Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Assembleia Legislativa do Ceará

Sessão solene do Centenário do CIC homenageia importantes nomes do cenário industrial cearense, próximo dia 4 de julho, na Assembleia Legislativa do Ceará

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

02 de julho de 2019

Contagem regressiva para a solenidade em homenagem ao Centenário do Centro Industrial do Ceará (CIC), no próximo dia 4 de julho, na Assembleia Legislativa do Ceará. Além do atual presidente, André Siqueira, também serão homenageados importantes nomes do cenário industrial cearense. São eles:  Jorge Alberto Vieira Studart Gomes (Beto Studart); José Ricardo Cavalcante; Tasso Ribeiro Jereissati; Vivian Nicolle Barbosa de Alcântara; Geraldo Luciano; Roberto Proença de Macedo; Fernando Cirino Gurgel; Romildo Carneiro Rolim; Amarílio Proença de Macedo; Camilo Sobreira de Santana; José Dias de Vasconcelos Filho; Francisco de Assis Machado Neto; Robson de Castro. A solenidade, requerida pelo deputado estadual Evandro Leitão, acontecerá no Plenário 13 de Maio, às 18 horas.

“É com muita alegria que recebo esta homenagem pelo Centenário de uma entidade de importante papel para o Estado do Ceará”, disse André.

O CIC foi fundado em 27 de julho de 1919. A missão da entidade é integrar empresas, sociedade e governo para promover o desenvolvimento sustentável do Estado sem perder de vista o contexto regional e nacional. Ao longo da sua trajetória, a instituição tem participado ativamente da discussão e da formulação de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento empresarial e econômico do Ceará.

Publicidade

OAB defende piso salarial da advocacia em audiência pública na Assembleia Legislativa do Ceará

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

06 de Maio de 2019

Os advogados com atuação na iniciativa privada do Ceará poderão ter um piso salarial estabelecido por meio de um projeto lei de autoria do Poder Executivo, fruto do diálogo com a advocacia. A OAB Ceará participou da audiência pública que discutiu a proposta, juntamente com outras entidades que representam a categoria, na última sexta-feira (3). O debate atendeu ao requerimento do deputado Leonardo Araújo (MDB).

De acordo com o projeto de lei governamental nº 13/2019, fica estabelecido o valor de R$ 1.900,00 para o profissional que trabalhar até 4 horas diárias e 20 horas semanais. Para a carga horária 8 horas diárias e 40 horas semanais, o valor sobe para R$ 3.100,00. A deputada estadual de Patrícia Aguiar (PSD) apresentou uma emenda ao projeto, que visa determinar o aumento gradativo para os advogados de acordo com a formação acadêmica.

Para o presidente da OAB-CE, Erinaldo Dantas, “o valor estipulado pelo projeto do Governo pode não ser o ideal, mas a aprovação desse projeto é fundamental para a Ordem dos Advogados do Brasil e precisa acontecer o quanto antes”, defendeu. Erinaldo Dantas concordou com a emenda de Patrícia Aguiar ao projeto e informou que a OAB poderá instituir o que ele chamou de “piso ético”, com criação de sanções a escritórios que paguem menos que o piso. Além disso, ressaltou que soube de casos de advogados ganhando apenas mil reais por mês.

Esse valor também é encontrado no setor público, conforme afirmou a Conselheira da OAB Ceará e presidente da Associação dos Advogados Públicos, Procuradores das Autarquias e Fundações do Estado do Ceará (Apafece), Tânia Coutinho. “O salário inicial de um advogado público no Estado do Ceará é R$ 959,00. Está no Diário Oficial. Então, eu clamo para que tomem uma iniciativa com relação a essa remuneração. Esse projeto precisa ser aprovado”, afirmou.

De acordo com o diretor de prerrogativas da OAB Ceará, Márcio Vitor de Albuquerque, instituir um piso salarial para a advocacia é uma medida para evitar que o jovem advogado seja explorado. “Nós esperamos que realmente seja aplicado um piso salarial condizente com a categoria”, afirmou.

 O deputado Marcos Sobreira (PDT) ressaltou que o projeto apresentado pelo Governo é fruto de conversas entre o Poder Executivo e advogados e defendeu que seja estabelecido o valor de forma plausível. “Vamos avançar nas emendas e vamos nos empenhar para agilizar a tramitação”, destacou.

O deputado Leonardo Araújo (MDB) explicou que a audiência marcou o início de uma discussão que deverá se ampliar e esclareceu que o piso salarial deverá atender a categoria, mas também precisa refletir a realidade do mercado local.

Para Xavier Torres, presidente da Associação dos Advogados do Ceará, existem realidades distintas entre os escritórios de advocacia, as empresas que contratam os advogados e a administração pública. Ele acredita que é preciso levar isso em consideração quando for estabelecido um piso salarial.

Também estiveram presentes: o diretor de prerrogativas da OAB Ceará, Márcio Vítor de Albuquerque; o presidente da Subsecção da Região Metropolitana de Fortaleza, Parahyba Neto; o presidente da Comissão Estadual do Advogado Público, Pedro Quariguasi; o presidente da Comissão de Direito Agrário e do Agronegócio, Osmar Lucena; o vice-presidente da Comissão de Acompanhamento Legislativo, Vitor Pedroza, o coordenador do Núcleo de Estudos em Advocacia e Empreendedorismo Jurídico – Nedae e membro da Comissão de Defesa do Consumidor, Sávio Sá; e o representante do Centro de Estudos das Sociedades de Advogados, Adriano Costa.

Publicidade

Deputada Fernanda Pessoa solicita solenidade em homenagem ao Dia Mundial das Doenças Raras

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

26 de Fevereiro de 2019


A Assembleia Legislativa do Ceará realizará nesta quinta-feira, 28 de fevereiro, às 14 horas, Sessão Solene em Comemoração ao Dia Mundial das Doenças Raras. A solicitação foi feita pela deputada estadual Fernanda Pessoa, que é presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres.

O apoio à luta de pacientes com doenças raras é uma das bandeiras que a parlamentar carrega na Casa desde dos primeiros dias de seu mandato.

As doenças raras são caracterizadas por uma ampla diversidade de sinais e sintomas e não só variam de doença para doença, como também de pessoa para pessoa. As doenças raras afetam uma pequena porcentagem da população, são genéticas, e, portanto, estão presentes ao longo de toda a vida do paciente.

Fernanda Pessoa, que tem apoiado a causa dos pacientes com doenças raras no Ceará, é autora da lei estadual 16.076/2016 que considera o mês de agosto como o mês de Conscientização sobre Atrofia Muscular Espinhal – AME em todo o Ceará.

Publicidade

​Direito Eleitoral é pauta de seminário realizado em Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

04 de julho de 2018

 

“As novas regras eleitorais e as eleições 2018”. Esse é o tema central do 6º Seminário Regional de Direito Eleitoral que ocorrerá no Auditório Murilo Aguiar, na Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira das 8h às 17h. Advogados e advogadas podem efetuar sua pré-inscrição pelo site da OAB Ceará e, posteriormente, confirmar sua inscrição no dia do seminário. Na ocasião, o participante deverá entregar 1kg de alimento para efetivar a inscrição.

O evento é uma realização da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, em parceria com o Instituto Cearense de Direito Eleitoral (ICEDE) e conta com o apoio da OAB-CE, da CAACE-CE e da ESA-CE e das subsecções do Cariri Oriental, do Crato, de Juazeiro do Norte, da Serra da Ibiapaba e de Sobral.

Segundo a secretária-geral da OAB-CE, Christiane Leitão, o Seminário tem o objetivo de promover a interação entre a sociedade civil, a classe política e advocacia. “O objetivo é disseminar entre o público alvo, especialmente as advogadas e os advogados, o conteúdo e a aplicação das novas regras eleitorais direcionadas às eleições de 2018, de forma prática e objetiva”, explica.

O seminário tem o objetivo de disseminar, entre o público alvo, o conteúdo e a aplicação das novas regras eleitorais direcionadas às eleições de 2018, de forma prática e objetiva.

Serviço:
Local: Assembleia Legislativa do Ceará – Auditório Murilo Aguiar
Horário: 08H às 17h

Publicidade

Frente em Defesa da Soberania Nacional será lançada em Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

07 de novembro de 2017

Objetivo é denunciar e agir contra políticas de desmonte do patrimônio público

 

“O Brasil não está à venda!” Com esse lema a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional será lançada no dia 10 de novembro, às 14 horas, na Assembleia Legislativa. A audiência pública foi articulada pelo vice-presidente da Frente, deputado Odorico Monteiro (PSB) e o deputado estadual Elmano de Freitas (PT).

O lançamento vai reunir lideranças de movimentos sociais, deputados federais e estaduais. Estarão presentes também, o senador Roberto Requião (PMDB/PR), presidente da Frente; o deputado Patrus Ananias (PT/MG) e o ex-ministro Ciro Gomes.

Segundo o deputado Odorico, a Frente tem por objetivo “proteger o país de políticas que colocam à venda o patrimônio público do país, comprometendo o desenvolvimento e a independência nacional”.

Ele acrescenta que seus membros, no Congresso Nacional, com apoio de representantes em todos os estados, estão unidos para defender e fazer tramitar projetos e ações que protejam a soberania nacional. “A soberania precisa ser respeitada para que o Brasil não mergulhe em um vergonhoso estado de desmonte, que pode culminar na barbárie. Precisamos mergulhar é no voto legítimo e universal”, finaliza Odorico.

 

Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional

Data:10 de novembro

Horário A partir das 14 horas

Local: Assembleia Legislativa do Ceará

Publicidade

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REALIZA SESSÃO SOLENE EM COMEMORAÇÃO AOS 75 ANOS DO SINDUSCON-CE

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

25 de outubro de 2017

A celebração atende a requerimento do Deputado Carlos Matos


 A Assembleia Legislativa do Ceará realizará na próxima sexta-feira, dia 27 de outubro, às 19h, solenidade em comemoração aos 75 anos do SINDUSCON-CE. A sessão solene acontecerá no Plenário 13 de Maio, atendendo a um requerimento do deputado estadual Carlos Matos (PSDB). Durante a cerimônia, haverá um reconhecimento aos ex-presidentes do sindicato, que ao longo de todos esses anos deixaram, cada qual ao seu modo, uma valiosa contribuição para a trajetória de sucesso da entidade.

O Sindicato das Construtoras do Ceará (Sinduscon-CE) completa, neste mês de outubro, 75 anos de fundação. São mais de sete décadas com atuação pautada na defesa dos legítimos interesses da indústria da construção civil.

Deputado Carlos Matos aponta que o SINDUSCON-CE é o setor que mais gera impacto social no Ceará, representando quase 25% da geração de empregos da indústria no Estado. “A  Construção Civil é um segmento importante e que contribui para o desenvolvimento, qualificando as cidades com empreendimentos ícones e de referência no país. São 75 anos de maturidade plena, conquistados com honradez, conjugação de valores e espírito de classe”, reforça.

Para Matos, a Assembleia Legislativa não poderia deixar a data passar em branco. “Com essa homenagem queremos agradecer o empenho  de todos os líderes que fazem parte desse setor e que serão homenageados. Como simbologia do talento, da capacidade de superação, de confiança e de honradez do setor destaco cinco personalidades: Beto Studart, José Chaves Jatahy, Romeu Barbosa, Pio Rodrigues e André Montenegro. Esses homens são expressão daquilo que se  pode esperar dentro da construção”, confirma Carlos Matos.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Instituto Maria da Penha se posiciona contra a liberação de bebidas alcoólicas em estádios de futebol 

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

28 de setembro de 2017

 
O debate sobre o Projeto de Lei número 237/15 apresentado na Assembleia Legislativa do Ceará pelo deputado Gony Arruda, que visa liberar a venda de bebidas alcoólicas em estádios de futebol do estado, continua em discussão. Maria da Penha, vítima emblemática da violência doméstica e líder de movimentos de defesa dos direitos das mulheres, se manifestou contrária à liberação da venda de bebidas.
Maria da Penha acredita que quanto mais estimulado seja o consumo de bebidas, mais acentuado será o índice de violência, em especial contra as mulheres.  “Minha experiência e história de vida me permitem afirmar que, nos casos de violência doméstica contra a mulher, o álcool é um agente que acentua o comportamento violento do homem dentro da sua casa”, afirma.
Ela apontou o álcool como um fator importante para o estímulo da violência dentro e fora de estádios de futebol: “O número de efetivos da Polícia Militar do nosso estado não é o suficiente para atender, de forma que possa inibir tais práticas violentas dentro ou fora dos estádios (nos lares) dessas pessoas que sob o efeito do álcool são estimuladas a atos inconsequentes”.
Acompanhe abaixo na íntegra nota entregue pelo Instituto Maria da Penha ao Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor, pertencente ao Ministério Público do Estado do Ceará:
NOTA DE MARIA DA PENHA

Exmos (as) senhores (as) deputados e deputadas do meu estado, Ceará,

Venho através desta NOTA manifestar-me contra a aprovação do Projeto de Lei apresentado à Assembleia Legislativa do Estado do Ceará pelo Sr Deputado Gony Arruda cujo objetivo seria a liberação da venda e do consumo de bebidas alcoólicas dentro dos estádios de futebol.

Ora, é do conhecimento de todos, e as estatísticas comprovam, que o consumo de álcool está associado ao aumento de acidentes de trânsito, ao aumento de brigas entre torcedores e vandalismo dentro dos estádios, à diminuição do senso de responsabilidade e, por fim, ao descontrole de emoções e de comportamento. Não foi por acaso que o Estatuto do Torcedor proibiu, em seu artigo 13-A,II, que os torcedores entrassem nos estádios de futebol portando bebidas alcoólicas ou outras substâncias suscetíveis de gerar a prática de atos de violência.

Minha experiência e história de vida me permitem afirmar que, nos casos de violência doméstica contra a mulher, o álcool é um agente que acentua o comportamento violento do homem dentro de sua casa. Ainda convivemos com pessoas que foram criadas dentro de uma cultura machista e que perpetuam essa prática e esse costume de desrespeito e de atos opressores de violência. Certamente os senhores e as senhoras devem conhecer pelo menos uma mulher que já vivenciou, ou ainda vivencia uma situação de violência doméstica, e que, por falta de conhecimento e pela dependência que tem de seu companheiro (e isso não nos cabe julgar), seja esta financeira ou emocional, justifica o ato de violência a que é submetida se expressando através da frase “Ele é um homem bom…ele só me bateu por tinha bebido e se descontrolou…”

Outro ponto a se considerar é que o número de efetivos da polícia militar do nosso estado não é suficiente para atender, de forma que possa inibir tais práticas violentas dentro ou fora dos estádios (nos lares) dessas pessoas que sob o efeito do álcool são estimuladas a atos inconsequentes.

Finalizo minhas palavras, reafirmando que sou contra a aprovação de tal projeto de lei e, para o bem de nossas filhas, netas, bisnetas, parentas ou seja, nossas mulheres, que tal projeto não seja aprovado também por vossas excelências.

Publicidade

Seminário discute reformas e o desmonte do Estado de proteção social no Brasil, no próximo dia 28

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

25 de setembro de 2017

 

O evento é gratuito e ocorre no Auditório Murilo Aguiar (Assembleia Legislativa do Ceará)

 

Há pouco mais de um ano, o Governo Federal vem promovendo uma intensa agenda de reformas. O debate em torno do tema tem sido objeto de enorme confusão, algumas vezes involuntária, em função da ausência de domínio completo sobre os temas, outras deliberadas, para desviar a atenção dos seus reais objetivos. Para fomentar a discussão, no próximo dia 28 (quinta), a Delegacia Sindical no Ceará (DS Ceará) do Sindifisco Nacional promove o seminário “A Agenda de Reformas e o Desmonte do Estado de Proteção Social no Brasil”. O evento é gratuito e acontecerá no Auditório Murilo Aguiar – Assembleia Legislativa do Ceará.

O seminário terá como palestrantes o Professor Eduardo Fagnani (Professor do Instituto de Economia da Unicamp, Pesquisador do Centro de Estudos Sindicais e do Trabalho – Cesit e Coordenador da rede Plataforma Política Social) e o Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Dão Real Pereira dos Santos (Instituto Justiça Fiscal). O debatedor será o Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Floriano Martins de Sá Neto (Presidente da Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil – ANFIP).

“Os defensores do atual conjunto de reformas (tributária, previdenciária e trabalhista) procuram esconder, sob o manto da crise e de um tecnicismo descolado da realidade, a real intenção das alterações propostas: desmontar o Estado de Proteção Social sonhado pela Constituição de 1988, ainda em construção”, destaca Helder Costa da Rocha, presidente da Delegacia Sindical no Ceará do Sindifisco Nacional.

O seminário tem como objetivo desmistificar esse discurso e oferecer à sociedade elementos para uma cuidadosa avaliação do nosso sistema de proteção social e de suas heranças históricas, a fim de que possamos, juntos, construir um Estado que interessa aos brasileiros, a partir de soluções perenes, equilibradas, viáveis e, sobretudo, justas.

O evento tem apoio da ANFIP (Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil), Acefip (Associação Cearense dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil), Anffa Sindical (Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais Agropecuários), Auditece Sindical (Associação dos Auditores Fiscais da Receita Estadual e dos Fiscais do Tesouro Estadual do Estado do Ceará), Cress (Conselho Regional de Serviço Social 3ª Região/CE), Instituto Justiça Fiscal, Mandato É Tempo de Resistência – Renato Roseno, OAB – Secção Ceará, SINAIT (Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho), Unacon Sindical (Sindicato Nacional dos Analistas e Técnicos de Finanças e Controle) e Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho e Previdência Social no Estado do Ceará (SINPRECE).

 

 

Seminário: A Agenda de Reformas e o Desmonte do Estado de Proteção Social no Brasil

Data: 28/09/17 – Quinta-feira

Horário: 13h

Local:  Assembleia Legislativa do Estado do Ceará – Auditório Murilo Aguiar

Av. Desembargador Moreira, 2807 – Fortaleza/CE – Informações: 3252.2221

Inscrições Gratuitas

 

Programação: 

13h: Recepção e Credenciamento.

13h30: Abertura e Mensagens das Entidades Participantes

14hs: Mesa Única: As Reformas e o Desmonte do Estado de Proteção Social no Brasil

 

1ª Palestra – Previdência Social no Brasil: uma Reforma para Excluir.

Prof. Dr. Eduardo Fagnani, Unicamp.

 

2ª Palestra – As Reformas e o Projeto de Desestruturação do Estado Social no Brasil

Auditor-Fiscal Dão Real, Diretor do Instituto Justiça Fiscal.

 

Mediação e Comentários: Auditor-Fiscal Floriano Martins, Presidente da ANFIP;

 

16h30: Debates.

17h30: Encerramento

Publicidade

Seminário discute reformas e o desmonte do Estado de proteção social no Brasil, no próximo dia 28

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

20 de setembro de 2017

 

O evento é gratuito e ocorre no Auditório Murilo Aguiar (Assembleia Legislativa do Ceará)

 

Há pouco mais de um ano, o Governo Federal vem promovendo uma intensa agenda de reformas. O debate em torno do tema tem sido objeto de enorme confusão, algumas vezes involuntária, em função da ausência de domínio completo sobre os temas, outras deliberadas, para desviar a atenção dos seus reais objetivos. Para fomentar a discussão, no próximo dia 28 (quinta), a Delegacia Sindical no Ceará (DS Ceará) do Sindifisco Nacional promove o seminário “A Agenda de Reformas e o Desmonte do Estado de Proteção Social no Brasil”. O evento é gratuito e acontecerá no Auditório Murilo Aguiar – Assembleia Legislativa do Ceará.

 

O seminário terá como palestrantes o Professor Eduardo Fagnani (Professor do Instituto de Economia da Unicamp, Pesquisador do Centro de Estudos Sindicais e do Trabalho – Cesit e Coordenador da rede Plataforma Política Social) e o Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Dão Real Pereira dos Santos (Instituto Justiça Fiscal). O debatedor será o Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Floriano Martins de Sá Neto (Presidente da Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil – ANFIP).

 

“Os defensores do atual conjunto de reformas (tributária, previdenciária e trabalhista) procuram esconder, sob o manto da crise e de um tecnicismo descolado da realidade, a real intenção das alterações propostas: desmontar o Estado de Proteção Social sonhado pela Constituição de 1988, ainda em construção”, destaca Helder Costa da Rocha, presidente da Delegacia Sindical no Ceará do Sindifisco Nacional.

 

 

O seminário tem como objetivo desmistificar esse discurso e oferecer à sociedade elementos para uma cuidadosa avaliação do nosso sistema de proteção social e de suas heranças históricas, a fim de que possamos, juntos, construir um Estado que interessa aos brasileiros, a partir de soluções perenes, equilibradas, viáveis e, sobretudo, justas.

 

O evento tem apoio da ANFIP (Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil), Acefip (Associação Cearense dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil), Anffa Sindical (Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais Agropecuários), Auditece Sindical (Associação dos Auditores Fiscais da Receita Estadual e dos Fiscais do Tesouro Estadual do Estado do Ceará), Cress (Conselho Regional de Serviço Social 3ª Região/CE), Instituto Justiça Fiscal, Mandato É Tempo de Resistência – Renato Roseno, OAB – Secção Ceará, SINAIT (Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho), Unacon Sindical (Sindicato Nacional dos Analistas e Técnicos de Finanças e Controle) e Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho e Previdência Social no Estado do Ceará (SINPRECE).

 

 

Seminário: A Agenda de Reformas e o Desmonte do Estado de Proteção Social no Brasil

 

Data: 28/09/17 – Quinta-feira

Horário: 13h

Local:  Assembleia Legislativa do Estado do Ceará – Auditório Murilo Aguiar

Av. Desembargador Moreira, 2807 – Fortaleza/CE – Informações: 3252.2221

Inscrições Gratuitas

 

Programação: 

13h: Recepção e Credenciamento.

13h30: Abertura e Mensagens das Entidades Participantes

14hs: Mesa Única: As Reformas e o Desmonte do Estado de Proteção Social no Brasil

 

1ª Palestra – Previdência Social no Brasil: uma Reforma para Excluir.

Prof. Dr. Eduardo Fagnani, Unicamp.

 

2ª Palestra – As Reformas e o Projeto de Desestruturação do Estado Social no Brasil

Auditor-Fiscal Dão Real, Diretor do Instituto Justiça Fiscal.

 

Mediação e Comentários: Auditor-Fiscal Floriano Martins, Presidente da ANFIP;

 

16h30: Debates.

17h30: Encerramento

 

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Frente Cearense para a Seguridade Social realiza debate sobre a Reforma da Previdência, nesta sexta (17), às 14h30

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

16 de Março de 2017

A Frente Cearense para a Seguridade Social realiza, na próxima segunda (17), às 14h30, o o debate “Reforma da Previdência: a falácia do déficit”, com palestras da professora da UFRJ, Denise Gentil, e do presidente da ANFIP, Vilson Antonio Romero. O evento é aberto ao público e acontecerá nesta sexta (17), às 14h30 no Auditório da Unipace – 6º andar (Av. Pontes Vieira, 2391 – por trás da Assembleia Legislativa do Ceará). O deputado estadual Renato Roseno (Psol) também estará presente no debate.

O objetivo é ampliar o debate e melhor esclarecer os trabalhadores acerca do Projeto de Reforma da Previdência, que afetará de modo significativo toda a população. O principal ponto a ser discutido será o suposto déficit e a forma como os números da seguridade social vem sendo apresentados à população.

Serviço: Debate “Reforma da Previdência: a falácia do déficit”

Data: 17/03 (sexta-feira)

Hora: 14h30

Local: Auditório da Unipace – 6º andar (Av. Pontes Vieira, 2391 – por trás da Assembleia Legislativa do Ceará).

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti

 

 

Publicidade

Frente Cearense para a Seguridade Social realiza debate sobre a Reforma da Previdência, nesta sexta (17), às 14h30

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

16 de Março de 2017

A Frente Cearense para a Seguridade Social realiza, na próxima segunda (17), às 14h30, o o debate “Reforma da Previdência: a falácia do déficit”, com palestras da professora da UFRJ, Denise Gentil, e do presidente da ANFIP, Vilson Antonio Romero. O evento é aberto ao público e acontecerá nesta sexta (17), às 14h30 no Auditório da Unipace – 6º andar (Av. Pontes Vieira, 2391 – por trás da Assembleia Legislativa do Ceará). O deputado estadual Renato Roseno (Psol) também estará presente no debate.

O objetivo é ampliar o debate e melhor esclarecer os trabalhadores acerca do Projeto de Reforma da Previdência, que afetará de modo significativo toda a população. O principal ponto a ser discutido será o suposto déficit e a forma como os números da seguridade social vem sendo apresentados à população.

Serviço: Debate “Reforma da Previdência: a falácia do déficit”

Data: 17/03 (sexta-feira)

Hora: 14h30

Local: Auditório da Unipace – 6º andar (Av. Pontes Vieira, 2391 – por trás da Assembleia Legislativa do Ceará).

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti