Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

A 4ª Edição da Semana do Paciente Fissurado acontece de 8 a 12 de agosto

A 4ª Edição da Semana do Paciente Fissurado acontece de 8 a 12 de agosto

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

06 de agosto de 2016

Dra Elyne Lacerda e Dr. Ferreira em atendimento
O evento é realizado pela Associação Beija Flor, que acolhe crianças com labioleporino

Começa nesta segunda-feira, 8 de Agosto, a 4ª Edição da Semana do Fissurado, realizada pela Associação Beija Flor, que acolhe crianças com labioleporino. O tema deste ano é Deformidades Crânio Faciais e sua Influência no Desenvolvimento Biopsicossocial. Entre os dias 8 e 12 de agosto, a Semana do Fissurado terá uma programação que contemplará encontro entre profissionais, pacientes e familiares e, ainda, atendimento ambulatorial multiprofissional, cirurgias demonstrativas e seminário de discussão científica sobre o tema.

A Semana do Paciente Fissurado tem como objetivo divulgar, conscientizar e educar sobre a temática da fissura labiopalatina.  “A ideia é sensibilizar a sociedade sobre esta má formação que, quando não há o acompanhamento e tratamento necessários, pode causar sérios danos ao desenvolvimento da criança”, afirma a presidente da Associação Beija Flor, Elyne Lacerda.

O acompanhamento clínico de uma pessoa fissurada tem longa duração. O paciente passa no mínimo 18 anos em tratamento, por vezes esse pode se estender até os 21 anos. A indicação do Co-Fundador da Associação Beija Flor, Dr. José Ferreira é que o paciente e a família entendam a importância e efetividade do tratamento para a normalidade da vida do fissurado. “Disseminar a importância do acompanhamento clínico, que no caso dos fissurados é longo, é um dos motivos que fazem da Semana do Fissurado um momento tão importante, mas não somente para os fissurados, como para quem trata deles, os profissionais da saúde, que terão a oportunidade de vivenciar e trocar experiências sobre a temática”, explica Dr. Ferreira.

Durante a Semana devem ser atendidos em média 40 pacientes e feitas 6 cirurgias demonstrativas que são escolhidas para esse período por ter alto grau de complexidade. Para a Semana do Fissurado, estará em Fortaleza, como voluntário desta ação, o cirurgião plástico, especialista em cirurgias para correção de lábio leporino, Dr. Diógenes Rocha, parceiro da Associação Beija Flor. O médico é Membro Fundador e Titular da Associação Brasileira de Cirurgia Crânio Maxilo Facial e tem experiência em Cirurgia Plástica e Restauradora e no tratamento de Fissura Labiopalatina. Por ser especialista e referência no Brasil em deformidades craniofaciais fez parte da equipe que operou o piloto Felipe Massa, após o acidente do GP da Hungria em 2009, como cirurgião craniomaxilofacial.

Associação Beija Flor

A Associação Beija Flor é uma entidade sem fins lucrativos, criada desde 2001 por profissionais voluntários, que surgiu do desejo de transformar a vida de pessoa que nasceram com fissura labiopalatina, popularmente conhecida como lábio leporino, uma má formação congênita que se manifesta ainda na gestação, na etapa inicial do desenvolvimento do embrião.

Atualmente, são realizados mais de 250 atendimentos por mês com pacientes de todo o Ceará e até mesmo de outros estados. Com uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais especializados em deformidades craniofaciais, a Associação acolhe gratuitamente crianças, jovens e adultos que buscam atendimento na esperança de um dia poder sorrir naturalmente.

Por acreditar que todos têm direito a uma vida digna, a entidade realiza ações de acolhimentos para dar o melhor a estes pacientes que merecem não só belos sorrisos, mas acima de tudo, o bem estar emocional, afetivo e psicológico. Através de doações a instituição busca reescrever estas histórias que podem sim ter um final feliz!

Serviço:
Semana do Paciente Fissurado
Local: Sede da Associação Beija Flor
Av. Alberto Craveiro, 2222 – Bairro: Castelão
Mais informações: (85) 3295.0812

Publicidade

A 4ª Edição da Semana do Paciente Fissurado acontece de 8 a 12 de agosto

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

06 de agosto de 2016

Dra Elyne Lacerda e Dr. Ferreira em atendimento
O evento é realizado pela Associação Beija Flor, que acolhe crianças com labioleporino

Começa nesta segunda-feira, 8 de Agosto, a 4ª Edição da Semana do Fissurado, realizada pela Associação Beija Flor, que acolhe crianças com labioleporino. O tema deste ano é Deformidades Crânio Faciais e sua Influência no Desenvolvimento Biopsicossocial. Entre os dias 8 e 12 de agosto, a Semana do Fissurado terá uma programação que contemplará encontro entre profissionais, pacientes e familiares e, ainda, atendimento ambulatorial multiprofissional, cirurgias demonstrativas e seminário de discussão científica sobre o tema.

A Semana do Paciente Fissurado tem como objetivo divulgar, conscientizar e educar sobre a temática da fissura labiopalatina.  “A ideia é sensibilizar a sociedade sobre esta má formação que, quando não há o acompanhamento e tratamento necessários, pode causar sérios danos ao desenvolvimento da criança”, afirma a presidente da Associação Beija Flor, Elyne Lacerda.

O acompanhamento clínico de uma pessoa fissurada tem longa duração. O paciente passa no mínimo 18 anos em tratamento, por vezes esse pode se estender até os 21 anos. A indicação do Co-Fundador da Associação Beija Flor, Dr. José Ferreira é que o paciente e a família entendam a importância e efetividade do tratamento para a normalidade da vida do fissurado. “Disseminar a importância do acompanhamento clínico, que no caso dos fissurados é longo, é um dos motivos que fazem da Semana do Fissurado um momento tão importante, mas não somente para os fissurados, como para quem trata deles, os profissionais da saúde, que terão a oportunidade de vivenciar e trocar experiências sobre a temática”, explica Dr. Ferreira.

Durante a Semana devem ser atendidos em média 40 pacientes e feitas 6 cirurgias demonstrativas que são escolhidas para esse período por ter alto grau de complexidade. Para a Semana do Fissurado, estará em Fortaleza, como voluntário desta ação, o cirurgião plástico, especialista em cirurgias para correção de lábio leporino, Dr. Diógenes Rocha, parceiro da Associação Beija Flor. O médico é Membro Fundador e Titular da Associação Brasileira de Cirurgia Crânio Maxilo Facial e tem experiência em Cirurgia Plástica e Restauradora e no tratamento de Fissura Labiopalatina. Por ser especialista e referência no Brasil em deformidades craniofaciais fez parte da equipe que operou o piloto Felipe Massa, após o acidente do GP da Hungria em 2009, como cirurgião craniomaxilofacial.

Associação Beija Flor

A Associação Beija Flor é uma entidade sem fins lucrativos, criada desde 2001 por profissionais voluntários, que surgiu do desejo de transformar a vida de pessoa que nasceram com fissura labiopalatina, popularmente conhecida como lábio leporino, uma má formação congênita que se manifesta ainda na gestação, na etapa inicial do desenvolvimento do embrião.

Atualmente, são realizados mais de 250 atendimentos por mês com pacientes de todo o Ceará e até mesmo de outros estados. Com uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais especializados em deformidades craniofaciais, a Associação acolhe gratuitamente crianças, jovens e adultos que buscam atendimento na esperança de um dia poder sorrir naturalmente.

Por acreditar que todos têm direito a uma vida digna, a entidade realiza ações de acolhimentos para dar o melhor a estes pacientes que merecem não só belos sorrisos, mas acima de tudo, o bem estar emocional, afetivo e psicológico. Através de doações a instituição busca reescrever estas histórias que podem sim ter um final feliz!

Serviço:
Semana do Paciente Fissurado
Local: Sede da Associação Beija Flor
Av. Alberto Craveiro, 2222 – Bairro: Castelão
Mais informações: (85) 3295.0812