Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Cariri

EAD com tendência de crescimento no Cariri

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

14 de Fevereiro de 2019

Saiba quais são os cuidados na hora de escolher uma instituição de ensino confiável, reconhecida e evitar dor de cabeça para receber o diploma.

A procura pelos cursos de Educação a Distância (EAD) tem apresentado uma tendência de crescimento no Brasil e, consequentemente, no Cariri. É o que avalia a professora e coordenadora do Núcleo de Educação a Distância da Faculdade Paraíso do Ceará (FAP), Lana Paula Crivelaro.

A comodidade e flexibilização de horários que essa modalidade de ensino permite têm impulsionado uma procura que, a cada dia, demonstra estar em ascensão. “O aumento dessa procura se dá por diversos fatores como deslocamento, tempo, preços, além da oportunidade de estudar em casa”, afirma a professora.

Uma pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), em 2018, mostra que a distância entre o número de ingressantes no ensino superior na modalidade EAD está cada vez menor em relação ao presencial. Caso mantenha as taxas de crescimento anual, a pesquisa projeta que o EAD irá ultrapassar o método presencial em 2023.

Com esse novo cenário educacional, também tem surgido uma vasta oferta de cursos nessa modalidade, obrigando os candidatos a ficarem atentos na hora de escolher uma instituição de ensino superior (IES). De acordo com Lana Crivelaro, o primeiro passo é consultar se a IES está autorizada e credenciada pelo Ministério da Educação (MEC).

“Quando tiver alguma dúvida, não adianta fazer uma escolha apenas pelo belo discurso de uma faculdade ou universidade para nos vender algo que dizem ser ‘lindo e maravilhoso’, se ela não tiver um reconhecimento firmado pelo Ministério da Educação”, alerta a docente.

Segundo Lana, o site do MEC é a fonte mais apropriada para consultar a situação de um curso de graduação ou faculdade. “É o ambiente mais seguro para entender se você está se matriculando em uma universidade confiável, autorizada, com todos os quesitos de uma boa formação e com garantia de que irá receber um diploma reconhecido”, aconselha.

EAD no Cariri

Localizada em Juazeiro do Norte, a Faculdade Paraíso do Ceará (FAP), por exemplo, oferta quatro graduações na modalidade EAD: Administração, Ciências Contábeis, Gestão de Recursos Humanos e Serviço Social.

“Os cursos foram organizados considerando a realidade atual das organizações, referenciais normativos e o instrumento de avaliação do MEC, para que tragam boas alternativas de desenvolvimento para a macrorregião do Cariri”, conclui a docente.

Serviço

FAP Online
Contato: (88) 3512-3299 ou fapce.edu.br/ead/

Publicidade

Hapvida Saúde chega à região do Cariri

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

28 de dezembro de 2018

Com a aquisição de carteira da Free Life, o Hapvida terá  cerca de  25 mil novos clientes da Região Metropolitana de Fortaleza e Cariri, no interior do Ceará

No último dia 18 de dezembro, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) aprovou a compra da carteira de clientes da Free Life Operadora de Planos de Saúde Ltda pelo Hapvida Saúde. Com a negociação, o Hapvida passa a atender os 25 mil beneficiários da carteira, sendo16 mil deles da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e 9 mil do Cariri(que compreende os municípios de Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato). Os atendimentos se iniciam no dia 1º de janeiro.

A intenção de aquisição foi anunciada no final de outubro desse ano e aguardava aprovação da ANS para efetivação da compra. Segundo as demonstrações contábeis de 31 de dezembro de 2017, a Free Life apresentou receita líquida de R$ 30,8 milhões. Para os beneficiários da então Free Life, serão integralmente mantidas as condições vigentes dos contratos adquiridos sem qualquer restrição de direitos ou prejuízo para os mesmos. Será mantida ainda a rede hospitalar credenciada/referenciada dos produtos aos quais os beneficiários se encontram vinculados, obedecendo ao disposto no artigo 17, da Lei 9.658/98, em caso de eventuais alterações.

Além disso, não serão estabelecidas carências adicionais, prevalecendo, ainda, as cláusulas de reajustes das contratações pecuniárias (anual e por variação de faixa etária), assim como a data-base dos contratos, para fins de aplicação do reajuste anual. Com a transferência dos beneficiários para o Hapvida será vedada a interrupção da prestação de assistência a todos os beneficiários da Free Life, sobretudo, àqueles que se encontram em tratamento continuado ou em internação.

Uniplam

Em setembro de 2018, o Hapvida anunciou também a intenção de compra da Uniplam – Assistência Médico Hospitalar Ltda., sediada em Teresina, Piauí, já autorizada pela ANS. A aquisição trouxe para o Hapvida mais 25 mil novos clientes, fortalecendo ainda mais a presença da companhia na região, cuja operação de prestação de serviços médico-hospitalares foi ampliada em janeiro de 2018 com a inauguração do Hospital Rio Poty.

Segundo o presidente do Hapvida, Dr. Jorge Pinheiro, as recentes aquisições, bem como os investimentos para ampliação da sua rede própria, fazem parte da estratégia de expansão e consolidação promovida pelo Hapvida desde o seu processo de abertura de capital, em abril de 2018. “Este ano foi marcado pela abertura de capital, que trouxe recursos importantes para a companhia e que possibilitará a expansão do modelo de negócio”.

Hapvida

Com mais de 3,8 milhões de clientes, o Hapvida hoje se posiciona como uma das maiores operadoras de saúde do Brasil. Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos. Atualmente, são 20 mil colaboradores diretos envolvidos na operação de 26 hospitais, 75 clínicas médicas, 19 prontos atendimentos, 84 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial (Vida&Imagem), distribuídos nos 11 estados (nove do Nordeste, além de Pará e Amazonas) onde a operadora atua com rede própria.

 

Publicidade

Festfilmes se encerra neste sábado no Cariri, com os filmes “O Pau da Bandeira” e “Padre Cícero: Os Milagres de Juazeiro”

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

03 de novembro de 2018

O 3o. Festfilmes, Festival do Audiovisual Luso Afro Brasileiro encerra neste sábado, 3/11, sua programação no Cariri, com programação de 9h30 às 22h, sempre com entrada franca, garantindo acesso da população a filmes de 24 estados brasileiros e de países como Portugal e Moçambique.

Será o encerramento de uma semana muito intensa, em que centenas de crianças e jovens, de vários municípios do Cariri, puderam realizar o sonho de ir ao cinema pela primeira vez, em caravanas organizadas pelo Festfilmes. Os sorrisos, a alegria, a emoção, a curiosidade, a expectativa estavam no rosto de cada criança e jovem que conferiu as sessões da Mostra Animada, de quarta a sexta de manhã, com sequência neste sábado, 9h30. O mesmo aconteceu com jovens e adultos nas sessões da tarde e da noite, com destaque para a abertura do festival na terça-feira, com a presença do consagrado diretor Halder Gomes e a exibição de seu filme “Cine Holliúdy”.

Neste sábado, 3/11, a programação continua de 9h30 até 22h, tendo como destaques a exibição de dois filmes intimamente relacionados ao Cariri: às 13h o público vai assistir a “O Pau da Bandeira”, de Pedro Wenceslau, documentário sobre a tradicional Festa de Santo Antônio de Barbalha, um dos mais impressionantes encontros populares do Brasil, entre o sagrado e o profano.

Já às 19h30 deste sábado acontece a solenidade de encerramento do festival no Cariri, com a premiação dos filmes vencedores da Mostra Iracema (dedicada a filmes de realizadores cearenses ou residentes no Estado), fechando com a exibição do filme “Padre Cícero: Os Milagres de Juazeiro”, de Helder Martins, lançado em 1975. O filme mostra a primeira metade da vida e da obra religiosa de Cícero Romão Batista, padre que exerceu suas funções às margens das diretrizes da Igreja Católica, tornando-se um personagem político influente e um líder religioso fervorosamente adorado por milhões de fiéis até os dias de hoje.

“O Festfilmes tem entre seus objetivos a democratização do acesso ao cinema, como temos visto em muitas sessões nesta semana, ao longo da programação do festival no Cariri. Foram muitos os momentos de emoção, com os estudantes de tantas cidades do Cariri, além de muita gente do público em geral que teve a primeira oportunidade de entrar em um cinema”, ressalta Duarte Dias, cineasta, diretor do festival, curador do Cineteatro São Luiz, em Fortaleza, e coordenador de política audiovisual da Secretaria da Cultura do Estado.

“Outro momento muito marcante sem dúvida será a exibição de ‘O Pau da Bandeira’ e de ‘Padre Cícero: Os Milagres de Juazeiro’, neste sábado que encerra o festival no Cariri. Tudo com entrada franca. Todos estão convidados”, complementa Duarte Dias.

Festival da pluralidade

Duarte Dias ressalta que o festival exibe 92 filmes, seguindo até sábado, 3/11, no Cariri, e depois continuando nas cidades de Redenção, Baturité e Fortaleza, até 21/11.

Cinema de graça o dia todo

A partir das 9h30 até perto de 22h, a população do Cariri está tendo acesso às sessões de cinema do Festfilmes, sempre com entrada franca.

Confira a programação completa, incluindo horários e sinopses dos filmes, no site www.festfilmes.com.br.

Mostras competitivas e paralelas

A terceira edição do FestFilmes é composta por 8 mostras de cinema, sendo 3 mostras competitivas e 5 mostras paralelas.  As mostras competitivas são a Mostra Iracema, exclusiva para os realizadores cearenses ou residentes no Estado; a Mostra Nascente, que tem caráter nacional e exibe filmes de estreia de realizadores naturais ou residentes em qualquer município brasileiro; e a Mostra Atlântica, voltada para filmes de curta-metragem de realizadores naturais ou residentes em qualquer um dos países que compõem a CPLP: Angola, Brasil,Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, Timor Leste e São Tomé e Príncipe.

As mostras paralelas, por sua vez, dividem-se entre a Mostra Animada, voltada para o público infantojuvenil; a Mostra CPLP, composta por filmes que retratam aspectos históricos e culturais das nações da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP); a Mostra Retrospecto, com obras que se destacaram nas edições anteriores do festival; a Mostra Verde, com filmes com temática socioambiental, e a Mostra dos Festivais, que exibe filmes oriundos de festivais de cinema atuantes no âmbito da CPLP, desta feita destacando o Festival de Cinema de Jericoacoara – Jeri Digital, cuja sexta edição aconteceu em 2017.

Publicidade

​​​​​​Chapada do Araripe atrai turistas que buscam contato com a natureza e opções artístico-culturais no friozinho serrano

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

21 de junho de 2018

Arajara Jazz e Blues abre férias no Cariri com artistas de renome nacional. Trilhas ecológicas na chapada também fazem parte da programação do festival

O Ceará tem 573 quilômetros de litoral e praias mundialmente conhecidas, como Jericoacoara e Canoa Quebrada. O fluxo de turistas que desembarcam em solo cearense chega a marca de mais de 800 mil, entre dezembro e janeiro, e 400 mil em julho, períodos de alta estação, de acordo com a Secretaria de Turismo do Estado (Setur). Mas, na Terra da Luz não tem apenas sol e mar. Para quem gosta de curtir aquele friozinho e desbravar a natureza, tem também serras e chapadas, relevos com altitudes elevadas e vegetação verde que contrastam no meio do sertão.

Um desses destinos turísticos é a Chapada do Araripe, localizada ao Sul do Estado, no Cariri. Na divisa entre o Ceará e Pernambuco, a formação geológica é uma reserva ecológica que reúne fontes naturais, grutas e sítios paleontológicos. Saindo de Fortaleza, é possível acessar a região por meio das rodovias BR-116, CE-393 e CE-293 ou ainda pelo Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte, que oferece voos diários inclusive para as capitais do Sul do País (São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte).

Com clima diversificado, gastronomia regional, contato com a natureza, esportes e trilhas que narram nossa história, os municípios situados na chapada são referência em cultura popular e eventos artísticos-musicais. Rodeado pela Chapada do Araripe, o Cariri tem um “coração”, o Crajubar, formado por Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha. Esse triângulo desponta no Estado e no País por um forte turismo religioso e histórico, com Padre Cícero e fósseis de peixes e de dinossauros voadores de 110 milhões de anos encontrados na Floresta Nacional do Araripe-Apodi.

E já que estamos em junho o destaque fica para Barbalha, reconhecida pela glória arquitetônica e por uma das festas juninas mais tradicionais do Ceará: a festa de Santo Antônio ou festa do Pau da Bandeira. O ritual envolve fé e misticismo e dura 19 dias. Começa com a “Noite das Solteironas”, no dia 26 de maio, e encerra com a quermesse, no dia 13 de junho, Dia de Santo Antônio.

Arajara Jazz e Blues

Neste ano de 2018, Barbalha sediará, pela primeira vez, um festival de jazz e blues, que promete entrar para o calendário de festejos do município, quiçá do Nordeste. O local escolhido para receber o festival é Araraja, distrito situado no sopé da serra.

Arajara Jazz e Blues ocorrerá entre os dias 29 de junho e 1º de julho, com entrada gratuita, e terá shows com artistas de renome nacional. Uma das 12 atrações do festival é o compositor e cantor Luiz Fidélis. O músico caririense possui um repertório de mais de 200 canções e cerca de 25 anos de carreira. Compôs para vários artista brasileiros, entre eles: Elba Ramalho, Dominguinhos, Fagner, Quinteto Violado e Frank Aguiar. Nos anos 90 fez parceria com a Banda Mastruz com Leite, lançando músicas que retratam a vida do cidadão do interior nordestino com repercussão nacional.

Quem também subirá ao palco do festival, batizado de soldadinho-do-araripe, em homenagem ao pássaro símbolo da região, é a banda Bluesin que buscou um timbre musical inspirado nas origens do blues norte-americano e nos ícones do rock’n roll das décadas de 1970 a 1990. Nascido no enorme celeiro artístico/cultural que é o Cariri Cearense, o power trio composto por Pedro Grangeiro (guitarra e vocal), Dion Saraiva (bateria) e Emerson Gomes (contrabaixo) executa interpretações de grandes bandas e artistas como Jimi Hendrix, Led Zeppelin, The Beatles, Eric Clapton e Stevie Ray Voughan.

Trilhas

Durante o Arajara Jazz e Blues, quem gosta de se aventurar praticando mountain bike ou fazer aquela caminhada pode se embrenhar nas diferentes trilhas da Floresta Nacional do Araripe. Uma das melhores vistas é alcançada na Trilha do Mirante do Picoto de Arajara, de cerca de 8 quilômetros. Do topo é possível avistar cinco cidades, inclusive Juazeiro do Norte com vista da estátua de Padre Cícero.

Outra trilha bastante conhecida é que passa pelo Cruzeiro do Farias e chega no Picoto da Macaúba, também chamado de Mirante de Seu Mundô, um senhor que viveu até mais de 80 anos dentro da floresta, colaborando com os programas de preservação e estudo do Ibama. O mirante forma uma emocionante passarela suspensa, natural, que feito um “narigão” se insinua no meio das alturas da chapada e pela qual pode-se desfrutar de uma visão privilegiada tanto da parte selvagem e incontaminada da encosta e suas escarpas rumo o pé de serra, quanto da parte ocupada pelas comunidades da encosta e do Vale do Cariri. Para participar das trilhas é preciso fazer uma inscrição pelos números (88) 9 9936-550 / (88) 9 8106.9944 e pagar uma taxa de R$ 20.

Arajara, lugar de fontes de águas cristalinas

“Arajara” na língua dos índios Kariris, os primeiros habitantes da região, significa: “lugar de fontes de águas cristalinas”. E Arajara é exatamente isso. O distrito fica a 920 metros de altitude, atinge temperaturas de 16ºC durante os meses de junho e julho, e tem entre atrações a Caverna do Farias, uma gruta com cerca de 100 milhões de anos, onde existem registros de vida pré-histórica e de onde jorram cerca de 200 mil litros de água por hora, uma das principais fontes de água mineral da Chapada. Hoje, a gruta faz parte do complexo turístico Arajara Park.

Apoio

Arajara Jazz e Blues 2018 é uma realização da MB Produções e J A Lima Produções e tem o apoio do Governo do Estado, Sesc, IKnet, Arajara Park, Instituto Agropolos do Ceará, Escola de Saberes de Barbalha, Solibel, Vila da Música e Balaiu’s Comunicação.

Publicidade

Sindicatos filiados à FIEC promovem ações no Cariri

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

21 de Fevereiro de 2018

 

O Simec (indústrias metalmecânicas e de material elétrico) e o Sindialimentos (indústrias de ração e alimentos), filiados à Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), em parceria com o Sebrae, realizam no dia 22/2, na região do Cariri, eventos para empresas ligadas aos segmentos representados, visando o fortalecimento da indústria e interiorização de ações.

O Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico no Estado do Ceará (Simec) reúne empresários do setor metalmecânico, às 18h30, no auditório do SENAI Juazeiro do Norte, para lançar o projeto Procompi para empresas produtoras de panelas e utensílios domésticos de alumínio. Serão apresentados os benefícios proporcionados pelo projeto às empresas, visando fortalecer o segmento e estimular a cooperação entre as empresas, com ações de desenvolvimento empresarial e profissional.

O Procompi é resultante de uma parceria entre a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Sebrae nacional. O programa objetiva elevar a competitividade das empresas industriais de menor porte, por meio do estímulo à cooperação entre as empresas, à organização do setor e ao desenvolvimento empresarial e territorial.

Sindialimentos

No mesmo dia, às 16h, no auditório do Sebrae de Juazeiro do Norte, o Sindicato das Indústrias da Alimentação e Rações Balanceadas do Estado do Ceará (Sindialimentos) recebe empresários da indústria de alimentos para levantar demandas e abordar a importância do Associativismo.

Serviço

Lançamento do Procompi do Simec para indústrias de panelas e utensílios domésticos de alumínio

Data: 22/2, às 18h30

Local: Auditório do SENAI Juazeiro do Norte (Av. Leão Sampaio, 85 – Lagoa Seca)

Confirmação de presença: Clique AQUI.

Mais informações: (88) 3102-5771 com Ana Luiza / (85) 98739-3700 com Natália Nogueira (SIMEC Cariri)

Reunião do Sindialimentos para levantamento de demandas

Data: 22/2, às 16h

Local: Auditório Sebrae (CE-060, 200 – Centro – Juazeiro do Norte)

Mais informações: (88) 31025771 / (85) 32617159 / (85) 99991 0507 / sindialimentos@sfiec.org.br.

leia tudo sobre

Publicidade

Empresário abre primeiro restaurante de comida árabe no Cariri

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

26 de Janeiro de 2018

Com pratos a partir de R$ 5,50, o Kalifado é o primeiro restaurante desse segmento no interior cearense

Descendente de libaneses, o empresário José Carlos decidiu inovar na culinária caririense e apostou na abertura, em Juazeiro do Norte, do primeiro restaurante de comida árabe no interior cearense: o Kalifado. Com pratos a partir de R$ 5,50, o espaço também oferece um cardápio com mais de 30 opções de comida vegana, além de música e ornamentação com traços da cultura árabe.

“Nós começamos com um espetinho de comida árabe. Em pouco tempo, o negócio cresceu e colocamos o nosso restaurante que é o único nesse segmento no interior do Ceará e um dos pioneiros em comida vegana no Cariri”, explica José Carlos sobre como surgiu a ideia de instalar o negócio na região.

No cardápio, um prato especial que mistura os sabores da cozinha árabe e caririense: o cordeiro no pequi. “É um prato para agradar a região e que é sensacional”, afirma o empreendedor. “A gente espera trazer um pouco dessa cultura e dessa culinária para a região do Cariri”, acrescenta.

O restaurante também oferece um leque de opções para os clientes realizarem os pedidos: online pelo site, aplicativo ou WhatsApp. Para os que desejam conhecer o ambiente e o sabor da comida árabe, o Kalifado está aberto de terça-feira a domingo, na Rua Odilon Gomes, 02, esquina com Avenida Castelo Branco, Bairro Tiradentes, em Juazeiro do Norte.

Serviço:

Kalifado, restaurante de comida árabe

Endereço: Rua Odilon Gomes, 02, esquina com Avenida Castelo Branco, Bairro Tiradentes, Juazeiro do Norte/CE

Telefones: (88) 996916514 | (88) 981433555

Site/Email: espetinhodokalifa.com.br ou espetinhodokalifa@gmail.com

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Abertas inscrições para o primeiro MBA em Gestão Industrial no Cariri

Por Oswaldo Scaliotti em Qualificação

15 de julho de 2017

Já estão abertas as inscrições para o MBA em Gestão Industrial, no Cariri. O período das aulas é de 24 de agosto de 2017 a 28 de fevereiro de 2019, no SENAI Juazeiro do Norte. A formação é uma promoção do Instituto Euvaldo Lodi (IEL/CE), ligado à Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), com certificação da Faculdade da Indústria do IEL/PR. O objetivo do MBA é apresentar conceitos, técnicas, conhecimentos e competências inerentes à área de Gestão e Desenvolvimento Industrial como subsídio à tomada de decisão. Além de oferecer habilidades e conhecimentos específicos para a estruturação e controle do desenvolvimento industrial, visando ao crescimento sustentável corporativo. O público-alvo é de gestores e dirigentes graduados em Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Gestão Pública, Engenharia ou áreas afins, que possuam um perfil dinâmico e inovador interessados no assunto.

SOBRE A FACULDADE – A Faculdade da Indústria do IEL é uma instituição de ensino superior credenciada pelo MEC, criada pelo IEL/Paraná, que oferece formação de ponta para pessoas interessadas em propor respostas aos novos desafios da indústria brasileira e realizar projetos de alta complexidade.

SEGURO EDUCACIONAL INCLUSO – Todos os cursos de MBA oferecidos pela Faculdade da Indústria têm seguro educacional incluso nas suas mensalidades. A contratação dá cobertura ao estudante para o caso de perda de renda por demissão involuntária em dois casos: motivada por incapacidade temporária por qualquer causa ou por desemprego. Nessa última opção, é requerido que o aluno tenha, pelo menos, 12 meses de vínculo empregatício na organização que trabalha.

SERVIÇO:

MBA em Gestão industrial

Período das aulas: 24/08/2017 a 28/02/2019

Horário: 18h30 às 22h (quintas e sextas-feiras) e 8h às 12h e 13h às 17h (sábados), às quintas, sextas e sábados

Local: SENAI Juazeiro do Norte – Av. Leão Sampaio, 839, Juazeiro do Norte.

Veja mais informações AQUI

http://www.iel-ce.org.br/para-voce/cursos/294/mba-em-gestao-industrial/mba-em-gestao-industrial/ 

Telefone: (85) 4009-6300 / centralderelacionamento@sfiec.org.br

* postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

FIEC realiza cursos sobre Saúde e Segurança do Trabalho no Cariri

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

28 de junho de 2017

O Programa de Desenvolvimento Associativo da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) realizará nos dias 4 e 5 de julho, na região do Cariri, respectivamente, cursos sobre Como atender a fiscalização do trabalho e Normas Regulamentadoras de Segurança e Saúde no Trabalho.
 
O responsável pelo primeiro curso é o advogado, contador e professor, Marcelo Pinto Carvalho. Para falar sobre o processo de construção e revisão das NRs, foi convidado o mestre em Química, com atuação em Toxicologia e Higiene Ocupacional pela Universidade de São Paulo (USP), Augusto Gouveia Sampaio.
 
 
Serviço:
Como atender a fiscalização do trabalho?
 
Data: 4/7/2017
Horário: 8h às 12h e 13h às 17h
Local: SENAI (Av. Leão Sampaio, 839 – Triângulo, Juazeiro do Norte)
 
Como lidar com as NRs que mais impactam a indústria?
 
Data: 5/7/2017
Horário: 8h às 12h e 13h às 17h
Local: SENAI (Av. Leão Sampaio, 839 – Triângulo, Juazeiro do Norte)
 
Faça sua inscrição: (85) 3421.5498 / pdace@sfiec.org.br
Publicidade

Sucesso de crítica e de público a Exposição ‘Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato’ prossegue até 15 de outubro, no Crato

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

06 de outubro de 2016

gb servulo expo cariri 2016 09IMG_3475_1

 

A surpreendente exposição de Sérvulo Esmeraldo em sua cidade natal, o Crato, continua em cartaz até 15 de outubro, atraindo grande público ao Campus do Pimenta da Universidade Regional do Cariri (URCA) e à Encosta do Seminário. Desde a abertura, que contou com a afluência de autoridades, artistas, familiares e amigos do artista, a Mostra de dimensão monumental é assunto no meio artístico nacional.

Início das comemorações dos 88 anos de Sérvulo Esmeraldo, a exposição ‘Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato’ realiza o grande sonho do artista de mostrar no Crato a sua obra da maturidade. Com foco na dinâmica trajetória de Esmeraldo, construída como escultor, gravador e desenhista de notório reconhecimento nacional e internacional, a mostra reúne 58 obras, entre esculturas, relevos, gravuras e a magistral série de desenhos intitulada ‘Suíte Araripe’ – em homenagem ao Crato.

 

Com curadoria de Dodora Guimarães, companheira de vida do artista há mais de 30 anos, a exposição ‘Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato’, realizada pelo Instituto Sérvulo Esmeraldo e Nuproce, com o apoio do Governo do Estado do Ceará, do Banco do Nordeste do Brasil e da Guanabara, comemora também os 30 anos da Universidade Regional do Cariri.

 

Para o seu encerramento está previsto o lançamento do catálogo ‘Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato’, com reproduções de todas as obras expostas, fotografadas por Gentil Barreira e textos de Gilmar de Carvalho, Romeu Duarte e Dodora Guimarães.

 

NOVIDADES IMPORTANTES:

Ainda na temporada de 2016-2017, Esmeraldo se amplia em mais celebradas evidências. Às 15 horas do dia 05/10, em Fortaleza, o crítico de arte Marcus Lontra, curador do Prêmio de Artes Plásticas Marco Antonio Vilaça, visita o ateliê de Sérvulo, que será o artista homenageado dessa referenciada premiação em 2016, promovida pela CNI, SESI e FUNARTE.  Este prêmio concederá ao artista a realização de uma grande exposição em 2017 no MUSEU BRASILEIRO DA ESCULTURA, em São Paulo, cuja vinda de Lontra oficializa a comunicação do Prêmio para iniciar os trabalhos dessa próxima mostra. O crítico também viajará até ao Crato nos dias 06 e 07/10 para conferir a exposição ‘Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato’.

Sérvulo Esmeraldo ganha ainda uma mostra histórica na Frieze Masters, Feira de Arte de Londres, que segue de 05 a 09 de outubro, organizada pela britânica Sicardi Gallery. Ainda, outra Retrospectiva de Sérvulo Esmeraldo (respaldando o período europeu de 1957-1975)  acontecerá em Basel, na Suiça, tomando a Galerie  Vallesi a partir da inauguração no dia 28 de novembro.

 

SERVIÇO

 

Exposição Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato

Data: Em cartaz até 15/10/2016

Local: URCA – Universidade Regional do Cariri – Campus Pimenta – Rua Cel. Antônio Luís, 1161 – Pimenta – Crato (CE) e Encosta do Seminário, em frente ao Seminário Diocesano São José.

Visitação: Até 15 de outubro, de segunda a sábado, das 08h às 21 horas.

Exposição com visitas guiadas com monitores: das 08 às 11h; de 14 as 17 e de 18h30 às 21h.

Contatos: Pró-Reitoria de Extensão da URCA: (88) 3102.1200proex@urca.br

 

Encerramento oficial

Data: 15/10/2016

Horário: Das 10h às 13h

Local: URCA – Universidade Regional do Cariri – Campus do Pimenta – Rua Cel. Antônio Luís, 1161 – Pimenta – Crato (CE) e Encosta do Seminário, em frente ao Seminário Diocesano São José.

 

FICHA TÉCNICA

Curadoria – Dodora Guimarães Esmeraldo

Expografia – Dodora Guimarães Esmeraldo e Edelson Diniz

Produção Executiva – Dé Scarcello Di Capua, Dora Freitas, Samyr Santos Guimarães

Montagem – Edelson Diniz, José Haroldo Vieira, Samuel Fernandes de Sousa

Projeto Iluminotécnico – Eduardo Bruno Ursulino Leitão

Programação Visual e produção gráfica – Verve

Assessoria de Imprensa – Helena Félix, Isabelle Vieira e Kiko Bloc-Boris

Catálogo/Folder/Comunicação visual e produção gráfica – Verve

Fotografia – Gentil Barreira

Revisão – Déa Esmeraldo

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Exposição Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato dá início às celebrações dos 88 anos do artista

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

08 de setembro de 2016

gb servulo desenhando 2016 08 IMG_0005 p

Reconhecido pela efetiva contribuição à arte brasileira e universal, Sérvulo Esmeraldo completará 88 anos em 27 de fevereiro de 2017. Antecipando as comemorações, o Instituto Sérvulo Esmeraldo, em parceria com o Núcleo de Produções Culturais e Esportivas, organiza uma importante exposição de sua obra no Crato (CE), cidade natal do artista, onde ele cresceu e realizou sua primeira exposição individual, em 1951. Intitulada Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato, a mostra será inaugurada no próximo sábado (10/09), às 10h, no Campus do Pimenta da Universidade Regional do Cariri (URCA), e às 16h30, na Encosta do Seminário, onde exibirá duas esculturas monumentais. Com patrocínio do Governo do Estado do Ceará, a exposição terá entrada franca e seguirá até o dia 08/10.

O evento marcará ainda a posse do artista na cadeira Aldemir Martins, do Instituto Cultural do Cariri e o lançamento do livro Sérvulo Esmeraldo: A Linha e a Luz. Na ocasião, será apresentada também a performance Heli Cubo, de Guto Lacaz (SP), um dos ícones das artes plásticas e gráficas no país.

Com curadoria de Dodora Guimarães, a mostra Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato reunirá um conjunto representativo do trabalho do artista. Serão expostos relevos, esculturas, gravuras e também desenhos inéditos da série denominada Suíte Araripe, feitos especialmente para a exposição no Crato, entre 2015 e 2016. No total, 58 trabalhos estarão distribuídos nos jardins, no Salão da Terra e no hall principal da URCA, somados às Pirâmides e às Folhas Pendentes, em exposição na Encosta do Seminário.

“Estaremos frente a frente com a produção recente do Mestre do Crato. E se é um privilégio para os seus conterrâneos e o público em geral, para Sérvulo Esmeraldo esta exposição é seu feito mais importante, posto que é a realização de um sonho”, revela a curadora, que é também sua companheira de vida há mais de 30 anos.

O início da celebração de seus 88 anos não poderia ser em outro lugar, pois como o artista costuma dizer, “tudo começou no Crato”. É da infância no sítio da família Esmeraldo, onde funcionava o engenho Bebida Nova, que vêm as primeiras “astúcias” ou experimentações de Sérvulo. Mais tarde, a curiosidade e a inventividade encontraram melhor direção ao observar os afazeres de mestres como o ourives Theopista Abath, o marceneiro Zé Barbosa e o Juvenal Carpinteiro, além do inspirador Tio Pergentino, como relembra o artista em texto autobiográfico. Vem das feiras do Crato também o interesse pela xilogravura, adentrando para o universo da arte por meio das ricas manifestações da cultura popular nordestina.

“Sérvulo é um inventor. Traz dentro de si a inquietude que se traduz em criação. Formou, ao longo da vida, um repertório diversificado e domina técnicas com as quais faz arte”, define o pesquisador e escritor Gilmar de Carvalho. De acordo com ele, “Sérvulo e o Crato são um. Ele volta sempre, porque nunca saiu de lá. Ecoam, ainda que recriados pelo homem cosmopolita, as facas dos Irmãos Aniceto, os pandeiros do Mestre Cirilo, a espada do Mestre Aldenir, e a alegria dos folguedos das crianças da Mestra Zulene Galdino. Ecoam, ainda, o grito de guerra do índio do jornal ‘O Araripe’ (1855), o repente bem temperado de Zé de Matos, e o som roufenho da Rádio Araripe (1951)”.

 

SERVIÇO

 

Exposição Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato

Data: De 10/09 a 08/10

Local: URCA – Universidade Regional do Cariri – Campus Pimenta – Rua Cel. Antônio Luís, 1161 – Pimenta – Crato (CE)

Visitação: De 11 de setembro a 08 de outubro, das 08h às 21 horas.

Exposição com visitas guiadas com monitores: às 08 às 11h; de 14 às 17 e 18h30 às 21 horas. Contatos: Pró-Reitoria de Extensão da URCA: (88)31021200 / proex@urca.br

 

Abertura oficial, posse de Sérvulo Esmeraldo na cadeira Aldemir Martins do Instituto Cultural do Cariri, performance Heli Cubo de Guto Lacaz (SP), lançamento do livro Sérvulo Esmeraldo: A Linha e a Luz.

Data: 10/09

Horário: Das 10h às 13h

Local: URCA – Universidade Regional do Cariri – Campus Pimenta – Rua Cel. Antônio Luís, 1161 – Pimenta – Crato (CE)

 

Abertura oficial na Encosta do Seminário

Data: 10/09

Horário: Das 16h30 às 18h

Local: Encosta do Seminário, em frente ao Seminário Diocesano São José

 

FICHA TÉCNICA

 

Curadoria – Dodora Guimarães Esmeraldo

Expografia – Dodora Guimarães Esmeraldo e Edelson Diniz

Produção Executiva – Dé Scarcello Di Capua, Dora Freitas, Samyr Santos Guimarães

Montagem – Edelson Diniz, José Haroldo Vieira, Samuel Fernandes de Sousa

Projeto Iluminotécnico – Eduardo Bruno Ursulino Leitão

Programação Visual e produção gráfica – Verve

Assessoria de Imprensa – Helena Félix, Isabelle Vieira e Kiko Bloc-Boris

Catálogo/Folder/Comunicação visual e produção gráfica – Verve

Fotografia – Gentil Barreira

Revisão – Déa Esmeraldo

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Exposição Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato dá início às celebrações dos 88 anos do artista

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

08 de setembro de 2016

gb servulo desenhando 2016 08 IMG_0005 p

Reconhecido pela efetiva contribuição à arte brasileira e universal, Sérvulo Esmeraldo completará 88 anos em 27 de fevereiro de 2017. Antecipando as comemorações, o Instituto Sérvulo Esmeraldo, em parceria com o Núcleo de Produções Culturais e Esportivas, organiza uma importante exposição de sua obra no Crato (CE), cidade natal do artista, onde ele cresceu e realizou sua primeira exposição individual, em 1951. Intitulada Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato, a mostra será inaugurada no próximo sábado (10/09), às 10h, no Campus do Pimenta da Universidade Regional do Cariri (URCA), e às 16h30, na Encosta do Seminário, onde exibirá duas esculturas monumentais. Com patrocínio do Governo do Estado do Ceará, a exposição terá entrada franca e seguirá até o dia 08/10.

O evento marcará ainda a posse do artista na cadeira Aldemir Martins, do Instituto Cultural do Cariri e o lançamento do livro Sérvulo Esmeraldo: A Linha e a Luz. Na ocasião, será apresentada também a performance Heli Cubo, de Guto Lacaz (SP), um dos ícones das artes plásticas e gráficas no país.

Com curadoria de Dodora Guimarães, a mostra Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato reunirá um conjunto representativo do trabalho do artista. Serão expostos relevos, esculturas, gravuras e também desenhos inéditos da série denominada Suíte Araripe, feitos especialmente para a exposição no Crato, entre 2015 e 2016. No total, 58 trabalhos estarão distribuídos nos jardins, no Salão da Terra e no hall principal da URCA, somados às Pirâmides e às Folhas Pendentes, em exposição na Encosta do Seminário.

“Estaremos frente a frente com a produção recente do Mestre do Crato. E se é um privilégio para os seus conterrâneos e o público em geral, para Sérvulo Esmeraldo esta exposição é seu feito mais importante, posto que é a realização de um sonho”, revela a curadora, que é também sua companheira de vida há mais de 30 anos.

O início da celebração de seus 88 anos não poderia ser em outro lugar, pois como o artista costuma dizer, “tudo começou no Crato”. É da infância no sítio da família Esmeraldo, onde funcionava o engenho Bebida Nova, que vêm as primeiras “astúcias” ou experimentações de Sérvulo. Mais tarde, a curiosidade e a inventividade encontraram melhor direção ao observar os afazeres de mestres como o ourives Theopista Abath, o marceneiro Zé Barbosa e o Juvenal Carpinteiro, além do inspirador Tio Pergentino, como relembra o artista em texto autobiográfico. Vem das feiras do Crato também o interesse pela xilogravura, adentrando para o universo da arte por meio das ricas manifestações da cultura popular nordestina.

“Sérvulo é um inventor. Traz dentro de si a inquietude que se traduz em criação. Formou, ao longo da vida, um repertório diversificado e domina técnicas com as quais faz arte”, define o pesquisador e escritor Gilmar de Carvalho. De acordo com ele, “Sérvulo e o Crato são um. Ele volta sempre, porque nunca saiu de lá. Ecoam, ainda que recriados pelo homem cosmopolita, as facas dos Irmãos Aniceto, os pandeiros do Mestre Cirilo, a espada do Mestre Aldenir, e a alegria dos folguedos das crianças da Mestra Zulene Galdino. Ecoam, ainda, o grito de guerra do índio do jornal ‘O Araripe’ (1855), o repente bem temperado de Zé de Matos, e o som roufenho da Rádio Araripe (1951)”.

 

SERVIÇO

 

Exposição Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato

Data: De 10/09 a 08/10

Local: URCA – Universidade Regional do Cariri – Campus Pimenta – Rua Cel. Antônio Luís, 1161 – Pimenta – Crato (CE)

Visitação: De 11 de setembro a 08 de outubro, das 08h às 21 horas.

Exposição com visitas guiadas com monitores: às 08 às 11h; de 14 às 17 e 18h30 às 21 horas. Contatos: Pró-Reitoria de Extensão da URCA: (88)31021200 / proex@urca.br

 

Abertura oficial, posse de Sérvulo Esmeraldo na cadeira Aldemir Martins do Instituto Cultural do Cariri, performance Heli Cubo de Guto Lacaz (SP), lançamento do livro Sérvulo Esmeraldo: A Linha e a Luz.

Data: 10/09

Horário: Das 10h às 13h

Local: URCA – Universidade Regional do Cariri – Campus Pimenta – Rua Cel. Antônio Luís, 1161 – Pimenta – Crato (CE)

 

Abertura oficial na Encosta do Seminário

Data: 10/09

Horário: Das 16h30 às 18h

Local: Encosta do Seminário, em frente ao Seminário Diocesano São José

 

FICHA TÉCNICA

 

Curadoria – Dodora Guimarães Esmeraldo

Expografia – Dodora Guimarães Esmeraldo e Edelson Diniz

Produção Executiva – Dé Scarcello Di Capua, Dora Freitas, Samyr Santos Guimarães

Montagem – Edelson Diniz, José Haroldo Vieira, Samuel Fernandes de Sousa

Projeto Iluminotécnico – Eduardo Bruno Ursulino Leitão

Programação Visual e produção gráfica – Verve

Assessoria de Imprensa – Helena Félix, Isabelle Vieira e Kiko Bloc-Boris

Catálogo/Folder/Comunicação visual e produção gráfica – Verve

Fotografia – Gentil Barreira

Revisão – Déa Esmeraldo

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti