Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Responsabilidade social

Visite Ceará apoia concerto da Orquestra Sinfônica da UECE no Cineteatro São Luiz  

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

23 de Maio de 2019

Na próxima sexta-feira (24), a Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual do Ceará (UECE), recebe a cantora internacional Uxía para um concerto no Cineteatro São Luiz. O evento conta com o apoio do Visite Ceará, entidade que promove e divulga ações que tratam sobre turismo de evento no Estado. Os ingressos estão à venda na bilheteria e no site do Tudus (https://checkout.tudus.com.br/cineteatro-sao-luiz-uxia-e-orquestra-sinfonica-da-uece/selecione-seus-ingressos).

O Visite Ceará prospecta, desenvolve e incrementa eventos já existentes e que se enquadrem nos objetivos traçados pela entidade, além de promover a integração das atividades culturais e artísticas em geral, relacionadas a congressos, eventos e simpósios.

Em apresentação única, o concerto marca o reencontro entre a formação orquestral cearense e a cantora natural da Galiza, Espanha. Uxía é considerada a grande dama da música e da poesia galega e uma de suas maiores embaixadoras.

Serviço
Data: 24 de maio de 2019

Horário: 19h

Entrada: R$ 40,00 (inteira) / R$ 20,00 (meia)

Classificação indicada: Livre

Local: Cineteatro São Luiz

Publicidade

PROJETO DE LEI DA DEPUTADA ESTADUAL FERNANDA PESSOA INSTITUI ACADEMIAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

15 de Maio de 2019

 

Publicidade

Empresa cearense promove casamento comunitário gratuito neste mês de maio

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

09 de Maio de 2019

 

A Realizart, empresa cearense do ramo de eventos, organiza em Fortaleza um casamento comunitário para oito casais. A recepção será realizada no dia 15 de maio, às 20h, no North Buffet, localizado no bairro Antônio Bezerra.

A seleção dos casais teve inicio no mês de março e os interessados enviaram vídeos, com no máximo três minutos de duração, relatando sua história. A seleção foi feita pela equipe interna da empresa.

Os participantes ganham vestido da noiva, cerimônia religiosa, fotografia e festa para convidados. Até o dia 10 de maio, as noivas concorrem entre si a um dia especial de noiva, no Salão Lu Svensson. As regras estão disponíveis no Instagram da Realizart (@josielrealizart).

Para Josiel Freitas, proprietário da Realizart, promover momentos como este faz parte da cultura da empresa. “Trazer alegria e realização para nossos clientes, colaboradores e comunidade é essencial para a empresa”.

 

Para que a festa seja completa, cada casal tem direito a 10 convidados para o evento.

Publicidade

Cervejaria Ambev promove discussão sobre a importância da troca com o terceiro setor 

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

09 de Maio de 2019

  • O evento marcou o início do VOA 2019, programa voluntário de mentoria para ONGs
  • O bate-papo contou com a participação de Bernardo Paiva, presidente da cervejaria, o ex-judoca e fundador do Instituto Reação, Flávio Canto, e a professora Maria Cecília Lins, fundadora e diretora executiva do Instituto Pró-Saber SP

 A edição de 2019 do VOA, programa da Cervejaria Ambev de mentoria voluntária e capacitação em gestão para ONGs, teve seu início no último dia 03, em um encontro entre os funcionários da companhia, incluindo o presidente Bernardo Paiva, e os representantes das 54 organizações participantes. Como introdução à aula inaugural do programa, Bernardo participou de um bate-papo sobre a importância da troca de conhecimentos entre as empresas privadas e o terceiro setor.

Compondo a mesa, estiveram presentes o ex-judoca e medalhista olímpico Flávio Canto, fundador do Instituto Reação, e Maria Cecília Lins, fundadora e diretora executiva do Instituto Pró-Saber SP. Ambas as organizações participaram do VOA 2018, sendo que a última foi selecionada como vencedora da edição, com o melhor projeto de conclusão apresentado. A mediação foi feita por Monique Evelle, ativista do movimento negro e criadora da Desabafo Social, organização que utilizava a comunicação e novas tecnologias para a promoção dos Direitos Humanos.

A conversa foi inspirada na convicção da Cervejaria Ambev de que as empresas podem contribuir com o desenvolvimento de organizações sociais não só por meio de aporte financeiro, mas principalmente compartilhando conhecimentos relacionados a gestão de pessoas e projetos, orçamentos, ferramentas de comunicação, entre outros.

“A população tende a enxergar esses dois universos como muito distantes, mas na verdade existem mais coisas em comum do que se imagina. Muitas ferramentas de gestão podem ser aplicadas em ambos os casos – tendo sempre em mente que adaptações devem ser feitas com base na realidade de cada organização”, explica Bernardo Paiva.

Os participantes tiveram a oportunidade de compartilhar suas visões a respeito dessa troca, falando também sobre a importância do incentivo a esse tipo de parceria no país. Além disso, Maria Cecília e Flávio contaram sobre suas experiências e aprendizados no VOA.

Para Maria Cecília, a relação de troca entre o mundo privado e o terceiro setor é essencial. “Geralmente, o setor privado e as organizações não se sentam na mesa para trocar visões de mundo complementares. Por isso, a experiência no VOA foi muito rica, proporcionando momentos importantes de escuta”.

Flávio Canto concorda com a afirmação, reforçando que “apesar de negócios diferentes, estamos todos no mesmo barco e queremos gerar um impacto positivo na sociedade”. Além disso, destacou a necessidade de se quebrar paradigmas do terceiro setor, que muitas vezes tende a não olhar seus próprios resultados, focando apenas no operacional do trabalho – algo aprendido também ao longo do programa.

O ex-judoca destaca ainda que “contribuir com o desenvolvimento das organizações sociais do país, como faz a Cervejaria Ambev, é um exemplo importante a ser seguido”.

“Entendemos que a atuação das ONGs é de extrema importância para a construção de um mundo mais solidário. Por isso, ao trocar experiências com essas organizações, nossa ideia é ampliar seu impacto e criar, em conjunto, um legado permanente de boas práticas”, complementa o presidente da cervejaria.

Por fim, Bernardo ressalta que não só as ONGs ganham com o projeto. “O VOA humaniza a Companhia. Além de nos aproximar ainda mais do terceiro setor, o programa nos traz uma nova visão sobre diversos aspectos e incentiva a reflexão sobre melhorias no nosso próprio negócio. A experiência une os funcionários, que se sentem mais motivados ao saberem que fazem parte da construção de um mundo melhor, nosso maior sonho”, finaliza.

Sobre o VOA 2019

Para esse ano, 54 ONGs de todo o país, entre mais de 330 inscritas, foram selecionadas para receberem o curso em gestão. Mais de 400 funcionários se candidataram para serem os voluntários.

As aulas acontecem por meio de encontros presenciais e módulos online e abordam conteúdos sobre gestão de orçamento, gerenciamento de projetos, elaboração de metas, planos de carreira, dentre outros. Na conclusão do programa, as ONGs apresentarão um projeto prático realizado com base no que aprenderam, sendo que o mais bem avaliado receberá um auxílio financeiro.

O VOA está em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 1, 4, 8, 10 e 17 da ONU, que buscam um mundo mais inclusivo e sustentável.

Sobre a Cervejaria Ambev

Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, somos mais de 32 mil pessoas que dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalhamos juntos para garantir momentos de celebração e diversão. A Ambev é uma cervejaria inovadora e temos o consumidor no centro de nossas decisões e iniciativas. Nosso portfólio conta com cervejas, refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos, de marcas reconhecidas como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser, Stella Artois, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica, Fusion, do bem e AMA, a água mineral que destina 100% de seu lucro para projetos que levam acesso à água potável para famílias do semiárido brasileiro. Somente nos últimos cinco anos, investimos R$ 17,5 bilhões no país e deixamos um legado além dos investimentos com nossa ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois acreditamos que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.

Publicidade

SENAI Barra do Ceará é a melhor unidade do Brasil em projeto de redução de desperdícios

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

03 de Maio de 2019

O SENAI Barra do Ceará foi considerada a unidade do Brasil, com melhores resultados, em 2018, na Metodologia Lean Education, aplicada nas unidades do SENAI, nas ações de formação profissional com o objetivo de localizar e corrigir desperdícios durante o processo de ensino e aprendizagem, implementando ações de baixo custo e alto impacto.

A participação do SENAI Ceará teve início no segundo semestre de 2018 na área automotiva da unidade da Barra do Ceará e na área de usinagem metalmecânica do Jacarecanga, Maracanaú, Sobral e Juazeiro do Norte. O processo de implantação no SENAI Barra do Ceará foi pioneiro na área e aplicado ao curso de Mecânico de Freios, Suspensão e Direção de Veículos Leves, gerando resultados surpreendentes: maior eficiência no layout da oficina, ganho de área de 136 m², economia com redução de máquinas, redução de 56% na movimentação do aluno em relação à execução da tarefa analisada e redução de 82% no tempo do aluno em atividades que não agregam valor. O ganho de área possibilitou alojar mais um parceiro da escola, a Mitsubishi/Suzuki e resultou, do ponto de vista financeiro, em ganho total de R$ 476 mil.

O Projeto Lean Educacional é baseado em um programa de aumento de produtividade concebido pelo Governo Federal (Brasil + Produtivo), aplicando o Lean Manufacturing aos processos industriais através de consultores do SENAI dentro das indústrias. O SENAI criou a sua versão educacional do Lean para detectar e combater desperdícios na educação profissional.

De acordo com o especialista técnico do da área metalmecânica do SENAI, Marcos Paulo, os resultados foram tão bons que o Departamento Nacional do SENAI está usando os números como exemplo de sucesso para estimular outras unidades a implantar a filosofia Lean, que deverá cobrir toda a rede SENAI até final de 2022. O projeto Lean Educacional foi considerado, em 2018, o melhor projeto do Departamento Nacional do SENAI.

Sobre o SENAI Ceará
O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI Ceará tem a missão de contribuir para o aumento da produtividade do trabalhador e para o incremento da competitividade da indústria do Estado do Ceará. O SENAI faz parte do Sistema FIEC, junto com o Serviço Social da Indústria – SESI Ceará, o Instituto Euvaldo Lodi – IEL Ceará e o Centro Internacional de Negócios.

Publicidade

Dezenas de tartarugas são resgatadas e devolvidas ao mar no Porto das Dunas

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

03 de Maio de 2019

Quem andar pela praia de Porto das Dunas nos próximos dias terá um motivo a mais para se encantar: é que chegou o período de eclosão dos ovos das tartarugas marinhas na região, e o encontro de moradores e turistas com as pequenas tartarugas tem sido cada vez mais frequente. O Beach Park, em parceria com a Pordunas, promove um treinamento anual para orientar colaboradores sobre a soltura das tartarugas no mar, com apoio de ONGs parceiras.

“Por estarmos localizados em um ambiente tão rico e que é compartilhado com diversas espécies de animais, é importante que invistamos também na formação educativa de nossos funcionários e visitantes, cuidando para que o ciclo de vida deles siga o mais tranquilo possível”, esclareceu a coordenadora de Meio Ambiente do Beach Park, Raíssa Bissol.

As cinco espécies de tartarugas marinhas encontradas no Brasil continuam ameaçadas de extinção, segundo critérios das listas brasileira e mundial de espécies ameaçadas. As que desovam no litoral, por estarem mais expostas, são as mais ameaçadas, e por isso é sempre importante ficar atento e procurar ajuda de órgãos responsáveis.

A orientação para quem encontrar ovos ou filhotes de tartarugas, encalhados ou não, é de entrar em contato com a Associação Pordunas ou com o setor de Gestão Ambiental do Beach Park, através do telefone (85) 98214.6799. O contato também pode ser feito através do aplicativo What’s App.

Sobre o Beach Park Entretenimento

Com mais de 30 anos de história, o Beach Park Entretenimento é um grupo de empresas genuinamente cearense que atua em diversas áreas de lazer e entretenimento. Localizado na praia do Porto das Dunas, a 17 km de Fortaleza, o complexo turístico Beach Park é uma das opções de lazer mais procuradas pelos turistas do país inteiro. Atualmente, ocupa mais de 160 mil m² e reúne um parque aquático, três resorts, um hotel, além de Restaurante de Praia e a Vila Azul do Mar, espaço de convivência e serviços, ambos abertos ao público. O parque aquático, que conta com 18 grandes atrações, recebeu em 2017 a notável marca de um milhão de visitantes. Também foi eleito o 3º melhor parque aquático do mundo e o melhor da América Latina pelos usuários do TripAdvisor em 2017 e 2018 e foi eleita uma das melhores empresas para se trabalhar do Brasil pelo segundo ano consecutivo pelo Prêmio GPTW. Mais que um destino de férias, hoje se consolida como um grupo de entretenimento por meio de suas diversas atuações como a Rádio Beach Park; a Revista Onda Beach Park, o Beach Park Studios – estúdio de animação próprio; e o Ceará Show, primeiro espetáculo musical permanente no estado. Com a preservação do meio ambiente sendo uma de suas prioridades, o Beach Park possui parceria com a Pordunas (Associação do Porto das Dunas), um reconhecimento internacional de gestão ambiental, o selo ISO 14.001 – norma adotada por grandes empresas de todo o mundo que tem o compromisso de reduzir o impacto ambiental e ampliar os negócios.

Serviços Beach Park:

Site: www.beachpark.com.br

Blog: http://blog.beachpark.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/BeachParkBrasil

Instagram: https://instagram.com/beachpark

Twitter: https://twitter.com/beachpark

Youtube: https://www.youtube.com/user/tvbeachpark

Publicidade

Campanha incentiva adoção de crianças e adolescentes no Ceará

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

03 de Maio de 2019

A casa de acolhimento de crianças “Casa de Jeremias”, em parceria com a agência “Bando Propaganda”, lançaram campanha para incentivar adoção de crianças e adolescentes no Ceará. A iniciativa está em divulgação durante todo o mês de maio, considerado o mês da adoção. Dia 25 de maio é o Dia Nacional da Adoção.

 

Com foco no engajamento popular, a campanha irá abordar uma questão delicada e uma solução eficaz: como a burocracia do sistema dificulta uma conclusão ágil do processo adotivo e como o cidadão pode transformar essa realidade.

 

CAMPANHA

A campanha está sendo veiculada na cidade de Fortaleza por meio de vários veículos, entre os quais busdoor, outdoor, rádio, jornais, sites, blogs e televisão.

 

Para garantir a visibilidade da campanha e a concretização de resultados, a Casa de Jeremias conta com a participação de grandes marcas e personalidades neste movimento. As fotos da campanha têm a assinatura da fotógrafa Ingrid Barreira, que visitou famílias que adotaram e registrou a felicidade desses encontros.

 

“Ecoar essa mensagem significa mais do que contribuir com uma ação solidária. É também garantir o direito constitucional de uma criança a ter uma infância em família.  Esse é o nosso grande propósito. Precisamos difundir essa mensagem para que as pessoas que têm vontade de adotar abrace essa causa e enfrente o processo com muito amor”, disse a presidente da Casa de Jeremias Soraya Palhano.

 

DADOS

Em 2019, até o dia 25 de abril, foram efetivadas 18 adoções em Fortaleza. Em 2018, o município de Fortaleza efetivou 51 adoções. Atualmente, existem no Ceará 726 pretendentes à adoção  cadastrados no Cadastro Nacional de Adoção (CNA) para 267 crianças disponíveis. Em todo o país são 45.956, para 9.560 crianças e adolescentes aguardando na fila.

Publicidade

OAB Ceará adere ao Movimento Nacional Contra o Turismo Sexual

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

01 de Maio de 2019

A OAB Ceará, através da Comissão da Mulher Advogada, apoia a campanha do Conselho Federal em repúdio à exploração e ao turismo sexual de mulheres brasileiras.

Para a presidente da Comissão da Mulher Advogada, Christiane Leitão, essa conscientização é muito importante, porque o Nordeste é porta de entrada para muitos turistas. Os visitantes garantem renda para muitas famílias e falar em turismo sexual é um verdadeiro desastre. “Precisamos conscientizar o mundo de que estamos de braços abertos para o turismo, mas não podem confundir nossa terra com paraíso sexual. Essa questão já é combatida há décadas. O turismo sexual sempre desencadeou muitos danos, principalmente, às mulheres, com a exploração sexual crianças e adolescentes e a prostituição infantil. A campanha do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil é em português e em inglês para ter o alcance que precisa”, destacou.

Diga não à exploração. Denuncie, disque 100.

Publicidade

Ceará e demais municípios brasileiros receberão guia para atenção básica de adolescentes

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

01 de Maio de 2019

O Estado do Ceará será contemplado em dezembro, assim como outros municípios brasileiros, com caderno de promoção da saúde de adolescentes em situação de vulnerabilidade social,  fornecido pelo Projeto “Cidadania Jovem”, que vai beneficiar, inicialmente, 500 adolescentes de 12 a 15 anos de todas as regiões do país. O material inclui um caderno de promoção da saúde do adolescente, com protocolo clínico, cinco vídeos e um aplicativo a ser usado pelos próprios adolescentes.
As prefeituras receberão o material por meio do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), entidade que congrega e representa as secretarias de saúde dos 5.570 municípios brasileiros e que está à frente do projeto junto com o Instituto de Pesquisa e Apoio ao Desenvolvimento Social (Ipads), a empresa Bayer.
Os municípios selecionados para servirem de base para a composição do material são Demerval Lobão (Piauí), Goianésia (Goiás), Rio Preto da Eva (Amazonas), Pedreira (São Paulo) e Cascavel (Parará), que serão os primeiros contemplados com o material. Até dezembro deste ano, todas as prefeituras receberão material informativo com orientações relacionadas à saúde e atenção básica de adolescentes.
Também contempla orientações relacionadas à sexualidade, gravidez, uso de substância psicoativa, violência física e sexual, entre outros serviços de saúde necessários ao desenvolvimento dos adolescentes. O objetivo desse material é fornecer aos municípios protocolos clínicos que orientem de forma mais pragmática as unidades de saúde e aos profissionais da Atenção Básica do Sistema Único de Saúde (SUS) no atendimento aos adolescentes.
“O projeto tem uma parte mais visível que é de trabalho junto aos municípios. Como não temos condições de levar para todos, escolhemos alguns municípios representativos de cada região do país. O caderno de promoção da saúde inclui sugestões de práticas que envolvam desenvolvimento do  adolescente como cidadão, assim como um protocolo clínico relacionado a questões que precisam ser enfrentadas no âmbito municipal, como violência sexual e doméstica e sexualidade”, disse a médica sanitarista Carmen Lavras, uma das mentoras e coordenadora do projeto.
PROJETO
O objetivo do “Cidadania Jovem”, lançado em Fortaleza nessa segunda-feira (29/04), é contribuir para a formação integral de adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Além de atuar diretamente com jovens, o projeto construirá metodologia de trabalho para que os municípios multipliquem a experiência e gerará documentos sobre a Promoção da Saúde de Adolescentes para disponibilizar aos profissionais da Atenção Básica do SUS.
Para o projeto, a saúde é entendida como  qualidade de vida, e envolve o bem estar físico, mental, psicológico e emocional que meninos e meninas precisam durante a conturbada fase de transição da infância para a vida adulta. Entre os temas tratados estão a sexualidade, os cuidados com o corpo, saúde, valores, família, convívio  social e cidadania.
OFICINAS
Além disso, os adolescentes participarão de oficinas, como educação física e desenvolvimento corporal, arte, música, artes plásticas, protagonismo juvenil, ação comunitária, entre outras temáticas. As oficinas serão promovidas durante um ano nos cinco municípios, por meio da preparação de monitores que são parte do projeto e acompanharão adolescentes durantes as oficinas.
DADOS
61% das crianças e adolescentes do Brasil vivem na pobreza, de acordo com relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), publicado em agosto de 2018. Pobreza não apenas monetária, mas de múltiplas dimensões, que priva esses cidadãos de direitos básicos ao seu desenvolvimento, como educação, saneamento e informação.
Na saúde do adolescente, o país amarga alguns indicadores sombrios, como os de gravidez precoce, Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), e mortes por causas externas. Estima-se que existam 600 mil adolescentes grávidas no Brasil. Além disso, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a violência é a principal causa de morte entre grupos de 10 a 15 anos de idade.
Publicidade

Óculos falsificados causam danos à saúde; Aliança de Ouro se posiciona contra pirataria de produtos

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

01 de Maio de 2019

Você sabia que o óculos, acessório que pode proteger e garantir conforto à visão, quando comprados sem certificação pode ter efeito contrário? De acordo com especialistas, ao sentirem a falsa sensação de proteção das lentes irregulares, as pupilas se dilatam e a luz do Sol atinge a retina. Em casos extremos onde essa exposição é prolongada, é possível sofrer queimaduras na região e comprometer os seus olhos. Segundo a Associação Brasileira da Indústria Óptica, aproximadamente sete milhões de óculos são falsificados, ou seja, não são produzidos levando em conta lentes que barrem os raios ultravioletas. A marca Aliança de Ouro, referência em óculos, joias e relógios, juntamente com as principais óticas do Sul, Sudeste, Centro Oeste e Norte do Brasil está organizando uma ação nas redes sociais contra a falsificação de produtos. A Aliança de Ouro é a única ótica cearense a dar início nessa ação. 
 
De acordo com o presidente da marca Aliança de Ouro, Erivan Ferreira, o ideal para garantir os cuidados com os olhos é que os óculos sejam comprados em estabelecimentos especializados que forneçam certificado de garantia, ou seja, nota fiscal contendo a referência de fábrica do óculos avaliado na haste da armação, estojo, caixas e lenço da grife. “O fator que mais nos preocupa, além da falsificação e a tentativa de burlar o pagamento de impostos, são os riscos que estes produtos podem trazer à saúde de quem os usa. Nós, que trabalhamos com óculos originais, com certificação e todos os acessórios de um produto autentico que pode ser consultado no site da grife, precisamos nos posicionar no combate à falsificação desses produtos, que trazem prejuízos econômicos para o nosso país e também para a saúde das pessoas. Nosso desafio é passar essa informação claramente aos usuários, que devem exigir, juntamente com seu padrão estético de preferência, também um padrão de qualidade na hora de adquirir um óculos”, disse.
 
Como identificar se um óculos é falsificado
Esses “pequenos defeitos” podem ser observados no acabamento, nas lentes, na armação dos óculos, na embalagem, no código de barras e ainda na nota fiscal, onde a referência do produto deve ser a mesma que consta na nota fiscal. Os óculos pirateados não possuem código de barras, pois esse é um item exclusivo do produtor oficial da marca. Cada produto tem o seu, sendo um diferencial muito importante na hora de adquiri-lo: sua versão pirata não irá oferecer essa garantia ao cliente, já que seria um atestado do falsificador. Da mesma forma, o produto pirateado não terá a sua nota fiscal e o cliente pode descobrir se a nota fiscal é falsa consultando o cnpj no site https://www.receita.fazenda.gov.br/pessoajuridica/cnpj/cnpjreva/cnpjreva_solicitacao2.asp. 
 
A nota fiscal verdadeira é o único documento que assegura a autenticidade do produto e, assim, o cliente poderá reclamar sobre defeitos na garantia Internacional do produto. Também é de interesse da indústria óptica combater a falsificação.   Os acessórios originais (caixa, estojo, lenço e etc) de um produto também podem ser vistos e comparados no site da grife, caso não conste no site, envie um e-mail que logo eles respondem.
Publicidade

Óculos falsificados causam danos à saúde; Aliança de Ouro se posiciona contra pirataria de produtos

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

01 de Maio de 2019

Você sabia que o óculos, acessório que pode proteger e garantir conforto à visão, quando comprados sem certificação pode ter efeito contrário? De acordo com especialistas, ao sentirem a falsa sensação de proteção das lentes irregulares, as pupilas se dilatam e a luz do Sol atinge a retina. Em casos extremos onde essa exposição é prolongada, é possível sofrer queimaduras na região e comprometer os seus olhos. Segundo a Associação Brasileira da Indústria Óptica, aproximadamente sete milhões de óculos são falsificados, ou seja, não são produzidos levando em conta lentes que barrem os raios ultravioletas. A marca Aliança de Ouro, referência em óculos, joias e relógios, juntamente com as principais óticas do Sul, Sudeste, Centro Oeste e Norte do Brasil está organizando uma ação nas redes sociais contra a falsificação de produtos. A Aliança de Ouro é a única ótica cearense a dar início nessa ação. 
 
De acordo com o presidente da marca Aliança de Ouro, Erivan Ferreira, o ideal para garantir os cuidados com os olhos é que os óculos sejam comprados em estabelecimentos especializados que forneçam certificado de garantia, ou seja, nota fiscal contendo a referência de fábrica do óculos avaliado na haste da armação, estojo, caixas e lenço da grife. “O fator que mais nos preocupa, além da falsificação e a tentativa de burlar o pagamento de impostos, são os riscos que estes produtos podem trazer à saúde de quem os usa. Nós, que trabalhamos com óculos originais, com certificação e todos os acessórios de um produto autentico que pode ser consultado no site da grife, precisamos nos posicionar no combate à falsificação desses produtos, que trazem prejuízos econômicos para o nosso país e também para a saúde das pessoas. Nosso desafio é passar essa informação claramente aos usuários, que devem exigir, juntamente com seu padrão estético de preferência, também um padrão de qualidade na hora de adquirir um óculos”, disse.
 
Como identificar se um óculos é falsificado
Esses “pequenos defeitos” podem ser observados no acabamento, nas lentes, na armação dos óculos, na embalagem, no código de barras e ainda na nota fiscal, onde a referência do produto deve ser a mesma que consta na nota fiscal. Os óculos pirateados não possuem código de barras, pois esse é um item exclusivo do produtor oficial da marca. Cada produto tem o seu, sendo um diferencial muito importante na hora de adquiri-lo: sua versão pirata não irá oferecer essa garantia ao cliente, já que seria um atestado do falsificador. Da mesma forma, o produto pirateado não terá a sua nota fiscal e o cliente pode descobrir se a nota fiscal é falsa consultando o cnpj no site https://www.receita.fazenda.gov.br/pessoajuridica/cnpj/cnpjreva/cnpjreva_solicitacao2.asp. 
 
A nota fiscal verdadeira é o único documento que assegura a autenticidade do produto e, assim, o cliente poderá reclamar sobre defeitos na garantia Internacional do produto. Também é de interesse da indústria óptica combater a falsificação.   Os acessórios originais (caixa, estojo, lenço e etc) de um produto também podem ser vistos e comparados no site da grife, caso não conste no site, envie um e-mail que logo eles respondem.