Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Plantio de mudas no Parque do Cocó marca ação de Carbono Zero do O2017, neste domingo (05)  

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

03 de novembro de 2017

O Encontro ocorrerá 6 a 8 de novembro, no Centro de Eventos do Ceará 

Fortaleza recebe, de 6 a 8 de novembro, a VIII edição do Encontro Intercontinental sobre a Natureza – O2. O evento é uma realização do Instituto Hidroambiental Águas do Brasil – IHAB e ocorre, no Centro de Eventos do Ceará. Como início do encontro, será realizado  um plantio de mudas nativas na área do Parque Estadual do Cocó. A atividade servirá para zerar as emissões de carbono que ocorrerão durante o evento, o chamado Carbono Zero. Isso significa que a queima de gases do efeito estufa durante o evento será compensada com o plantio, uma espécie de balança ecológica.

O plantio de mudas terá representantes do Instituto Hidroambiental Águas do Brasil (IHAB), do Governo do Estado, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), da C. Rolim Engenharia e da OSCIP Prima Mata Atlântica.  Em 2017, o O2 terá como tema central “Governança da Água e Segurança Hídrica para Usos Múltiplos”. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas pelo site: http://www.ihab.org.br/o2017/.

“O encontro reúne pessoas do Ceará e diversas partes do mundo que estão interessadas no futuro do planeta, no que diz respeito à água, terra, floresta e ar. O foco principal é a água, pois sem ela não há vida. A partir disso, são apresentadas discussões de temas transversais, por meio de trabalhos sistêmicos. Em suma, o Oreúne pessoas que pensam globalmente e agem localmente a fim de melhorar essa relação homem-natureza”, explica Clodionor Araújo, presidente conselho estratégico do IHAB e coordenador do O2.

A programação é voltada para engenheiros, geólogos, geógrafos, agrônomos, pesquisadores, jornalistas, empresários, lideranças políticas, estudantes e pessoas comprometidas com o assunto. O O2 é um encontro bianual com sede permanente em Fortaleza buscando despertar na sociedade o interesse pela proteção da água, do meio ambiente, do turismo ecológico, da eco arte cultura, com discussões de questões de desenvolvimento sustentável, ressaltando as atuais condições, os estudos e experiências realizadas e as ações a serem implantadas e implementadas para o manejo geoecológico da natureza no nível local e global.

O evento é composto por conferência, mesa redonda, fórum de líderes, cursos, oficinas  e apresentação de casos exitosos com visão sistêmica, em temas variados como gestão das águas, construção sustentável e reuso de águas para fins potáveis. Além disso, ocorre exposição de estandes, balcões de artesanato e o evento Eco Arte e Cultura.

A Conferência Magna, que ocorrerá no dia 6 de novembro, às 18 horas, será proferida pelo Dr. Oscar de Moraes Cordeiro Netto, professor da Universidade de Brasília (UNB), ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) e ex-presidente da ABRH (Associação Brasileira de Recursos Hídricos) que será condecorado como Embaixador Opara a Natureza 2017 e terá Francisco Teixeira, Secretário de Recursos Hídricos do Ceará, como presidente.

Um dos destaques da programação será o Fórum de Líderes Internacionais, que reunirá representantes de diversos países para discutir “Os Futuros da Água e Soluções – Procurando os Caminhos para atingir a Segurança Hídrica em 2030/2050”. O espaço será coordenado por Alberto Palombo, Secretário Executivo da Rede Interamericana de Recursos Hídricos (RIRH).

Dentro do O2, ocorrerá ainda a 8ª edição do Eco Arte e Cultura, evento promove e conscientiza ecologicamente a população em geral, através do dialogo das artes integradas com a ecologia. Ao longo dos três dias, os participantes verão feira de artesanato com produtos naturais, oficinas, exposição fotográfica, apresentações musicais, mostra de vídeos e exposições.

O O2 e suas iniciativas complementares reunirão lideranças empresariais e políticas, executivos de organizações públicas, privadas e da sociedade civil, cientistas, pesquisadores, professores e educadores, entidades culturais, estudantes, artistas de diversas linguagens e interessados nas questões ambientais para apresentarem alternativas de como preservar a natureza, como resultado do Dialogo do Futuro da Água no Brasil, Cenários de Segurança Hídrica a 2030 – 2050.  O2 é uma iniciativa do Instituto Hidroambiental Águas do Brasil – IHAB, com planejamento e organização da RESULT e promoção da Rede Interamericana de Recursos Hídricos – RiRH – WRN  e do Rotary Distrito 4490.

O patrocínio é do Banco do Nordeste – BNB, Governo Federal, por meio do Ministério da Cultura, Governo do Ceará, por meios das Secretarias da Casa Civil, Secretaria da Cultura, Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará – SEMA e Secretaria dos Recursos Hídricos do Estado do Ceará – SRH, Sistema FIEC e Agência de Desenvolvimento do Ceará – ADECE. O evento tem apoio da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará – FAEC, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR, Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos – COGERH e Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará – SengeCE.

Publicidade aqui

Plantio de mudas no Parque do Cocó marca ação de Carbono Zero do O2017, neste domingo (05)  

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

03 de novembro de 2017

O Encontro ocorrerá 6 a 8 de novembro, no Centro de Eventos do Ceará 

Fortaleza recebe, de 6 a 8 de novembro, a VIII edição do Encontro Intercontinental sobre a Natureza – O2. O evento é uma realização do Instituto Hidroambiental Águas do Brasil – IHAB e ocorre, no Centro de Eventos do Ceará. Como início do encontro, será realizado  um plantio de mudas nativas na área do Parque Estadual do Cocó. A atividade servirá para zerar as emissões de carbono que ocorrerão durante o evento, o chamado Carbono Zero. Isso significa que a queima de gases do efeito estufa durante o evento será compensada com o plantio, uma espécie de balança ecológica.

O plantio de mudas terá representantes do Instituto Hidroambiental Águas do Brasil (IHAB), do Governo do Estado, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), da C. Rolim Engenharia e da OSCIP Prima Mata Atlântica.  Em 2017, o O2 terá como tema central “Governança da Água e Segurança Hídrica para Usos Múltiplos”. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas pelo site: http://www.ihab.org.br/o2017/.

“O encontro reúne pessoas do Ceará e diversas partes do mundo que estão interessadas no futuro do planeta, no que diz respeito à água, terra, floresta e ar. O foco principal é a água, pois sem ela não há vida. A partir disso, são apresentadas discussões de temas transversais, por meio de trabalhos sistêmicos. Em suma, o Oreúne pessoas que pensam globalmente e agem localmente a fim de melhorar essa relação homem-natureza”, explica Clodionor Araújo, presidente conselho estratégico do IHAB e coordenador do O2.

A programação é voltada para engenheiros, geólogos, geógrafos, agrônomos, pesquisadores, jornalistas, empresários, lideranças políticas, estudantes e pessoas comprometidas com o assunto. O O2 é um encontro bianual com sede permanente em Fortaleza buscando despertar na sociedade o interesse pela proteção da água, do meio ambiente, do turismo ecológico, da eco arte cultura, com discussões de questões de desenvolvimento sustentável, ressaltando as atuais condições, os estudos e experiências realizadas e as ações a serem implantadas e implementadas para o manejo geoecológico da natureza no nível local e global.

O evento é composto por conferência, mesa redonda, fórum de líderes, cursos, oficinas  e apresentação de casos exitosos com visão sistêmica, em temas variados como gestão das águas, construção sustentável e reuso de águas para fins potáveis. Além disso, ocorre exposição de estandes, balcões de artesanato e o evento Eco Arte e Cultura.

A Conferência Magna, que ocorrerá no dia 6 de novembro, às 18 horas, será proferida pelo Dr. Oscar de Moraes Cordeiro Netto, professor da Universidade de Brasília (UNB), ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) e ex-presidente da ABRH (Associação Brasileira de Recursos Hídricos) que será condecorado como Embaixador Opara a Natureza 2017 e terá Francisco Teixeira, Secretário de Recursos Hídricos do Ceará, como presidente.

Um dos destaques da programação será o Fórum de Líderes Internacionais, que reunirá representantes de diversos países para discutir “Os Futuros da Água e Soluções – Procurando os Caminhos para atingir a Segurança Hídrica em 2030/2050”. O espaço será coordenado por Alberto Palombo, Secretário Executivo da Rede Interamericana de Recursos Hídricos (RIRH).

Dentro do O2, ocorrerá ainda a 8ª edição do Eco Arte e Cultura, evento promove e conscientiza ecologicamente a população em geral, através do dialogo das artes integradas com a ecologia. Ao longo dos três dias, os participantes verão feira de artesanato com produtos naturais, oficinas, exposição fotográfica, apresentações musicais, mostra de vídeos e exposições.

O O2 e suas iniciativas complementares reunirão lideranças empresariais e políticas, executivos de organizações públicas, privadas e da sociedade civil, cientistas, pesquisadores, professores e educadores, entidades culturais, estudantes, artistas de diversas linguagens e interessados nas questões ambientais para apresentarem alternativas de como preservar a natureza, como resultado do Dialogo do Futuro da Água no Brasil, Cenários de Segurança Hídrica a 2030 – 2050.  O2 é uma iniciativa do Instituto Hidroambiental Águas do Brasil – IHAB, com planejamento e organização da RESULT e promoção da Rede Interamericana de Recursos Hídricos – RiRH – WRN  e do Rotary Distrito 4490.

O patrocínio é do Banco do Nordeste – BNB, Governo Federal, por meio do Ministério da Cultura, Governo do Ceará, por meios das Secretarias da Casa Civil, Secretaria da Cultura, Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará – SEMA e Secretaria dos Recursos Hídricos do Estado do Ceará – SRH, Sistema FIEC e Agência de Desenvolvimento do Ceará – ADECE. O evento tem apoio da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará – FAEC, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR, Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos – COGERH e Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará – SengeCE.