Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

10 anos

Clube de Autores celebra 10 anos publicando 23% de todos os livros nacionais

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

05 de junho de 2019

Plataforma dribla a crise no setor livreiro e apresenta um crescimento de 30%

O Clube de Autores, maior plataforma de autopublicação de livros da América Latina, está celebrando seus primeiros 10 anos de existência. Durante sua trajetória, a empresa vem apostando em um modelo disruptivo e bem-sucedido no mercado livreiro nacional e se apresenta em constante crescimento representando 23% de todos os livros publicados da cadeia nacional em 2018.

Ao longo dos últimos 10 anos, o Clube de Autores inovou ao implantar o modelo de self-publishing no Brasil, sendo a primeira plataforma brasileira de print-on-demand (POD) a oferecer venda direta e distribuição. A plataforma já conta com mais de 70 mil livros publicados, e ganha 40 novas obras todos os dias, contabilizando um crescimento de 30% no final de 2018, mesmo com o setor em crise.

Para viabilizar a demanda da empresa, a operação conta com nove gráficas selecionadas dinamicamente por critérios como gerenciamento de demanda, especificação de arquivo, gerenciamento de custo, tiragem e geolocalização, tudo para facilitar a vida do consumidor e baratear os custos finais de cada publicação.

“O autor não paga pela publicação de seu livro na plataforma e recebe os direitos autorais dentro do valor que ele mesmo determinar. Pensando em tudo isso, encontramos gráficas localizadas estrategicamente em vários lugares do mundo, para que o custo final ao consumidor também seja justo”, diz Ricardo Almeida, CEO do Clube de Autores.

“Nossa tecnologia e modelo de negócios permite uma operação extremamente enxuta, com apenas 4 funcionários. Ou seja, a montagem de uma rede terceirizada de gráfica nos permite foco na orquestração de parceiros, não na gestão de equipamentos e funcionários – o que traz alta escalabilidade”, exemplifica.

Distribuição nacional e mundial

A partir do final de 2017, os livros da plataforma começaram a ser distribuídos em canais terceiros, como grandes livrarias, por exemplo, o que fez com que seu share de vendas mudasse desde então.

Ou seja, os leitores passam a comprar mais nos canais de vendas, enquanto os autores optam por adquirir suas obras dentro do próprio CDA. Entre 2018 (ano inteiro) e o 1° trimestre de 2019, o share de canais aumentou em 10%.

Almeida explica que, com as vendas distribuídas física e virtualmente, o Clube conseguiu desenvolver um algoritmo de detecção de quais livros tem potencial de se tornarem best-sellers com base em dados como tema, velocidade de evolução das vendas, cadência de leitura.

“Hoje, apenas o Clube de Autores consegue entrar com uma base relevante de independentes para a formação de best-sellers por conta do seu volume, além disso, em um acordo de POD envolvendo redes internacionais de gráficas, a empresa passou a ser a primeira plataforma de autopublicação a vender e a entregar em todo o globo”, comemora o empresário.

A empresa já havia recebido seu primeiro reconhecimento internacional, em 2014, ao considerado o empreendimento mais inovador do mundo no segmento de “publishing” pela London Book Fair e passou a sonhar mais longe das fronteiras brasileiras, que resultaria em sua expansão de vendas para o mundo todo.

“O Clube de Autores é a cauda longa do mercado editorial brasileiro. Sendo o maior em autopublicação, com 85% de participação no mercado nacional, é natural que os futuros grandes best-sellers venham do nosso acervo – o que nos transformará na cabeça de um mercado editorial já em forte movimento de transformação”, finaliza Almeida.

Publicidade

Após 10 anos, Felipão retorna ao São João de Caruaru e faz show para uma multidão no Pátio do Forró

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

23 de junho de 2018

                                                                                            

Considerado uma dos maiores festas de forró do mundo, o São João de Caruaru recebeu nesta quinta-feira (21) o cantor Felipão 10 anos após a última apresentação dele na festa. Com um show cheio de energia, o artista animou uma multidão no Pátio do Forró com um repertório recheado de sucessos atuais da carreira e de hits que marcam sua trajetória na música.

Nas redes sociais, Felipão agradeceu o carinho do público. “Meu coração é só alegria e gratidão pelo retorno ao palco do São João de Caruaru após uma década e por já ser tão bem recebido pelo público, imprensa, cada morador e cada visitante mesmo 1 ano após minha volta! Um misto de orgulho e responsabilidade que me fazem ter a certeza do caminho certo: o de proporcionar a mares de gente como o de ontem momentos de alegria e sentir o retorno disso em forma de satisfação e muito reconhecimento”, ressaltou.

Felipão

Um cara de sorte e abençoado! A frase de uma das músicas mais famosas do repertório de Felipão resume um pouco da nova fase do cantor: um ano após o anúncio do retorno ao forró, ele se consagra como um dos maiores nomes do gênero no Brasil, arrastando multidões por onde passa. O primeiro ano de carreira solo do Felipão também mostrou a versatilidade do cantor em protagonizar videoclipes, desde a sua performance na megaprodução do DVD “Olha Eu de Volta”, no qual interagiu com a bailarina e digital influencer Lorena Improtta; e “Obedecendo”, onde fez um dueto com o amigo e hitmaker Léo Santana. O cantor lançou as coreografias dos hits “Sarra Bumbum” e “Aninha” no FitDance, um dos canais de dança mais acessados do mundo. Destaque também para os recentes videoclipes das músicas “As Vaqueirinhas” e “O Cara da Internet” que já têm centenas de milhares de acessos poucas semanas após o lançamento.

Publicidade

Banda Palavrantiga retorna à Fortaleza neste sábado

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

29 de Maio de 2018

O grupo se reúne e celebra 10 anos de existência na capital cearense

 

Os fãs do Palavrantiga foram surpreendidos com o retorno da banda anunciado pelo vocalista Marcos Almeida no final de 2017. A notícia veio junto com a turnê “Palavrantiga Revival Tour 2018”, que já passou por várias cidades e desembarca em Fortaleza no dia 2 de junho. O show acontece às 21h deste sábado (2) no teatro do Shopping RioMar Fortaleza.

 

A apresentação acontece 10 anos depois do lançamento do seu EP Vol1 (2008), que trouxe canções reflexivas, voltadas para o autoconhecimento e para as relações humanas. O retorno aos palcos conta com a sonoridade de Marcos Almeida no vocal, Felipe Vieira no baixo e a chegada dos amigos Gabriel Vicente (guitarra), Raysllan Naydel (bateria) e Johnny Essi (teclado). Duas guitarras, baixo, bateria e teclas compõem o som da turnê.

 

Além de grandes sucessos, como “Rio Torto”, “Sobre o mesmo chão”, “Amor que nos faz um” e “Rookmaaker”, o público ouvirá canções inéditas, como o single “Toda vez que você me vê”. As composições, que são um marco da banda, vêm com um frescor musical, acompanhado de experiências e sonhos.

 

Com três discos lançados, as canções acompanharam o crescimento de uma geração que busca por relações mais próximas, verdadeiras e com profundidade. A criatividade do coletivo mineiro-capixaba quebra as barreiras e nos leva à ótica da reconciliação, com o amor que perdoa e que nos faz um. A mensagem de esperança emana e conduz à fé.

 

O Palavrantiga estava com suas atividades encerradas desde maio de 2014. Após um período sabático, o vocalista Marcos Almeida iniciou a carreira solo e lançou dois discos: Eu Sarau – Part. 1 e Eu Sarau – Part. 2, ambos ao vivo. Com a retomada da banda, o grupo viaja pelo Brasil levando boa música, amor e inspiração.

 

Endossos:

 

“Desde a primeira vez que ouvi a música me vi mergulhado em sua mensagem. Em meio ao enorme abismo musical em que nos encontramos, o Palavrantiga faz um convite ao autoconhecimento e a respeitar o próximo e suas diferenças. Sem dúvidas é uma das coisas mais belas e puras que escutei nos últimos tempos.”  [Augusto Kesrouani Nascimento é filho do nosso (maior) cantor Milton Nascimento e empresário]

 

“Tem música que a gente só gosta, porque é gostosa, porque balança o corpo e faz parar o tempo. E tem Música que além dessas sensações lindas todas, ainda causa falta de ar, e te incomoda! Chacoalha algo invisível ou adormecido em você, e isso dói! E você fica achando que “o cara” escreveu isso pra você, tentando resolver cada verso e sentido… mas é mistério!  Então, daqui pra frente, toda vez que ela tocar no rádio ou que eu olhar pro espelho, vou agradecer, e sorrir, e pensar em Nós! “É verdade,” eu amo essa banda!” [Wilson Sideral, cantor e compositor mineiro]

 

“Quando ouvi pela primeiríssima vez essa  ‘Toda vez que você me vê’, aquela rádio imaginária que mora dentro do nosso crânio e que possui uma linha tênue musical que liga uma memória (musical) a um evento, me levou direto para 2010, que foi quando conheci o Palavrantiga. Deixei o play rolando. Quando entrou o refrão, eu tive então certeza que a minha particular rádio não havia me traído. ‘Ponho o meu rosto no espelho, eu não reconheço a mim mesmo, fecho os olhos, chego perto de enxergar, tento me ver antes de mirar você…’. É como se o Palavrantiga resolvesse retornar trazendo à tona um apanhado do melhor que já produziram. Tá tudo aqui, nesse single. Que esse retorno nos traga mais bons sons.”                                                             

[Rodrigo Brasil , produtor (artístico e executivo) de eventos. Tem trabalho com artistas e bandas como Lô Borges, Skank, Flávio Venturini, e é produtor do selo UNMUSIC, aonde já lançou mais de 40 trabalhos, entre discos e livros.]

 

Serviço

Palavrantiga em Fortaleza | Revival Tour 2018

Data: 02 de Junho de 2018 (sábado)

Horário: 21h

Local: Teatro RioMar

Endereço: R. Des. Lauro Nogueira, 1500 – Lj 3001 – Papicu

Onde comprar:  http://bit.ly/PalavrantigaFortaleza

 

Quem são os integrantes da banda?

Marcos Almeida (vocal, guitarra e composições), 35 anos, Belo Horizonte/MG;

Felipe Vieira (baixo), 35 anos, Vitória/ES.

Gabriel Vicente (guitarra), 35 anos, Lavras/MG;

Raysllan Naydell (bateria), 20 anos, Patos de Minas/MG;

Johnny Essi (teclado), 33 anos, Vespasiano/MG;

 

Músicas

Toda Vez que Você Me Vê – 2018 –  https://www.youtube.com/watch?v=7PISl5p1ulg

Rio Torto – 2012 –  https://www.youtube.com/watch?v=PzJuW7Ua1qg

 

Palavrantiga na Web

Facebook

Instagram
Youtube

Site

 

Ouça Palavrantiga

Spotify

Deezer

Google Play

iTunes

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

CEVA Logistics celebra 10 anos com os seus clientes

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de novembro de 2017


Foi há exatamente 10 anos que houve a fusão entre a antiga TNT logistics e a EGL, criando a renomada empresa de logística CEVA como conhecemos hoje.
A CEVA está presente em todo o mundo, oferecendo serviços na Gestão de Frete Internacional e Logística de Armazenagem e Distribuição Nacional, para os principais setores da indústria que atende. Uma forte cultura de melhoria contínua e compromisso com uma execução impecável que sustenta tudo o que faz.

Este é um marco significativo para a empresa, portanto foi celebrado em seus mais de 1.000 escritórios ao redor do mundo, com grandes comemorações entre seus funcionários e clientes.

No último dia 06 de Novembro, a CEVA celebrou os 10 anos junto à alguns de seus clientes. Essa celebração se deu por meio de um evento que ocorreu em uma pista de Kart, com 3 baterias de corrida e direito a prêmio para 1º, 2° e 3° classificados.

Além de muito divertido, o evento proporcionou maior interação e aproximação com seus clientes e a descoberta de excelentes pilotos. Foi uma forma diferente de celebrar esse marco de 10 anos de sua trajetória como CEVA e dividir esse momento com quem faz parte dessa história.

Por ocasião do seu 10º aniversário, a CEVA deseja agradecer aos seus clientes, funcionários e parceiros por seu apoio contínuo, e que esse apoio se perdure por muitos anos!

Publicidade

Programa Ecoenel completa 10 anos de atuação em prol da sustentabilidade

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

07 de Fevereiro de 2017

 

Unindo inovação e sustentabilidade, há dez anos surgiu o programa  que propõe a troca de material reciclável por descontos na fatura de energia, com a responsabilidade socioambiental, benefícios para a população e para o meio ambiente. Para celebrar o programa, na terça-feira (07), às 17h30, acontecerá na Enel Distribuição Ceará a solenidade de 10 anos do Ecoenel, com a palestra da jornalista Marina Klink abordando o tema “Contexto do Programa Ecoenel no panorama mundial da Sustentabilidade”.

 

Em atuação desde janeiro de 2007, o programa já atendeu  610.703 clientes cadastrados, contabilizou 77.530 toneladas de resíduos e concedeu R$ 5.255.737,00 em descontos na conta de luz, com uma economia de energia na ordem de  134.129.606 kwh, representando o consumo anual de um município como Caucaia, na zona metropolitana de Fortaleza e segunda maior cidade em quantidade de domicílios do Ceará,  com 111.775 residências com o consumo médio de 100 kwh/mês.

 

Latas de bebida, copos, garrafas de plástico e livros velhos: todos esses materiais podem ser reciclados. E não apenas materiais sólidos. O óleo de cozinha, utilizado nas frituras da cozinha, é um resíduo que também pode ser doado e reutilizado. Inclusive, o Ecoenel arrecadou aproximadamente 213.963,15 mil litros de óleo, gerando cerca de R$ 59.262,33 mil em bônus na conta de energia.

 

Para Odailton Arruda, responsável pelo Ecoenel, o programa é uma referência a ser seguida. “No início não tínhamos ideia da quantidade de vidas que iríamos impactar. O Ecoenel não é um simples programa de desconto na conta de energia, pois essa “simples operação” envolve várias instituições, trabalha a destinação adequada e correta dos resíduos recicláveis, ajuda no pagamento da conta de energia de muitas famílias e ainda contribui com as melhores práticas ambientas e sociais em prol da comunidade”, reforça Odailton.

 

O conceito de sustentabilidade do projeto objetiva assegurar o progresso econômico em relação ao crescimento do mundo. Além dos componentes de resíduos gerarem matérias-primas, a iniciativa também contribui para a redução do problema de destinação do lixo, aumenta o poder de compra da população, valoriza a cidadania e ainda contribui para reduzir o número de clientes inadimplentes.

 

O projeto

 

Para aderir à iniciativa e trocar lixo por bônus na conta de energia, qualquer cliente pode solicitar o cartão Ecoenel nos postos de coleta do programa. Com o cartão, basta o cliente levar o lixo reciclável ao posto de coleta e registrar os bônus para sua próxima fatura de energia, ou para uma outra unidade consumidora que ele indique.

 

O cartão corresponde à unidade consumidora para a qual o cliente quer creditar o desconto. Quando o consumidor leva resíduos recicláveis a um posto de coleta, os resíduos são pesados separadamente por tipo,  a informação é computada em uma máquina de processamento de dados e, via web, o valor é creditado na conta de energia, de acordo com a categoria do resíduo coletado. A próxima fatura já virá com o desconto. Caso o valor da bonificação seja superior ao total da conta, o excedente é creditado automaticamente na fatura seguinte.

 

Por seus resultados, o Ecoenel já recebeu reconhecimentos nacionais e internacionais. Os mais recentes foram a participação no Knowledge Week promovido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Washington, nos Estados Unidos. Ficou entre os 3 finalistas do Prêmio Nacional de Inovação em 2013 e o prêmio ODM Brasil que incentiva ações, programas e projetos que contribuem efetivamente para o cumprimento dos objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Entre outros, pode-se citar que foi eleito, pela revista Exame em conjunto com o Monitor Group, uma das 25 melhores inovações brasileiras da última década e foi um dos dez ganhadores do World Business and Development Awards (WBDA), premiação da Organização das Nações Unidas (ONU), como um dos projetos mais importantes quanto ao seu alinhamento com os princípios do Pacto Global, estando entre os 20 mais relevantes no mundo. Além disso, foi eleito em 2015 como um dos mais importantes projetos da América Latina alinhado aos princípios do Pacto Global (United Nations – Global Compact) e reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente como Prática de Referência Ambiental.

 

Ecopontos

 

O primeiro ponto de coleta fixo foi implantado em um posto de gasolina localizado na Avenida Washington Soares, em Fortaleza, dentro dos padrões estabelecidos no projeto original. O local disponibilizava troca de resíduo reciclável por bônus na conta de energia elétrica dos clientes cadastrados, além de coletar, organizar e destinar à indústria de reciclagem os materiais recebidos.

A partir do lançamento desse primeiro ponto, a distribuidora percebeu a necessidade de ampliação do projeto. A população reconheceu o potencial do programa e a companhia trabalhou com base na expansão da iniciativa.

 

Visando o atendimento de comunidades carentes, criou-se em 2012 uma rede de pontos móveis em parceria com várias associações comunitárias. Por meio de um trabalho de mobilização, as pessoas levam seus resíduos uma vez por mês, dentro de um dia específico, e realizam a troca nos caminhões itinerantes do Ecoenel. Estes circulam diariamente em diferentes comunidades do Ceará realizando a coleta com base em um calendário elaborado especificamente para atender as necessidades dos clientes.

 

Seguindo o mesmo modelo, a arrecadação itinerante Ecoenel promove a coleta seletiva nos condomínios de Niterói, no Rio de Janeiro, através do “Econdomínios”. Sendo a coleta seletiva predial um grande desafio à limpeza pública urbana, esse tipo de ação se consolida tanto na destinação adequada dos resíduos quanto na geração de novos valores em nossa sociedade.

 

Abrangência

 

O Ecoenel conta atualmente com 198 postos de coleta no Ceará e Rio de Janeiro, espalhados pela Capital e Interior.

 

Iniciativas derivadas do programa

 

Doação

 

Ao longo dos últimos 10 anos o Ecoenel têm colhido bons frutos. São os projetos derivados das ações positivas encabeçadas pelo programa no Ceará e Rio de Janeiro. Uma dessas iniciativas é a Doação de Bônus. Dentro da lógica da bonificação na conta de energia elétrica, os clientes podem doar seus bônus a pessoas físicas, famílias ou a instituições parceiras dos projetos. Como o cliente é quem escolhe o número da unidade consumidora cadastrada no cartão, ele pode levar os resíduos e creditá-los na conta que desejar. Tanto no Ceará quanto no Rio de Janeiro, instituições, como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), o IPREDE – Instituto da Primeira Infância em Fortaleza, APADA – Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes de Audição em Niterói e tantas outras, podem ser beneficiadas com a doação dos bônus dos clientes que participam do Ecoenel.

 

Banco de Leite  

 

Por meio da iniciativa do Banco de Leite, o Ecoenel realiza a arrecadação de recipientes de vidro em seus pontos de coleta para os Bancos de Leite do Hospital Infantil Albert Sabin no Ceará e para o Hospital Universitário Antônio Pedro em Niterói, no Rio de Janeiro.

 

Para Odailton Arruda, a arrecadação de potes de vidro se deve a uma solicitação dos próprios bancos de leite dos hospitais que se encontram extremamente necessitados desse tipo de material para armazenamento do leite doado por mães voluntárias. Para a coordenadora geral do Banco de Leite no Ceará, Erandy Cordeiro, podem ser doados vidros de café e maionese de 50g a 100g. Ela explica que esses formatos são os ideais para a coleta e pasteurização do leite humano.

 

Resíduos que podem ser reciclados com o projeto:

 

  • Papel e papelão
  • Garrafas de plástico de refrigerante (garrafas PET)
  • Latas e cerveja e refrigerante
  • Embalagens tipo longa vida
  • Embalagens de vidro (garrafas de cerveja, refrigerantes, copos, vidro de nescafé, aguardente etc.)
  • Ferros em geral, arames e pregos
  • Plásticos (embalagens de detergente, água sanitária, margarina, copos etc)
  • Óleo de cozinha

 

Sobre Marina Klink

 

Esposa de Amyr Klink, um dos mais renomados navegadores do Brasil, Marina é bacharel em Comunicação Social e fotógrafa ambiental, especialista em retratar o mundo pela perspectiva da sustentabilidade. Atualmente é colaboradora da Editora Abril, dos jornais “O Estado de São Paulo”, Folha de São Paulo”, da “Revista Forbes”, da National Geographic Brasil”, do Discovery Channel”, entre outros.

 

Serviço:

Evento: Solenidade em comemoração aos 10 anos do programa Ecoenel.

Data: 07/02/2017

Horário: 17h30

Local: Rua: Padre Valdevino, nº 150, Joaquim Távora.

 

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Programa Ecoenel completa 10 anos de atuação em prol da sustentabilidade

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

02 de Fevereiro de 2017

 

 

Unindo inovação e sustentabilidade, há dez anos surgiu o programa  que propõe a troca de material reciclável por descontos na fatura de energia, com a responsabilidade socioambiental, benefícios para a população e para o meio ambiente. Para celebrar o programa, na terça-feira (07), às 17h30, acontecerá na Enel Distribuição Ceará a solenidade de 10 anos do Ecoenel, com a palestra da jornalista Marina Klink abordando o tema “Contexto do Programa Ecoenel no panorama mundial da Sustentabilidade”.

 

Em atuação desde janeiro de 2007, o programa já atendeu  610.703 clientes cadastrados, contabilizou 77.530 toneladas de resíduos e concedeu R$ 5.255.737,00 em descontos na conta de luz, com uma economia de energia na ordem de  134.129.606 kwh, representando o consumo anual de um município como Caucaia, na zona metropolitana de Fortaleza e segunda maior cidade em quantidade de domicílios do Ceará,  com 111.775 residências com o consumo médio de 100 kwh/mês.

 

Latas de bebida, copos, garrafas de plástico e livros velhos: todos esses materiais podem ser reciclados. E não apenas materiais sólidos. O óleo de cozinha, utilizado nas frituras da cozinha, é um resíduo que também pode ser doado e reutilizado. Inclusive, o Ecoenel arrecadou aproximadamente 213.963,15 mil litros de óleo, gerando cerca de R$ 59.262,33 mil em bônus na conta de energia.

 

Para Odailton Arruda, responsável pelo Ecoenel, o programa é uma referência a ser seguida. “No início não tínhamos ideia da quantidade de vidas que iríamos impactar. O Ecoenel não é um simples programa de desconto na conta de energia, pois essa “simples operação” envolve várias instituições, trabalha a destinação adequada e correta dos resíduos recicláveis, ajuda no pagamento da conta de energia de muitas famílias e ainda contribui com as melhores práticas ambientas e sociais em prol da comunidade”, reforça Odailton.

 

O conceito de sustentabilidade do projeto objetiva assegurar o progresso econômico em relação ao crescimento do mundo. Além dos componentes de resíduos gerarem matérias-primas, a iniciativa também contribui para a redução do problema de destinação do lixo, aumenta o poder de compra da população, valoriza a cidadania e ainda contribui para reduzir o número de clientes inadimplentes.

 

O projeto

 

Para aderir à iniciativa e trocar lixo por bônus na conta de energia, qualquer cliente pode solicitar o cartão Ecoenel nos postos de coleta do programa. Com o cartão, basta o cliente levar o lixo reciclável ao posto de coleta e registrar os bônus para sua próxima fatura de energia, ou para uma outra unidade consumidora que ele indique.

 

O cartão corresponde à unidade consumidora para a qual o cliente quer creditar o desconto. Quando o consumidor leva resíduos recicláveis a um posto de coleta, os resíduos são pesados separadamente por tipo,  a informação é computada em uma máquina de processamento de dados e, via web, o valor é creditado na conta de energia, de acordo com a categoria do resíduo coletado. A próxima fatura já virá com o desconto. Caso o valor da bonificação seja superior ao total da conta, o excedente é creditado automaticamente na fatura seguinte.

 

Por seus resultados, o Ecoenel já recebeu reconhecimentos nacionais e internacionais. Os mais recentes foram a participação no Knowledge Week promovido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Washington, nos Estados Unidos. Ficou entre os 3 finalistas do Prêmio Nacional de Inovação em 2013 e o prêmio ODM Brasil que incentiva ações, programas e projetos que contribuem efetivamente para o cumprimento dos objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Entre outros, pode-se citar que foi eleito, pela revista Exame em conjunto com o Monitor Group, uma das 25 melhores inovações brasileiras da última década e foi um dos dez ganhadores do World Business and Development Awards (WBDA), premiação da Organização das Nações Unidas (ONU), como um dos projetos mais importantes quanto ao seu alinhamento com os princípios do Pacto Global, estando entre os 20 mais relevantes no mundo. Além disso, foi eleito em 2015 como um dos mais importantes projetos da América Latina alinhado aos princípios do Pacto Global (United Nations – Global Compact) e reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente como Prática de Referência Ambiental.

 

Ecopontos

 

O primeiro ponto de coleta fixo foi implantado em um posto de gasolina localizado na Avenida Washington Soares, em Fortaleza, dentro dos padrões estabelecidos no projeto original. O local disponibilizava troca de resíduo reciclável por bônus na conta de energia elétrica dos clientes cadastrados, além de coletar, organizar e destinar à indústria de reciclagem os materiais recebidos.

A partir do lançamento desse primeiro ponto, a distribuidora percebeu a necessidade de ampliação do projeto. A população reconheceu o potencial do programa e a companhia trabalhou com base na expansão da iniciativa.

 

Visando o atendimento de comunidades carentes, criou-se em 2012 uma rede de pontos móveis em parceria com várias associações comunitárias. Por meio de um trabalho de mobilização, as pessoas levam seus resíduos uma vez por mês, dentro de um dia específico, e realizam a troca nos caminhões itinerantes do Ecoenel. Estes circulam diariamente em diferentes comunidades do Ceará realizando a coleta com base em um calendário elaborado especificamente para atender as necessidades dos clientes.

 

Seguindo o mesmo modelo, a arrecadação itinerante Ecoenel promove a coleta seletiva nos condomínios de Niterói, no Rio de Janeiro, através do “Econdomínios”. Sendo a coleta seletiva predial um grande desafio à limpeza pública urbana, esse tipo de ação se consolida tanto na destinação adequada dos resíduos quanto na geração de novos valores em nossa sociedade.

 

Abrangência

 

O Ecoenel conta atualmente com 198 postos de coleta no Ceará e Rio de Janeiro, espalhados pela Capital e Interior.

 

Iniciativas derivadas do programa

 

Doação

 

Ao longo dos últimos 10 anos o Ecoenel têm colhido bons frutos. São os projetos derivados das ações positivas encabeçadas pelo programa no Ceará e Rio de Janeiro. Uma dessas iniciativas é a Doação de Bônus. Dentro da lógica da bonificação na conta de energia elétrica, os clientes podem doar seus bônus a pessoas físicas, famílias ou a instituições parceiras dos projetos. Como o cliente é quem escolhe o número da unidade consumidora cadastrada no cartão, ele pode levar os resíduos e creditá-los na conta que desejar. Tanto no Ceará quanto no Rio de Janeiro, instituições, como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), o IPREDE – Instituto da Primeira Infância em Fortaleza, APADA – Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes de Audição em Niterói e tantas outras, podem ser beneficiadas com a doação dos bônus dos clientes que participam do Ecoenel.

 

Banco de Leite  

 

Por meio da iniciativa do Banco de Leite, o Ecoenel realiza a arrecadação de recipientes de vidro em seus pontos de coleta para os Bancos de Leite do Hospital Infantil Albert Sabin no Ceará e para o Hospital Universitário Antônio Pedro em Niterói, no Rio de Janeiro.

 

Para Odailton Arruda, a arrecadação de potes de vidro se deve a uma solicitação dos próprios bancos de leite dos hospitais que se encontram extremamente necessitados desse tipo de material para armazenamento do leite doado por mães voluntárias. Para a coordenadora geral do Banco de Leite no Ceará, Erandy Cordeiro, podem ser doados vidros de café e maionese de 50g a 100g. Ela explica que esses formatos são os ideais para a coleta e pasteurização do leite humano.

 

Resíduos que podem ser reciclados com o projeto:

 

  • Papel e papelão
  • Garrafas de plástico de refrigerante (garrafas PET)
  • Latas e cerveja e refrigerante
  • Embalagens tipo longa vida
  • Embalagens de vidro (garrafas de cerveja, refrigerantes, copos, vidro de nescafé, aguardente etc.)
  • Ferros em geral, arames e pregos
  • Plásticos (embalagens de detergente, água sanitária, margarina, copos etc)
  • Óleo de cozinha

 

Sobre Marina Klink

 

Esposa de Amyr Klink, um dos mais renomados navegadores do Brasil, Marina é bacharel em Comunicação Social e fotógrafa ambiental, especialista em retratar o mundo pela perspectiva da sustentabilidade. Atualmente é colaboradora da Editora Abril, dos jornais “O Estado de São Paulo”, Folha de São Paulo”, da “Revista Forbes”, da National Geographic Brasil”, do Discovery Channel”, entre outros.

 

Serviço:

Evento: Solenidade em comemoração aos 10 anos do programa Ecoenel.

Data: 07/02/2017

Horário: 17h30

Local: Rua: Padre Valdevino, nº 150, Joaquim Távora.

Publicidade

Secretário do turismo ministrará palestra em comemoração aos 15 anos da CBP-CE

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

08 de junho de 2016

 

A Câmara Brasil-Portugal no Ceará (CBP-CE) comemorará, nesta sexta-feira (10), 15 anos de existência em um almoço no Hotel Praia Centro, a partir das 11h. Neste mesmo dia também se comemoram os Dias das Comunidades Portuguesas, de Camões, de Portugal e da Língua Portuguesa. O evento, que faz parte das ações coordenadas pela entidade, trará também em pauta o turismo cearense. Com a presença do secretário de turismo do Estado, Sr. Arialdo Mello Pinho, bem como sócios da Câmara, empresários e principais lideranças do setor. O evento, além de celebrar as datas, terá como principal objetivo mostrar o relevante papel da indústria do turismo cearense na captação de poupança externa, desenvolvimento regional e geração de emprego e renda, bem como a expressiva contribuição portuguesa para o setor.

Segundo o presidente da CBP-CE, Armando Abreu, os números que envolvem o turismo mundial dão uma dimensão da importância que o debate sobre o Turismo significa para a economia do Ceará. “O secretário, Arialdo Mello Pinho, apresentará as ações do governo para o setor, compartilhará os desafios da agenda pública e ouvirá dos convidados os planos e iniciativas privadas para incrementar os resultados do turismo cearense. Para termos ideia, o turismo representa 10% do PIB mundial, 6% das exportações, e entre 11 trabalhadores do planeta,1 está empregado no setor de turismo. O Ceará tem tudo para se tornar ainda mais forte neste espaço”, ressalta.

Com todo esse cenário a favor, o turismo tornou-se forte opção para investimentos e geração de novos negócios.

Tudo isso se deve a trabalhos de instituições públicas e privadas que vêm fortalecendo o Ceará como destino turístico nacional e internacional, de forma sustentável, com foco na geração de emprego e renda, na inclusão social e na melhoria de vida do cearense. Exemplos disso foram as construções do Centro de Eventos do Ceará, do Centro de Convenções do Cariri, dos aeroportos de Aracati e Jericoacoara, da construção, duplicação, recuperação e sinalização de rodovias em todo o Ceará. E o governo estadual está em ativa com o plano Ceará Receptivo, projeto que investirá R$ 65 milhões até 2016 em campanhas turísticas e obras que possam atrair mais visitantes ao Ceará.

Além do almoço, os convidados terão a chance de fomentar seus negócios em um espaço exclusivo. A “Praça de Negócios”, ambiente criado pela CBP-CE para promover redes de relacionamento empresarial no contexto internacional, que estará aberta das 11h às 13h.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Instituto Aço Cearense comemora os 10 anos da Escola de Campeões contribuindo cada vez mais com a associação

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

15 de dezembro de 2015

20151210_214207

O Instituto Aço Cearense, responsável pelas ações de cunho social do Grupo Aço Cearense, comemorou na quinta-feira (10), junto com a Escola de Campeões, os 10 anos da associação, que atende crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social, em Caucaia (CE). A parceria entre as duas instituições iniciou ainda em 2007, quando a Aço Cearense se dispôs a realizar um investimento social junto à Escola. A partir de então, a relação só tem crescido e hoje, o Instituto Aço Cearense mantém o recurso humano da instituição, com estrutura física no próprio local e realização de atividades pedagógicas, voltadas para um público de 8 a 20 anos e suas famílias.

Além de eventos de lazer, entretenimento, passeios, reunião com as famílias e o Papo de Campeões, atendendo diretamente 150 crianças e adolescentes e 520 de forma indireta, o Instituto Aço Cearense realiza reformas na própria estrutura física da associação, como a que resultou na construção e coberta da quadra de esporte, construção da sala de arte, teatro e dança, reconstrução e ampliação da piscina de natação e hidroginástica. Nos últimos três anos de apoio à Escola de Campeões, o Instituto Aço Cearense investiu cerca de R$ 1 milhão na transformação de vidas, uma vez que por meio das ações realizadas na Escola, crianças e adolescentes têm a oportunidade de traçar novos caminhos direcionados a grandes vitórias pessoais e profissionais.

Em tempo: o Grupo Aço Cearense, por meio do Instituto Aço Cearense, já investiu cerca de R$ 5,5 milhões em ações sociais, beneficiando mais de 160 instituições e somando um total de 52 mil pessoas favorecidas, nos últimos 5 anos. O Instituto colabora atualmente com 10 instituições, de forma permanente, que recebem doações mensais e são acompanhadas em suas ações cotidianas.

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

10 anos do Espaço Cultural Correios Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

31 de julho de 2015

AFETOSURBANOS5

Os Correios, como organização comprometida com o desenvolvimento da sociedade brasileira, têm estimulado de forma gradativa a cultura, na medida que investe em projetos e ações que têm como diretriz a difusão da arte, ampliando os espaços de convergência da cultura. Partindo desta premissa, o Edifício Sede dos Correios em Fortaleza, na Rua Senador Alencar nº 38, criou em 05.08.2005 o Espaço Cultural dos Correios Fortaleza – ECC, em pleno Centro histórico da capital cearense, onde a intensa movimentação humana em torno de serviços postais tornou-se um ambiente democrático de diálogo da arte com o público que visita e trabalha no centro de nossa cidade.

A trajetória da construção deste espaço contou com mais de 100 exposições envolvendo os mais diversos estilos de artes visuais – dentre pintura, desenho e fotografia e projetos literários de incentivo à leitura com grandes escritores de nossa literatura – Carlos Drummond, Cora Coralina, Adélia Prado, Mário Quintana, tendo aproximadamente a visitação de 66.000 pessoas e um investimento por parte da estatal no Ceará de mais de R$ 1.870.815,00.

Dentro desta retrospectiva, podemos citar a primeira exposição “Cinco Mestres das Xilogravuras” com curadoria de Roberto Galvão, bem como a exposição fotográfica “Antanas Sutkus – um olhar livre” (2012), obra deste artista lituano do século XX. Na interação Brasil-Cuba a exposição “Ensaio do Corpo para o Baile Solitário- diálogo entre fotografia e performance” (2014) a pernambucana Maíra Ortins e a cubana Cirenaica Moreira trouxeram o imaginário e o onírico na arte das imagens fotográficas.

Este ano a exposição “Condenados – no meu país minha sexualidade é crime” do jornalista e fotógrafo Philippe Castetbon, teve sua expansão no Centro Dragão do Mar onde foi lançado o livro e feito um ciclo de debates temáticos com estudantes, sociedade e poder público, fazendo com que a arte reforce este papel de provocar reflexões, fortalecendo as relações de tolerância e boa convivência com as diferenças.

Atualmente o ECC Fortaleza está com a exposição “Afetos Urbanos” dos fotógrafos cearenses Marília Oliveira e Régis Amora, trazendo a releitura de memórias afetivas de personagens que habitam o entorno do prédio dos Correios, coroando os 10 anos do Espaço Cultural pela valorização do patrimônio imaterial de Fortaleza, resignificando e incluindo pessoas e sentimentos por meio da arte.

Estes projetos são selecionados anualmente por meio de Edital Público e avaliados por uma comissão técnica formada especificamente para este fim. As inscrições ocorrem frequentemente no 2º semestre de cada ano, sendo divulgado no Diário Oficial da União e no site dos Correios. Os projetos podem ser direcionados para os Centros Culturais do Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Salvador, Brasília e para os Espaços Culturais de Juiz de Fora e Fortaleza. Estes projetos, em consonância com a Lei 12.288, de 20.07.2010, também garantem a igualdade de oportunidades para participação no sistema de cotas para afro-descendentes.

E como forma de estimular este diálogo com a arte de maneira inclusiva, o proponente deve incluir visitação de alunos da rede pública municipal e/ou estadual ou de pessoas em situação de risco social, com deficiência como contrapartida social. Para o ECC são previstas 400 visitas monitoradas com direito a transporte, lanche e acompanhamento da monitoria da exposição. Aliado a isto, todo material de divulgação deve ser confeccionado por fontes responsáveis, devendo ser inserida a mensagem “Material reciclável. Descarte em local adequado”, consolidando a responsabilidade socioambiental da empresa.

Assim o Espaço Cultural dos Correios pretende estar nesta busca contínua de ampliar, integrar e consolidar a arte e suas diversas linguagens, dialogando com os outros equipamentos culturais e formando um corredor de cultura que traga novos públicos e construa uma nova história no Centro de Fortaleza.

 

EXPOSIÇÃO E PROJETO “AFETOS URBANOS” – Convidado para marcar a temporada de festejos pelos 10 anos de atuação contínua do Espaço Cultural Correios Fortaleza, o projeto Afetos Urbanos integra as atividades pela data da criação do equipamento, que nesse dia 05 de agosto movimenta uma extensa programação especial pela passagem comemorativa.

A mostra fotográfica Afetos Urbanos, aberta desde o dia 13 de julho com o patrocínio dos Correios, reflete os olhares e sensibilidades dos talentosos artistas Marília Oliveira e Régis Amora sobre o Centro da capital cearense, em diálogos com linguagens artísticas que vão de interferências do grafite e estêncil pelo Acidum Project às diversas formas de releitura para as memórias colhidas entre moradores, trabalhadores e frequentadores do bairro. São entrevistas informais, lembranças cotidianas de personagens que habitam e vivenciam o espaço do entorno da Agência Central dos Correios em Fortaleza, compondo as expressões da exposição, sob curadoria de Fernando Jorge, através de 22 fotografias, vídeos documentais com entrevistas, interações conjugadas com o público nas visitações, oficinas, palestras e lançamentos, como também dos cadernos de anotações, planejamentos e observações dos artistas sobre a experiência, e ainda nas colaborações reunidas e registradas a partir de postagens no Instagram com a hashtag #afetosurbanos no site interativo www.afetosurbanos.com.br.

 

Tudo isso e mais ainda se somará à exposição e projeto Afetos Urbanos que fica em cartaz gratuitamente até 12 de setembro.

 

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL DOS 10 ANOS DO ECC FORTALEZA

– DIA 05/08/2015

Assim, nessa quarta-feira comemorativa de 05 de agosto, os movimentos da programação especial pelo dia da criação do Espaço Cultural Correios Fortaleza começam bem cedo com uma exclusiva recepção aos funcionários da Agência Correios Central. A partir das 9h até às 09h40, assim como de 15h às 15h40, os artistas Marília Oliveira e Régis Amora se revezam em Visitas Guiadas aos alunos da Escola Estadual Justiniano de Serpa, enquanto atendem ao público em geral presente, que pode ser acompanhados por monitores para reconhecer minuciosamente as concepções das obras expostas e o Espaço Cultural Correios.

Ainda na manhã, das 10h às 11h os visitantes poderão ouvir e conversar com a orientadora pedagógica Luana Diogo sobre “A construção afetiva dos sujeitos no cinema”, enquanto a responsável pelas integrações de atividades para alunos da rede pública de ensino, também se vincula à exibição de 03 curtas-metragens no auditório dos Correios, com temáticas relacionadas às concepções e convergências artísticas.

Já à tarde, de 16h às 16h40 também no Auditório do Espaço Cultural Correios Fortaleza, uma palestra ilustrada por convidados do projeto “Para Ver O Mar” tece sobre “Arte Urbana: Processos Criativos”, a partir das experiências dos artistas Diego de Santos, Maíra Ortins, Narcélio Grudjunto ao curador Herbert Rolim, com participação também de Lucas Rozzoline, arquiteto na Coordenação de Patrimônio Histórico e Cultural da Secretaria da Cultura de Fortaleza (Secultfor), que falará sobre patrimônio e intervenções artísticas.

Para ressaltar a data, às 17h será feita uma solenidade contando com a presença de pessoas que ajudaram a construir este equipamento  , com participação do Coral da empresa Encantart e retrospectiva dos 10 anos de Espaço Cultural.

 

OUTRAS ATIVIDADES E EXPOSIÇÃO EM CARTAZ ATÉ 12 DE SETEMBRO

 As comemorações se mantêm em outras datas até 12 de setembro com visitações diárias à exposição e com agendamentos para grupos pelo fone (85) 3255-7142, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h. No sábado dia 08 de agosto, o Espaço Cultural Correios Fortaleza fica aberto até às 17h para integrações à 3ª edição de 2015 do “Viva O Centro de Fortaleza”, que estimula ocupações e programações  de outras Casas de Cultura do bairro, que concentra o maior número de equipamentos do gênero na cidade.

Já no dia 18/08, às 19h, o projeto “Afetos Urbanos” ganha oLançamento do livro da mostra, e dessa vez segue ao Auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (R. Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema – Fortaleza). O livro traz imagens da exposição, informações gerais sobre o projeto, que também disponibiliza para download o material educativo desenvolvido especialmente para utilização de escolas de ensino fundamental e médio.

O site www.afetosurbanos.com.br em contínua alimentação de conteúdos também abriga mosaico de afetos feito pelo público. “Assim, cada um poderá contribuir com seu olhar sobre o Centro da cidade”, reforça Marília Oliveira, que junto ao parceiro Regis Amora realizam oficinas de fotografia para funcionários dos Correios e o público em geral, nos dias 01 e 08 de agosto.  “Dessa forma, o Espaço Cultural Correios, que investe sistematicamente no fomento à arte e cultura, amplia o acesso do público às exposições e demais ações culturais que promove ao longo dos seus 10 anos de atuação em Fortaleza”, pontua a assessora de comunicação dos Correios no estado, Soraya Barros.

 

 

Saiba mais sobre os artistas do projeto Afetos Urbanos:

Régis Amora – Diretor de Comunicação do Ifoto. Membro fundador do Descoletivo. Facilitador de Cursos/ Oficinas de Fotografia. Participou de exposições individuais e coletivas em Fortaleza, além de trabalhos expostos na Paraíba (Pomar de Corpos), Espanha (Corpos) e Portugal (Para Jablonsky, uma cidade). Teve trabalhos publicados nos jornais O Povo, Jornal da Paraíba, Revista Digital Photographer Brasil e Revista Olho de Peixe. Experimenta, ainda, a linguagem do audiovisual. Com o Descoletivo, participou do Festival Encontros da Imagem, em Portugal, em setembro de 2014, com exposição no Museu Pio XII.

Marília Oliveira – Diretora do IFOTO – Instituto de Fotografia do Ceará -, onde ministra cursos de fotografia básica e desenvolve atividades educativas e de fomento e difusão da fotografia. Membro fundadora do Descoletivo, coletivo de fotógrafos que realiza ações de intervenção urbana trazendo à rua exposições itinerantes. Participa da publicação fotográfica Olho de Peixe, pioneira no Ceará, atualmente em sua terceira edição. Investe em pesquisa etnográfica desde 2007 acerca da infância em situação de risco, mapeando o estado do Ceará através das experiências cotidianas de crianças socialmente vulneráveis e vítimas de violência. Participou dos Encontros de Agosto de 2013, com o trabalho “Francisco e Eu”. Integrou exposições coletivas no Centro Cultural Dragão do Mar, Memorial da Cultural Cearense, UECE, Etufor, Travessa da Imagem, SESC e no Museu Pio XII em Braga, Portugal – no festival Encontros da Imagem, junto ao Descoletivo –, e em João Pessoa, Paraíba, no Festival Mundo.

 

SERVIÇO: Exposição Afetos Urbanos

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL pelos 10 anos do Espaço Cultural dos Correios Fortaleza (dia 05 de agosto de 2015)

– 09h as 09h40: Visita Guiada com Marília Oliveira e Régis Amora para Escola Estadual Justiniano de Serpa

– 10h as 11h: Fala com Luana Diogo “A construção afetiva dos sujeitos no cinema” e exibição de 03 curtas-metragens, no auditório dos Correios

15h as 15h40: Visita Guiada com Marilia Oliveira e Régis Amora para Escola Estadual Justiniano de Serpa

– 16h as 16h40: Palestra “Arte Urbana: Processos Criativos”, com Diego de Santos, Herbert Rolim, Maíra Ortins, Narcélio Grud e Lucas Rozzoline. Auditório dos Correios.

-17h: Fala Oficial dos Correios, participação do Coral da empresa Encantart, homenagens e retrospectiva pelos 10 anos do Espaço Cultural Correios.

+ Visitação diária: Até 12/09/15, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, aos sábados, das 8h às 12h. Entrada franca.

Local: Espaço Cultural Correios Fortaleza (R. Senador Alencar, 38 – Centro – Fortaleza). Telefone para agendamentos de visitas guiadas (85) 3255-7142

 

+ Lançamento do livro Afetos Urbanos: Dia 18/08, às 19h.

Local: Auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (R. Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema – Fortaleza). Telefone: (85) 3488-8600

* postado por Oswaldo Scaliotti

Publicidade

10 anos do Espaço Cultural Correios Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

31 de julho de 2015

AFETOSURBANOS5

Os Correios, como organização comprometida com o desenvolvimento da sociedade brasileira, têm estimulado de forma gradativa a cultura, na medida que investe em projetos e ações que têm como diretriz a difusão da arte, ampliando os espaços de convergência da cultura. Partindo desta premissa, o Edifício Sede dos Correios em Fortaleza, na Rua Senador Alencar nº 38, criou em 05.08.2005 o Espaço Cultural dos Correios Fortaleza – ECC, em pleno Centro histórico da capital cearense, onde a intensa movimentação humana em torno de serviços postais tornou-se um ambiente democrático de diálogo da arte com o público que visita e trabalha no centro de nossa cidade.

A trajetória da construção deste espaço contou com mais de 100 exposições envolvendo os mais diversos estilos de artes visuais – dentre pintura, desenho e fotografia e projetos literários de incentivo à leitura com grandes escritores de nossa literatura – Carlos Drummond, Cora Coralina, Adélia Prado, Mário Quintana, tendo aproximadamente a visitação de 66.000 pessoas e um investimento por parte da estatal no Ceará de mais de R$ 1.870.815,00.

Dentro desta retrospectiva, podemos citar a primeira exposição “Cinco Mestres das Xilogravuras” com curadoria de Roberto Galvão, bem como a exposição fotográfica “Antanas Sutkus – um olhar livre” (2012), obra deste artista lituano do século XX. Na interação Brasil-Cuba a exposição “Ensaio do Corpo para o Baile Solitário- diálogo entre fotografia e performance” (2014) a pernambucana Maíra Ortins e a cubana Cirenaica Moreira trouxeram o imaginário e o onírico na arte das imagens fotográficas.

Este ano a exposição “Condenados – no meu país minha sexualidade é crime” do jornalista e fotógrafo Philippe Castetbon, teve sua expansão no Centro Dragão do Mar onde foi lançado o livro e feito um ciclo de debates temáticos com estudantes, sociedade e poder público, fazendo com que a arte reforce este papel de provocar reflexões, fortalecendo as relações de tolerância e boa convivência com as diferenças.

Atualmente o ECC Fortaleza está com a exposição “Afetos Urbanos” dos fotógrafos cearenses Marília Oliveira e Régis Amora, trazendo a releitura de memórias afetivas de personagens que habitam o entorno do prédio dos Correios, coroando os 10 anos do Espaço Cultural pela valorização do patrimônio imaterial de Fortaleza, resignificando e incluindo pessoas e sentimentos por meio da arte.

Estes projetos são selecionados anualmente por meio de Edital Público e avaliados por uma comissão técnica formada especificamente para este fim. As inscrições ocorrem frequentemente no 2º semestre de cada ano, sendo divulgado no Diário Oficial da União e no site dos Correios. Os projetos podem ser direcionados para os Centros Culturais do Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Salvador, Brasília e para os Espaços Culturais de Juiz de Fora e Fortaleza. Estes projetos, em consonância com a Lei 12.288, de 20.07.2010, também garantem a igualdade de oportunidades para participação no sistema de cotas para afro-descendentes.

E como forma de estimular este diálogo com a arte de maneira inclusiva, o proponente deve incluir visitação de alunos da rede pública municipal e/ou estadual ou de pessoas em situação de risco social, com deficiência como contrapartida social. Para o ECC são previstas 400 visitas monitoradas com direito a transporte, lanche e acompanhamento da monitoria da exposição. Aliado a isto, todo material de divulgação deve ser confeccionado por fontes responsáveis, devendo ser inserida a mensagem “Material reciclável. Descarte em local adequado”, consolidando a responsabilidade socioambiental da empresa.

Assim o Espaço Cultural dos Correios pretende estar nesta busca contínua de ampliar, integrar e consolidar a arte e suas diversas linguagens, dialogando com os outros equipamentos culturais e formando um corredor de cultura que traga novos públicos e construa uma nova história no Centro de Fortaleza.

 

EXPOSIÇÃO E PROJETO “AFETOS URBANOS” – Convidado para marcar a temporada de festejos pelos 10 anos de atuação contínua do Espaço Cultural Correios Fortaleza, o projeto Afetos Urbanos integra as atividades pela data da criação do equipamento, que nesse dia 05 de agosto movimenta uma extensa programação especial pela passagem comemorativa.

A mostra fotográfica Afetos Urbanos, aberta desde o dia 13 de julho com o patrocínio dos Correios, reflete os olhares e sensibilidades dos talentosos artistas Marília Oliveira e Régis Amora sobre o Centro da capital cearense, em diálogos com linguagens artísticas que vão de interferências do grafite e estêncil pelo Acidum Project às diversas formas de releitura para as memórias colhidas entre moradores, trabalhadores e frequentadores do bairro. São entrevistas informais, lembranças cotidianas de personagens que habitam e vivenciam o espaço do entorno da Agência Central dos Correios em Fortaleza, compondo as expressões da exposição, sob curadoria de Fernando Jorge, através de 22 fotografias, vídeos documentais com entrevistas, interações conjugadas com o público nas visitações, oficinas, palestras e lançamentos, como também dos cadernos de anotações, planejamentos e observações dos artistas sobre a experiência, e ainda nas colaborações reunidas e registradas a partir de postagens no Instagram com a hashtag #afetosurbanos no site interativo www.afetosurbanos.com.br.

 

Tudo isso e mais ainda se somará à exposição e projeto Afetos Urbanos que fica em cartaz gratuitamente até 12 de setembro.

 

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL DOS 10 ANOS DO ECC FORTALEZA

– DIA 05/08/2015

Assim, nessa quarta-feira comemorativa de 05 de agosto, os movimentos da programação especial pelo dia da criação do Espaço Cultural Correios Fortaleza começam bem cedo com uma exclusiva recepção aos funcionários da Agência Correios Central. A partir das 9h até às 09h40, assim como de 15h às 15h40, os artistas Marília Oliveira e Régis Amora se revezam em Visitas Guiadas aos alunos da Escola Estadual Justiniano de Serpa, enquanto atendem ao público em geral presente, que pode ser acompanhados por monitores para reconhecer minuciosamente as concepções das obras expostas e o Espaço Cultural Correios.

Ainda na manhã, das 10h às 11h os visitantes poderão ouvir e conversar com a orientadora pedagógica Luana Diogo sobre “A construção afetiva dos sujeitos no cinema”, enquanto a responsável pelas integrações de atividades para alunos da rede pública de ensino, também se vincula à exibição de 03 curtas-metragens no auditório dos Correios, com temáticas relacionadas às concepções e convergências artísticas.

Já à tarde, de 16h às 16h40 também no Auditório do Espaço Cultural Correios Fortaleza, uma palestra ilustrada por convidados do projeto “Para Ver O Mar” tece sobre “Arte Urbana: Processos Criativos”, a partir das experiências dos artistas Diego de Santos, Maíra Ortins, Narcélio Grudjunto ao curador Herbert Rolim, com participação também de Lucas Rozzoline, arquiteto na Coordenação de Patrimônio Histórico e Cultural da Secretaria da Cultura de Fortaleza (Secultfor), que falará sobre patrimônio e intervenções artísticas.

Para ressaltar a data, às 17h será feita uma solenidade contando com a presença de pessoas que ajudaram a construir este equipamento  , com participação do Coral da empresa Encantart e retrospectiva dos 10 anos de Espaço Cultural.

 

OUTRAS ATIVIDADES E EXPOSIÇÃO EM CARTAZ ATÉ 12 DE SETEMBRO

 As comemorações se mantêm em outras datas até 12 de setembro com visitações diárias à exposição e com agendamentos para grupos pelo fone (85) 3255-7142, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h. No sábado dia 08 de agosto, o Espaço Cultural Correios Fortaleza fica aberto até às 17h para integrações à 3ª edição de 2015 do “Viva O Centro de Fortaleza”, que estimula ocupações e programações  de outras Casas de Cultura do bairro, que concentra o maior número de equipamentos do gênero na cidade.

Já no dia 18/08, às 19h, o projeto “Afetos Urbanos” ganha oLançamento do livro da mostra, e dessa vez segue ao Auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (R. Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema – Fortaleza). O livro traz imagens da exposição, informações gerais sobre o projeto, que também disponibiliza para download o material educativo desenvolvido especialmente para utilização de escolas de ensino fundamental e médio.

O site www.afetosurbanos.com.br em contínua alimentação de conteúdos também abriga mosaico de afetos feito pelo público. “Assim, cada um poderá contribuir com seu olhar sobre o Centro da cidade”, reforça Marília Oliveira, que junto ao parceiro Regis Amora realizam oficinas de fotografia para funcionários dos Correios e o público em geral, nos dias 01 e 08 de agosto.  “Dessa forma, o Espaço Cultural Correios, que investe sistematicamente no fomento à arte e cultura, amplia o acesso do público às exposições e demais ações culturais que promove ao longo dos seus 10 anos de atuação em Fortaleza”, pontua a assessora de comunicação dos Correios no estado, Soraya Barros.

 

 

Saiba mais sobre os artistas do projeto Afetos Urbanos:

Régis Amora – Diretor de Comunicação do Ifoto. Membro fundador do Descoletivo. Facilitador de Cursos/ Oficinas de Fotografia. Participou de exposições individuais e coletivas em Fortaleza, além de trabalhos expostos na Paraíba (Pomar de Corpos), Espanha (Corpos) e Portugal (Para Jablonsky, uma cidade). Teve trabalhos publicados nos jornais O Povo, Jornal da Paraíba, Revista Digital Photographer Brasil e Revista Olho de Peixe. Experimenta, ainda, a linguagem do audiovisual. Com o Descoletivo, participou do Festival Encontros da Imagem, em Portugal, em setembro de 2014, com exposição no Museu Pio XII.

Marília Oliveira – Diretora do IFOTO – Instituto de Fotografia do Ceará -, onde ministra cursos de fotografia básica e desenvolve atividades educativas e de fomento e difusão da fotografia. Membro fundadora do Descoletivo, coletivo de fotógrafos que realiza ações de intervenção urbana trazendo à rua exposições itinerantes. Participa da publicação fotográfica Olho de Peixe, pioneira no Ceará, atualmente em sua terceira edição. Investe em pesquisa etnográfica desde 2007 acerca da infância em situação de risco, mapeando o estado do Ceará através das experiências cotidianas de crianças socialmente vulneráveis e vítimas de violência. Participou dos Encontros de Agosto de 2013, com o trabalho “Francisco e Eu”. Integrou exposições coletivas no Centro Cultural Dragão do Mar, Memorial da Cultural Cearense, UECE, Etufor, Travessa da Imagem, SESC e no Museu Pio XII em Braga, Portugal – no festival Encontros da Imagem, junto ao Descoletivo –, e em João Pessoa, Paraíba, no Festival Mundo.

 

SERVIÇO: Exposição Afetos Urbanos

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL pelos 10 anos do Espaço Cultural dos Correios Fortaleza (dia 05 de agosto de 2015)

– 09h as 09h40: Visita Guiada com Marília Oliveira e Régis Amora para Escola Estadual Justiniano de Serpa

– 10h as 11h: Fala com Luana Diogo “A construção afetiva dos sujeitos no cinema” e exibição de 03 curtas-metragens, no auditório dos Correios

15h as 15h40: Visita Guiada com Marilia Oliveira e Régis Amora para Escola Estadual Justiniano de Serpa

– 16h as 16h40: Palestra “Arte Urbana: Processos Criativos”, com Diego de Santos, Herbert Rolim, Maíra Ortins, Narcélio Grud e Lucas Rozzoline. Auditório dos Correios.

-17h: Fala Oficial dos Correios, participação do Coral da empresa Encantart, homenagens e retrospectiva pelos 10 anos do Espaço Cultural Correios.

+ Visitação diária: Até 12/09/15, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, aos sábados, das 8h às 12h. Entrada franca.

Local: Espaço Cultural Correios Fortaleza (R. Senador Alencar, 38 – Centro – Fortaleza). Telefone para agendamentos de visitas guiadas (85) 3255-7142

 

+ Lançamento do livro Afetos Urbanos: Dia 18/08, às 19h.

Local: Auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (R. Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema – Fortaleza). Telefone: (85) 3488-8600

* postado por Oswaldo Scaliotti