Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

II Ecléticos Livre Festival divulga programação artística  

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

16 de agosto de 2017

Com atrações plurais, o festival se firma no calendário cultural da cidade para além do entretenimento e trazendo temáticas dentro das diretrizes da sustentabilidade, acessibilidade e mobilidade como, por exemplo, ações de oferta gratuita de ônibus e distribuição de mudas.

 

Em com parceria da Enel, apoio institucional da  Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará, apoio da Cagace, coprodução da lluca Design de Ideias, realização da WM Cultural e apoio cultural do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria de Cultura o II Ecléticos divulga a programação artística completa. São vários artistas e estéticas musicais que sobem ao palco para celebrar a arte.

A programação do sábado (26) começa com uma banda de rock do sul do país, uma cantora e um cantor, ambos cearenses, vão apresentar um show exclusivo contextualizando diferentes gêneros e ritmos de forma sintética, contando com um repertório diversificado a partir das músicas autorais e versões do saudoso Belchior. São a Banda Cadillac Dinossauros (PR), Daniel Peixoto (CE) e Jord Guedes (CE)  que fazem essa homenagem a partir das 17h. Às 18h20 o  Coletivo Maloqueria mostra toda a força do movimento hip hop no Ceará.

Formado por Andrézão GDS, Padêro MC e Yuri Crod o Coletivo conquistou respeito na cena autoral cearense e é exemplos dessa força de superação individual, que caracteriza o povo cearense, o povo nordestino, o nosso povo brasileiro.

 

Um dos artistas mais ecléticos da cena contemporânea musical brasileira também está no festival. Jaloo faz música pop, eletrônica e experimental, mas que não parece com nada do que se espera dessas definições e também compõe, canta, interpreta, remixa, arranja e produz. O artista apresenta seu último trabalho #1, a partir das 19h40.

 

Encerrando a noite, a banda Pimenta Malagueta retorna à cena musical com toda força. Relembrando o  axé dos anos 90 mostrando que o ritmo  está mais ávido do que nunca,  a cantora Verônica Sobreira que comanda a banda,  realiza o show “Todos os cantos em uma só voz”,  convidando a ex-vocalista da Banda Mel,   Alôbened Airam.

No domingo (27), a partir das 17h, a programação começa com samba. O cantor cearense Felipe de Paula apresenta o show “Meu quintal”, que é resultado da pesquisa dos sambas que perpassam por sua memória e sua formação espontânea nas rodas de samba da cidade de Fortaleza. Para isso, o cantor convidou os Mestres do Samba da cena local Kildare Ferreira e Messias de Castro.

 

Em seguida, às 18h 20, Mel Mattos sobe ao palco do II Ecléticos Livre Festival no dia 27 (domingo), cantando as músicas do álbum Démodé?!. A cantora também convida Daniel Groove (CE), cantor e compositor que teve seu álbum Giramundo eleito o melhor de MPB no Prêmio Dynamite 2014. As Canções e as referências de Groove, assim como as de Mel Mattos, são um mosaico de várias vertentes da música brasileira e passeia pelo rock, pelo brega e pela MPB.  Esse encontro musical será também uma maneira de reverenciar a nova MPB ‘made in ceara’. 

 

Às 19h40, Jesuton, o fenômeno que encantou o Brasil com sua voz poderosa, reuniu um time de peso para mostrar que ainda tem muito mais para oferecer.  A cantora londrina apresenta o show do seu álbum autoral HOME (2017), que tem produção assinada pelo reverenciado Mario Caldato Jr. e revela uma compositora com sensibilidade para nos levar em uma jornada de idas e voltas.

 

Encerrando o festival, a Banda Soulpop faz um show com os grandes sucessos do pop rock nacional.

 

Nos dois de programação, a música eletrônica também anima o público com os dj’s Léo Teruz (sábado, 26) e Betty Silvério (domingo, 27).

 

 

 

Sobre o Ecléticos Livre Festival

O nome “eclético” quer dizer  “aquele que é partidário de diversas formas de conduta ou opinião, aquele que aprecia diversos tipos de música, de comidas, de leituras etc. É aquele que é partidário do ecletismo. É um termo de origem grega “eklekticós”, que significa aquele que escolhe. O evento  propõe fortalecer os espaços de multiconvivência através da fruição cultural, por isso, a escolha do Parque do Cocó, revitalizado pensando para a acessibilidade; mobilidade urbana, e oferecendo rotas de ônibus totalmente gratuitas  para o público.

 

O projeto resulta artisticamente na troca de saberes e do conhecimento estético, na democratização do acesso às diferentes camadas da população; na difusão da cultura de diferentes povos e regiões, na fruição entre artistas e plateia. No estímulo à produção cultural local, a difusão dos produtos de outros territórios, a cooperação ente os artistas brasileiros e estrangeiros e órgãos institucionais para o desenvolvimento de uma proposta plural e democrática. As ações visam programar espetáculos e oficinas que estimulem a liberdade criativa, que proporcione espaço para as diversas identidades e manifestações culturais, que fortaleça a promoção e difusão artístico-cultural de diversos povos contribuindo para democratização do acesso ao patrimônio material e imaterial.

 

Programação II Ecléticos Livre Festival

Dia 26/08 (sábado)

17h – Homenagem a Belchior com Cadillac Dinossauros (PR) + Daniel Peixoto (CE) + Jord Guedes (CE)

18h20- Coletivo Maloqueria (CE)

19h40 – Jaloo (PA)

21h – Banda Pimenta Malagueta (CE)

Dj Convidado: Léo Teruz

 

Dia 27/08 (domingo)

17h –  Felipe de Paula (CE) convida Mestres do Samba (CE)

18h20 –  Mel Mattos (CE) convida  Daniel Groove (CE)

19h40 –  Jesuton (UK)

21h – Banda Soulpop (CE)

Dj Convidada: Betty Silvério.

 

Serviço:

II Ecléticos Livre Festival – Música l Criatividade l Cultura Digital

Quando: 26 e 27 de agosto de 2017

Local: Parque do Cocó

Horário: 17h às 21h

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade aqui

II Ecléticos Livre Festival divulga programação artística  

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

16 de agosto de 2017

Com atrações plurais, o festival se firma no calendário cultural da cidade para além do entretenimento e trazendo temáticas dentro das diretrizes da sustentabilidade, acessibilidade e mobilidade como, por exemplo, ações de oferta gratuita de ônibus e distribuição de mudas.

 

Em com parceria da Enel, apoio institucional da  Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará, apoio da Cagace, coprodução da lluca Design de Ideias, realização da WM Cultural e apoio cultural do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria de Cultura o II Ecléticos divulga a programação artística completa. São vários artistas e estéticas musicais que sobem ao palco para celebrar a arte.

A programação do sábado (26) começa com uma banda de rock do sul do país, uma cantora e um cantor, ambos cearenses, vão apresentar um show exclusivo contextualizando diferentes gêneros e ritmos de forma sintética, contando com um repertório diversificado a partir das músicas autorais e versões do saudoso Belchior. São a Banda Cadillac Dinossauros (PR), Daniel Peixoto (CE) e Jord Guedes (CE)  que fazem essa homenagem a partir das 17h. Às 18h20 o  Coletivo Maloqueria mostra toda a força do movimento hip hop no Ceará.

Formado por Andrézão GDS, Padêro MC e Yuri Crod o Coletivo conquistou respeito na cena autoral cearense e é exemplos dessa força de superação individual, que caracteriza o povo cearense, o povo nordestino, o nosso povo brasileiro.

 

Um dos artistas mais ecléticos da cena contemporânea musical brasileira também está no festival. Jaloo faz música pop, eletrônica e experimental, mas que não parece com nada do que se espera dessas definições e também compõe, canta, interpreta, remixa, arranja e produz. O artista apresenta seu último trabalho #1, a partir das 19h40.

 

Encerrando a noite, a banda Pimenta Malagueta retorna à cena musical com toda força. Relembrando o  axé dos anos 90 mostrando que o ritmo  está mais ávido do que nunca,  a cantora Verônica Sobreira que comanda a banda,  realiza o show “Todos os cantos em uma só voz”,  convidando a ex-vocalista da Banda Mel,   Alôbened Airam.

No domingo (27), a partir das 17h, a programação começa com samba. O cantor cearense Felipe de Paula apresenta o show “Meu quintal”, que é resultado da pesquisa dos sambas que perpassam por sua memória e sua formação espontânea nas rodas de samba da cidade de Fortaleza. Para isso, o cantor convidou os Mestres do Samba da cena local Kildare Ferreira e Messias de Castro.

 

Em seguida, às 18h 20, Mel Mattos sobe ao palco do II Ecléticos Livre Festival no dia 27 (domingo), cantando as músicas do álbum Démodé?!. A cantora também convida Daniel Groove (CE), cantor e compositor que teve seu álbum Giramundo eleito o melhor de MPB no Prêmio Dynamite 2014. As Canções e as referências de Groove, assim como as de Mel Mattos, são um mosaico de várias vertentes da música brasileira e passeia pelo rock, pelo brega e pela MPB.  Esse encontro musical será também uma maneira de reverenciar a nova MPB ‘made in ceara’. 

 

Às 19h40, Jesuton, o fenômeno que encantou o Brasil com sua voz poderosa, reuniu um time de peso para mostrar que ainda tem muito mais para oferecer.  A cantora londrina apresenta o show do seu álbum autoral HOME (2017), que tem produção assinada pelo reverenciado Mario Caldato Jr. e revela uma compositora com sensibilidade para nos levar em uma jornada de idas e voltas.

 

Encerrando o festival, a Banda Soulpop faz um show com os grandes sucessos do pop rock nacional.

 

Nos dois de programação, a música eletrônica também anima o público com os dj’s Léo Teruz (sábado, 26) e Betty Silvério (domingo, 27).

 

 

 

Sobre o Ecléticos Livre Festival

O nome “eclético” quer dizer  “aquele que é partidário de diversas formas de conduta ou opinião, aquele que aprecia diversos tipos de música, de comidas, de leituras etc. É aquele que é partidário do ecletismo. É um termo de origem grega “eklekticós”, que significa aquele que escolhe. O evento  propõe fortalecer os espaços de multiconvivência através da fruição cultural, por isso, a escolha do Parque do Cocó, revitalizado pensando para a acessibilidade; mobilidade urbana, e oferecendo rotas de ônibus totalmente gratuitas  para o público.

 

O projeto resulta artisticamente na troca de saberes e do conhecimento estético, na democratização do acesso às diferentes camadas da população; na difusão da cultura de diferentes povos e regiões, na fruição entre artistas e plateia. No estímulo à produção cultural local, a difusão dos produtos de outros territórios, a cooperação ente os artistas brasileiros e estrangeiros e órgãos institucionais para o desenvolvimento de uma proposta plural e democrática. As ações visam programar espetáculos e oficinas que estimulem a liberdade criativa, que proporcione espaço para as diversas identidades e manifestações culturais, que fortaleça a promoção e difusão artístico-cultural de diversos povos contribuindo para democratização do acesso ao patrimônio material e imaterial.

 

Programação II Ecléticos Livre Festival

Dia 26/08 (sábado)

17h – Homenagem a Belchior com Cadillac Dinossauros (PR) + Daniel Peixoto (CE) + Jord Guedes (CE)

18h20- Coletivo Maloqueria (CE)

19h40 – Jaloo (PA)

21h – Banda Pimenta Malagueta (CE)

Dj Convidado: Léo Teruz

 

Dia 27/08 (domingo)

17h –  Felipe de Paula (CE) convida Mestres do Samba (CE)

18h20 –  Mel Mattos (CE) convida  Daniel Groove (CE)

19h40 –  Jesuton (UK)

21h – Banda Soulpop (CE)

Dj Convidada: Betty Silvério.

 

Serviço:

II Ecléticos Livre Festival – Música l Criatividade l Cultura Digital

Quando: 26 e 27 de agosto de 2017

Local: Parque do Cocó

Horário: 17h às 21h

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti