Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Cartórios de Registro Civil

Arpen/Ceará lança programa de Modernização de cartórios de Registro Civil e firma parceria com o Sebrae/Ceará

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

14 de agosto de 2017

* Gúcio Carvalho, Jader Pedrosa e Jaime Araripe

 

Com o objetivo de oferecer aos cartórios de Registro Civil de todo o Ceará a oportunidade de modernizar seus serviços, melhorar os processos e agilizar os atendimentos à população, a Arpen/Ceará (Associação Cearense dos Registradores de Pessoas Naturais) lançou neste sábado (12) o Programa de Modernização e Valorização do Registro Civil do Ceará. A iniciativa é uma parceria da associação cearense com o Sindicato dos Registradores Civis do Estado de Minas Gerais (Recivil) e o Sebrae-Ceará. A solenidade de apresentação do programa foi bastante prestigiada, reunindo imprensa, titulares e representantes de cartórios da capital e interior do Estado, no auditório do Sebrae/CE, em Fortaleza.

 

Na oportunidade, foi lançado o software CARTOSOFT, criado pelo núcleo de informática do Sindicato de Minas Gerais – desenvolvido pelos interventores do Recivil, Antônio Maximiliano Santos Lima e José Augusto Silveira, com o presidente da Arpen/Ceará, Jaime Araripe – e, por meio de cessão de uso, destinado a automatizar os cartórios de Registro Civil, com todas as rotinas de um cartório de Registro Civil e a parte de notas, como autenticação de cópias, abertura e reconhecimento de firmas e procurações, além de controle de caixa e conexão à Central Nacional do Registro Civil e à Receita Federal, para a emissão do CPF dos recém-nascidos.

 

A cerimônia de lançamento contou ainda com uma palestra do diretor do Núcleo de Tecnologia da Informação do Recivil, Jader Pedrosa. Os registradores civis do Ceará aprovaram a qualidade do software apresentado, que em nada fica a dever aos softwares comerciais hoje existentes no mercado, e aplaudiram, além da qualidade, o seu baixo custo. Atualmente, devido aos elevados preços cobrados por desenvolvedores privados de software (com valor mensal médio de R$ 800), entre 60% e 70% dos cerca de 400 cartórios de Registro Civil do Ceará não dispõem de sistema de automação, ainda estão na era da caneta. Já os valores praticados por essa nova parceria serão de R$ 115 mensais para os cartórios das sedes dos municípios cearenses e R$ 60 mensais para os cartórios dos distritos, já incluso o suporte pelo Núcleo de Informática do Recivil e, localmente, pela Diretoria de Novas Tecnologias da Arpen/Ceará.

 

“Será uma excelente oportunidade dos cartórios de pequeno e médio porte, especialmente os do interior, automatizarem seus serviços e entrarem definitivamente na era digital, o que irá conferir mais agilidade e confiabilidade nos serviços prestados, além de possibilitar a automação de mais da metade dos cartórios de Registro Civil do Ceará, ainda sem sistema”, destacou Jaime Alencar Araripe. “Novas palestras de apresentação e treinamento no uso estão sendo planejadas para cidades-polo do interior cearense”, reforçou o presidente da Arpen/Ceará.

 

O Convênio de Cooperação Técnica e Cessão de Uso de Sistema de Automação para o Registro Civil do chamado Sistema CARTOSOFT inclui a condição de aquisição do software por parte dos cartórios a preços extremamente acessíveis, incluindo no pacote o suporte de uso, por telefone e e-mail, a ser dado tanto pela Arpen/Ceará quanto pelo Recivil de Minas, e ainda treinamentos especiais descentralizados no interior do Estado, por um técnico da Arpen/Ceará treinado em Belo Horizonte na sede do Recivil.

 

 

Parceria com o Sebrae para o treinamento de profissionais de cartórios

Em outro momento da solenidade no sábado (12) foi apresentado à sociedade e aos associados da Arpen/Ceará, pelo articulador do escritório Regional Fortaleza do Sebrae, Rafael de Castro Albuquerque, o Convênio celebrado entre a entidade e o Sebrae/Ceará, para treinamento de mão de obra no que diz respeito ao atendimento ao público, captação de clientela, organização interna dos cartórios e eventual prestação de outros serviços. Além do trabalho desenvolvido pelo Sebrae em sua sede em Fortaleza, a instituição utilizará também suas representações em vários municípios cearenses para disseminação do programa no interior.

Publicidade

Mais de 60% dos cartórios de registro civil no Ceará ainda não informatizaram seus serviços

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

11 de agosto de 2017

Arpen/Ceará lança neste sábado (12) programa de Modernização de cartórios de Registro Civil e firma parceria com o Sebrae/Ceará

Mais de 60% dos cartórios de Registro Civil no Ceará ainda estão com sistemas pouco informatizados e com serviços muito aquém do ideal em matéria de automação. Com o objetivo de oferecer a esses cartórios a oportunidade de modernizar seus serviços, melhorar os processos e agilizar os atendimentos à população, a Arpen/Ceará (Associação Cearense dos Registradores de Pessoas Naturais) lança amanhã (12), sábado, o Programa de Modernização e Valorização do Registro Civil do Ceará. A iniciativa é uma parceria da associação cearense com o Sindicato dos Registradores Civis do Estado de Minas Gerais (Recivil) e o Sebrae-Ceará. A solenidade de apresentação do programa reunirá imprensa, titulares e representantes de cartórios da capital e interior do Estado, e será realizada às 9 horas, no auditório do Sebrae/CE (av. Monsenhor Tabosa, 777), em Fortaleza. A Arpen/Ceará estima atualmente a existência de mais de 400 cartórios de Registro Civil em todo o Estado.

 Na oportunidade, será lançado o software CARTOSOFT, criado pelo núcleo de informática do Sindicato de Minas Gerais, e destinado a automatizar os cartórios de Registro Civil, com todas as rotinas de um cartório de Registro Civil e a parte de notas, com autenticação de cópias, abertura e reconhecimento de firmas e procurações, além de controle de caixa e conexão à Central Nacional do Registro Civil e à Receita Federal, para a emissão do CPF dos recém-nascidos.

 “Será uma excelente oportunidade dos cartórios de pequeno e médio porte, especialmente os do interior, automatizarem seus serviços e entrarem definitivamente na era digital, o que irá conferir mais agilidade e confiabilidade nos serviços prestados, além de possibilitar a automação de mais da metade dos cartórios de Registro Civil do Ceará, ainda sem sistema”, destaca Jaime Alencar Araripe, presidente da Arpen/Ceará.

 

O Convênio de Cooperação Técnica e Cessão de Uso de Sistema de Automação para o Registro Civil do chamado Sistema CARTOSOFT inclui a condição de aquisição do software por parte dos cartórios a preços extremamente acessíveis, incluindo no pacote o suporte de uso, por telefone e e-mail, a ser dado tanto pela Arpen/Ceará quanto pelo Recivil de Minas, e ainda treinamentos especiais descentralizados no interior do Estado, por um técnico da Arpen/Ceará treinado em Belo Horizonte na sede do Recivil.

Desta forma, os valores mensais do CARTOSOFT e suporte para os cartórios que aderirem ao Programa ficam em: Cartórios da Sede dos Municípios – R$ 115,00 mensais; Cartórios dos Distritos – R$ 60,00 mensais.

 

Sebrae e o treinamento de profissionais de cartórios

 

Em outro momento da solenidade deste sábado (12) será apresentado à sociedade e aos associados da Arpen/Ceará o Convênio celebrado entre a entidade e o Sebrae/Ceará, para treinamento de mão de obra no que diz respeito ao atendimento ao público, captação de clientela, organização interna dos cartórios e eventual prestação de outros serviços. Além do trabalho desenvolvido pelo Sebrae em sua sede em Fortaleza, a instituição utilizará também suas representações em vários municípios cearenses para disseminação do programa no interior.

 

Lançamento do Programa de Modernização e Valorização do Registro Civil do Ceará

– Apresentação do Sistema CARTOSOFT

– Assinatura de Convênio de Capacitação entre a Arpen/Ceará e o Sebrae/Ceará

Data: 12 de agosto (sábado)

Horário: 9 horas

Local: Auditório do Sebrae/Ceará (Av. Monsenhor Tabosa, 777 – Fortaleza/CE)

 

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti

Publicidade

Cartórios de Registro Civil já podem emitir certidões de outros estados

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

03 de junho de 2017

As certidões de nascimento, casamento, divórcio e óbito, registradas em outros estados já podem ser emitidas em cartórios civis em Fortaleza e RMF. Litoral oeste e parte da região Norte iniciam no próximo 03 de junho.
Os Cartórios de Registro Civil de Fortaleza e Região Metropolitana já estão emitindo a segunda via de documentos como certidão de nascimento, casamento, divórcio ou óbito que estejam registrados em outro município ou estados.
O serviço só é possível devido à integração dos Cartórios à Central Nacional de Registros, que permite, por meio de um sistema online, a solicitação do documento no cartório de origem. Com isso, o cidadão não precisa mais se deslocar à cidade onde foi realizado o registro do documento, evitando custos extras com despachantes, por exemplo. Os Cartórios de Registro Civil do Ceará também poderão receber solicitações de certidões dos cartórios de todo o Brasil que já integram a Central Nacional do Registro Civil. O valor das certidões solicitadas pela Central Nacional de Registro obedece as tabelas oficiais de cada estado.
Para utilizar o serviço, basta procurar um cartório de registro civil mais próximo, em Fortaleza ou RMF, e fazer a solicitação. O prazo máximo para a entrega do documento é de até cinco dias úteis.
O processo de integração se deu por meio de um convênio firmado entre as Associações dos Registradores de Pessoas Naturais de São Paulo e Ceará, vinculados à Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC), e autorizado pelo provimento n° 4/2017, da Corregedoria Geral de Justiça do Estado do Ceará (CGJ-CE). O primeiro encontro ocorreu em Fortaleza, no dia 20 de abril deste ano, reunindo titulares e representantes dos cartórios no Ponta Mar Hotel.
O presidente a Arpen-CE, Jaime Araripe, explica que os próximos passos são os encontros com os cartórios do interior do estado, para também iniciarem esse processo.
“Neste sábado, dia 03 de junho, vamos fazer um encontro no Centro de Treinamento e Desenvolvimento de Itapipoca [Cetrede] para atender aos cartórios da Região do litoral oeste e parte da Região Norte, que ainda não realizou o cadastro para iniciar o processo. Em maio já passamos pelo Crato pra atender a região do Cariri e Centro sul do estado, e por Sobral, atendendo a região das serras a oeste do Estado e Região Norte. Nesses encontros podermos cadastrar na certificação digital que permite o uso do sistema, como também o treinamento”, afirma Jaime Araripe.
As reuniões no Crato e Sobral ocorreram nos dias 13 e 20 de maio. A próxima agendada será em Itapipoca no dia 03 de junho. A expectativa é de que até o final de junho, todos os 475 cartórios de registro civil no Ceará estejam integrados à Central de Informação de Registro Civil.
Além do Ceará , também integram o sistema os estados do Acre, Amapá, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. Os estados de Amazonas, Paraíba, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e Rondônia estão em processo de integração.
ARPEN-CE
Criada em 1995, a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado do Ceará (Arpen-CE) representa 475 cartórios de registro civil, que atendem a população em todos os 184 municípios do Estado, além de estarem presentes nos distritos.
No cartório de Registro Civil, o cidadão realiza os principais atos de cidadania da vida de uma pessoa, o registro de nascimento, casamento e óbito, e também as principais modificações que ocorrem no decorrer deste ciclo, como o registro de divórcios, por exemplo.
A Arpen/Ceará mantém dois postos avançados de Registro de Óbitos: no Instituto Médico Legal e no Serviço de Verificação de Óbitos de Fortaleza. Além disso, os cartórios de Registro Civil têm postos de Registro de Nascimento nas maternidades da Capital e do Interior, de modo que a criança é registrada logo após o nascimento.
Os cartórios de Registro Civil prestam um serviço de largo alcance social, registrando os fatos mais importantes da vida das pessoas. A Arpen/Ceará os representa, prestando-lhes assessoria e representando-os junto aos principais órgãos do Estado.
* postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Cartórios de Registro Civil já podem emitir certidões de outros estados

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

03 de junho de 2017

As certidões de nascimento, casamento, divórcio e óbito, registradas em outros estados já podem ser emitidas em cartórios civis em Fortaleza e RMF. Litoral oeste e parte da região Norte iniciam no próximo 03 de junho.
Os Cartórios de Registro Civil de Fortaleza e Região Metropolitana já estão emitindo a segunda via de documentos como certidão de nascimento, casamento, divórcio ou óbito que estejam registrados em outro município ou estados.
O serviço só é possível devido à integração dos Cartórios à Central Nacional de Registros, que permite, por meio de um sistema online, a solicitação do documento no cartório de origem. Com isso, o cidadão não precisa mais se deslocar à cidade onde foi realizado o registro do documento, evitando custos extras com despachantes, por exemplo. Os Cartórios de Registro Civil do Ceará também poderão receber solicitações de certidões dos cartórios de todo o Brasil que já integram a Central Nacional do Registro Civil. O valor das certidões solicitadas pela Central Nacional de Registro obedece as tabelas oficiais de cada estado.
Para utilizar o serviço, basta procurar um cartório de registro civil mais próximo, em Fortaleza ou RMF, e fazer a solicitação. O prazo máximo para a entrega do documento é de até cinco dias úteis.
O processo de integração se deu por meio de um convênio firmado entre as Associações dos Registradores de Pessoas Naturais de São Paulo e Ceará, vinculados à Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC), e autorizado pelo provimento n° 4/2017, da Corregedoria Geral de Justiça do Estado do Ceará (CGJ-CE). O primeiro encontro ocorreu em Fortaleza, no dia 20 de abril deste ano, reunindo titulares e representantes dos cartórios no Ponta Mar Hotel.
O presidente a Arpen-CE, Jaime Araripe, explica que os próximos passos são os encontros com os cartórios do interior do estado, para também iniciarem esse processo.
“Neste sábado, dia 03 de junho, vamos fazer um encontro no Centro de Treinamento e Desenvolvimento de Itapipoca [Cetrede] para atender aos cartórios da Região do litoral oeste e parte da Região Norte, que ainda não realizou o cadastro para iniciar o processo. Em maio já passamos pelo Crato pra atender a região do Cariri e Centro sul do estado, e por Sobral, atendendo a região das serras a oeste do Estado e Região Norte. Nesses encontros podermos cadastrar na certificação digital que permite o uso do sistema, como também o treinamento”, afirma Jaime Araripe.
As reuniões no Crato e Sobral ocorreram nos dias 13 e 20 de maio. A próxima agendada será em Itapipoca no dia 03 de junho. A expectativa é de que até o final de junho, todos os 475 cartórios de registro civil no Ceará estejam integrados à Central de Informação de Registro Civil.
Além do Ceará , também integram o sistema os estados do Acre, Amapá, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. Os estados de Amazonas, Paraíba, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e Rondônia estão em processo de integração.
ARPEN-CE
Criada em 1995, a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado do Ceará (Arpen-CE) representa 475 cartórios de registro civil, que atendem a população em todos os 184 municípios do Estado, além de estarem presentes nos distritos.
No cartório de Registro Civil, o cidadão realiza os principais atos de cidadania da vida de uma pessoa, o registro de nascimento, casamento e óbito, e também as principais modificações que ocorrem no decorrer deste ciclo, como o registro de divórcios, por exemplo.
A Arpen/Ceará mantém dois postos avançados de Registro de Óbitos: no Instituto Médico Legal e no Serviço de Verificação de Óbitos de Fortaleza. Além disso, os cartórios de Registro Civil têm postos de Registro de Nascimento nas maternidades da Capital e do Interior, de modo que a criança é registrada logo após o nascimento.
Os cartórios de Registro Civil prestam um serviço de largo alcance social, registrando os fatos mais importantes da vida das pessoas. A Arpen/Ceará os representa, prestando-lhes assessoria e representando-os junto aos principais órgãos do Estado.
* postado por Oswaldo Scaliotti