Publicidade

Blog do Guifil

por Guilherme Custódio

vitória

Boa fase do Ceará faz o time ter a 3ª melhor média de público da Série B

Por guilhermecustodio em Opinião

11 de novembro de 2015

Técnico Lisca é ovacionado pela torcida do Ceará. Foto: cearasc.com/Divulgação

Técnico Lisca é ovacionado pela torcida do Ceará. Foto: cearasc.com/Divulgação

O torcedor do Ceará respira aliviado. Após a quinta vitória seguida nos últimos seis jogos na Série B, desta vez por 3 a 0 contra o Bragantino, o time cearense consegue se manter fora da zona de rebaixamento e abrir dois pontos do Macaé-RJ, o primeiro da zona da degola. A confiança da torcida voltou e a dos jogadores também.

A mudança de mando de campo para o Estádio Presidente Vargas fez bem a equipe. No PV, o time mostra vontade na disputa por centímetros de chão. Não que os atletas não estavam se esforçando, mas a mudança dos locais das partidas em casa foi muito benéfica para o grupo alvinegro reagir na competição. O Vovô tem a terceira melhor média de público da Série B 2015, com uma média de 14.592 pagantes em cada partida.

A outra mudança foi no banco de reservas. O técnico Lisca, prova que de “Doido” ele não tem nada. A torcida vive lua-de-mel com o gaúcho e já fez até uma música que ecoa entre os alvinegros. “Saiu do hospício, tem que respeitar, Lisca “Doido” é do Ceará”. Restam três jogos para o Ceará tentar conseguir se manter na Série B. O que parecia impossível, hoje se tornou real, basta o alvinegro continuar fazendo sua parte.

Saiba mais
Relembre o dia que Sérgio Alves salvou o Ceará do martírio da Série C

Publicidade

Paratleta cearense vence Meia Maratona do Rio: “cruzei a linha chorando de emoção”

Por guilhermecustodio em Corrida

31 de agosto de 2015

Paraatleta cearense foi a primeira a completa a linha de chegada entre todos os competidores. Foto: Arquivo Pessoal

Paraatleta cearense foi a primeira a completar a linha de chegada entre todos os competidores cadeirantes. Foto: Arquivo Pessoal

A paratleta cearense Maria de Fátima Fonseca Chaves, 27 anos, levou mais uma vez o esporte cearense para o lugar mais alto do pódio. Ela venceu neste domingo (30) a Meia Maratona do Rio de Janeiro. Fah Fonseca, como é carinhosamente chamada desde criança pelos parentes e amigos, não só venceu a prova na capital carioca, como bateu o recorde da competição entre as mulheres cadeirantes com o tempo de 56m e 36s. Maria de Fátima não conteve a emoção ao vencer a disputa neste domingo. ”  Por tanta emoção, cruzei a linha de chegada chorando por tudo que representou pra mim chegar até ali “, disse Maria. A natural de Fortaleza também chegou na frente dos homens da categoria cadeirantes. “Por mais treinada que estivesse não conseguiria imaginar que chegaria na frente dos homens e muito menos bateria recorde”, destacou a cearense.

O equipamento utilizado por Maria de Fátima é feito sob medida para ela. As rodas são de carbono e o quadro aeronaval, fazendo com que a cadeira fique mais leve para ela utilizar as mãos. A desportista cearense nasceu com uma má formação na coluna. “Já nasci com uma má formação na coluna do qual se chama mielomenigoceli. Andei até os 13 anos com calçados especiais, depois não consegui mas, ficando em casa quase sempre”.

Vida de paratleta
– Sou paratleta desde 2009. Na verdade não sabia que deficiente físico poderia ser atleta. Vivi até os 19 anos em casa por não conhecer o meu mundo. Apenas estudava e voltava pra casa pra sair no outro dia novamente para a escola. Não tinha nem cadeira de uso, andava com um auxílio de uma pessoa comigo, e pra ir na escola meu tio me levava na garupa de uma bicicleta até a porta da sala de aula. Foi assim até o segundo grau. Aos 18 anos, consegui uma vaga no Hospital Sarah, onde foi um divisor de águas em mim. Lá conheci todas as minhas limitações, como poderia viver como qualquer pessoa, aprendi a conviver com pessoas que tinham a minha deficiência e outras deficiências – .

Sonho da Paralimpíada
No Hospital Sarah, Maria aprendeu a prática do esporte.”Comecei no basquete adaptado e logo depois no atletismo, com corrida. Isso aconteceu como uma simples readaptação, pra logo depois ser meu esporte a ser praticado. Treino na Assessoria For Time, que se localiza na Universidade de Fortaleza (Unifor) e na academia Podum Templo. Hoje me encontro com índice B para as Paralimpíadas Rio 2016, com o grande sonho de participar desse grande evento”.

Outros títulos
Em 2015, Fah Fonseca foi para Portugal disputar mais uma corrida, ficou na 3ª colocação. Mária de Fátima tem no currículo nada mais nada menos do que 17 recordes brasileiros, sendo ainda tricampeã nos 100m e bicampeã nos 200 e 400m. O próximo desafio de Fah Fonseca será em novembro, no Japão.

Saiba mais
Projeto seleciona candidatos a condutores da Tocha Olímpica do Rio 2016 no Ceará

 

Publicidade

Icasa vence a primeira na Série C e já pode sair do Z4 na próxima rodada

Por guilhermecustodio em Icasa

12 de julho de 2015

Icasa teve seu pior início de Série C. Foto:Icasa/Divulgação

Icasa teve seu pior início de Série C. Foto:Icasa/Divulgação

O Icasa finalmente ganhou a primeira partida na Série C 2015. O Verdão do Cariri marcou os três primeiros pontos na competição após vencer por 2 a 0 Águia de Marabá-PA, neste sábado (11), no Estádio Romeirão. Os gols foram marcados pelos jogadores Gaúcho e Rodrigo Dantas.

O time cearense ainda continua na lanterna do grupo A da Terceirona, mas, caso ganhe o próximo jogo, diante do Asa de Arapiraca, o time sai da zona de rebaixamento (Z4), desde que o próprio Águia e o Cuiabá tropecem na rodada.

O duelo contra o time alagoano será no próximo domingo (19), às 16, no Estádio Municipal.  Em 2015, o Icasa tem o seu pior início na história da Série C. O Verdão perdeu seis jogos seguidos no campeonato. Para tentar escapar do descenso, o Icasa contratou o técnico Maurílio Silva. O fraco desempenho do clube na competição pode ser relacionado as constantes chegadas e saídas de jogadores do elenco alviverde.

Saiba mais
Ceará já faturou mais de R$ 7 milhões entre premiações e cotas só em 2015

 

Publicidade

Times nordestinos iniciam a Série B com boas chances na competição

Por guilhermecustodio em Série B

06 de Maio de 2015

Ceará tentará vencer o Paraná pela primeira vez jogando fora de casa. Foto: Rafael Barros. cearasc.com

Ceará tentará vencer o Paraná pela primeira vez jogando fora de casa. Foto: Rafael Barros. cearasc.com

Começa nesta sexta-feira (8) a Série B do Campeonato Brasileiro. O Ceará vai até Curitiba enfrentar o Paraná Clube, às 21h, no Estádio Durival de Britto, conhecido como Vila Canapema. Dos 20 times que disputam a Segundona esse ano, oito são da Região Nordeste, sete do Sudeste, dois das regiões Centro-Oeste e Sul e um da Região Norte.

Pelo desempenho apresentado na Copa do Nordeste desse ano, Ceará, Bahia, Vitória são os representantes da nossa região que mais têm chances de subirem para à 1ª Divisão em 2016. Dos outros representantes nordestinos na Série B, Náutico, CRB e Sampaio Corrêa participaram do Nordestão em 2015, mas não conseguiram passar de fase. Mesmo assim, o Timbú, juntamente com o CRB, Santa Cruz, atual campeão pernambucano, ABC e Sampaio Corrêa podem muito bem lutar pelo acesso.

O time cearense tentará vencer o Paraná pela primeira vez jogando na casa do adversário. As duas equipes se enfrentaram quatorze vezes, com quatro triunfos da equipe paranaense, oito empates e duas vitórias o alvinegro cearense. Confira a tabela da Série B 2015.

Nordestinos na Série B 2015
ABC
Bahia
Ceará
CRB
Vitória
Sampaio Corrêa
Náutico
Santa Cruz

Sudeste
América-MG
Botafogo-RJ
Boa Esporte-MG
Mogi Mirim-SP
Macaé-RJ
Bragantino-SP
Oeste-SP

Norte
Paysandu

Sul
Criciúma
Paraná

Centro- Oeste
Luverdense
Atlético Goianiense

saiba mais
Magno Alves deixa o Ceará como o 7º maior artilheiro da história do clube
No histórico de confrontos, Fortaleza leva a pior contra o Coritiba

 

 

Publicidade

Times nordestinos iniciam a Série B com boas chances na competição

Por guilhermecustodio em Série B

06 de Maio de 2015

Ceará tentará vencer o Paraná pela primeira vez jogando fora de casa. Foto: Rafael Barros. cearasc.com

Ceará tentará vencer o Paraná pela primeira vez jogando fora de casa. Foto: Rafael Barros. cearasc.com

Começa nesta sexta-feira (8) a Série B do Campeonato Brasileiro. O Ceará vai até Curitiba enfrentar o Paraná Clube, às 21h, no Estádio Durival de Britto, conhecido como Vila Canapema. Dos 20 times que disputam a Segundona esse ano, oito são da Região Nordeste, sete do Sudeste, dois das regiões Centro-Oeste e Sul e um da Região Norte.

Pelo desempenho apresentado na Copa do Nordeste desse ano, Ceará, Bahia, Vitória são os representantes da nossa região que mais têm chances de subirem para à 1ª Divisão em 2016. Dos outros representantes nordestinos na Série B, Náutico, CRB e Sampaio Corrêa participaram do Nordestão em 2015, mas não conseguiram passar de fase. Mesmo assim, o Timbú, juntamente com o CRB, Santa Cruz, atual campeão pernambucano, ABC e Sampaio Corrêa podem muito bem lutar pelo acesso.

O time cearense tentará vencer o Paraná pela primeira vez jogando na casa do adversário. As duas equipes se enfrentaram quatorze vezes, com quatro triunfos da equipe paranaense, oito empates e duas vitórias o alvinegro cearense. Confira a tabela da Série B 2015.

Nordestinos na Série B 2015
ABC
Bahia
Ceará
CRB
Vitória
Sampaio Corrêa
Náutico
Santa Cruz

Sudeste
América-MG
Botafogo-RJ
Boa Esporte-MG
Mogi Mirim-SP
Macaé-RJ
Bragantino-SP
Oeste-SP

Norte
Paysandu

Sul
Criciúma
Paraná

Centro- Oeste
Luverdense
Atlético Goianiense

saiba mais
Magno Alves deixa o Ceará como o 7º maior artilheiro da história do clube
No histórico de confrontos, Fortaleza leva a pior contra o Coritiba