Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Associação Beija Flor

Associação Beija Flor recebe nesta sexta (31.05) a doação de um novo aparelho, que deve ser um grande aliado no tratamento dos pacientes com fissura labiopalatina

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de Maio de 2019

Com esta aquisição a entidade passa a ser o único local do Ceará a oferecer gratuitamente para fissurados a nasofibroscopia, exame que permite avaliar com precisão a cavidade nasal até a laringe

 

Pacientes da Associação Beija Flor contarão com uma melhoria no tratamento oferecido pela instituição. Trata-se de um nasofibroscópio, aparelho fundamental para quem nasce com lábio leporino (fissura labiopalatina) e apresenta sequelas na voz. Ele ajuda no diagnóstico de problemas que atrapalham a evolução do desenvolvimento da fala, dando um direcionamento aos profissionais, que a partir do exame indicam o procedimento mais adequado.

O exame é feito por uma equipe multidisciplinar de: otorrinolaringologista, fonoaudiólogo, ortodontista, cirurgião buco-maxilo-facial, entre outros. O procedimento não é oferecido pelo Sistema Único de Saúde. Só o aparelho custou em torno de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), valor doado pela Louis J. and June E. Kay Foundation, de Stamford-Connecticut (USA), através da Smile Train, organização internacional sem fins lucrativos, parceira da Associação Beija-flor no atendimento geral aos pacientes fissurados.

Já todo o material necessário para a instalação e pleno funcionamento do equipamento foi arrecadado por meio de doações da sociedade, que se sensibilizou com a Campanha “Me ajude a ter voz”, lançada em 2016. As doações individuais totalizaram mais de R$ 15.000,00 (quinze mil reais), quantia significativa para tornar real o sonho dos pacientes, que esperam ter vez e voz.

O trabalho da Associação Beija Flor:

A Associação Beija Flor, entidade filantrópica, realiza por mês uma média de 250 atendimentos e se mantém exclusivamente de doações. A instituição fechou 2018 com a realização aproximadamente 4.600 consultas. Este número praticamente dobrou se comparado a 2017. Ela trata gratuitamente crianças, jovens e adultos com lábio leporino (fissura labiopalatina), com acompanhamento multidisciplinar (com fonoaudiólogos, ortodontistas, cirurgião plástico e buco maxilo facial, além de otorrinolaringologista, psicólogo, nutricionista, etc). Realiza ainda ações sociais junto às famílias dos fissurados, que muitas vezes não possuem nem o valor da passagem do ônibus. Os pacientes recebem cestas básicas, leite, fraldas descartáveis, materiais de higiene pessoal, etc. É a única associação em todo o Ceará envolvida nesta causa e recebe demandas inclusive de outros Estados.

Sobre a Smile Train:

Permitir que crianças nascidas com fissuras de lábio e palato tenham as mesmas oportunidades de uma criança sem esta condição é a missão da Smile Train, organização sem fins lucrativos que oferece cirurgias de fissuras gratuitas ao redor do mundo. Presente em mais de 75 países, a organização une diferentes origens e culturas em prol da solidariedade a crianças e adultos que não teriam condições de arcar com os custos do tratamento.

Em 2019, a Smile Train celebra 20 anos no Brasil e no Mundo. No Brasil, a ONG fechou o ano de 2018 com a marca de 35 mil cirurgias. Esse aumento só foi possível graças aos parceiros – hospitais e fundações médicas -, espalhados por todas as regiões brasileiras. Estima-se que no país cerca de 4.300 crianças nascem com fissuras todos os anos. A Smile Train treina médicos e profissionais da área médica, apresentando as técnicas mais recentes e modernas na cirurgia de fissura, através de ferramentas educacionais e tecnológicas. A equipe médica recebe suporte contínuo da organização para que os pacientes encontrem em um local próximo a sua comunidade tratamento de alta qualidade.

 

 

Serviço:

Solenidade em comemoração à aquisição do nasofibroscópio

Data: 31.05 Hora: 16h

Local: Sede da Associação Beija Flor no Condomínio Espiritual Uirapuru

Endereço: Avenida Alberto Craveiro, 2222

Publicidade

Funcionamento da Associação Beija Flor está comprometido

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

13 de Março de 2019

O motivo são rachaduras que surgiram em sua estrutura e oferecem riscos de desabamento, principalmente nesse período chuvoso

A Associação Beija Flor já tem o orçamento do serviço necessário para solucionar o problema. A reforma deve custar em média R$ 20.000 (Vinte Mil Reais), valor preocupante já que a instituição se mantém exclusivamente de doações. Uma Campanha Solidária foi criada pela entidade para arrecadar doações em dinheiro e realizar a obra, que requer 40 sacos de cimento, uma caçamba de areia grossa e outra de brita. A Associação também está recebendo doações destes materiais de construção. Com o slogan “Seja o alicerce do nosso sorriso” a pretensão é sensibilizar toda a sociedade.

Fundada em 2001 a Associação Beija Flor, que tem sede no Condomínio Espiritual Uirapuru, foi construída a partir de uma estrutura já existente, que na época era a casa de moradores da antiga Fazenda Uirapuru. Em 2014 a instituição passou por reformas e ganhou novos espaços que garantiram muitas melhorias no atendimento. No entanto, ano passado, rachaduras começaram a surgir em diferentes salas.

Diante deste novo cenário a direção da entidade decidiu ouvir a opinião de engenheiros, e os mesmos afirmaram que a atual estrutura oferece sérios riscos e pode causar danos irreparáveis. Após esta análise, a Associação Beija Flor de imediato providenciou estacas de ferro, utilizadas na construção civil, que estão servindo de escoras no intuito de evitar desabamentos. Estes suportes, por enquanto, permitem que o funcionamento das atividades não fique prejudicado.

A Associação Beija Flor realiza por mês uma média de 250 atendimentos. A entidade fechou o ano de 2018 com a realização aproximadamente 4.600 consultas. Este número praticamente dobrou se comparado ao ano de 2017. A entidade trata gratuitamente crianças, jovens e adultos que nascem com lábio leporino (fissura labiopalatina), oferecendo tratamento multidisciplinar (com fonoaudiólogos, ortodontistas, cirurgião plástico e buco maxilo facial, além de otorrinolaringologista, psicólogo, nutricionista, etc). A instituição realiza ainda ações sociais junto às famílias dos fissurados, que muitas vezes não possuem se quer o valor da passagem do ônibus. Os pacientes recebem cestas básicas, leite, fraldas descartáveis, materiais de higiene pessoal, etc. A entidade sem fins lucrativos é a única em todo o Ceará envolvida nesta causa e recebe demandas inclusive de outros Estados.

Publicidade

Associação Beija Flor realiza festa de Natal para pacientes atendidos

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

18 de dezembro de 2016

Natal da ABF (2)

A festa contou com uma programação lúdica e com a presença do Papai Noel que fez a alegria das crianças. Na ocasião, foram comemorados também os quinze anos de fundação da instituição

Na manhã de hoje, 16 de dezembro, a Associação Beija Flor (ABF) promoveu, no Instituto Intervalo, localizado no Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU), uma festa natalina para os pacientes atendidos, bem como para o público em geral e interessados em conhecer o trabalho realizado pela instituição. A festa celebrou ainda os quinze anos de atuação da ABF.

Os convidados foram recepcionados com um café da manhã especial e com mensagens da Dra. Elyne Lacerda, presidente da ABF, da Cofundadora, Dra. Evelin Gondim, e do fundador da entidade, Dr. José Ferreira. Na programação teve contação de história, apresentação do coral formado pelas crianças atendidas pela associação, espetáculo Saltimbancos com o Grupo Aquarela, além de brincadeiras com palhaços promovidas pelo Instituto Intervalo. No fim da manhã, foram cantados os parabéns pelos quinze anos da ABF e o Papai Noel chegou para distribuir presentes para os pacientes atendidos pela instituição fazendo a alegria da criançada.

Associação Beija Flor

A Associação Beija Flor é uma entidade sem fins lucrativos, criada desde 2001 por profissionais voluntários, que surgiu do desejo de transformar a vida de pessoas que nasceram com fissura labiopalatina, popularmente conhecida como lábio leporino, uma má formação congênita que se manifesta ainda na gestação, na etapa inicial do desenvolvimento do embrião.

Atualmente, são realizados mais de 250 atendimentos por mês com pacientes de todo o Ceará e até mesmo de outros estados. Com uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais especializados em deformidades craniofaciais, a Associação acolhe gratuitamente crianças, jovens e adultos que buscam atendimento na esperança de um dia poder sorrir naturalmente.

Por acreditar que todos têm direito a uma vida digna, a entidade realiza ações de acolhimentos para dar o melhor a estas crianças que merecem não só belos sorrisos, mas acima de tudo, o bem estar emocional, afetivo e psicológico. Através de doações a instituição busca reescrever estas histórias que podem sim ter um final feliz!

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Associação Beija Flor promove festa de Natal nesta sexta-feira

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

14 de dezembro de 2016

O evento, voltado para os pacientes atendidos pela associação e para o público em geral, celebrará também os quinze anos de fundação da instituição

A Associação Beija Flor (ABF) promoverá, no próximo dia 16 de dezembro, sexta-feira, a partir das 8h30, uma festa natalina para os pacientes atendidos, bem como para o público em geral e interessados em conhecer o trabalho realizado pela instituição. Na ocasião, serão comemorados também os quinze anos da ABF. A festa será realizada no Instituto Intervalo, localizado no Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU), que fica na Avenida Alberto Craveiro, 2222.

A programação iniciará com um café da manhã especial. Na sequência, terão mensagens da Dra. Elyne Lacerda, presidente da ABF, da Cofundadora, Dra. Evelin Gondim, e do fundados da entidade, Dr. José Ferreira. Logo após, haverá uma programação lúdica com contação de história, apresentação do coral da associação, espetáculo Saltimbancos com o Grupo Aquarela, além de brincadeiras com palhaços promovidas pelo Instituto Intervalo. Ao final, serão cantados os parabéns pelos quinze anos da ABF e entregues presentes para os pacientes atendidos pela instituição.

Associação Beija Flor

A Associação Beija Flor é uma entidade sem fins lucrativos, criada desde 2001 por profissionais voluntários, que surgiu do desejo de transformar a vida de pessoas que nasceram com fissura labiopalatina, popularmente conhecida como lábio leporino, uma má formação congênita que se manifesta ainda na gestação, na etapa inicial do desenvolvimento do embrião.

Atualmente, são realizados mais de 250 atendimentos por mês com pacientes de todo o Ceará e até mesmo de outros estados. Com uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais especializados em deformidades craniofaciais, a Associação acolhe gratuitamente crianças, jovens e adultos que buscam atendimento na esperança de um dia poder sorrir naturalmente.

Por acreditar que todos têm direito a uma vida digna, a entidade realiza ações de acolhimentos para dar o melhor a estas crianças que merecem não só belos sorrisos, mas acima de tudo, o bem estar emocional, afetivo e psicológico. Através de doações a instituição busca reescrever estas histórias que podem sim ter um final feliz!

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti

 

Publicidade

Associação Beija Flor dá início ao Projeto Primeiro Sorriso em Sobral

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

18 de Maio de 2016

Membros da ABF farão atendimentos, cirurgias e capacitações na cidade dos dias 24 a 27 de maio.

 

A Associação Beija Flor (ABF), juntamente com a Smile Train e em parceria com o Hospital Santa Casa de Misericórdia de Sobral realizam entre os dias 24 e 27 de maio, em Sobral, O Projeto Primeiro Sorriso. O objetivo do evento é levar para o interior do Ceará o atendimento as pessoas com fissura labiopalatina (popularmente conhecida como lábio leporino), que hoje é realizado somente em Fortaleza pelo Hospital Infantil Albert Sabin e Associação Beija Flor, descentralizando o atendimento na Capital.

O atendimento a pessoas com fissura labiopalatina será gratuito. Os interessados passarão por uma triagem, que será realizada a partir das 8 horas da manhã do dia 24 de maio, na própria unidade de saúde onde a iniciativa acontecerá. A partir deste momento, eles serão comtemplados com consultas de diferentes profissionais que atuam no tratamento desta má formação, e poderão inclusive ser beneficiados com cirurgias corretivas que serão feitas ao longo da ação.

Serão realizados 100 atendimentos ambulatoriais e 25 cirurgias, no Hospital Santa Casa de Misericórdia de Sobral, por uma equipe multidisciplinar composta por dentistas, fonoaudiólogos, cirurgiões gerais, cirurgiões plásticos, anestesistas, assistentes sociais e enfermeiros.

Profissionais ou acadêmicos da área de saúde que desejarem expandir seus conhecimentos sobre o tratamento de pacientes com fissura labiopalatina poderão acompanhar de perto todas as atividades relativas ao Projeto. Para isso devem participar de seleção por meio de uma inscrição através do telefone: (88) 99733.2929 | (88)99907. 5558 ou do email: cadastrobeijaflor@gmail.com. Desta forma, poderão acompanhar os ambulatórios, cirurgias, entre outros.

Atualmente, a cada 650 crianças que nascem no Brasil, uma vem ao mundo com lábio leporino, que é uma má formação que ocorre durante a gestação. Alguns fatores de risco são conhecidos, como exposição à radiação ou certos medicamentos na gravidez e histórico familiar. Mas a ciência ainda investiga as possíveis mutações genéticas por trás do problema. No Ceará são 13.000 pacientes por ano. Segundo o Co-fundador da Associação Beija Flor, Dr. José Ferreira há hoje em torno de 3.000 pacientes em tratamento. “Realizamos em média 360 cirurgias por ano, no Ceará, mas precisaríamos realizar 1.200 por ano, para termos a demanda controlada. Em média cada paciente precisa de três cirurgias para a reabilitação, além do acompanhamento durante todo crescimento, até os 21 anos. Se não realizar as cirurgias e o tratamento clínico adequado, o paciente fica sequelado por toda vida”, afirma o cirurgião.

Para a Diretora da Smile Train na América do Sul, Mariane Manfredini Goes a parceria com a Associação Beija Flor no Projeto Primeiro Sorriso é fortalecer relacionamentos entre grupos que possuem o mesmo objetivo e oferecer o melhor tratamento a pacientes carentes que não poderiam se beneficiar de resultados de qualidade com segurança.

 

Associação Beija Flor

A Associação Beija Flor é uma entidade sem fins lucrativos, criada desde 2001 por profissionais voluntários, que surgiu do desejo de transformar a vida de pessoas que nasceram com fissura labiopalatina, popularmente conhecida como lábio leporino, uma má formação congênita que se manifesta ainda na gestação, na etapa inicial do desenvolvimento do embrião.

Atualmente, são realizados mais de 250 atendimentos por mês com pacientes de todo o Ceará e até mesmo de outros estados. Com uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais especializados em deformidades craniofaciais, a Associação acolhe gratuitamente crianças, jovens e adultos que buscam atendimento na esperança de um dia poder sorrir naturalmente.

Por acreditar que todos têm direito a uma vida digna, a entidade realiza ações de acolhimentos para dar o melhor a estas crianças que merecem não só belos sorrisos, mas acima de tudo, o bem estar emocional, afetivo e psicológico. Através de doações a instituição busca reescrever estas histórias que podem sim ter um final feliz!

Smile Train

No Brasil desde 1999, a Smile Train tem a missão de permitir que crianças nascidas com fissuras de lábio e palato tenham as mesmas oportunidades de uma criança sem esta condição. A organização sem fins lucrativos oferece cirurgias de fissuras gratuitas ao redor do mundo. Presente em mais de 85 países, a organização une diferentes origens e culturas em prol da solidariedade a crianças e a dultos que não teriam condições de arcar com os custos do tratamento.

A Smile Train treina médicos e profissionais da área médica, apresentando as técnicas mais recentes e modernas na cirurgia de fissura, que dura somente 45 minutos, através de ferramentas educacionais e tecnológicas. A equipe médica recebe suporte contínuo da organização para que os pacientes encontrem em um local próximo a sua comunidade tratamento de alta qualidade.

Em 2015 a Smile Train alcançou a marca de 20 mil cirurgias. Esse aumento só foi possível graças aos 70 cirurgiões e 32 parceiros – hospitais e fundações médicas -, espalhados por 18 estados brasileiros. Estima-se que no país 4.300 crianças nascem com fissuras todos os anos.

 

Publicidade

Associação Beija Flor realiza evento em comemoração ao Dia das Mães em Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

07 de Maio de 2016

 

Em homenagem ao dia das mães, a Associação Beija Flor realiza um evento especial para elas na próxima quinta-feira (12), no Hospital Infantil Albert Sabin, em Fortaleza. Durante o evento, as mães assistirão a apresentação do Coral da Associação Beija Flor, formado por crianças com fissura labiopalatina em tratamento na Associação, e ainda participarão de dinâmicas e de um momento de beleza, patrocinado por uma revendedora Mary Kay.

 

Associação Beija Flor

A Associação Beija Flor é uma entidade sem fins lucrativos, criada desde 2001 por profissionais voluntários, que surgiu do desejo de transformar a vida de pessoas que nasceram com fissura labiopalatina, popularmente conhecida como lábio leporino, uma má formação congênita que se manifesta ainda na gestação, na etapa inicial do desenvolvimento do embrião.
Atualmente, são realizados mais de 250 atendimentos por mês com pacientes de todo o Ceará e até mesmo de outros estados. Com uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais especializados em deformidades craniofaciais, a Associação acolhe gratuitamente crianças, jovens e adultos que buscam atendimento na esperança de um dia poder sorrir naturalmente.
Por acreditar que todos têm direito a uma vida digna, a entidade realiza ações de acolhimentos para dar o melhor a estas crianças que merecem não só belos sorrisos, mas acima de tudo, o bem estar emocional, afetivo e psicológico. Através de doações a instituição busca reescrever estas histórias que podem sim ter um final feliz!

 

Mais informações:

Serviço:
Festa da ABF em comemoração ao dia das mães

Local: Hospital Infantil Albert Sabin
Dia: 12/05/16
Hora: 9:30h

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Associação Beija Flor recebe doações para Bazar Solidário

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

31 de Março de 2016

Bazar solidário ABF

Solidariedade ] A instituição que cuida de pessoas com fissuras labiopalatinas recebe doações até 05 de abril

 

A Associação Beija Flor está recebendo doações para o Bazar Solidário 2016 até o dia 05 de abril. A doação pode ser qualquer objeto, em bom estado, desde roupas, brinquedos até móveis e eletrodomésticos. Os donativos podem ser entregues na sede da Associação Beija Flor, que fica localizada na Rua Alberto Craveiro, 222.

Toda a arrecadação será vendida no Bazar Solidário que acontece dia 07 de abril, a partir das 8:00h, no Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), próximo ao ambulatório. A renda do bazar será destinada ao tratamento de pacientes com fissura labiopalatina da Associação Beija Flor.

 

Associação Beija Flor

A Associação Beija Flor é uma entidade sem fins lucrativos, criada desde 2001 por profissionais voluntários, que surgiu do desejo de transformar a vida de pessoas que nasceram com fissura labiopalatina, popularmente conhecida como lábio leporino, uma má formação congênita que se manifesta ainda na gestação, na etapa inicial do desenvolvimento do embrião.

Atualmente, são realizados mais de 250 atendimentos por mês com pacientes de todo o Ceará e até mesmo de outros estados. Com uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais especializados em deformidades craniofaciais, a Associação acolhe gratuitamente crianças, jovens e adultos que buscam atendimento na esperança de um dia poder sorrir naturalmente.

Por acreditar que todos têm direito a uma vida digna, a entidade realiza ações de acolhimentos para dar o melhor a estas crianças que merecem não só belos sorrisos, mas acima de tudo, o bem estar emocional, afetivo e psicológico. Através de doações a instituição busca reescrever estas histórias que podem sim ter um final feliz!

SERVIÇO:

Posto de coleta

Associação Beija Flor

Rua Alberto Craveiro, 222 – Castelão.

Mais informações: 85 3088.3900

 

Bazar Solidário 2016

Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), próximo ao ambulatório.
Rua Tertuliano Sáles, 544 – Vila Uniao

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Associação Beija Flor recebe doações para Bazar Solidário

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

31 de Março de 2016

Bazar solidário ABF

Solidariedade ] A instituição que cuida de pessoas com fissuras labiopalatinas recebe doações até 05 de abril

 

A Associação Beija Flor está recebendo doações para o Bazar Solidário 2016 até o dia 05 de abril. A doação pode ser qualquer objeto, em bom estado, desde roupas, brinquedos até móveis e eletrodomésticos. Os donativos podem ser entregues na sede da Associação Beija Flor, que fica localizada na Rua Alberto Craveiro, 222.

Toda a arrecadação será vendida no Bazar Solidário que acontece dia 07 de abril, a partir das 8:00h, no Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), próximo ao ambulatório. A renda do bazar será destinada ao tratamento de pacientes com fissura labiopalatina da Associação Beija Flor.

 

Associação Beija Flor

A Associação Beija Flor é uma entidade sem fins lucrativos, criada desde 2001 por profissionais voluntários, que surgiu do desejo de transformar a vida de pessoas que nasceram com fissura labiopalatina, popularmente conhecida como lábio leporino, uma má formação congênita que se manifesta ainda na gestação, na etapa inicial do desenvolvimento do embrião.

Atualmente, são realizados mais de 250 atendimentos por mês com pacientes de todo o Ceará e até mesmo de outros estados. Com uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais especializados em deformidades craniofaciais, a Associação acolhe gratuitamente crianças, jovens e adultos que buscam atendimento na esperança de um dia poder sorrir naturalmente.

Por acreditar que todos têm direito a uma vida digna, a entidade realiza ações de acolhimentos para dar o melhor a estas crianças que merecem não só belos sorrisos, mas acima de tudo, o bem estar emocional, afetivo e psicológico. Através de doações a instituição busca reescrever estas histórias que podem sim ter um final feliz!

SERVIÇO:

Posto de coleta

Associação Beija Flor

Rua Alberto Craveiro, 222 – Castelão.

Mais informações: 85 3088.3900

 

Bazar Solidário 2016

Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), próximo ao ambulatório.
Rua Tertuliano Sáles, 544 – Vila Uniao

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti