Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Bloco Hospício Cultural

Mistura de ritmos marca segundo domingo do Bloco Hospício Cultural na Praça João Gentil

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

14 de Fevereiro de 2019

Em sua chegada à Praça, no domingo passado, o Pré-Carnaval do bloco alegrou milhares de pessoas por cerca de 7 horas.

Após a animada leva de ensaios na rua Paulinho Nogueira, o Bloco Hospício Cultural fez a sua chegada na Praça João Gentil, no último domingo (10), em grande estilo. Durante mais de sete horas, milhares de pessoas se reuniram no local e celebraram a mais democrática das festas: o Carnaval. Como festa boa não pode parar, o bloco já escalou o time que vai animar o Pré-Carnaval neste domingo (17) – e ele não poderia estar mais diverso!

As apresentações estão programadas para começar às 14h20, pouco tempo após o início da concentração, marcada para às 14 horas. Com uma ciranda reflexiva, o Coletivo Paulo Freire – Educação Popular, Lutar e Transformar colocará o legado do grande educador brasileiro no centro das discussões. Em seguida, às 15h, a Banda Hospício Cultural, comandada por Gildomar Marinho e Charles Wellington, sobe ao palco para animar o público com clássicos carnavalescos.

Com influências que vão do baião ao rock, a Banda Forria promete agitar os foliões, a partir das 16h10, com um show repleto de músicas do seu álbum homônimo, lançado em 2018. Em seguida, às 17 horas, o grupo Brinquedo de Rua entra em cena com todos os seus ritmos, que passeiam entre Coco, Maracatu e Ciranda. O entardecer será banhado por nostalgia! O Bloco SandiJunio sobe ao palco às 17h30 com um repertório recheado de versões dos hits dos irmãos Sandy e Junior.

Após passear pelo cenário pop brasileiro das décadas de 1990 e 2000, o público vai dançar ao som ousado e experimental da banda Quilograma Sound System, que tem entre as suas influências Chico Science, Nação Zumbi, Otto e Criolo. A apresentação está marcada para às 18h10. A partir das 18h50, Pedro Falcão, acompanhado pela Banda Hospício Cultural, vai contagiar o público com um show que mistura releituras das décadas de 1970, 1980 e 1990 com músicas autorais. O som do artista flerta com vários ritmos, entre eles: forró, pagode e rock.

Eugênio Leandro é o grande convidado da noite. Ele sobe ao palco às 19h30, acompanhado de sua filha, Clarice Trummer, e da banda do bloco. Participante ativo do movimento artístico alternativo da Capital, o compositor vai relembrar seu tempo na Banda Meninos, que animou vários carnavais em Limoeiro do Norte. Entre as composições de Eugênio está “Coração Sem Juízo”, gravada por Alan Morais para o vinil do histórico Bloco Sanatório Geral. Gildomar Marinho e Charles Wellington, Também acompanhados pela Banda Hospício Cultural, continuam a festa a partir das 20 horas.

Gerido por um coletivo independente, o bloco conta, neste ano, com o apoio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza, através do edital de apoio aos blocos de rua do Ciclo Carnavalesco 2019. Durante a festa, são vendidas camisas, cervejas e outros produtos. O valor arrecadado é utilizado para custear os gastos com a produção do evento.

História

Foi em 2015, num carnaval que passou, que uma turma de amigos, todos loucos por música, poesia, teatro e cultura em todas suas cores, sons e vertentes, resolveu criar um grupo para trocar dicas sobre o período e compartilhar as experiências vividas na festa. O nome dessa loucura organizada, dessa troca tão enriquecedora, não poderia ser outro. Nasce, a partir daí, o Hospício Cultural, um movimento de arte-cultura que teve como principal palco as ruas do querido Benfica.

Em 2017, surge o Bloco de Pré-Carnaval do Hospício Cultural, em outro formato, com a proposta de Carnaval de rua e como coletivo. Em comum, o coletivo traz o gosto pelas artes, pelo saudoso Carnaval das marchinhas, frevos e maracatus dos blocos Sanatório Geral e Quem É De BEMfica, onde crianças e adultos vestiam-se de alegria e festejavam o amor e a vida. O Hospício é um ato de resgate e resistência do Carnaval de rua, que tem se tornado menor a cada dia, dando espaço aos segregadores carnavais de shoppings.

O Pré-Carnaval do Bloco Hospício Cultural é apoiado pela Prefeitura de Fortaleza, por meio do Edital de Apoio aos Blocos de Rua do Ciclo Carnavalesco 2019 da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor). Gentilândia Bar, Associação dos Fiscais de Município de Fortaleza – AFIM, Solotrat Nordeste, H2O Analysis, Cantinho Acadêmico Bar e Ponto Cruz Comunicação também apoiam o bloco.

Serviço

Pré-Carnaval do Bloco Hospício Cultural

Data: 17 de fevereiro

Horário: 14h às 20h30

Local: Praça João Gentil (Av. Treze de Maio, s/n)

Acesso gratuito

Programação

14:00 – Concentração

14:20 – Coletivo Paulo Freire – Educação Popular, Lutar e Transformar

15:00 – Charles Wellington, Gildomar Marinho e Banda Hospício Cultural

16:10 – Banda Forria

16:50 – Grupo Brinquedo de Rua

17:30 – Bloco SandiJunio

18:10 – Banda Quilograma Sound System

18:50 – Pedro Falcão

19:30 – Eugênio Leandro e Clarice Trummer

20:00 – Charles Wellington, Gildomar Marinho e Banda Hospício Cultural

Publicidade

Pré-Carnaval do Bloco Hospício Cultural reúne artistas locais na Praça João Gentil no domingo (10)

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

07 de Fevereiro de 2019

Criado em 2015, o Hospício Cultural mantém como uma de suas principais características o diálogo com os artistas cearenses.

Depois de movimentar a rua Paulinho Nogueira nos três últimos domingos, o Pré-Carnaval do Bloco Hospício Cultural parte para a Praça João Gentil, onde se apresenta nos dias 10, 17 e 24 de fevereiro. Capitaneado por Gildomar Marinho e Charles Wellington, o bloco tem se firmado como um oásis para os saudosos amantes da folia das marchinhas, frevos e maracatus.

Em 2019, assim como nos anos anteriores, o Hospício tem recebido inúmeros artistas locais, dos mais novos aos mais renomados, que chegam para contribuir com essa festa diversa e democrática chamada Carnaval. Todos os sons, tons e timbres são bem-vindos ao palco do bloco, cujo lema neste ano é “Ninguém solta a mão de ninguém”.

Neste domingo (10), o evento inicia sua concentração às 13h30. Com uma apresentação marcada pelas influências indígenas e nordestinas, o grupo Pifarada Urbana, formado por homens e mulheres de todas as idades, vai envolver todos na sua miscelânea de ritmos a partir das 14h20. Comandada por Gildomar Marinho e Charles Wellington, a banda do bloco sobe ao palco às 15 horas, com o repertório afiado e a alegria de sempre.

A Banda Set List Brasil, composta por Ernesto Cartaxo (voz, violão e guitarra); Ercilia Lima (voz/percussão); Marcilio Façanha (voz/violão) e Adriano Kanu (percussão), levará à praça, a partir das 16h10, releituras de clássicos da música cearense e nordestina. Em seguida, o público poderá conferir o som de Duas Doses de Música & Os Tiragosto, parceria musical de Samuel Brandão e Adelrui. Embalada por ritmos regionais e urbanos, a apresentação terá início às 16h50.

A partir das 17h30, a praça será tomada por Calé Alencar e Batucriolo. O ritmo do entardecer será o maracatu! Para encerrar a festa com chave de ouro, os anfitriões Gildomar e Charles voltam ao palco e prometem animar os foliões até às 20 horas.

Gerido por um coletivo independente, o bloco conta, neste ano, com o apoio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza, através do edital de apoio aos blocos de rua do Ciclo Carnavalesco 2019. Durante a festa, são vendidas camisas, cervejas e outros produtos. O valor arrecadado é utilizado para custear os gastos com a produção do evento.

História

Foi em 2015, num carnaval que passou, que uma turma de amigos, todos loucos por música, poesia, teatro e cultura em todas suas cores, sons e vertentes, resolveu criar um grupo para trocar dicas sobre o período e compartilhar as experiências vividas na festa. O nome dessa loucura organizada, dessa troca tão enriquecedora, não poderia ser outro. Nasce, a partir daí, o Hospício Cultural, um movimento de arte-cultura que teve como principal palco as ruas do querido Benfica.

Em 2017, surge o Bloco de Pré-Carnaval do Hospício Cultural, em outro formato, com a proposta de Carnaval de rua e como coletivo. Em comum, o coletivo traz o gosto pelas artes, pelo saudoso Carnaval das marchinhas, frevos e maracatus dos blocos Sanatório Geral e Quem É De BEMfica, onde crianças e adultos vestiam-se de alegria e festejavam o amor e a vida. O Hospício é um ato de resgate e resistência do Carnaval de rua, que tem se tornado menor a cada dia, dando espaço aos segregadores carnavais de shoppings.

O Pré-Carnaval do Bloco Hospício Cultural é apoiado pela Prefeitura de Fortaleza, por meio do Edital de Apoio aos Blocos de Rua do Ciclo Carnavalesco 2019 da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor). O bloco conta também com a parceria do Gentilândia Bar, Solotrat Nordeste, H2O Analysis e Ponto Cruz Comunicação.

Serviço

Pré-Carnaval do Bloco Hospício Cultural

Data: 10 de fevereiro

Horário: 13h30 às 20 horas

Local: Praça João Gentil (Av. Treze de Maio, s/n)

Acesso gratuito

Programação

13:30 – Concentração

14:20 – Pifarada Urbana

15:00 – Charles Wellington, Gildomar Marinho e Banda Hospício Cultural

16:10 – Banda Set List Brasil

16:50 – Duas Doses de Música & Os Tiragosto

17:30 – Calé Alencar e Batucriolo

18:10 – Charles Wellington, Gildomar Marinho e Banda Hospício Cultural

Publicidade

Pré-Carnaval do Bloco Hospício Cultural reúne artistas locais na Praça João Gentil no domingo (10)

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

07 de Fevereiro de 2019

Criado em 2015, o Hospício Cultural mantém como uma de suas principais características o diálogo com os artistas cearenses.

Depois de movimentar a rua Paulinho Nogueira nos três últimos domingos, o Pré-Carnaval do Bloco Hospício Cultural parte para a Praça João Gentil, onde se apresenta nos dias 10, 17 e 24 de fevereiro. Capitaneado por Gildomar Marinho e Charles Wellington, o bloco tem se firmado como um oásis para os saudosos amantes da folia das marchinhas, frevos e maracatus.

Em 2019, assim como nos anos anteriores, o Hospício tem recebido inúmeros artistas locais, dos mais novos aos mais renomados, que chegam para contribuir com essa festa diversa e democrática chamada Carnaval. Todos os sons, tons e timbres são bem-vindos ao palco do bloco, cujo lema neste ano é “Ninguém solta a mão de ninguém”.

Neste domingo (10), o evento inicia sua concentração às 13h30. Com uma apresentação marcada pelas influências indígenas e nordestinas, o grupo Pifarada Urbana, formado por homens e mulheres de todas as idades, vai envolver todos na sua miscelânea de ritmos a partir das 14h20. Comandada por Gildomar Marinho e Charles Wellington, a banda do bloco sobe ao palco às 15 horas, com o repertório afiado e a alegria de sempre.

A Banda Set List Brasil, composta por Ernesto Cartaxo (voz, violão e guitarra); Ercilia Lima (voz/percussão); Marcilio Façanha (voz/violão) e Adriano Kanu (percussão), levará à praça, a partir das 16h10, releituras de clássicos da música cearense e nordestina. Em seguida, o público poderá conferir o som de Duas Doses de Música & Os Tiragosto, parceria musical de Samuel Brandão e Adelrui. Embalada por ritmos regionais e urbanos, a apresentação terá início às 16h50.

A partir das 17h30, a praça será tomada por Calé Alencar e Batucriolo. O ritmo do entardecer será o maracatu! Para encerrar a festa com chave de ouro, os anfitriões Gildomar e Charles voltam ao palco e prometem animar os foliões até às 20 horas.

Gerido por um coletivo independente, o bloco conta, neste ano, com o apoio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza, através do edital de apoio aos blocos de rua do Ciclo Carnavalesco 2019. Durante a festa, são vendidas camisas, cervejas e outros produtos. O valor arrecadado é utilizado para custear os gastos com a produção do evento.

História

Foi em 2015, num carnaval que passou, que uma turma de amigos, todos loucos por música, poesia, teatro e cultura em todas suas cores, sons e vertentes, resolveu criar um grupo para trocar dicas sobre o período e compartilhar as experiências vividas na festa. O nome dessa loucura organizada, dessa troca tão enriquecedora, não poderia ser outro. Nasce, a partir daí, o Hospício Cultural, um movimento de arte-cultura que teve como principal palco as ruas do querido Benfica.

Em 2017, surge o Bloco de Pré-Carnaval do Hospício Cultural, em outro formato, com a proposta de Carnaval de rua e como coletivo. Em comum, o coletivo traz o gosto pelas artes, pelo saudoso Carnaval das marchinhas, frevos e maracatus dos blocos Sanatório Geral e Quem É De BEMfica, onde crianças e adultos vestiam-se de alegria e festejavam o amor e a vida. O Hospício é um ato de resgate e resistência do Carnaval de rua, que tem se tornado menor a cada dia, dando espaço aos segregadores carnavais de shoppings.

O Pré-Carnaval do Bloco Hospício Cultural é apoiado pela Prefeitura de Fortaleza, por meio do Edital de Apoio aos Blocos de Rua do Ciclo Carnavalesco 2019 da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor). O bloco conta também com a parceria do Gentilândia Bar, Solotrat Nordeste, H2O Analysis e Ponto Cruz Comunicação.

Serviço

Pré-Carnaval do Bloco Hospício Cultural

Data: 10 de fevereiro

Horário: 13h30 às 20 horas

Local: Praça João Gentil (Av. Treze de Maio, s/n)

Acesso gratuito

Programação

13:30 – Concentração

14:20 – Pifarada Urbana

15:00 – Charles Wellington, Gildomar Marinho e Banda Hospício Cultural

16:10 – Banda Set List Brasil

16:50 – Duas Doses de Música & Os Tiragosto

17:30 – Calé Alencar e Batucriolo

18:10 – Charles Wellington, Gildomar Marinho e Banda Hospício Cultural