UNEP Archives - Página 3 de 3 - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

UNEP

Energias renováveis – curiosidades

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

07 de dezembro de 2012

     Vocês sabiam que em 2011, a “indústria” de energias renováveis empregavam, no mundo, 5 milhões de pessoas. Este dado é três vezes maior do que em 2004. Aproximadamente, 1,5 milhões de empregos foram criados agora em 2012. Esta informação é do UNEP (2012).

Fonte:UNEP

    E mais, a UNEP diz também que em 2011, dez vezes mais painéis solares fotovoltaicos foram instalados em comparação com dados de 2006. Na Alemanha, por exemplo, em 25/05/2012, a energia solar gerada era de 22 gigwatts por hora, suficiente para atender metade da demanda nacional de eletricidade.

Fonte:UNEP

Fonte: UNEP (2012).

leia tudo sobre

Publicidade

Relatório de Déficit de Emissões de GEE – 2012

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

28 de novembro de 2012

O UNEP (United Nations Environmental Programme ou Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) divulgou o 3º Relatório Síntese sobre o Déficit de Emissões de Gases de Efeito Estufa para este ano de 2012 (Emissions Gap Report 2012).

Fonte: UNEP

    O Relatório é realizado desde 2010 e diz respeito à questão da ambição (o que se deseja) aliado aos compromissos de cada país com relação à redução das emissões. O déficit em 2020 é a diferença entre os níveis de emissões concernentes com a meta climática dos 2º C e os níveis de emissões previstos, caso os compromissos de redução dos países forem cumpridos. Se existir um déficit, existem então dúvidas sobre se a ambição dos países é suficientemente importante para cumprir com a meta climática acordada de 2º C.

   O PNUMA (UNEP) reuniu grupo de 55 cientistas e especialistas de 43 grupos científicos oriundos de 22 países para produzir este terceiro relatório sobre o déficit de emissões, que aborda, resumidamente, o seguinte:

– Uma atualização das estimativas das emissões mundiais de gases com efeito de estufa, com base em várias fontes científicas oficiais;

– Uma visão geral dos níveis de emissões nacionais, tanto atuais (2010) como previstas (2020) consistente com os compromissos atuais, entre outros acordos;

– Uma estimativa do nível das emissões mundiais consistente com a meta dos dois graus (º C) em 2020, 2030 e 2050;

– Uma atualização da avaliação do déficit de emissões para 2020;

– Uma análise de exemplos selecionados de progressos rápidos feitos em várias partes do mundo para implementar políticas que já produzem resultados em reduções substanciais das emissões. Estas políticas podem contribuir de forma significativa para reduzir o déficit, se forem implementadas em grande escala e reproduzidas noutros países.

     Um dos dados preocupantes, conforme este 3º Relatório, e que deve ser levado em conta nas políticas públicas de governos locais, estaduais e em nível nacional é que as emissões mundiais atuais são já consideravelmente mais elevadas do que o nível de emissões consistente com a meta dos 2º C em 2020; e continuam a aumentar.

Fonte: UNEP

 

Publicidade

Copa do Mundo Verde

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

11 de outubro de 2012

     No dia 09/10 foi divulgada pelo UNEP ou PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) a Avaliação de Desempenho 2010 da Copa do Mundo da África do Sul.

Fonte:UNEP

    Conforme o Relatório, a Pegada de carbono da África do Sul 2010 foi, apenas, 60 por cento (60%) do projetado para o evento, sendo observada redução da pegada de carbono por conta da redução de água e de resíduos.

     O Relatório mostrou que a Pegada de Carbono da Copa do Mundo da África do Sul 2010 foi muito menor do que o previsto, em virtude de ter recebido menos visitantes do que o esperado, e, também, pelos esquemas de carona e de estacionamento. Com relação aos estádios, houve corte no uso de energia de 30 por cento (30%). O uso de energia solar e de outras fontes de energias renováveis também contribuiu para o perfil mais baixo.

      O Brasil se prepara para a Copa do Mundo de 2014 e, também, para os Jogos Olímpicos de 2016, Assim a divulgação do relatório sobre o desempenho ambiental da África do Sul de 2010, que destaca os sucessos, pode servir de lições que devem ser aprendidas para garantir a sustentabilidade de ambos os eventos no Brasil.

 Fonte: UNEP, 2012.

 

Publicidade

Copa do Mundo Verde

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

11 de outubro de 2012

     No dia 09/10 foi divulgada pelo UNEP ou PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) a Avaliação de Desempenho 2010 da Copa do Mundo da África do Sul.

Fonte:UNEP

    Conforme o Relatório, a Pegada de carbono da África do Sul 2010 foi, apenas, 60 por cento (60%) do projetado para o evento, sendo observada redução da pegada de carbono por conta da redução de água e de resíduos.

     O Relatório mostrou que a Pegada de Carbono da Copa do Mundo da África do Sul 2010 foi muito menor do que o previsto, em virtude de ter recebido menos visitantes do que o esperado, e, também, pelos esquemas de carona e de estacionamento. Com relação aos estádios, houve corte no uso de energia de 30 por cento (30%). O uso de energia solar e de outras fontes de energias renováveis também contribuiu para o perfil mais baixo.

      O Brasil se prepara para a Copa do Mundo de 2014 e, também, para os Jogos Olímpicos de 2016, Assim a divulgação do relatório sobre o desempenho ambiental da África do Sul de 2010, que destaca os sucessos, pode servir de lições que devem ser aprendidas para garantir a sustentabilidade de ambos os eventos no Brasil.

 Fonte: UNEP, 2012.