Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Canadá

Canadá triplica compra de produtos de Aquiraz no primeiro bimestre de 2019

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

05 de Abril de 2019

Estudo realizado pelo Centro Internacional de Negócios da FIEC revela que no primeiro bimestre de 2019 o município de Aquiraz exportou US$ 9,8 milhões, valor 13,8% maior que o registrado no mesmo período de 2018. Com esse resultado, o município passa a ocupar a 6° posição entre as cidades cearenses que mais exportam. As importações, por sua vez, caíram 58,9% quando se analisa os dois primeiros meses de 2019, totalizando US$ 4,65 milhões. O saldo é um superávit de US$ 5,14 milhões – um crescimento de 290% ante o mesmo período do ano anterior.

O subgrupo de cocos e castanhas é responsável por US$ 8,6 milhões do total exportado, valor 22,4% maior em relação ao primeiro bimestre de 2018. As castanhas de caju representam 88% do que é exportado por Aquiraz. Os Estados Unidos são o principal destino das exportações, com US$ 2,46 milhões. Em seguida estão Canadá, com US$ 1,5 milhões e Alemanha, que comprou US$ 970,2 mil do município. O mercado canadense e alemão foram os que exibiram os maiores crescimentos em consumo, com 342,8% e 142,3%, respectivamente. Além desses três maiores, outros 17 países foram destinos dos produtos de Aquiraz.

PIB
O PIB de Aquiraz, contabilizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2015 chegou à marca de R$ 1,9 bilhão, sendo 67% desse total englobado pelo setor de serviços, visto que a cidade possui a segunda maior rede hoteleira do estado. A indústria abarca 25%, enquanto o setor primário cerca de 6%. A produção de castanha de caju, frutas e mel são os principais motores da economia local.

Saiba mais

O Centro Internacional de Negócios da FIEC apoia a internacionalização das empresas cearenses e promove ações estratégicas, de capacitação e relações institucionais, com o objetivo de impulsionar as exportações e importações da indústria do Ceará. Faz parte da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), que junto com Serviço Social da Indústria (SESI Ceará), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Ceará), Instituto Euvaldo Lodi (IEL Ceará) e o Observatório da Indústria formam o Sistema FIEC.

Publicidade

Prefeitura de Fortaleza recebe concerto de orquestra do Canadá na Rede Cuca

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

12 de julho de 2017

A atividade, que é aberta ao público, vai acontecer nesta quarta-feira (12/07), no Cuca Mondubim

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria de Juventude, receberá, nesta quarta-feira (12/07), às 19h, um concerto da orquestra sinfônica “Gens du pays”. O grupo, que vem do Canadá, inicia sua turnê pelo Ceará com a primeira apresentação no Cuca Mondubim.

A atividade é uma parceria entre a Prefeitura de Fortaleza, Universidade Federal do Ceará (UFC) e Universidade de Quebec, além do apoio da ADUFC Sindicato, Grande Loja Maçônica do Estado do Ceará e a Prefeitura de Sobral. A orquestra é composta 45 jovens músicos de idade entre 15 a 25 anos, oriundos de diferentes regiões da província do Quebec. A atividade é gratuita e aberta ao público.

Os professores da ação realizarão master classes de instrumentos de cordas friccionadas para jovens da Rede Cuca. A ação acontecerá também nesta quarta-feira (12/07), das 14h às 16h, e os interessados poderão participar dos seguintes workshops: viola e violino ou violoncelo e contrabaixo.

Saiba mais
O grupo foi formado especialmente para participar do Festival Internacional de Orquestras de Jovens Eurochestries que está em sua 28ª edição internacional e 3ª edição latino-americana. As edições latino-americanas são realizadas por iniciativa do Curso de Música – Licenciatura da Universidade Federal do Ceará, em Sobral, por meio de seu Grupo de Pesquisa e Educação, Artes e Música PesquisaMus. O evento ocorrerá na cidade de Sobral e região entre os dias 16 e 23 de julho.

Além dos músicos do Quebec, a orquestra terá a participação especial dos jovens brasileiros Rian Rafaiel (fagote), Ruama Quimera (trompa) e Renan Pablo (trompa), todos membros da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Ceará em Fortaleza.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Diretor da Morphus Segurança da Informação palestrou ontem em Vancouver

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

16 de junho de 2017

Pedro Prudêncio, Diretor da Morphus Segurança da Informação, palestrou ontem em Vancouver, Canadá, sobre sua especialidade: cybersegurança. Ele esteve ao lado de Bruno Moraes, ex-head da Rio 2016. Especificamente a abordagem foi a topologia de segurança de dados nos Jogos Olímpicos. O evento é o Ignite 2017 que acontece durante essa semana, organizado pela Palo Alto Networks, empresa global co-fundada pelo israelense Nir Zuk. A cearense Morphus foi a única brasileira da história a ser convidada a palestrar no evento.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Ceará e Canadá dividem experiências em seminário de Tecnologia da Informação e Comunicação

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

27 de outubro de 2015

seminario
A Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) e a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Tecnologia da Informação e Comunicação (CS TIC)  receberam, nesta segunda-feira (26), empreendedores do Ontário Technology Corridor (OTC). Os representantes canadenses vieram a Fortaleza para explorar oportunidades de negócios, investimentos e atividades comerciais, principalmente na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e Digital Media por meio do seminário “Oportunidade de cooperação em Tecnologia da Informação e Comunicação Ceará – Canadá”.
 
O encontro contou com a presença do presidente da Adece, Ferruccio Feitosa, dos diretores da Agência, do presidente da CS TIC, Márcio Braga, que juntos receberam o secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), Inácio Arruda.
 
O secretário deu início ao encontro destacando as universidades locais e o trabalho de formação de profissionais de alta qualidade na área de Engenharia da Computação. “Neste seminário nós informamos que no Ceará temos, somente na graduação, quatro mil estudantes. Estamos preparando uma base muito significativa e nós queremos que esses estudantes permaneçam aqui no Estado ajudando a gerar riqueza. Para isso acontecer, precisamos que as empresas estejam aqui. Falo não só daquelas jovens, novas, que nascem no Estado, como também das que andam pelo mundo afora e, muitas vezes, desconhecem a existência de estados com condições tão boas, como o Ceará”, disse o secretário.
 
Em seguida, o presidente da Adece abriu o seminário apresentando o trabalho da Agência no Ceará e relatando aos canadenses as potencialidades que o Estado tem a oferecer. Ferruccio destacou ainda duas ferramentas online lançadas recentemente com o objetivo de fomentar o desenvolvimento econômico do Estado. 
 
“O Balcão do Investidor (www.adece.ce.gov.br/balcal) coloca a Adece à disposição para receber as demandas dos empresários pela Internet de maneira que possamos dar velocidade à comunicação e ajudar nos encaminhamentos dos processos de instalação no Estado. Já o Oportunizar (www.adece.ce.gov.br/oportunizar) visa inserir jovens formados pelas Escolas Estaduais de Educação Profissional (EEEPs) no mercado de trabalho, estreitando e facilitando a relação dos empresários, do poder público e da mão de obra qualificada. As duas ferramentas foram criadas sem qualquer custo financeiro, utilizando somente a inteligência disponível em casa”, explicou.
 
TIC no Ceará
 
Sobre o cenário de Tecnologia da Informação e Comunicação no Ceará, Máscio Braga apresentou a CS TIC aos presentes, pontuando as vantagens e desafios do setor.  De acordo com ele, o Estado tem bastante vocação para o ramo e já dispõe de 900 empresas na área gerando mais de 15 mil empregos.
 
Dentre as demandas apresentadas, o presidente da câmara destacou a atração de mais profissionais, o aumento do grau de inovação e incentivos por meio de criação de leis simples.
 
Experiência canadense
 
Depois de conferirem as apresentações que contextualizaram a posição do Ceará no setor de tecnologia da informação, os empreendedores canadenses Larry MacKinnon, diretor da The London Economic Development Corporation; Walt Hutching, presidente da Seabro Inc.; e Blair Patacairk, diretor administrativo de investimento e comércio da OTC; apresentaram a OTC. O corredor tecnológico engloba a área da Grande Toronto, Ottawa, Waterloo, a cidade de Londres e região de Niágara, atuando em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Ontário e com o Departamento do Governo Federal de Negócios Estrangeiros para Comércio Internacional no Canadá.
 
De acordo com os empreendedores canadenses, a região de Ontário é um eficiente polo para negócios globais e um dos principais acessos aos mercados norte-americanos. Além da estratégica posição geográfica, sua estrutura e organização fazem de Ontário um dos principais centros econômicos das Américas. Empregando cerca de 260 mil pessoas entre aproximadamente 6.400 empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (ICT), a OTC oferece alguns dos recursos humanos mais qualificados, motivados e estáveis do mundo.
* postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Ceará e Canadá dividem experiências em seminário de Tecnologia da Informação e Comunicação

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

27 de outubro de 2015

seminario
A Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) e a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Tecnologia da Informação e Comunicação (CS TIC)  receberam, nesta segunda-feira (26), empreendedores do Ontário Technology Corridor (OTC). Os representantes canadenses vieram a Fortaleza para explorar oportunidades de negócios, investimentos e atividades comerciais, principalmente na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e Digital Media por meio do seminário “Oportunidade de cooperação em Tecnologia da Informação e Comunicação Ceará – Canadá”.
 
O encontro contou com a presença do presidente da Adece, Ferruccio Feitosa, dos diretores da Agência, do presidente da CS TIC, Márcio Braga, que juntos receberam o secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), Inácio Arruda.
 
O secretário deu início ao encontro destacando as universidades locais e o trabalho de formação de profissionais de alta qualidade na área de Engenharia da Computação. “Neste seminário nós informamos que no Ceará temos, somente na graduação, quatro mil estudantes. Estamos preparando uma base muito significativa e nós queremos que esses estudantes permaneçam aqui no Estado ajudando a gerar riqueza. Para isso acontecer, precisamos que as empresas estejam aqui. Falo não só daquelas jovens, novas, que nascem no Estado, como também das que andam pelo mundo afora e, muitas vezes, desconhecem a existência de estados com condições tão boas, como o Ceará”, disse o secretário.
 
Em seguida, o presidente da Adece abriu o seminário apresentando o trabalho da Agência no Ceará e relatando aos canadenses as potencialidades que o Estado tem a oferecer. Ferruccio destacou ainda duas ferramentas online lançadas recentemente com o objetivo de fomentar o desenvolvimento econômico do Estado. 
 
“O Balcão do Investidor (www.adece.ce.gov.br/balcal) coloca a Adece à disposição para receber as demandas dos empresários pela Internet de maneira que possamos dar velocidade à comunicação e ajudar nos encaminhamentos dos processos de instalação no Estado. Já o Oportunizar (www.adece.ce.gov.br/oportunizar) visa inserir jovens formados pelas Escolas Estaduais de Educação Profissional (EEEPs) no mercado de trabalho, estreitando e facilitando a relação dos empresários, do poder público e da mão de obra qualificada. As duas ferramentas foram criadas sem qualquer custo financeiro, utilizando somente a inteligência disponível em casa”, explicou.
 
TIC no Ceará
 
Sobre o cenário de Tecnologia da Informação e Comunicação no Ceará, Máscio Braga apresentou a CS TIC aos presentes, pontuando as vantagens e desafios do setor.  De acordo com ele, o Estado tem bastante vocação para o ramo e já dispõe de 900 empresas na área gerando mais de 15 mil empregos.
 
Dentre as demandas apresentadas, o presidente da câmara destacou a atração de mais profissionais, o aumento do grau de inovação e incentivos por meio de criação de leis simples.
 
Experiência canadense
 
Depois de conferirem as apresentações que contextualizaram a posição do Ceará no setor de tecnologia da informação, os empreendedores canadenses Larry MacKinnon, diretor da The London Economic Development Corporation; Walt Hutching, presidente da Seabro Inc.; e Blair Patacairk, diretor administrativo de investimento e comércio da OTC; apresentaram a OTC. O corredor tecnológico engloba a área da Grande Toronto, Ottawa, Waterloo, a cidade de Londres e região de Niágara, atuando em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Ontário e com o Departamento do Governo Federal de Negócios Estrangeiros para Comércio Internacional no Canadá.
 
De acordo com os empreendedores canadenses, a região de Ontário é um eficiente polo para negócios globais e um dos principais acessos aos mercados norte-americanos. Além da estratégica posição geográfica, sua estrutura e organização fazem de Ontário um dos principais centros econômicos das Américas. Empregando cerca de 260 mil pessoas entre aproximadamente 6.400 empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (ICT), a OTC oferece alguns dos recursos humanos mais qualificados, motivados e estáveis do mundo.
* postado por Oswaldo Scaliotti