Arquivos dezembro 2012 - 2/3 - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

dezembro 2012

Frases para refletir…sobre vida e meio ambiente

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

16 de dezembro de 2012

Algumas frases para refletir sobre vida e meio ambiente…

“Podemos escolher o que semear, mas somos obrigados a colher o que plantamos” (Provérbio Chinês)

“O rio atinge seus objetivos porque aprendeu a contornar os obstáculos” (Autor desconhecido)

“O futuro pertence àqueles que acreditam nos seus sonhos” (Eleonor Roosevelt)

“Ainda que os teus passos pareçam inúteis, vai abrindo caminhos como a água que desce cantando na montanha. Outros te seguirão…” (Antoine de Saint Exupéry)”

“O que queres que os homens façam por ti, faça igualmente por eles.” (Jesus Cristo)

Publicidade

Arena Castelão e Sustentabilidade

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

15 de dezembro de 2012

     Amanhã, em Fortaleza, haverá a inauguração da Arena Castelão, um dos estádios que sediarão os jogos da Copa do Mundo FIFA 2014.

Fonte:FIFA

    Considerando a necessidade de se atender aos princípios de sustentabilidade, a Arena Castelão, durante sua fase de execução, incorporou diversos elementos que reduziram, por exemplo, a emissão de gases de efeito estufa.

     Os equipamentos utilizados em referida Arena tem possibilidade de reduzir em até 90% da quantidade de água em relação aos equipamentos convencionais.

    Parabéns, Host City Fortaleza, pelo empenho e esforço no cumprimento de metas e prazos e, sobretudo, por incorporar o viés de sustentabilidade nos eventos e projetos para a Copa do Mundo FIFA 2014.

Publicidade

Integrar ações – meta para combate à desertificação

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

14 de dezembro de 2012

     Conforme Sophia Gebrim, do site do MMA, A necessidade de integração das ações da Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação (UNCCD) com outras políticas públicas foi destacada pelo diretor do Departamento de Combate à Desertificação da Secretaria de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável do Meio Ambiente, Francisco Campello, durante encerramento da reunião do grupo técnico que discute o tema no Brasil. O encontro, encerrado nesta terça-feira (11/12), em Brasília, reuniu representantes de outros ministérios e organismos internacionais ligados à agenda. “Precisamos colocar em prática as inúmeras propostas discutidas e acertadas por esta comissão deliberativa e uma das formas de estruturar e dar voz ao tema é alinhar as nossas propostas aos programas governamentais”, destacou o diretor do MMA.

      Sophia Gebrin informa que Campello também apontou algumas iniciativas para dar suporte técnico ao alinhamento da pauta da UNCCD às políticas públicas brasileiras. “Vamos criar um grupo de trabalho para dar continuidade à discussão, além do apoio que recebemos do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) como parceiro na implantação das normas previstas pela Convenção no Brasil”, disse. Durante o encontro foi apresentada uma publicação, realizada em parceria com o PNUD, com uma série de ações para uma política eficaz de combate à desertificação e desenvolvimento sustentável de regiões atingidas pela temática. Também é parceiro no estudo o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA).

 Fonte: MMA.

Publicidade

A minha voz conta?

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Governos Locais, Legislação Ambiental, Meio Ambiente

13 de dezembro de 2012

     Há poucos dias, comentei sobre o direito de todas as pessoas de que suas vozes sejam ouvidas na vida pública e que sejam incluídas na tomada de decisão política. Aí eu me pergunto: a minha voz conta?

Fonte:ONU

    Gostaria que sim, tenho esperança que sim. Pois hoje gostaria de falar um pouco sobre “boatos” que alguns novos gestores de municípios cearenses, em sua nova plataforma de gestão, intencionam extinguir as secretarias municipais de meio ambiente.

    Friso novamente que são boatos e sinceramente não acredito em palavras ou frases que não tenha referencial ou credencial.

    Acredito que os novos gestores municipais cearenses, eleitos este ano, devem seguir o que está posto na Política Nacional de Meio Ambiente, concernente ao Sistema Nacional de Meio Ambiente e mais especificamente em âmbito municipal, com a instituição do órgão local de meio ambiente (para aqueles governos locais que ainda não o possuam ou, ainda, o fortalecimento do órgão ambiental municipal existente) em conjunto com o fortalecimento dos Conselhos municipais de meio ambiente.

    Creio, fortemente, que os novos gestores, cônscios de seu papel e da importância da execução da política ambiental em nível local, devem promover o incremento na quantidade e qualificação de recursos humanos para trabalhar nos órgãos locais de meio ambiente.

     Desejo que todos os 184 gestores municipais do Estado do Ceará incorporem em sua plataforma de gestão, o esforço necessário para o atendimento do disposto na Lei Complementar n. 140/2011.

     Fiquei muito feliz com as palavras da Promotora do Ministério Público Estadual que, no dia da cerimônia da entrega dos certificados do Programa Selo Município Verde aos municípios cearenses, comentou da preocupação do MPE sobre a criação e o fortalecimento das secretarias municipais de meio ambiente (órgãos locais) e que um dos parâmetros das discussões do planejamento estratégico do MPE, em esfera ambiental, eram as variáveis oriundas de mencionado Programa.

     Portanto, caríssimos leitores do Blog Verde, eu estou tranquila, porque tenho esperança de que, ao contrário do que os “boatos” apregoam, não teremos, no estado do Ceará, extinções de órgãos locais de meio ambiente. Pelo contrário, deposito minha fé no fortalecimento dos já existentes e na criação dos órgãos locais de meio ambiente naqueles municípios que, ainda, não o possuem, para que possam executar a política ambiental em esfera local em consonância com o disposto nos diplomas legais.

    Aos novos gestores municipais, eleitos este ano, e aos que renovaram seus mandatos, se minha voz conta, permitam-me dizer-lhes algo a respeito da esfera ambiental: usem as variáveis ambientais, do Programa Selo Município Verde, como norteador da instituição e execução da política ambiental em seus municípios. Há exatos nove anos, o Ceará tem um diagnóstico da situação dos municípios, referente às questões ambientais. E este pode ser bastante auxiliar como identificador de onde se encontram os gargalos ambientais e por onde e como se deve seguir.

     Se minha voz conta, prezados gestores municipais do estado do Ceará, contem com a minha voz e com o coral de vozes que emana dos técnicos representantes da Comissão e do Comitê Gestor do Programa Selo Município Verde.

     Se minha voz conta, permitam-me encerrar com versos de canções de Gonzaguinha:

eu sei que a vida devia ser bem melhor; e será!

“Fé na vida, fé no homem, fé no que virá;

Nós podemos tudo; nós podemos mais. Vamos lá fazer o que será”.

Publicidade

Arquitetura e sustentabilidade

     Hoje é Dia dos Arquitetos, dos Engenheiros e dos Agrônomos. Profissionais que possuem em sua carteira de atuação importantes ferramentas para induzir a sustentabilidade nos municípios.

    Ao se falar em sustentabilidade, necessariamente se insere o planejamento em médio e longo prazo, considerando-se a capacidade de suporte do local e permitindo-se a manutenção dos direitos de todos os seres humanos, desta geração e das que virão, em ter qualidade ambiental para sua vida.

Casa Supitinga
Fonte: Lucia Garzón

    No documento final da Rio+20, muitas estratégias foram firmadas como compromissos, notadamente para transformar as cidades em locais mais sustentáveis, por meio da promoção de atitudes e de comportamentos condizentes com o respeito ao meio ambiente, à valorização das paisagens (e de seu uso), promovendo a harmonia com a natureza e os seres humanos.

          A casa da foto ao lado é da Arquiteta Lucia Garzón, chamada Casa Supitinga (Beija-Flor). Totalmente integrada à paisagem e ao local onde está inserida, a edificação é feita do elemento terra (adobe); extraída do próprio local. Belo exemplo de arquitetura sustentável para ser visto, apreciado e seguido.

    Parabéns a nós, profissionais em Arquitetura, Engenharia e Agronomia. Que este dia nos sirva para repensar nosso modo de operacionalizar os instrumentos que nos são de competência profissional, no sentido de prover à sociedade de locais mais agradáveis, tanto em ambientes construídos (internos) quanto nos elementos da paisagem (urbana ou rural).

Publicidade

Dia dos Direitos Humanos – Celebração

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

10 de dezembro de 2012

    Em 10 de dezembro comemora-se o Dia dos Direitos Humanos, uma excelente oportunidade de celebrar a igualdade de direitos de todos os seres humanos em todos os lugares do Planeta.

Fonte: ONU

    Este ano, o foco recai nos direitos de todas as pessoas (mulheres, jovens, minorias, pessoas com deficiências, indígenas, os pobres e marginalizados) para permitir que suas vozes sejam ouvidas na vida pública e que sejam incluídas na tomada de decisão política.

    A mensagem do secretário geral da ONU, Ban Ki-moon, para este dia, diz textualmente: “Todo mundo tem o direito de ser ouvido e de participar das decisões que afetam sua comunidade. Este direito está consagrado na Declaração Universal dos Direitos Humanos e totalmente integrado no direito internacional, especialmente no artigo 25 do Pacto Internacional sobre os Direitos Civis e Políticos”

    Finaliza Ban Ki-moon: “A lei internacional é clara: Não importa quem você é ou onde você vive, sua voz conta. Neste dia, vamos nos unir para defender o seu direito de ser ouvido.

Fonte: ONU

Publicidade

Frases para refletir…sobre vida e meio ambiente

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Meio Ambiente

09 de dezembro de 2012

    Hoje é domingo. Conforme comentei antes, aos domingos vou procurar trazer frases para refletir sobre vida e meio ambiente. Esta semana, ficamos órfãos do Arquiteto Oscar Niemeyer.

     Homem de grande talento, de obras inesquecíveis. Seu legado ficará para sempre guardado em nossa memória e expresso nas muitas obras de arte realizadas em todo o mundo. As frases de hoje são de Oscar Niemeyer: um homem à frente de seu tempo.

Desenhos de Oscar Niemeyer
Fonte: Casarima

 “Toda escola superior deveria oferecer aulas de filosofia e história. Assim fugiríamos da figura do especialista e ganharíamos profissionais capacitados a conversar sobre a vida.”

 “A vida pode mudar a arquitetura. No dia em que o mundo for mais justo, ela será mais simples.

 “Importante não é sair da escola como profissional competente, mas estar consciente dos problemas da vida, desta miséria imensa que precisa ser eliminada.”

 “A vida é importante; a Arquitetura não é. Até é bom saber das coisas da cultura, da pintura, da arte. Mas não é essencial. Essencial é o bom comportamento do homem diante da vida.”

 “A luta por uma sociedade mais justa não pode se perder no tempo.”

 “Desejo ver um mundo melhor, mais fraternal, em que as pessoas não queiram descobrir os defeitos das outras, mas, sim, que tenham prazer de ajudar o outro.”

 “Nossa passagem pela vida é rápida. Cada um vem, conta sua história, vai embora e depois ela será apagada para sempre. A vida continua.

Publicidade

Compromissos voluntários para redução de poluentes

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Meio Ambiente, Preservação

08 de dezembro de 2012

    Um dos resultados da COP 18 (18ª Conferência da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas), que terminou ontem, dia 07/12, em Doha, Qatar, é oriundo de seis (06) países que, juntos, somaram esforços para ação rápida na redução do carbono, metano, hidrofluorcarbonos (HFCs) e outros poluentes de curta duração climática (SLCPs).

Fonte:UNEP

    O anúncio feito pelo Chile, República Dominicana, Etiópia, Ilhas Maldivas, Holanda e República da Coreia traz a quase 50 o número de parceiros da Coalizão do Clima e do Ar Limpo (CCAC), uma iniciativa voluntária que visa maximizar a saúde, agricultura e benefícios para o clima de ação rápida em SLCPs.

Fonte: UNEP

    A ação rápida sobre o carbono e o metano tem o potencial de retardar o aumento da temperatura global em até 0,5 º C até 2050. Tem potencial, também, de reduzir mortes relacionadas à poluição do ar em até 2,4 milhões e também reduzir perdas em culturas em cerca de 30 milhões de toneladas por ano.

 Fonte: UNEP

Publicidade

Energias renováveis – curiosidades

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

07 de dezembro de 2012

     Vocês sabiam que em 2011, a “indústria” de energias renováveis empregavam, no mundo, 5 milhões de pessoas. Este dado é três vezes maior do que em 2004. Aproximadamente, 1,5 milhões de empregos foram criados agora em 2012. Esta informação é do UNEP (2012).

Fonte:UNEP

    E mais, a UNEP diz também que em 2011, dez vezes mais painéis solares fotovoltaicos foram instalados em comparação com dados de 2006. Na Alemanha, por exemplo, em 25/05/2012, a energia solar gerada era de 22 gigwatts por hora, suficiente para atender metade da demanda nacional de eletricidade.

Fonte:UNEP

Fonte: UNEP (2012).

leia tudo sobre

Publicidade

Semana da Engenharia Ambiental e Sanitária

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Educação Ambiental, Meio Ambiente

05 de dezembro de 2012

     Desde o dia 03/12, no IFCE Campus Maracanaú, com encerramento previsto para às 18:00h de hoje; está acontecendo a I Semana de Engenharia Ambiental e Sanitária, com organização dos alunos do Curso da Engenharia Ambiental.

Fonte: IFCE Maracanaú

    Na programação, minicursos: Introdução à qualidade dos recursos hídricos, com o Prof. Leonardo Feitosa, Geotecnologias aplicadas aos estudos ambientais, com Prof. Narcélio Pereira Filho; Sensoriamento remoto aplicado ao planejamento, com Prof. Davy Rabelo e Consumismo; Licenciamento e Estudos Ambientais, com a Profa. Laécia Amorim e a Geração de resíduos urbanos, com o Prof. Humberto Carvalho, dentre outros.

    Os temas das Mesas Redondas, nos dias do evento, foram as mais ricas e diversificadas, contemplando assuntos pertinentes e atuais, a exemplo dos temas: Mudanças Climáticas no Semiárido e Mundo Pós Rio+20: Entraves e Desafios.

    Muitas palestras aconteceram nestes três dias de evento, dentre estas a do Ricardo Telles intitulada Energias Renováveis e biomassa: rumo ao desenvolvimento sustentável.

Fonte: IFCE Maracanaú

    Parabéns aos organizadores do evento que, espero, tenha continuidade nos próximos anos; pois permite, indubitavelmente, troca de experiências e transmissão de conhecimentos importantes para à prática profissional.

 

Publicidade

Semana da Engenharia Ambiental e Sanitária

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Educação Ambiental, Meio Ambiente

05 de dezembro de 2012

     Desde o dia 03/12, no IFCE Campus Maracanaú, com encerramento previsto para às 18:00h de hoje; está acontecendo a I Semana de Engenharia Ambiental e Sanitária, com organização dos alunos do Curso da Engenharia Ambiental.

Fonte: IFCE Maracanaú

    Na programação, minicursos: Introdução à qualidade dos recursos hídricos, com o Prof. Leonardo Feitosa, Geotecnologias aplicadas aos estudos ambientais, com Prof. Narcélio Pereira Filho; Sensoriamento remoto aplicado ao planejamento, com Prof. Davy Rabelo e Consumismo; Licenciamento e Estudos Ambientais, com a Profa. Laécia Amorim e a Geração de resíduos urbanos, com o Prof. Humberto Carvalho, dentre outros.

    Os temas das Mesas Redondas, nos dias do evento, foram as mais ricas e diversificadas, contemplando assuntos pertinentes e atuais, a exemplo dos temas: Mudanças Climáticas no Semiárido e Mundo Pós Rio+20: Entraves e Desafios.

    Muitas palestras aconteceram nestes três dias de evento, dentre estas a do Ricardo Telles intitulada Energias Renováveis e biomassa: rumo ao desenvolvimento sustentável.

Fonte: IFCE Maracanaú

    Parabéns aos organizadores do evento que, espero, tenha continuidade nos próximos anos; pois permite, indubitavelmente, troca de experiências e transmissão de conhecimentos importantes para à prática profissional.