Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Comércio deve movimentar R$ 100 milhões no Dia dos Pais

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

04 de agosto de 2015

A pesquisa sobre o Potencial de Consumo de Fortaleza Dia dos Pais realizada pela Federação do Comércio do Estado do Ceará (Fecomércio-CE), mostra que os consumidores de Fortaleza irão movimentar R$ 100 milhões no comércio local com a compra de presentes. Esse resultado indica uma queda de 10% sobre o valor faturado na mesma data no ano passado (R$ 110,4 milhões) e mantém o Dia dos Pais como a quinta melhor data comemorativa para o varejo de Fortaleza.

Dando preferência por vestuário, itens de perfumaria, sapatos e bolsas e relógios, 42,1% dos entrevistados afirmaram intenção de ir às compras para o Dia dos Pais, percentual idêntico ao da mesma pesquisa no ano passado. O perfil predominante do potencial comprador é do sexo feminino (44,2%), com idade até 20 anos (56,4%) e renda familiar superior a seis salários mínimos (51,2%).

 

Vestuário é preferência de 49,8% dos entrevistados

O perfil de consumo para o Dia dos Pais mostra grande homogeneidade nos produtos que se deseja adquirir, com 96,0% das indicações de consumo em apenas quatro produtos. A franca preferência é pelos artigos de vestuário (49,8% de intenção de compra), seguido por itens de perfumaria (21,5%), calçados e bolsas (17,8%), aparelhos e relógios (6,9%).

A pesquisa também revela que 46,0% dos entrevistados pretendem comemorar a data, principalmente em suas próprias residências (82,5% das respostas) ou em restaurantes (9,7%). A procura por restaurantes varia com a renda, sendo mais intensa no grupo com renda superior a seis salários mínimos (20,6%).

Consumo tende a ser 10% menor do que em 2014

Em 2015, o Dia dos Pais deverá movimentar R$ 100 milhões no comércio de Fortaleza com a compra de presentes, com redução de 10,0% com relação à mesma data comemorativa em 2014.  O valor médio da compra é estimado em R$ 133,00. A forma de pagamento mais utilizada será o pagamento à vista (70,1% das respostas), seguida do cartão de crédito (32,6%).

Os shopping centers e os centros comerciais são os locais preferidos para a procura do presente, sendo citados por 55,6% dos entrevistados. As lojas de rua apareceram em 27,7% das respostas e os supermercados e hipermercados com 24,9%. O dia de maior procura por presentes é o sábado, tendo sido citado por 33,4% dos consumidores, mas um terço deles revelou que não tem dia específico para a compra, de modo que se espera grande movimentação nas lojas na semana anterior ao Dia dos Pais.

O consumidor se mostra sensível às promoções (53,3%) e muito atento aos preços (42,3%) e à qualidade dos produtos (26,1%), mas a beleza das vitrines (20,5%) pode ser um fator decisivo para atrair a sua atenção e a opção pelos supermercados e hipermercados sugere que a variedade (16,8%) também é um diferencial competitivo.

* postado por Oswaldo Scaliotti

Publicidade aqui

Comércio deve movimentar R$ 100 milhões no Dia dos Pais

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

04 de agosto de 2015

A pesquisa sobre o Potencial de Consumo de Fortaleza Dia dos Pais realizada pela Federação do Comércio do Estado do Ceará (Fecomércio-CE), mostra que os consumidores de Fortaleza irão movimentar R$ 100 milhões no comércio local com a compra de presentes. Esse resultado indica uma queda de 10% sobre o valor faturado na mesma data no ano passado (R$ 110,4 milhões) e mantém o Dia dos Pais como a quinta melhor data comemorativa para o varejo de Fortaleza.

Dando preferência por vestuário, itens de perfumaria, sapatos e bolsas e relógios, 42,1% dos entrevistados afirmaram intenção de ir às compras para o Dia dos Pais, percentual idêntico ao da mesma pesquisa no ano passado. O perfil predominante do potencial comprador é do sexo feminino (44,2%), com idade até 20 anos (56,4%) e renda familiar superior a seis salários mínimos (51,2%).

 

Vestuário é preferência de 49,8% dos entrevistados

O perfil de consumo para o Dia dos Pais mostra grande homogeneidade nos produtos que se deseja adquirir, com 96,0% das indicações de consumo em apenas quatro produtos. A franca preferência é pelos artigos de vestuário (49,8% de intenção de compra), seguido por itens de perfumaria (21,5%), calçados e bolsas (17,8%), aparelhos e relógios (6,9%).

A pesquisa também revela que 46,0% dos entrevistados pretendem comemorar a data, principalmente em suas próprias residências (82,5% das respostas) ou em restaurantes (9,7%). A procura por restaurantes varia com a renda, sendo mais intensa no grupo com renda superior a seis salários mínimos (20,6%).

Consumo tende a ser 10% menor do que em 2014

Em 2015, o Dia dos Pais deverá movimentar R$ 100 milhões no comércio de Fortaleza com a compra de presentes, com redução de 10,0% com relação à mesma data comemorativa em 2014.  O valor médio da compra é estimado em R$ 133,00. A forma de pagamento mais utilizada será o pagamento à vista (70,1% das respostas), seguida do cartão de crédito (32,6%).

Os shopping centers e os centros comerciais são os locais preferidos para a procura do presente, sendo citados por 55,6% dos entrevistados. As lojas de rua apareceram em 27,7% das respostas e os supermercados e hipermercados com 24,9%. O dia de maior procura por presentes é o sábado, tendo sido citado por 33,4% dos consumidores, mas um terço deles revelou que não tem dia específico para a compra, de modo que se espera grande movimentação nas lojas na semana anterior ao Dia dos Pais.

O consumidor se mostra sensível às promoções (53,3%) e muito atento aos preços (42,3%) e à qualidade dos produtos (26,1%), mas a beleza das vitrines (20,5%) pode ser um fator decisivo para atrair a sua atenção e a opção pelos supermercados e hipermercados sugere que a variedade (16,8%) também é um diferencial competitivo.

* postado por Oswaldo Scaliotti