Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Responsabilidade social

FETRANS realiza a 15ª edição do Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar no SEST SENAT FORTALEZA

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

06 de junho de 2017

 

Nesta quarta (7), a Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão (FETRANS), presidida por Chiquinho Feitosa, reúne empresários, ambientalistas, colaboradores de empresas de transportes de passageiros e cargas e autoridades para premiar as melhores iniciativas realizadas pelo setor de transporte em prol do cuidado com o meio ambiente.

 

Chiquinho Feitosa

A 15ª edição do Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar (PMQA), ação realizada anualmente por meio do Despoluir – Programa Ambiental do Transporte da FETRANS, tem como objetivo reconhecer e incentivar o investimento em projetos socioambientais. A solenidade de anúncio das empresas vencedoras será realizada às 16 horas, no auditório do SEST SENAT Fortaleza (Rua Dona Leopoldina, 1050 – Centro).

 

O Prêmio busca valorizar as empresas que mobilizam suas equipes e propagam a causa ambiental, tanto nas suas garagens como nas comunidades onde atuam, transcendendo o aspecto econômico e mostrando à sociedade que a preocupação com o meio ambiente é algo que pode e deve ser trabalhado por todos os setores. Dentre as 19 empresas inscritas para o Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar 2017, onze são empresas de transporte de passageiros e oito de transporte de cargas.

 

A edição 2017 traz novidades, com a inclusão do critério inédito “Ação Inovadora”, reconhecendo as três melhores ações na busca por soluções criativas ambientalmente sustentáveis; e também com a entrega do Prêmio Técnico Modelo, com o reconhecimento ao profissional Técnico do Despoluir que se sobressaiu no exercício da função.

 

Além disso, a FETRANS fará também outros reconhecimentos durante a solenidade. Um deles é o Certificado de Qualidade Empresa 100%, conferido às empresas com frota totalmente aprovada pelo Programa Despoluir e que não tiveram nenhuma multa aplicada pelos órgãos fiscalizadores ambientais. O período de avaliação dos veículos se deu de 1° de junho de 2016 a 31 de março de 2017.

 

Troféu Destaque Ambiental para Artur Bruno

Outro grande momento do PMQA é a entrega do Troféu Destaque Ambiental, destinado a uma empresa, instituição ou personalidade cujas ações têm contribuído para um meio ambiente mais saudável. Nessa edição, o agraciado com o troféu será o professor de Geografia e História, Presidente do Conselho Estadual do Meio Ambiente e atual Secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Ceará (SEMA), Artur Bruno.

 

Como titular da SEMA, Artur Bruno vem conduzindo ações importantes e com impacto em toda a sociedade. O Plano Estadual de Resíduos Sólidos, por exemplo, institui um programa de incentivo à formação de uma cadeia de empreendedores voltados à reutilização, reciclagem e à coleta seletiva.

 

O Produto Selo Verde provocou a redução do ICMS de 17% para 7% para produtos oriundos de reciclagem. A Lei e o Programa Estadual de Resíduos Sólidos contemplam a implantação de mecanismo de coleta seletiva nos municípios, visando à redução e posterior extinção dos lixões no Estado, nos próximos 20 anos. Já o Plano Estadual de Florestamento e Reflorestamento e o Programa Ceará Mais Verde objetivam combater o desmatamento e promover o reflorestamento e proteção de nascentes.

 

Sobre o Despoluir

Desde que foi criado, em 2007, o Despoluir – Programa Ambiental do Transporte tem trabalhado firme na promoção do engajamento de transportadores, caminhoneiros autônomos, taxistas e sociedade em ações de conservação do meio ambiente, como forma de colaborar para a construção de um modelo sustentável de desenvolvimento.

 

O Despoluir incentiva a incorporação de novas ações no setor, que passou a assumir sua parcela de responsabilidade na propagação de um mundo ambientalmente equilibrado. Além dos benefícios diretos para o meio ambiente e à qualidade de vida da população, as ações de conscientização dos agentes envolvidos têm como consequência a redução de custos, o aumento da eficiência operacional e a melhoria do relacionamento com órgãos fiscalizadores.

 

O Despoluir consiste em vários projetos, implementados pelo Sistema CNT e executados pelas federações, além de parcerias firmadas com os setores público e privado, que fortalecem o programa. Um dos seus principais projetos é a inspeção veicular ambiental na frota das empresas de transportes de passageiros e cargas, onde contribui para a redução da emissão de gases tóxicos na atmosfera.

 

Anualmente, cerca de 2.300 ônibus e de 250 caminhões são inspecionados pelo programa Despoluir somente em Fortaleza durante o período de avaliação do Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar. Um total de 17 empresas de cargas e 21 de transporte de passageiros são atendidas pelo programa. As visitas às empresas de transporte acontecem mensalmente e às de transporte cargas com uma periodicidade de 3 a 6 meses, devido ao fluxo de viagens de veículos. O resultado desse trabalho intensivo da equipe do Despoluir tem sido convertido no crescimento da aprovação de quase totalidade dos ônibus de passageiros e veículos de cargas.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

McDonald’s torna-se hub de práticas sustentáveis no Dia Mundial do Meio Ambiente

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

05 de junho de 2017

 

 

Projeto piloto em Birigui (SP) envolve educação para sustentabilidade e será expandido para outras cidades

 

O Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho) será de comemorações no McDonald’s Brasil. Nesta semana, a rede lança nacionalmente um projeto de incentivo à educação voltado para o desenvolvimento sustentável, que transforma alguns dos restaurantes da rede em hubs (centros) de práticas sustentáveis junto aos clientes. Com alto potencial de replicação, o modelo implementado em Birigui (SP) já prevê expansão para Araçatuba (SP) e avançará para outras regiões do país por meio de parcerias.

 

Como as mudanças sempre acontecem de dentro para fora, os restaurantes têm utilizado recursos que possibilitam operações mais sustentáveis, como: boiler de aquecimento solar, lâmpadas leds, captação de água para reuso, separação dos resíduos e outros. “O McDonald’s busca sistematicamente a melhoria contínua de suas unidades, sempre atenta a implantação de itens que possam contribuir para o desenvolvimento sustentável”, destaca o Diretor de Desenvolvimento Sustentável da Arcos Dorados (máster franqueada da marca na América Latina), Leonardo Lima. Para que a comunidade possa ter acesso, a rede abre as portas para visitas de consumidores no programa “Portas Abertas”, para que além de conhecer a cozinha e processos internos, os clientes possam conhecer as práticas sustentáveis no local, transformando-os em agentes de influência local.

 

Com isso, as boas práticas acabam envolvendo as comunidades no entorno do restaurante, reverberando em escolas, repartições públicas, comércio etc. A Arcos Dourados torna-se mentora do projeto, orientando as prefeituras e o empresariado local a replicar as ações. “O McDonald’s conecta parceiros voltados para o desenvolvimento sustentável, tornando mais verde o lugar onde está inserido”, aponta Leonardo Lima.

 

O projeto é baseado em parcerias para uma educação mais sustentável e melhoria das condições sociais e ambientais. No total, são cinco módulos de atuação, envolvendo: Educação infantil para o Desenvolvimento Sustentável, Gestão dos Resíduos Sólidos, Arborização, Parcerias e Educação Executiva. Para reforçar os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável foram criados gibis pelo Instituto Mauricio de Sousa, em parceria com a organização humanitária internacional Aldeias Infantis SOS Brasil, que atua há 50 anos no país defendendo o direito de crianças e jovens. As historinhas com as personagens da Turma da Mônica são focadas em desenvolvimento sustentável e foram materiais importantes na formação dos alunos de Birigui, cidade piloto do projeto.

 

Por meio do programa “Bom Vizinho”, que incentiva o espírito solidário das equipes formadas por funcionários voluntários, o McDonald’s também realiza o plantio e a manutenção de mudas em praças no entorno dos seus restaurantes. Em 2016, o Bom Vizinho engajou cerca de 8 mil funcionários de 300 restaurantes a realizarem mais de 6 mil ações sociais.

 

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia McDonald’s do mundo, tanto em vendas totais do sistema como em número de restaurantes. A Companhia é a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe, com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios, incluindo Argentina, Aruba, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Curaçao, Equador, Guiana Francesa, Guadalupe, Martinica, México, Panamá, Peru, Porto Rico, St. Croix, St. Thomas, Trinidad & Tobago, Uruguai e Venezuela. A Companhia opera ou franqueia mais de 2.100 restaurantes McDonald’s com mais de 90.000 funcionários e é reconhecida como uma das melhores empresas para se trabalhar no América Latina. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO).  Para saber mais sobre a Companhia visite a seção de Investidores de nosso site: www.arcosdorados.com/ir

 

Sobre a Aldeias Infantis SOS Brasil

A Aldeias Infantis SOS é uma organização humanitária internacional, presente em 134 países, que atua há 50 anos em comunidades vulneráveis pelo Brasil, defendendo o direito de crianças e jovens. Oferece alternativas de cuidado e fortalece famílias e comunidades em 12 estados e no Distrito Federal, além de promover melhorias em políticas públicas para que nenhuma criança cresça sozinha.www.aldeiasinfantis.org.br

 

Sobre o Instituto Mauricio de Sousa (IMS)

Fundado em 1997 o IMS, vem aplicando projetos e ações sociais focados na construção de conteúdos, que através de uma linguagem clara e lúdica, estimulam o desenvolvimento humano, a inclusão social, o respeito entre as diferenças, a formação de cidadãos conscientes e conhecedores de seus deveres e direitos.

Publicidade

Dia Mundial do Meio Ambiente contará com ações nos shoppings RioMar Fortaleza e RioMar Kennedy

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

05 de junho de 2017

Durante o mês de junho, os shoppings do Grupo JCPM em Fortaleza em parceria com o Instituto JCPM de Compromisso Social realizarão ações de responsabilidade socioambiental em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente,
celebrado no dia 05 de junho.

 

 

O RioMar Fortaleza, o RioMar Kennedy e o Instituto JCPM de Compromisso Social promovem de 02 a 11 de junho a Semana Nacional do Meio Ambiente, com palestras educativas, oficinas, exposições entre outros. As ações contarão com a parceria da Cagece. O destaque da programação é a ação Jogando Limpo com a Lagoa que acontecerá no dia 09 de junho, a partir das 8h, em que a comunidade do entorno e os jovens do IJCPM se mobilizarão em prol da limpeza da Lagoa do Papicu. Nos dias 07 e 08 de junho, os jovens também terão a oportunidade de aprender a fazer artesanato, reutilizando garrafas PET.

 

No RioMar Kennedy, a programação acontece de 02 a 11 de junho. No dia 02 de junho, a Escola Educart receberá o Clubinho RioMar, em que as crianças da escola participarão de atividades com temáticas socioambientais através de brincadeiras e contação de histórias. No dia 05 de junho, o shopping lançará no Facebook o jogo virtual Preserve o Meio Ambiente, que poderá ser baixado das plataformas digitais IOS e Android.

 

Já de 05 a 11 de junho, o empreendimento promove distribuição de mudas das 12h às 18h, na entrada principal do shopping RioMar Kennedy, no Piso E2. Além de receber das 10 às 20h, a Exposição Aquasis, que acontecerá no Piso L2, próximo à Chilli Beans. A exposição exibe fotos e protótipos de animais e de espécies de plantas. A Aquasis é uma ONG do Estado do Ceará, fundada há mais de 20 anos, que luta contra a extinção dos animais, protegendo espécies ameaças em habits importantes para a conservação da biodiversidade no Ceará.

 

Confira a Programação Completa da Semana do Meio Ambiente:

RioMar Fortaleza

07/06 e 08/06

9h e 14h – Oficina de Reciclocidade com alunos do IJCPM

Local: IJCPM – Sede Papicu (Rua Des. Lauro Nogueira, 1500 – Papicu) – Entrada Principal do shopping RioMar Fortaleza

 

09/06

8h – Ação Jogando Limpo com a Lagoa do Papicu

Local: Lagoa do Papicu

 

RioMar Kennedy

02/06

15h – O Clubinho RioMar Kennedy vai à Escola Educart com músicas e brincadeiras que trazem o tema ‘Preserve o Meio Ambiente’

Local: Escola Educart

 

05/06

15h – Lançamento do jogo virtual Preserve o Meio Ambiente no Facebook

 

04/06

17h – Show do Clubinho RioMar Kennedy com distribuição de mudas

Local: Praça de Eventos do Piso L3

 

05/06

12h – Distribuição de Mudas no Expresso Kennedy

Local: Piso E2, entrada principal do shopping

 

05 a 11/06

10h às 20h – Exposição Aquasis

Local: Piso L2, próximo à Chilli Beans

12h às 18h – Distribuição de mudas

Local: Piso E2, entrada principal do shopping

 

08 e 09/06

19h30 – Palestra sobre Educação Ambiental

Local: Instituto IJCPM do Kennedy

Publicidade

McDonald’s e MPT juntos no combate ao trabalho infantil

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

05 de junho de 2017

 

Empresa entra na campanha #Chegadetrabalhoinfantil para ampliar a conscientização sobre o tema

 

São Paulo, 5 de junho de 2017 – Em comemoração ao Dia Internacional Contra o Trabalho Infantil, celebrado no próximo dia 12, o McDonald’s anuncia apoio a campanha ‘Chega de trabalho infantil’, liderada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Amplamente reconhecida como uma das maiores geradoras do primeiro emprego para jovens-adultos, a empresa utilizará sua alta capilaridade em todo o país e o alto volume de clientes – são cerca de 2 milhões por dia – para ampliar a campanha #Chegadetrabalhoinfantil, gerando maior conscientização sobre o tema.

 

“Ao apoiar este movimento, o McDonald’s confirma seu compromisso de lutar por um Brasil melhor, reforçando valores que já fazem parte do DNA da companhia. Replicaremos essa importante mensagem, motivando os nossos consumidores a também defenderem a causa”, destaca Paulo Camargo, presidente da Arcos Dourados, empresa que opera a marca McDonald’s no Brasil e em outros 20 países da América Latina.

 

Lançada em fevereiro, a campanha também é apoiada pela Coordinfância (Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração do Trabalho de Crianças e Adolescentes). “Estudos recentes apontam para um grande número de crianças e adolescentes submetidos ao trabalho irregular no Brasil. Por isso, precisamos de empresas como McDonald’s nos ajudando a engajar a sociedade”, afirma a procuradora Marcela Monteiro Dória, representante da Coordinfância no interior de São Paulo.

 

Apesar da queda de quase 20% dos casos de trabalho infantil em 2015 com relação a 2014, apontada pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio, realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), ainda há 2,6 milhões de pessoas entre cinco e 17 anos trabalhando no Brasil. “A redução dos números não significa que o trabalho infantil foi erradicado do nosso país. A quantidade de crianças trabalhando ainda é muito grande. Essa é a melhor oportunidade para uma mobilização da sociedade contra essa chaga, para que as estatísticas recuem ainda mais”, aponta Marcela.

 

Geração de Emprego para Jovens-Adultos

Se por um lado é importante combater o trabalho infantil, por outro é fundamental oferecer oportunidade de inserção profissional para eles quando se tornam jovens-adultos. E o McDonald’s vem liderando esse processo. Anualmente, a empresa é reconhecida como a maior geradora do primeiro emprego, com a oferta de milhares de vagas no Brasil. Além disso, a companhia proporciona treinamento e capacitação para que eles estejam mais bem preparados para enfrentar o mercado de trabalho moderno em suas respectivas carreiras futuras.

 

“Mais do que gerar uma vaga de trabalho para esses jovens-adultos, queremos apoiá-los, dando a eles ferramentas para autogestão dos seus planos de carreira e, consequentemente, possibilitando a mobilidade social”, complementa Camargo. Para isso, a rede tem feito um exercício de identificação de talentos, treinamento e fortalecimento de competências por meio de cursos, dando a liberdade de desenvolvimento dentro ou fora da companhia.

 

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia McDonald’s do mundo, tanto em vendas totais do sistema como em número de restaurantes. A Companhia é a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe, com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios, incluindo Argentina, Aruba, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Curaçao, Equador, Guiana Francesa, Guadalupe, Martinica, México, Panamá, Peru, Porto Rico, St. Croix, St. Thomas, Trinidad & Tobago, Uruguai e Venezuela. A Companhia opera ou franqueia mais de 2.100 restaurantes McDonald’s com mais de 90.000 funcionários e é reconhecida como uma das melhores empresas para se trabalhar no América Latina. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO).  Para saber mais sobre a Companhia visite a seção de Investidores de nosso site: www.arcosdorados.com/ir

Publicidade

SUSTENTABILIDADE É PAUTA OBRIGATÓRIA NAS OBRAS DA MRV ENGENHARIA

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

04 de junho de 2017

Construtora prioriza iniciativas e materiais que possibilitam economia de recursos nos canteiros e também nos imóveis entregues aos clientes

A MRV atua para reduzir os impactos de suas atividades no meio ambiente e adotar iniciativas que contribuam com a melhoria da qualidade de vida de seus colaboradores e de suas famílias, da comunidade local e da sociedade como um todo nas mais de 140 cidades onde está presente. Para isso, a construtora sempre prioriza iniciativas e materiais que possibilitam economia de recursos nos canteiros e também nos imóveis entregues aos clientes.

Em seus canteiros de obras, a construtora implantou sistema para reaproveitamento da água da chuva e das betoneiras, este último desenvolvido em um sistema de decantação. A gestão de resíduos também é aplicada, possibilitando a segregação correta dos resíduos, descarte adequado e possível reutilização.

A construtora se preocupa em entregar imóveis que possibilitem aos moradores a redução do consumo de recursos naturais como é o caso das descargas com caixa acoplada e sistema dual flush, que chegam a economizar 17 litros por acionamento, caixas para reaproveitamento de água da chuva, que podem ser utilizadas para uso nas descargas do salão de festas e portaria ou irrigação de jardins; os sensores de presença são instalados para garantir a economia de luz, entre outros. Neste ano a MRV dá mais um passo no caminho da sustentabilidade, a empresa vai lançar 30% de todos os seus projetos com energia fotovoltaica, oferecendo energia limpa para os seus clientes. A meta da construtora é que em cinco anos, 100% dos os seus imóveis terão energia fotovoltaica.

Para o gestor executivo de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da MRV Engenharia, José Luiz Esteves da Fonseca, a preocupação com a implantação de itens sustentáveis nos empreendimentos da construtora é prioridade, ainda mais em tempos que a economia de recursos naturais é fundamental. “Entregamos os residenciais com toda uma estrutura que permite ao morador e ao condomínio uma economia significante em diversas esferas. Todos os itens de economia e sustentabilidade já estão à mão, o que motiva os moradores a colaborarem. Quando o cliente já possui um local apropriado para o descarte de resíduos recicláveis, por exemplo, é muito mais fácil que a coleta seletiva ocorra”, explicou.

Os projetos da companhia ainda atendem a criteriosos programas de qualidade como as certificações PBQP-H nível A e ISO 9001, que regula o gerenciamento adequado do negócio com foco na qualidade do produto e satisfação dos clientes e da ISO 14001 e OSHAS 18001, que são normas de respeito ao meio ambiente e de segurança e saúde no ambiente de trabalho. Para reforçar a adoção de praticas sustentáveis na companhia, a MRV ainda criou o selo “MRV + Verde”, que certifica o empreendimento que atender a 17 recomendações obrigatórias e  o selo “Obra Verde MRV” que certifica o canteiro de obras e prevê que esse apresente 10 critérios obrigatórios, como, gestão de resíduos, utilização de madeira certificada e reaproveitamento de água, utilização prioritária de iluminação natural entre outros; ambos certificados pela BVQI (Bureau Veritas Certification), organização internacionalmente conhecida que realiza serviços de certificação e avaliação de conformidade.

Fora dos empreendimentos, a MRV também está investindo na melhoria da qualidade de vida dos moradores das cidades onde atua, com parcerias com o poder público para execução de obras de urbanização, somente, em 2016 foram investidos R$ 192 milhões em obras de infraestrutura, além do plantio de árvores de 758 mil árvores nos últimos seis anos, sendo 123 mil árvores somente no ano passado.

Compromisso

Em 2016, a MRV Engenharia também aderiu ao Pacto Global das Nações Unidas, acordo desenvolvido pelo ex-secretário-geral da ONU, Kofi Annan, com o objetivo de mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção, em suas práticas de negócios, de valores fundamentais e internacionalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção.

Ao aderir ao pacto, a construtora se uniu a mais de 12 mil organizações signatárias articuladas por cerca de 150 redes ao redor do mundo compromissadas em fazer negócios de forma responsável e tomar ações estratégicas para avançar objetivos sociais mais amplos, com ênfase na colaboração e inovação.

Publicidade

C. Rolim Engenharia comemora Semana do Meio Ambiente com ação ambiental e educativa no Parque do Cocó 

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

02 de junho de 2017

 O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado na próxima segunda-feira, 5 de junho e, em alusão à data, o Projeto Ser do Bem, da C. Rolim Engenharia, promoverá, no período de 5 a 10 de junho, o plantio de centenas de mudas de espécies nativas ao redor do anfiteatro do Parque do Cocó e atividades culturais e educativas no local. A ação será realizada em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente (SEMA) e com o projeto Vila Encantada.

 Durante a semana, 400 crianças de cinco escolas públicas de Fortaleza terão a oportunidade de ter um contato mais próximo com a natureza, por meio do plantio de mudas e passeios pela trilha do parque. Estudantes das escolas municipais Irmã Simas, Professor Luís Costa, Professora Maria Odnilra Cruz Moreira, Frei Tito de Alencar Lima e da Escola de Tempo Integral Ambiental Dra. Francisca de Assis Canito da Frota participarão da ação, com cada um plantando uma muda. Integrantes da Companhia de Comando da 10ª Região Militar, do Exército Brasileiro, auxiliarão as crianças durante o plantio e contarão com uma tenda para explicar aos estudantes o trabalho desenvolvido pelo Exército.

 No sábado (10), das 8h às 12h, uma programação especial estará aberta ao público no Parque do Cocó, com entretenimento para todas as idades. Além do plantio e doação de mudas, os visitantes poderão participar de atividades como Trilha dos Sentidos pelo parque, yoga, workshop de horta doméstica e uma roda de conversa sobre educação ambiental no dia a dia. As atividades fazem parte do projeto “Vila Encantada da Criança – Plantar amor para colher o bem”, do Grupo Manga.

 A metodologia utilizada nas atividades do sábado será a Ecologia Profunda, que permite trabalhar valores, princípios e atitudes positivas em relação ao Meio Ambiente. “O respeito e o cuidado com o meio ambiente fazem parte das premissas do trabalho da C. Rolim Engenharia. Com essas atividades da Semana do Meio Ambiente, pretendemos propagar a educação ambiental desde cedo de uma forma lúdica, participativa e inspiradora”, destaca Ticiana Rolim Queiroz, diretora Comercial e de Marketing da C. Rolim Engenharia.

 Completando 40 anos em 2017, a C. Rolim engenharia estabeleceu três marcos comemorativos ao longo do ano. O primeiro deles foi anunciado e iniciado em março: o plantio de 40 mil árvores no Parque do Cocó, ao longo de quatro anos, em parceria com a SEMA. O segundo foi a entrega do empreendimento Harmonia, no início de maio. E, para fechar o calendário festivo, a construtora realizará uma celebração em agosto para brindar os êxitos e crescimento no mercado imobiliário ao longo de quatro décadas, além do engajamento contínuo da empresa com a questão socioambiental.

 

Compromisso Verde

 A C. Rolim Engenharia compreende que atuar no meio natural é uma grande responsabilidade. Por isso, está constantemente apostando em iniciativas que possam minimizar os impactos das suas intervenções na edificação de cada empreendimento. Um dos seus principais projetos em prol desse cuidado com a natureza é o Compromisso Verde, por meio do qual a C. Rolim Engenharia planta uma árvore para cada metro quadrado de terreno construído em seus empreendimentos, contribuindo com a arborização dos espaços públicos da cidade. Hoje, já são mais de 52 mil plantas na cidade oriundas da iniciativa.

 Além disso, a construtora realiza um trabalho nas escolas públicas de Fortaleza, levando consciência ambiental desde cedo para as crianças e buscando despertar também nelas esse carinho e respeito pela natureza.

 Por meio do Compromisso Verde, a C. Rolim Engenharia realiza outra importante ação social na cidade, em parceria com a Prefeitura de Fortaleza: a adoção de espaços públicos como praças e parques, realizando toda a manutenção necessária nesses locais. É o caso da Praça Portugal, Lagoa do Papicu e Bosque do Bem. Neste último, localizado no bairro São Gerardo, o projeto plantou mais de 800 árvores.

 

Programação do sábado (10)

 

08h às 12h: Plantio e doação de mudas

 

08h – Grande roda de abertura

08h15 – Prática de Yoga e Alquimia sonora

09h – Trilha dos sentidos

10h – Workshop de horta doméstica

10h15 – Prática de Brinca Yoga

10h30 – Trilha dos sentidos

11h30 – Roda de conversa – Educação ambiental no dia a dia

12h – Grande roda de encerramento

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

O São João da Casablanca Turismo movimenta colaboradores e garante doações para comunidade carente

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

26 de Maio de 2017

A Casablanca Turismo lança um dos principais eventos do ano, o São João Solidário. Uma festa que reúne alegria, cultura, gastronomia eajuda ao próximo. Na sua 17 edição, a festa de São João mais solidária do Nordeste movimenta os colaboradores de todas as lojas da Casablanca Turismo no sentido de arrecadar alimentos, doações de sangue e outros donativos para comunidades carentes.

O festejo anual mantém a tradição da cultura regional nordestina e investe na solidariedade como elemento principal do evento. Durante todo o mês de junho, equipes de funcionários trabalham para levantar recursos e arrecadar donativos e alimentos. Uma gincana movimenta os colaboradores divididos em dois grupos: Lampião e Maria Bonita.

Neste ano, a Casablanca Turismo faz uma parceria com o Grupo Gratidão, formado por amigos que decidiram se juntar para fazer o bem, promovendo todos os anos, ações em vários municípios do interior cearense. Em 2017, os beneficiados serão os moradores do distrito de Serra Pelada, no município de Maranguape.

No dia 21 de junho, o Hemoce estará com uma unidade móvel na Mega Store, da rua Osvaldo Cruz, recebendo os doadores de sangue. As doações de alimentos podem ser feitas em qualquer uma das lojas, no Shopping Iguatemi, Shopping Riomar e Patio Dom Luis.

O resultado da gincana e o volume de doações será conhecido na grande festa de São João que acontecerá no dia 01 de julho, no Pirata Bar, um lugar de música, alegria e doações.

Serviço:

XVII São João Solidário da Casablanca Turismo
Data: 01 de julho
Local: Pirata Bar – Praia de Iracema

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Estácio promove Vestibular Social em Caucaia

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

26 de Maio de 2017

Neste fim de semana, o Centro Universitário Estácio do Ceará realiza ação social para a comunidade de Caucaia. No sábado (27), serão oferecidos diversos serviços gratuitos, como: aferição da pressão arterial, teste de glicemia, exercícios para postura e corpo, orientação nutricional, jurídica e para empreendedorismo; além de aulas de zumba e muro de escalada. A ação acontece das 8h às 12h, na Escola Municipal Flavio Portela Marcílio, localizada no bairro Itambé.

Já no domingo (28), acontecerá o Vestibular Social, na Escola Profissionalizante Antônio Valmir. Os interessados em ingressar no Ensino Superior devem comparecer no dia da prova, portando documento de identificação. A inscrição do vestibular é 1kg de alimento não perecível, que será destinado à Associação Bom Samaritano. A prova acontecerá das 10h às 11h e das 11h às 12h.

 

Serviço:

Ação Social

Data: 27 de maio (sábado)

Horário: das 8h às 12h

Local: Escola Municipal Flavio Portela Marcílio

Endereço: Rua Cinco, 111 – 131 – Itambé, Caucaia

Vestibular Social

Data: 28 de maio (domingo)

Horário: das 10h às 11h e das 11h às 12h

Local: Escola Profissionalizante Antônio Valmir

Endereço: Rua Coronel Correia, s/n – Centro, Caucaia

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Oi e Oi Futuro anunciam projetos selecionados pelo Edital de Cultura 2017/2018

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

26 de Maio de 2017

 

  • Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados seleciona 55 iniciativas de 11 estados: BA, CE, DF, MA, MG, PA, PR, RJ, RN, RS e SP;

 

  • Centro cultural trará exposições de Chantal Akerman, Miguel Rio Branco, Nam June Paik, coletiva de arte feita com big data, infantil sobre a vida de Thomas Edison, entre outros.

 

A Oi e o Oi Futuro anunciam nesta quinta-feira (25) os projetos selecionados pelo Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados 2017/2018, que inclui iniciativas de todas as regiões do Brasil e para a programação do centro cultural Oi Futuro, no Rio. A lista completa está no site www.oifuturo.org.br .

A Oi é uma das maiores patrocinadoras da cultura no país e apoia projetos de diversas naturezas que já atraíram mais de 6 milhões de pessoas desde 2003. A Oi, por meio do Oi Futuro, promove, apoia e desenvolve ações inovadoras e colaborativas para melhorar a vida das pessoas e da sociedade. Com atuação nas frentes de Educação, Cultura, Inovação Social e Esporte, o instituto acelera iniciativas que ampliam o repertório com plataformas de conteúdo, potencializam o desenvolvimento pessoal e coletivo, fomentam experimentações de inovação e estimulam conexões.

Este ano, o Oi Futuro propõe um novo formato de edital, mais flexível e inclusivo, afinado com as formas de criação contemporâneas.  Foram eliminadas as categorias e áreas artísticas – como Música, Teatro, Artes Visuais – valorizando a convergência de linguagens e abraçando ideias que já não cabem em rótulos e que dialogam com as cidades. Além disso, nesse novo edital, a forma de apresentação das propostas ficou mais simples e flexível, tornando a inscrição ainda mais acessível.

“Conseguimos atrair ideias inovadoras, que nos surpreenderam, e jovens fazedores que estão despontando. Chegamos a uma seleção marcada pelo frescor e a diversidade, que reflete a vocação do Oi Futuro como catalisador criativo, aproximando pessoas através da criação contemporânea, estimulando a produção colaborativa e promovendo o acesso às artes na era digital”, diz Roberto Guimarães, gestor de Cultura do Oi Futuro. “Sonhamos, mais que nunca, com públicos (no plural), com todos os públicos”, completa.

Projetos selecionados

A seleção nacional de projetos patrocinados traz iniciativas de 11 estados brasileiros: Bahia, Ceará, Distrito Federal, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Entre os 34 projetos escolhidos nessa linha de apoio, destacam-se a plataforma digital Cidades dos Festivais, que vai reunir a potência dos sete maiores festivais do Rio (Festival do Rio, Panorama, Festlip, Fil, Tempo Festival, Multiplicidade, Festival Curta Cinema); o projeto Sala Vazia do programa de residência latino-americano que busca contemplar ações desenvolvidas nas áreas de Artes Visuais, Audiovisual, Performance, Arte Digital, Arte Sonora e seus hibridismos, tendo como pano de fundo a cidade de Fortaleza;  o projeto Dispersão, experiência audiovisual interativa em que o público vira criador por meio de seus aparelhos celulares, URBE – Mostra de Arte Pública, que fará intervenções artísticas temporárias ou permanentes na cidade de São Paulo; o Encontro Estéticas das Periferias – Arte e Cultura nas Bordas da Metrópole, que vai levar performances, debates, oficinas e intervenções artísticas a 50 locais públicos da capital paulista; o MASSA – Festival Movimento e Arte Salvador, que vai ocupar o Parque Solar Boa Vista durante um mês com atividades artísticas gratuitas; o Favela Sounds 2017 – Festival Internacional de Cultura de Periferia, sediado no Museu Nacional de Brasília, no DF; o Festival eXperimental de Cinema, no Maranhão, que abre espaço à fusão de tecnologias e linguagens do audiovisual; o Palco Hip Hop – Danças Urbanas, que vai levar uma programação internacional a Belo Horizonte; o Parking Art – Galeria de Arte Urbana, que promete transformar as ruas de Curitiba em um circuito de exposições e outros.

O edital também contemplou iniciativas que trouxeram a diversidade como palavra de ordem, como a proposta baiana Melanina Digital, plataforma dramatúrgica de referência para o trabalho de artistas, dramaturgos e pensadores negros; o projeto AEI ou Arte Eletrônica Indígena, da Bahia, que promove a expressão artística indígena por meio da tecnologia; e ainda a Mostra de Multilinguagens Corpos Visíveis, que vai reunir artistas do audiovisual, teatro, fotografia, moda e música com trabalhos sobre identidade de gênero e empatia no Parque Madureira, no Rio de Janeiro. Tem ainda o ColaboraAmerica, festival de novas economias que será realizado em outubro no Rio, e o Rio Mapping Festival 2018, que levará a arte digital às paisagens da Cidade Maravilhosa.

Programação do centro cultural

A Programação 2017/2018 do Oi Futuro será aberta dia 26 de junho com uma grande retrospectiva do pioneiro da videoarte Nam June Paik, com curadoria do italiano Marco Pierini, especialista na obra do artista sul-coreano morto em 2006. Ainda entre as atrações estão a primeira individual no Brasil da artista belga Chantal Akerman, expoente do cinema experimental e do cinema feminista mundial, que terá instalações imersivas e obras inéditas; a exposição Wishful Thinking do fotógrafo Miguel Rio Branco, ocupando três galerias do Oi Futuro; o projeto de arte pública OIR – Outras Ideias, que vai ocupar o Aterro do Flamengo com intervenções artísticas do americano Daniel Arsham e do japonês Makoto Azuma, sob curadoria de Marcello Dantas; o projeto inédito Cérebro|Coração, da atriz e diretora Mariana Lima, que vai transformar pensamentos de Proust, Beckett, Clarice Lispector e Leonilson em uma espécie de performance-conferência; Mostra BUG, que vai trazer ao Rio trabalhos de narrativas interativas e imersivas nacionais e internacionais usando realidade virtual, aplicativos e outros suportes.

O palco do Oi Futuro ainda vai receber experiências como As Mil e Uma Noites, adaptação do clássico da literatura mundial assinada pela Cia Teatro Voador Não Identificado que resultará em 33 apresentações teatrais diferentes ao longo da temporada, e As Boas Mulheres, projeto que prevê a criação de espetáculos inéditos reunindo somente mulheres: quatro diretoras, oito atrizes e quatro dramaturgas.

A programação do Oi Futuro também tem novidades voltadas para toda a família, como Thomas e as Mil e Uma Invenções, baseado na vida e obra do inventor Thomas Edison, Isaac no Mundo das Partículas, musical que traduz para crianças o mundo da física de partículas e Isaac Newton; e A Menina e o Pote, videoinstalação interativa para crianças que vai recriar uma floresta dentro do centro cultural.

Tem ainda projetos que foram originados dentro do Oi Futuro e que fazem parte da história do centro cultural: Festival Multiplicidade 2017, Festival Novas Frequências e a nova fase do Programa Poesia Visual e Digital.

A lista completa dos projetos selecionados está no site do Oi Futuro: www.oifuturo.org.br

 

Sobre o Oi Futuro

O Oi Futuro, instituto de responsabilidade social da Oi, promove e apoia ações inovadoras e colaborativas para melhorar a vida das pessoas. Com atuação nas frentes de Educação, Cultura, Inovação Social e Esporte, desde 2001, o instituto acelera iniciativas que, através da tecnologia, potencializam o desenvolvimento pessoal e coletivo.

Na Educação, o Oi Futuro investe em modelos inovadores para inspirar novas formas de aprender e ensinar. O NAVE (Núcleo Avançado em Educação) forma jovens para as economias digital e criativa, com foco na produção de games, aplicativos e produtos audiovisuais. O programa, desenvolvido em parceria com as Secretarias de Estado de Educação do Rio de Janeiro e Pernambuco, oferece ensino médio integrado e profissionalizante. Além de obter formação técnica, os estudantes do NAVE são incentivados a desenvolver o espírito empreendedor e a estabelecer suas primeiras conexões profissionais, por meio de projetos e eventos de integração com o mercado de inovação.

Na área Cultural, o instituto atua como um catalisador criativo, impulsionando pessoas através das artes, estimulando a produção colaborativa e promovendo o acesso à cultura na era digital. O Oi Futuro mantém dois centros culturais no Rio de Janeiro, com uma programação que valoriza a produção de vanguarda e a convergência entre arte contemporânea e tecnologia, além da gestão do Museu das Telecomunicações, e sua Reserva Técnica, pioneiro no uso da interatividade no Brasil. O Instituto também realiza o Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, que seleciona projetos em todas as regiões do país por meio de edital público.

Na Inovação Social, o programa Oi Novos Brasis viabiliza projetos empreendedores inovadores que trazem propostas para solucionar desafios atuais das cidades, contribuindo para o desenvolvimento da sociedade. O Oi Futuro também aposta em projetos esportivos que conectem pessoas e promovam a inclusão e a cidadania.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

O Boticário troca embalagens vazias por itens de maquiagem

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

22 de Maio de 2017

​​

Entre os dias 22 e 26 de maio, a marca vai distribuir 420 mil produtos das linhas Intense e Make B.. A troca será feita nas lojas de todo país a partir de um cadastro no site da ação

A marca que mais entende de beleza no país também ajuda a cuidar do meio ambiente. De 22 a 26 de maio, O Boticário vai trocar embalagens vazias de seus produtos por 420 mil itens de maquiagem nas lojas físicas da marca. A ação faz parte do programa de reciclagem da indústria, o Boti Recicla, que tem como proposta orientar as pessoas e incentivá-las a fazer o descarte correto dos resíduos.

Para fazer a troca, os consumidores precisam se cadastrar no site da promoção (botirecicla.com.br) e, depois, entregar a embalagem vazia em uma loja. Ao fazer o cadastro, o participante escolhe o ponto de venda no qual prefere fazer a troca e verifica a disponibilidade dos produtos de maquiagem das marcas Intense e Make B..O cadastro também garante um voucher de desconto de até 20% na compra de produtos na linha Intense.

A promoção é válida até 26 de maio, apenas nas lojas físicas, ou enquanto durarem os estoques. O cadastro pode ser feito exclusivamente pelo site. O consumidor irá receber na troca apenas um item por CPF cadastrado.

Logística reversa

Permanentemente, a empresa mantém um programa de logística reversa para evitar descartes inapropriados destas embalagens. Em qualquer época do ano, as lojas físicas recebem frascos, cartuchos, potes e outros recipientes das quatro marcas do Grupo Boticário (O Boticário, quem disse, Berenice?, The Beauty Box e Eudora).

 

Todas as embalagens vazias recolhidas são enviadas a cooperativas de coletores de material reciclável homologadas pela indústria. Assim, a empresa contribuiu para a geração de renda das famílias envolvidas na atividade, bem como garante a redução do impacto do descarte inapropriado das embalagens no meio ambiente.

Publicidade

O Boticário troca embalagens vazias por itens de maquiagem

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

22 de Maio de 2017

​​

Entre os dias 22 e 26 de maio, a marca vai distribuir 420 mil produtos das linhas Intense e Make B.. A troca será feita nas lojas de todo país a partir de um cadastro no site da ação

A marca que mais entende de beleza no país também ajuda a cuidar do meio ambiente. De 22 a 26 de maio, O Boticário vai trocar embalagens vazias de seus produtos por 420 mil itens de maquiagem nas lojas físicas da marca. A ação faz parte do programa de reciclagem da indústria, o Boti Recicla, que tem como proposta orientar as pessoas e incentivá-las a fazer o descarte correto dos resíduos.

Para fazer a troca, os consumidores precisam se cadastrar no site da promoção (botirecicla.com.br) e, depois, entregar a embalagem vazia em uma loja. Ao fazer o cadastro, o participante escolhe o ponto de venda no qual prefere fazer a troca e verifica a disponibilidade dos produtos de maquiagem das marcas Intense e Make B..O cadastro também garante um voucher de desconto de até 20% na compra de produtos na linha Intense.

A promoção é válida até 26 de maio, apenas nas lojas físicas, ou enquanto durarem os estoques. O cadastro pode ser feito exclusivamente pelo site. O consumidor irá receber na troca apenas um item por CPF cadastrado.

Logística reversa

Permanentemente, a empresa mantém um programa de logística reversa para evitar descartes inapropriados destas embalagens. Em qualquer época do ano, as lojas físicas recebem frascos, cartuchos, potes e outros recipientes das quatro marcas do Grupo Boticário (O Boticário, quem disse, Berenice?, The Beauty Box e Eudora).

 

Todas as embalagens vazias recolhidas são enviadas a cooperativas de coletores de material reciclável homologadas pela indústria. Assim, a empresa contribuiu para a geração de renda das famílias envolvidas na atividade, bem como garante a redução do impacto do descarte inapropriado das embalagens no meio ambiente.