Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

banda larga

TIM amplia cobertura de banda larga via rede 4G

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

05 de Março de 2018

Serviço para residências e pequenos negócios já está em mais de 50 municípios e agora oferece pacote de proteção sem custo adicional e possibilidade de contratação de franquia extra

 

TIM segue aproveitando o potencial da maior rede 4G do Brasil para diversificar sua estratégia de negócios. A operadora acaba de ampliar a cobertura do seu serviço de internet residencial e para empresas e pequenos negócios que funciona na rede LTE. O produto já está disponível em mais de 50 municípios e chegou a todas as regiões do país.

Além disso, as novas ofertas – com velocidades de 2 Mbps e 4 Mbps – passam agora a contar com o TIM Protect, um pacote de proteção online, com serviços voltados para segurança e confiabilidade na navegação, sem nenhum custo adicional.

Outra novidade é a possibilidade de contratação de franquia adicional. Para garantir a qualidade do serviço, as duas ofertas possuem franquia de 50GB e 80GB. A partir de agora, quando esses pacotes de dados se esgotam, o cliente será redirecionado para uma página e poderá contratar 10GB adicionais por R$ 49,90 ou optar por seguir navegando em velocidade reduzida. O cliente terá acesso à fatura e controle do consumo pelo novo portal MEU TIM WEB.

“Enxergamos um grande potencial de adesão a esse serviço, que oferece conexão de forma simples e rápida em regiões com muita procura e pouca oferta de banda larga de qualidade. Muitos dos nossos clientes atuais afirmam que é a primeira internet que contratam para sua casa. Mas observamos que também podemos atingir o público de pessoas físicas, como microempresários e profissionais liberais. Vamos seguir ampliando a cobertura e agregando novidades ao produto, que já apresenta resultados positivos”, conta Fabiano Ferreira, diretor de Residential Solutions da TIM Brasil.

Dentre as novas localidades onde o produto passa a ser oferecido, estão Brasília (DF), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Recife (PE), Natal (RN), João Pessoa (PB), Manaus (AM), Vitória (ES), Vila Velha (ES), Montes Claros (MG), Passo Fundo (RS), Boa Vista (RR), Porto Velho (RO) e Rondonópolis (MT), dentre outras. A previsão é chegar a 70 cidades no primeiro trimestre deste ano.

O pacote de proteção incluído gratuitamente nos planos oferece quatro serviços para usar a internet com tranquilidade, segurança e confiança. Entre os benefícios, está o TIM Protect Segurança, que previne e elimina vírus dos devices cadastrados, o TIM Protect Backup, com opção de armazenamento de arquivos e outros conteúdos na nuvem, além do TIM Protect Filhos, uma solução completa para os pais monitorarem a localização das crianças e suas atividades na internet e, por fim, o TIM Protect Wi-Fi, que protege a conexão de aparelhos em redes públicas, bloqueia anúncios incômodos e garante segurança durante a navegação. Vale ressaltar que os clientes que já possuem a assinatura do serviço precisam solicitar a migração para o novo plano para a inclusão do TIM Protect.

Como funciona

O serviço utiliza a tecnologia WTTX, que surge como uma opção de qualidade para atender regiões com demanda de banda larga reprimida devido à carência de ofertas e a uma infraestrutura de rede fixa ainda em desenvolvimento. O usuário tem liberdade para navegar, com estabilidade e ativação simples, por meio do modelo “plug and play”. Ao contratar, o cliente recebe um kit que contém chip de dados 4G, modem e fonte de alimentação AC. Basta inserir o chip e ligar os aparelhos na tomada para começar a navegar. São dois pacotes oferecidos: 2 Mbps de velocidade de download e upload por R$ 93,90 mensais e 4 Mbps de velocidade de download e 2 Mbps de upload por R$ 119,90 mensais.

Para checar a cobertura e assinar o produto, basta visitar o site tim.com.br/casainternet ou pelo televendas no número 10341. Também será possível comprar o equipamento e contratar o serviço nas principais lojas da TIM nas regiões atendidas pelo produto.

Sobre a TIM

A TIM tem como missão conectar e cuidar de cada um e para que todos possam fazer mais. Sua assinatura – “Evoluir é fazer diferente” – destaca a evolução da empresa no país e sua postura inovadora e pioneira.

Tendo como base o Plano de Investimentos, focado nos pilares infraestrutura de rede, oferta e experiência do usuário, a TIM continua a liderar diversos movimentos do mercado. A operadora é líder na cobertura da tecnologia 4G no país.

A TIM é referência em práticas de governança e ainda a única empresa do setor de telecomunicações no Novo Mercado da B3, reconhecido como nível máximo de governança corporativa, além de ser a empresa do setor há mais tempo consecutivo no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). Para mais informações, acesse www.tim.com.br.

leia tudo sobre

Publicidade

Anatel aponta NET como a melhor internet banda larga no Ceará e em mais 15 estados do Brasil

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

04 de Abril de 2017

Em uma pesquisa de satisfação feita recentemente com cerca de 150 mil pessoas usuárias de internet banda larga, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) avaliou a NET, empresa que fornece serviços de internet, TV por assinatura e telefonia fixa, como a melhor internet banda larga em 16 estados do Brasil, entre eles, o Ceará, estado onde atua há apenas três anos e onde impulsionou os serviços a partir da fusão com a Claro, oferecendo combos com planos de celular e aparelhos de última geração. O resultado aponta ainda a NET como a melhor fornecedora de internet no Nordeste.

Quatro critérios foram avaliados pelos consumidores para chegar ao resultado: velocidade da internet, estabilidade da conexão, disponibilidade da rede e atendimento. Confira o ranking e a lista de estados em que a NET foi eleita como melhor opção para quem deseja os melhores serviços de internet banda larga:

Acre (AC): NET

Alagoas (AL): Vivo

Amazonas (AM): NET

Bahia (BA): NET

Ceará (CE): NET

Distrito Federal (DF): NET

Espírito Santo (ES): NET

Goiás (GO): Vivo

Maranhão (MA): NET

Mato Grosso (MT): NET

Mato Grosso do Sul (MS): NET

Minas Gerais (MG): Algar Telecom

Pará (PA): NET

Paraíba (PB): NET

Paraná (PR): Sercomtel

Pernambuco (PE): NET

Piauí (PI): NET

Rio de Janeiro (RJ): Tim

Rio Grande do Norte (RN): Cabo Telecom

Rio Grande do Sul (RS): NET

Rondônia (RO): Blue

Roraima (RR): Oi

Santa Catarina (SC): Vivo

São Paulo (SP): Tim

Sergipe (SE): NET

Tocantins (TO): NET

 

SOBRE NET HDTV E CLARO HDTV

NET e Claro HDTV fazem parte do Grupo América Móvil, uma das maiores empresas de telecomunicações do mundo, presente em 25 países e conectando mais de 892 milhões de pessoas. No Brasil, lidera o mercado de serviços convergentes com o Combo Multi, que reúne ofertas de TV por assinatura em alta definição via cabo ou via satélite, telefonia fixa e móvel e banda larga fixa e móvel.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Oi investe mais de R$ 78 milhões no Ceará com foco na melhoria da qualidade dos serviços

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

12 de novembro de 2016

  • Investimentos foram realizados na modernização e expansão da capacidade da rede e TI no período de janeiro a setembro desse ano;
  • Companhia encerra terceiro trimestre de 2016 com crescimento nos serviços de banda larga, TV por assinatura e dados

 

 

A Oi investiu mais de R$ 78 milhões no Ceará de janeiro a setembro de 2016. A companhia está priorizando investimentos na expansão e na manutenção da rede como uma das estratégias de seu plano de transformação operacional, que visa a qualidade do serviço oferecido aos clientes em todas as regiões. No período, a Oi instalou 2,2 mil novas portas para o serviço de banda larga fixa, ampliando sua capacidade de atendimento. Além disso, 23 novos sites de telefonia móvel foram implantados e 222 foram ampliados ou modernizados. Sites são locais onde ficam as antenas que realizam a transmissão do sinal do serviço móvel. A Oi oferece cobertura 4G nas cidades de Fortaleza, Caucaia, Juazeiro do Norte e Maracanaú.

Com a sua estratégia de negócios voltada para a convergência dos serviços, aumento no consumo de dados e avanço na transformação digital, a companhia fechou o terceiro trimestre de 2016 com crescimento nos segmentos de banda larga, TV por assinatura e dados móveis. Na banda larga fixa houve aumento de 8% nas adições brutas em relação ao terceiro trimestre do ano passado, registrando o maior patamar desde o início de 2015.

No segmento de TV por assinatura, a Oi encerrou o terceiro trimestre com 1,2 milhão de assinantes, o que representa crescimento de 7,6% em comparação ao mesmo período do ano passado. A Oi TV foi líder em adições líquidas de clientes em setembro, contabilizando 16.608, o que corresponde a 35,6% do total.

O crescimento em banda larga e TV por assinatura da companhia se devem ao Oi Total, principal oferta convergente que agrega móvel, banda larga, TV por assinatura e fixa. Os combos Oi Total oferecem a solução completa para o cliente e trazem os benefícios de ponto adicional grátis, banda larga de 15 Mega, desconto em aparelhos e conteúdo quando e onde quiser.

No segmento Móvel, a Oi registrou crescimento anual de mais de 20% na receita de dados. As novas ofertas lançadas pela companhia (Oi Livre e Oi Mais) aceleram a tendência de mercado por substituição de voz por dados ao oferecerem franquias com muito mais dados para os clientes usarem como quiser. Além disso, a alta penetração de aparelhos 3G/4G na base, que chegou a 68% em setembro, estimula o uso cada vez maior do uso de dados.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti

 

Publicidade

Oi passa a vender planos empresariais em suas lojas

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

13 de setembro de 2016

 A Oi passou a comercializar todo o seu portfólio de serviços – telefonia móvel e fixa, dados e banda larga – para pequenas e médias empresas em lojas do Rio de Janeiro. É a primeira vez que a companhia adota essa estratégia com o objetivo de oferecer mais um canal de vendas aos empresários, além de um atendimento personalizado. O projeto iniciou com piloto em 10 lojas no Rio e até o final do ano a previsão é de estar presente em mais de 50% das lojas Oi espalhadas pelo país, incluindo o estado do Ceará.

A companhia, no segmento empresarial, registrou no primeiro semestre desse ano um aumento de 77% nas vendas após a simplificação de seu portfólio e lançamento de plataforma de relacionamento totalmente digital através do app Oi Mais Empresas, apresentados ao mercado no final do ano passado. A estratégia da Oi é rentabilizar os canais de vendas atuais buscando eficiência operacional e oferecer uma melhor experiência aos clientes com foco na digitalização. Mais de 150 mil pequenas e médias empresas já aderiram aos novos planos e estão se beneficiando do app que permite realizar compras, solicitar segunda via de conta, abrir reparos entre outros, com 87% das solicitações concluídas no prazo.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti

 

Publicidade

Oi inicia operação especial para garantir a melhor experiência a todos os clientes durante os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

22 de julho de 2016

Sala especial CGR

A Oi iniciou nesta semana uma ampla operação especial para garantir a melhor experiência a todos os clientes durante os Jogos Olimpícos do Rio de Janeiro. Foi ativada a sala de monitoramento dedicado que vai operar 24 horas por dia durante Olimpíadas e Paralimpíadas para garantir o bom funcionamento da infraestrutura de suporte a telefonia móvel, rede Oi WiFi, banda larga, Oi TV e telefonia fixa da companhia. A Oi também instalou novas antenas e aumentou a capacidade de estações já existentes para atender ao aumento da demanda por cobertura móvel e garantir que o cliente possa fazer chamadas e usar as redes 3G e 4G em todos os locais de competição.

A Oi acumula vasta experiência de atuação em eventos de grande porte, como Copa do Mundo 2014, Copa das Confederações 2013, Rock in Rio, Jornada mundial da Juventude, Conferência Rio+20 e Jogos Panamericanos de 2007. “Essa experiência que acumulamos nos grandes eventos garante à Oi um diferencial no atendimento que será feito a todas as localidades de competição nas Olimpíadas. Estamos preparados para garantir qualidade a todos os clientes, incluindo os visitantes que vierem para os jogos, os clientes que moram na cidade e os clientes corporativos”, afirma José Claudio Moreira Gonçalves, diretor de Operações da Oi. “A Copa do Mundo de 2014, que teve patrocínio e fornecimento de serviços de telecom da Oi, foi a mais conectada da História, com recorde de dados trafegados pela rede do evento. Agora vamos repetir o sucesso da nossa operação”, acrescenta José Claudio.

Do total de estações que vão atender a demanda das Olimpíadas, quase metade recebeu sites novos. Sites são os locais onde estão instaladas as antenas que retransmitem o sinal da telefonia móvel. A ampliação da cobertura móvel, com sites definitivos e outros provisórios, foi realizada em todos os quatro clusters das Olimpíadas e em áreas como aeroportos e rodoviária. Além desse reforço e da instalação da sala de monitoramento especial de rede (que tem interface direta com as diretorias B2B, TI e Relacionamento com Cliente), a Oi adotou outras iniciativas considerando as restrições de circulação na cidade durante os jogos.

Entre as ações realizadas estão vistorias prévias na infraestrutura, com ações preventivas e implantação de planos de contingência; paralisação de intervenções programadas (“freezing” de rede) ao longo de todo o evento para prevenir falhas; e planejamento de distribuição de equipes exclusivas nas regiões onde haverá competições, com material e profissionais capacitados para realizar eventuais reparos emergenciais. O plano desenvolvido pela Oi atende ao planejamento do Comitê Olímpico e foi aprovado pela Anatel como atendimento da companhia ao evento.

“A Oi tem sempre um papel relevante em grandes eventos no Brasil devido à sua atuação nacional e ao seu backbone, que suporta a transmissão de voz e dados de grandes clientes, incluindo bancos, empresas aéreas e operadoras de telecomunicações, entre outros. Como a Oi foi a patrocinadora e fornecedora de serviços dos Jogos Panamericanos de 2007 e da Copa do Mundo de 2014, já temos como legado presença em alguns locais que serão utilizados também nas Olimpíadas. Além dessa infraestrutura já existente, e do histórico de participação no atendimento de outros grandes eventos na cidade como o Réveillon de Copacabana, Carnaval e Rock in Rio, foram feitas ampliações de capacidade e instalação de novos sites, em todas as regiões envolvidas nos Jogos Olímpicos. Agora, mais uma vez, o investimento realizado pela companhia para os Jogos ficará como legado para a cidade”, explica André Ituassú, diretor de Investimento, Coordenação, Operação e Planejamento Móvel da Oi. “Foram instalados novos sites que permanecerão em atuação nas regiões do Parque Olímpico, Vila dos Atletas, Riocentro, Estádio de Remo da Lagoa, Engenhão, Maracanãzinho, Marina da Glória e Complexo de Deodoro”, destaca Ituassu.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Oi inicia operação especial para garantir a melhor experiência a todos os clientes durante os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

22 de julho de 2016

Sala especial CGR

A Oi iniciou nesta semana uma ampla operação especial para garantir a melhor experiência a todos os clientes durante os Jogos Olimpícos do Rio de Janeiro. Foi ativada a sala de monitoramento dedicado que vai operar 24 horas por dia durante Olimpíadas e Paralimpíadas para garantir o bom funcionamento da infraestrutura de suporte a telefonia móvel, rede Oi WiFi, banda larga, Oi TV e telefonia fixa da companhia. A Oi também instalou novas antenas e aumentou a capacidade de estações já existentes para atender ao aumento da demanda por cobertura móvel e garantir que o cliente possa fazer chamadas e usar as redes 3G e 4G em todos os locais de competição.

A Oi acumula vasta experiência de atuação em eventos de grande porte, como Copa do Mundo 2014, Copa das Confederações 2013, Rock in Rio, Jornada mundial da Juventude, Conferência Rio+20 e Jogos Panamericanos de 2007. “Essa experiência que acumulamos nos grandes eventos garante à Oi um diferencial no atendimento que será feito a todas as localidades de competição nas Olimpíadas. Estamos preparados para garantir qualidade a todos os clientes, incluindo os visitantes que vierem para os jogos, os clientes que moram na cidade e os clientes corporativos”, afirma José Claudio Moreira Gonçalves, diretor de Operações da Oi. “A Copa do Mundo de 2014, que teve patrocínio e fornecimento de serviços de telecom da Oi, foi a mais conectada da História, com recorde de dados trafegados pela rede do evento. Agora vamos repetir o sucesso da nossa operação”, acrescenta José Claudio.

Do total de estações que vão atender a demanda das Olimpíadas, quase metade recebeu sites novos. Sites são os locais onde estão instaladas as antenas que retransmitem o sinal da telefonia móvel. A ampliação da cobertura móvel, com sites definitivos e outros provisórios, foi realizada em todos os quatro clusters das Olimpíadas e em áreas como aeroportos e rodoviária. Além desse reforço e da instalação da sala de monitoramento especial de rede (que tem interface direta com as diretorias B2B, TI e Relacionamento com Cliente), a Oi adotou outras iniciativas considerando as restrições de circulação na cidade durante os jogos.

Entre as ações realizadas estão vistorias prévias na infraestrutura, com ações preventivas e implantação de planos de contingência; paralisação de intervenções programadas (“freezing” de rede) ao longo de todo o evento para prevenir falhas; e planejamento de distribuição de equipes exclusivas nas regiões onde haverá competições, com material e profissionais capacitados para realizar eventuais reparos emergenciais. O plano desenvolvido pela Oi atende ao planejamento do Comitê Olímpico e foi aprovado pela Anatel como atendimento da companhia ao evento.

“A Oi tem sempre um papel relevante em grandes eventos no Brasil devido à sua atuação nacional e ao seu backbone, que suporta a transmissão de voz e dados de grandes clientes, incluindo bancos, empresas aéreas e operadoras de telecomunicações, entre outros. Como a Oi foi a patrocinadora e fornecedora de serviços dos Jogos Panamericanos de 2007 e da Copa do Mundo de 2014, já temos como legado presença em alguns locais que serão utilizados também nas Olimpíadas. Além dessa infraestrutura já existente, e do histórico de participação no atendimento de outros grandes eventos na cidade como o Réveillon de Copacabana, Carnaval e Rock in Rio, foram feitas ampliações de capacidade e instalação de novos sites, em todas as regiões envolvidas nos Jogos Olímpicos. Agora, mais uma vez, o investimento realizado pela companhia para os Jogos ficará como legado para a cidade”, explica André Ituassú, diretor de Investimento, Coordenação, Operação e Planejamento Móvel da Oi. “Foram instalados novos sites que permanecerão em atuação nas regiões do Parque Olímpico, Vila dos Atletas, Riocentro, Estádio de Remo da Lagoa, Engenhão, Maracanãzinho, Marina da Glória e Complexo de Deodoro”, destaca Ituassu.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti