Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Setor de shopping centers deve ter alta de 10% nas vendas para o Dia dos Pais, diz Abrasce

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de julho de 2018

Segundo pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), 49% dos shoppings acreditam que o segmento de vestuário irá alavancar as vendas do setor

Para próxima importante data do varejo, o Dia dos Pais, levantamento realizado pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) aponta que 87% dos shoppings esperam uma alta de 10% nas vendas, em comparação ao mesmo período do ano passado.

Entre os segmentos, 49% acreditam que vestuário irá alavancar as vendas, seguido de eletrônicos com 14% e calçados com 12%. Em relação ao ticket médio, a expectativa fica na média de R$ 100,00 e R$ 150,00.

Além do consumo de produtos, os shoppings também acreditam em alta nas vendas em restaurantes, cinemas e opções de lazer para comemoração da data, 69% dos empreendimentos esperam um incremento de 5% no faturamento destas operações.

Mais da metade dos shoppings do país, 57%, pretendem realizar ação de marketing voltada para o Dia dos Pais, em sua maioria, 50%, apostará em promoções de compre e ganhe.

Sobre Abrasce

Fundada em 1976, a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) tem como objetivo atuar para o desenvolvimento e fortalecimento do setor de shoppings no país. O know-how superior a quarenta anos de atuação credencia a Abrasce como referência no setor varejista brasileiro. Os seus mais de quatrocentos associados contam com um amplo portfólio de benefícios oferecidos pela entidade que incluem: assessoria jurídica, eventos, seminários, congressos, cursos de capacitação e pesquisas.

A Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) está sediada na cidade de São Paulo, sendo presidida pelo gestor empresarial Glauco Humai e conta com o suporte de um conceituado e experiente Conselho Diretor formado pelos principais empresários do setor. Mais informações estão disponíveis em http://www.abrasce.com.br.

Publicidade aqui

Setor de shopping centers deve ter alta de 10% nas vendas para o Dia dos Pais, diz Abrasce

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de julho de 2018

Segundo pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), 49% dos shoppings acreditam que o segmento de vestuário irá alavancar as vendas do setor

Para próxima importante data do varejo, o Dia dos Pais, levantamento realizado pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) aponta que 87% dos shoppings esperam uma alta de 10% nas vendas, em comparação ao mesmo período do ano passado.

Entre os segmentos, 49% acreditam que vestuário irá alavancar as vendas, seguido de eletrônicos com 14% e calçados com 12%. Em relação ao ticket médio, a expectativa fica na média de R$ 100,00 e R$ 150,00.

Além do consumo de produtos, os shoppings também acreditam em alta nas vendas em restaurantes, cinemas e opções de lazer para comemoração da data, 69% dos empreendimentos esperam um incremento de 5% no faturamento destas operações.

Mais da metade dos shoppings do país, 57%, pretendem realizar ação de marketing voltada para o Dia dos Pais, em sua maioria, 50%, apostará em promoções de compre e ganhe.

Sobre Abrasce

Fundada em 1976, a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) tem como objetivo atuar para o desenvolvimento e fortalecimento do setor de shoppings no país. O know-how superior a quarenta anos de atuação credencia a Abrasce como referência no setor varejista brasileiro. Os seus mais de quatrocentos associados contam com um amplo portfólio de benefícios oferecidos pela entidade que incluem: assessoria jurídica, eventos, seminários, congressos, cursos de capacitação e pesquisas.

A Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) está sediada na cidade de São Paulo, sendo presidida pelo gestor empresarial Glauco Humai e conta com o suporte de um conceituado e experiente Conselho Diretor formado pelos principais empresários do setor. Mais informações estão disponíveis em http://www.abrasce.com.br.