante é uma seção dedicada a miniaturas. “Tenho 1.850 delas de vários materiais, como plástico, metal, madeira e até cerâmica. A maioria é de carros e ônibus, mas também tem de outros veículos motorizados, como aviões e helicópteros”, revela Arnóbio. Ainda falando de veículos, o colecionador afirma que o Old Park terá a réplica de uma estação de trem antiga com 170 m², trilhos e locomotiva. Essa, aliás, é uma das instalações do futuro museu que já estão prontas.  

Amante de viagens e promotor de passeios e caravanas periódicos de antigomobilistas para várias partes do Brasil, Arnóbio também irá expor, no Old Park, um enorme acervo de souvenirs que acumulou em anos de andanças. “Sempre que viajo, trago uma lembrança do local visitado. Geralmente eu peço, mas se não me dão, em compro. Tudo vai estar no museu”, afirma ele, ressaltando que não faz ideia da quantidade itens disponíveis, por causa do grande volume.

O médico acrescenta que apesar da vitrine maior do futuro museu ser o universo dos veículos, muitas outras coisas vão estar expostas. “Serão vários museus em um”, explica. Entre as atrações que estão sendo preparadas, diz ele, estão uma mini cidade, uma exposição relacionada à sua carreira na Medicina e um acervo tendo a imprensa como tema, entre outros.

Em relação às instalações, Arnóbio promete um local que provavelmente irá colocar o município do Eusébio no roteiro de atrações turísticas do Ceará, com toda a infraestrutura padrão para locais do tipo. Para isso, contam as referências que ele tem após anos viajando para conhecer museus e exposições de veículos por todo o Brasil. Além, claro, de sua experiência à frente do Museu do Automóvel de Fortaleza.

Por enquanto, o clima é de preparação do Old Park para a inauguração, prevista para acontecer na aposentadoria do médico (ele não informou a data, mas acredita que seja daqui a poucos anos) para que possa se dedicar mais ao local. Mas sempre é bom lembrar, para quem ficou curioso, que uma opção é ir ao Museu do Automóvel de Fortaleza. Seu rico acervo está disponível e o local está em pleno funcionamento. Informações para interessados em visitá-lo podem ser obtidas no telefone 3273-3129.

Veja parte do acervo do futuro museu

IMG-20190522-WA0170
IMG-20190522-WA0167
IMG-20190522-WA0162
IMG-20190522-WA0161
IMG-20190522-WA0157
IMG-20190522-WA0156
IMG-20190522-WA0155
IMG-20190522-WA0154
IMG-20190522-WA0151
IMG-20190522-WA0149
IMG-20190522-WA0119
IMG-20190522-WA0116
IMG-20190522-WA0114
IMG-20190522-WA0112
IMG-20190522-WA0111
IMG-20190522-WA0110
IMG-20190522-WA0104
IMG-20190522-WA0101
IMG-20190522-WA0096
IMG-20190522-WA0094
IMG-20190522-WA0087
IMG-20190522-WA0083
IMG-20190522-WA0082
IMG-20190522-WA0071
IMG-20190522-WA0066
IMG-20190522-WA0058
IMG-20190522-WA0056
IMG-20190522-WA0054
IMG-20190522-WA0042
IMG-20190522-WA0041
IMG-20190522-WA0039
IMG-20190522-WA0038
IMG-20190522-WA0036
IMG-20190522-WA0035
IMG-20190522-WA0034
IMG-20190522-WA0030
IMG-20190522-WA0028
IMG-20190522-WA0026
IMG-20190522-WA0025
IMG-20190522-WA0024
IMG-20190522-WA0023
IMG-20190522-WA0020
IMG-20190522-WA0019
IMG-20190522-WA0017
IMG-20190522-WA0016
IMG-20190522-WA0015

leia tudo sobre

Publicidade

Local de muitas memórias

Por silviomauro em Curiosidades

07 de junho de 2019

 

Pouco afeito à preservação de sua história, o Ceará poderá ter um novo museu para ajudar a reverter essa realidade. E a iniciativa, vale ressaltar, deve muito ao automobilismo. O médico Arnóbio Tomaz, colecionador de veículos antigos, está preparando, em um sítio de sua propriedade no município do Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza, as instalações para o local que ele batizou de Old Park – a cidade-antiquário. Lá ficará exposto e aberto para visitação um gigantesco acervo de objetos que ele acumulou ao longo dos últimos 40 anos.

Um dos mais conhecidos antigomobilistas do Estado, Arnóbio tem um histórico de vários anos à frente da gestão do Museu do Automóvel de Fortaleza, local vinculado ao Clube de Automóveis Antigos do Ceará que, com 50 modelos em seu acervo, é a mais importante instalação do Estado para conhecer a história do universo automotivo. Além disso, o médico fundou, em 2014, o Eusébio Classic Car, clube que se reúne uma vez por mês no Shopping Eusébio para expor, gratuitamente, parte dos carros antigos que estão sob os cuidados de vários colecionadores locais.

Segundo Arnóbio, uma das principais atrações do Old Park será um galpão, que está na fase de obras, onde ficarão expostos aproximadamente 40 veículos nacionais antigos que fazem parte do seu acervo particular. “Será o Museu do Automóvel Nacional, só com carros como Fusca, Corcel, Opala, Kombi e outros do mercado brasileiro”, explica.

Outro ponto de visitação que promete ser interessante é uma seção dedicada a miniaturas. “Tenho 1.850 delas de vários materiais, como plástico, metal, madeira e até cerâmica. A maioria é de carros e ônibus, mas também tem de outros veículos motorizados, como aviões e helicópteros”, revela Arnóbio. Ainda falando de veículos, o colecionador afirma que o Old Park terá a réplica de uma estação de trem antiga com 170 m², trilhos e locomotiva. Essa, aliás, é uma das instalações do futuro museu que já estão prontas.  

Amante de viagens e promotor de passeios e caravanas periódicos de antigomobilistas para várias partes do Brasil, Arnóbio também irá expor, no Old Park, um enorme acervo de souvenirs que acumulou em anos de andanças. “Sempre que viajo, trago uma lembrança do local visitado. Geralmente eu peço, mas se não me dão, em compro. Tudo vai estar no museu”, afirma ele, ressaltando que não faz ideia da quantidade itens disponíveis, por causa do grande volume.

O médico acrescenta que apesar da vitrine maior do futuro museu ser o universo dos veículos, muitas outras coisas vão estar expostas. “Serão vários museus em um”, explica. Entre as atrações que estão sendo preparadas, diz ele, estão uma mini cidade, uma exposição relacionada à sua carreira na Medicina e um acervo tendo a imprensa como tema, entre outros.

Em relação às instalações, Arnóbio promete um local que provavelmente irá colocar o município do Eusébio no roteiro de atrações turísticas do Ceará, com toda a infraestrutura padrão para locais do tipo. Para isso, contam as referências que ele tem após anos viajando para conhecer museus e exposições de veículos por todo o Brasil. Além, claro, de sua experiência à frente do Museu do Automóvel de Fortaleza.

Por enquanto, o clima é de preparação do Old Park para a inauguração, prevista para acontecer na aposentadoria do médico (ele não informou a data, mas acredita que seja daqui a poucos anos) para que possa se dedicar mais ao local. Mas sempre é bom lembrar, para quem ficou curioso, que uma opção é ir ao Museu do Automóvel de Fortaleza. Seu rico acervo está disponível e o local está em pleno funcionamento. Informações para interessados em visitá-lo podem ser obtidas no telefone 3273-3129.

Veja parte do acervo do futuro museu

IMG-20190522-WA0170
IMG-20190522-WA0167
IMG-20190522-WA0162
IMG-20190522-WA0161
IMG-20190522-WA0157
IMG-20190522-WA0156
IMG-20190522-WA0155
IMG-20190522-WA0154
IMG-20190522-WA0151
IMG-20190522-WA0149
IMG-20190522-WA0119
IMG-20190522-WA0116
IMG-20190522-WA0114
IMG-20190522-WA0112
IMG-20190522-WA0111
IMG-20190522-WA0110
IMG-20190522-WA0104
IMG-20190522-WA0101
IMG-20190522-WA0096
IMG-20190522-WA0094
IMG-20190522-WA0087
IMG-20190522-WA0083
IMG-20190522-WA0082
IMG-20190522-WA0071
IMG-20190522-WA0066
IMG-20190522-WA0058
IMG-20190522-WA0056
IMG-20190522-WA0054
IMG-20190522-WA0042
IMG-20190522-WA0041
IMG-20190522-WA0039
IMG-20190522-WA0038
IMG-20190522-WA0036
IMG-20190522-WA0035
IMG-20190522-WA0034
IMG-20190522-WA0030
IMG-20190522-WA0028
IMG-20190522-WA0026
IMG-20190522-WA0025
IMG-20190522-WA0024
IMG-20190522-WA0023
IMG-20190522-WA0020
IMG-20190522-WA0019
IMG-20190522-WA0017
IMG-20190522-WA0016
IMG-20190522-WA0015