Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Casa da Vila

Show de Juan Cândido na Casa da Vila marca o lançamento do projeto SOLO

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

03 de junho de 2019

Idealizada pela produtora independente KRU!, a iniciativa tem o objetivo de valorizar os artistas cearenses por meio de produção musical e audiovisual. Marcos Lessa e Junior Martins também estão nesta primeira edição

Nessa sexta-feira, 07/06/19, a Casa da Vila será palco do lançamento da primeira edição do projeto Solo, idealizado pela KRU, produtora independente cearense de músicas e videoclipes. A iniciativa consiste em uma coletânea de três músicas autorais, uma para cada artista, com clipes feitos seguindo o mesmo conceito audiovisual, que serão lançados mensalmente a cada 28 dias. A primeira edição terá a participação de Juan Cândido (Quem Sou), que fará uma apresentação especial na Casa da Vila, a partir das 19h.

Os cantores cearenses Marcos Lessa (Ai de Ti) e Junior Martins (Não para Não) também integram a primeira edição do projeto.

Após o show de Juan Cândido, o público terá a chance de conferir, em primeira mão, o clipe de “Quem Sou”. Dirigido por Luiz Mendes, o vídeo dessa música, assim como as canções de Marcos Lessa e Junior Martins, tem como tema “galeria de arte”, a partir do diálogo de diversas manifestações artísticas, tendo como cenário um ambiente clássico e moderno, porém neutro. As paredes brancas, por exemplo, poderiam ser de qualquer local do mundo, mas sua disposição tem uma identidade que remete às galerias, museus, espaços artísticos contemporâneos.

O formato de cada clipe é o mesmo para os três. Um banco preto, um pedestal com um microfone e as obras de arte atrás do cantor. Os vídeos contam com longos e simples movimentos de câmera, que valorizam a interpretação do artista, a composição fotográfica e as obras de cada clipe. Em “Quem Sou”, as obras apresentadas serão da artista Camila Scarlazzari. Já trabalhos de Zé Victor e José Guedes serão retratados nos clipes de Junior Martins e Marcos Lessa, respectivamente.

Além disso, a KRU irá distribuir o projeto SOLO em plataformas digitais, como Youtube, Spotfy, Deezer e outros serviços de streaming, além de fazer a venda de produtos de merchandising, como camisas, canecas, adesivos, posters e broches.

Busca pelo “eu”

A busca de si mesmo é o tema de “Quem Sou”, composição do próprio Juan Cândido, que surgiu desses questionamentos que sempre estiveram presentes na cabeça do artista. Conforme as mudanças naturais da vida foram acontecendo, ele foi percebendo que o que chamava de “eu” nunca era constante, mas talvez existisse uma maneira de se aproximar da voz interna que parecia não ser baseada em nenhuma outra voz. “A canção se inicia com um ar misterioso e enigmático, enquanto os elementos musicais vão aos poucos levando a momentos cada vez mais livres, em que as melodias e palavras conversam como velhos amigos que se reencontram depois de muito tempo”, explica Juan. As influências do rock, funk, hip-hop e MPB, no mínimo, são um símbolo da miscigenação musical que existe no cenário brasileiro, que dialoga com a multiplicidade de ritmos que formam a identidade musical de Juan.

 

Juan Cândido

Juan Cândido é músico, produtor musical, cantor e compositor cearense de 27 anos. Iniciou seu contato com a música ainda criança, quando cantava na igreja. Em 2015, decidiu dedicar a vida a viver da música e, desde então, vem compondo, experimentando diferentes formações de bandas cover, além de estudar produção musical. Em 2019, selecionou seis músicas que estarão no seu primeiro EP, “MetAMORfose”. O disco passa uma mensagem de motivação à mudança de hábitos, pensamentos e ações que precisamos ter na luta contra a estagnação, enquanto narra também histórias de paixões em forma de melodias.

 

 

SOBRE A KRU

Traços sólidos e identidade sóbria, com um ponto de exclamação que exprime o desejo de falar sobre música de uma forma descontraída e inovadora, abrangendo diferentes gêneros e expressões. É assim que Luiz Mendes dos Santos (Luiz), Vitor Saboia Gurgel (Vitor), Rafael Castelo Trajano (Rafa) definem a KRU!, empresa que oferece, desde 2018, serviços de produção musical e audiovisual cujo foco é a cena local independe.

KRU! foi idealizada pelos amigos Rafa e o Vitor no final de 2017, com a intenção de gravar músicas de amigos e conhecidos. Já em maio de 2018, com Luiz e Roger na equipe, aKRU deu início a suas atividades comerciais, com serviços de produção musical, comunicação visual, gravação/mixagem/masterização, direção/gravação/edição de clipes, marketing, produção visual e executiva, dentre outros.

Quem Sou – Juan Candido

Ficha técnica

 

Compositor: Juan Candido (@soujuanoficial)

Cantor: Juan Candido (@soujuanoficial)
Bateria: PH Vonsohsten (@vonsohsten_ph)
Violão e guitarra: Rafael Trajano (@rafaelctrajano)
Guitarra 2: Mateus Oliveira (@mateusolifrei)
Baixo: Vitor Gurgel (@vitorsaboiagurgel)

Produção musical, mixagem e masterização: KRU produtora
_________________________________________________

Artes: Camila Scarlazzari (@camiscarlazzari)
Locação: Galeria Casa D’alva (Fortaleza-CE)

_________________________________________________

Operação de câmera e imagens: Shift Films (@shiftfilms)
Iluminação: Planeta Estruturas (@planetaestruturas)
Direção fotográfica: Bruno Ko (@brunoko)
Direção, edição e pós-produção: Luiz Mendes (@luizz.mendes)

SERVIÇO:

Lançamento do projeto SOLO – show de Juan Cândido

Dia: 07/06/19

Horário: 19h

Local: Casa da Vila – Rua Torquato de Aguiar, 50 – casa 6 – Meireles

Grátis

KRU

REDES SOCIAIS:

https://www.instagram.com/kru.oficial

https://www.facebook.com/kru.oficial

 

CONTATO:

contato.kru@gmail.com

Publicidade

Davi Cartaxo apresenta tributo à Jack Johnson e John Mayer na Casa da Vila nesta sexta

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

27 de Março de 2019


O cantor Davi Cartaxo, destaque como a nova voz do pop contemporâneo, se apresenta nesta sexta-feira, às 18 horas, na Casa da Vila (Fortaleza) em um tributo à John Mayer e Jack Johnson. Os cantores têm influencia direta nas músicas do artista, que leva um repertório cheio dos sucessos consagrados pelos fãs desses ícones da música. Como prévia do show, Davi Cartaxo já disponibilizou em seu canal trechos de covers que já realizou de ambos os artistas e pode ser acessado pelo link: . A Casa da Vila fica na Rua Torquarto Águiar, 50, Bairro Meireles, e o couvert artístico será de R$ 12 e pode ser pago antecipadamente através do link: https://www.sympla.com.br/tributo—jack–mayer__483983.

Davi Cartaxo na WEB
Instagram: https://www.instagram.com/davicartaxo/?hl=pt-br
Fackbook: https://www.facebook.com/davicartaxo/

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCaitHtrVrNnOORn1fAvghNg
Spotify: https://open.spotify.com/search/results/Davi%20Cartaxo
Deezer: https://www.deezer.com/br/artist/12661755

Publicidade

Cantor Davi Cartaxo faz show na Casa da Vila nesta quarta-feira (27)

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

26 de Fevereiro de 2019

O cantor e compositor Davi Cartaxo, artista de destaque no pop contemporâneo, faz show na Casa da Vila, a partir de 18:30, nesta quarta-feira (27). O cantor volta ao local após o sucesso da apresentação no ano passado quando fez um tributo à Jonh Mayer e Jack Jonhson. No palco, Davi Cartaxo traz um repertório cheio de hits do pop, folk, além recente lançamento “Positividade”, que tem a composição em parceria com Durval Lelys. O clipe da versão acústica de Positividade pode ser conferida no canal do Youtube do cantor: https://www.youtube.com/watch?v=Xlwo_Q-JTdw. A Casa da Vila fica na Rua Torquarto Águiar, 50, Bairro Meireles, e o couvert artístico será de R$ 10.

SERVIÇO

Dia: Quarta-feira (27 de fevereiro)

Local: Casa da Vila (Rua Torquarto Águiar, 50, Bairro Meireles)

Horário: A partir das 19 horas

Couvert: R$ 10

Publicidade

Indigo Mood, Oscar Arruda e Arquelano se apresentam na Casa da Vila nessa quinta-feira (17)

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

15 de Janeiro de 2019

O indie pop da banda cearense Indigo Mood volta à Casa da Vila, nessa quinta-feira, 17/01/19, a partir das 18h. Na ocasião, o público vai ter a chance de conferir os dois singles recém-lançados do grupo, ‘I Couldn’t Help Giving a Try’ e ‘Once Again’, que, juntos já vêm passando de 20.000 execuções no Spotify. Além disso, a noite conta com a presença do artista Oscar Arruda, que toca na íntegra o disco Egomaquia. Já a abertura do evento fica por conta do eletrônico experimental da Arquelano, que mistura elementos minimalistas da música eletrônica com MPB, Pop, entre outros estilos.

SINGLES

Produzido em parceria com o instrumental post-rock de Astronauta Marinho, a música Once Again (bit.ly/indigoSingleOA) foi composta por Leonardo Mendes, que também assina a produção ao lado de Guilherme Mendonça e Felipe Couto. A canção reflete sobre microrrelacionamentos, em que o eu-lírico se apega a relações em que o intento par romântico não tem as mesmas intenções afetuosas, mas, ao mesmo tempo, não tem a responsabilidade emocional de se afastar. “A reincidência dessa questão, como que acontecesse em ciclos, é percebida, por exemplo, no primeiro verso e no próprio nome da faixa”, explica Leonardo Mendes.

Já o single I Couldn’t Help Giving a Try (http://bit.ly/indigoSingleICHGAT), composição de Leonardo Mendes e que também foi produzido por ele em parceria com Guilherme Mendonça e Felipe Couto, tem fortes influências de Connan Mockasin, Wilco e The Neighborhood, versa sobre a ressaca de um romance mal sucedido. “A letra traz essa pessoa que já tinha consciência do insucesso, mas que não podia ter deixado de tentar, como sugere o título-refrão”, diz Leonardo.

Sobre a Indigo Mood

A Indigo Mood surgiu em julho de 2017, quando estrearam no festival Garage Sounds como uma opção Indie num line-up majoritariamente metaleiro. Em 2018, a banda passou a integrar o selo Fiasco Records, de João Pessoa, e lançou dois singles, que já se aproximam das 10.000 execuções no Spotify. Em maio, o grupo lançou o primeiro EP, “Good Friend, Bad Lover”, produzido em conjunto com Matheus Brasil (produtor musical no Salaquar Estúdio e baterista do Projeto Rivera), que também assinou a mixagem e masterização.

Ao longo deste ano, a Indigo Mood fez vários shows em Fortaleza, como Órbita Bar (Cabeçada), Casa da Vila, Moto Libre, Praça Verde (Garage Sounds), Café Couture, Armazém (abrindo para Lagum), Berlinda, dentre outros. No segundo semestre, a banda se apresentou em João Pessoa e fez uma mini-turnê em São Paulo, inclusive se apresentando no festival A Porta Maldita, organizado pela equipe da tradicional Casa do Mancha.

Serviço: Indigo Mood + Oscar Arruda + Arquelano

Dia: 17/01/19 –  quinta-feira

Horário: 18h

Local: Casa da Vila – R. Torquato Aguiar, 50

R$ 10

Publicidade

Indigo Mood, Oscar Arruda e Arquelano se apresentam na Casa da Vila nessa quinta-feira (17)

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

15 de Janeiro de 2019

O indie pop da banda cearense Indigo Mood volta à Casa da Vila, nessa quinta-feira, 17/01/19, a partir das 18h. Na ocasião, o público vai ter a chance de conferir os dois singles recém-lançados do grupo, ‘I Couldn’t Help Giving a Try’ e ‘Once Again’, que, juntos já vêm passando de 20.000 execuções no Spotify. Além disso, a noite conta com a presença do artista Oscar Arruda, que toca na íntegra o disco Egomaquia. Já a abertura do evento fica por conta do eletrônico experimental da Arquelano, que mistura elementos minimalistas da música eletrônica com MPB, Pop, entre outros estilos.

SINGLES

Produzido em parceria com o instrumental post-rock de Astronauta Marinho, a música Once Again (bit.ly/indigoSingleOA) foi composta por Leonardo Mendes, que também assina a produção ao lado de Guilherme Mendonça e Felipe Couto. A canção reflete sobre microrrelacionamentos, em que o eu-lírico se apega a relações em que o intento par romântico não tem as mesmas intenções afetuosas, mas, ao mesmo tempo, não tem a responsabilidade emocional de se afastar. “A reincidência dessa questão, como que acontecesse em ciclos, é percebida, por exemplo, no primeiro verso e no próprio nome da faixa”, explica Leonardo Mendes.

Já o single I Couldn’t Help Giving a Try (http://bit.ly/indigoSingleICHGAT), composição de Leonardo Mendes e que também foi produzido por ele em parceria com Guilherme Mendonça e Felipe Couto, tem fortes influências de Connan Mockasin, Wilco e The Neighborhood, versa sobre a ressaca de um romance mal sucedido. “A letra traz essa pessoa que já tinha consciência do insucesso, mas que não podia ter deixado de tentar, como sugere o título-refrão”, diz Leonardo.

Sobre a Indigo Mood

A Indigo Mood surgiu em julho de 2017, quando estrearam no festival Garage Sounds como uma opção Indie num line-up majoritariamente metaleiro. Em 2018, a banda passou a integrar o selo Fiasco Records, de João Pessoa, e lançou dois singles, que já se aproximam das 10.000 execuções no Spotify. Em maio, o grupo lançou o primeiro EP, “Good Friend, Bad Lover”, produzido em conjunto com Matheus Brasil (produtor musical no Salaquar Estúdio e baterista do Projeto Rivera), que também assinou a mixagem e masterização.

Ao longo deste ano, a Indigo Mood fez vários shows em Fortaleza, como Órbita Bar (Cabeçada), Casa da Vila, Moto Libre, Praça Verde (Garage Sounds), Café Couture, Armazém (abrindo para Lagum), Berlinda, dentre outros. No segundo semestre, a banda se apresentou em João Pessoa e fez uma mini-turnê em São Paulo, inclusive se apresentando no festival A Porta Maldita, organizado pela equipe da tradicional Casa do Mancha.

Serviço: Indigo Mood + Oscar Arruda + Arquelano

Dia: 17/01/19 –  quinta-feira

Horário: 18h

Local: Casa da Vila – R. Torquato Aguiar, 50

R$ 10