Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Clássicos na Lagoa

Camerata Cordas Cearenses e Coral Vozes de Iracema se apresentam no Clássicos na Lagoa

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

31 de Maio de 2019

A Camerata Cordas Cearenses e o Coral Vozes de Iracema, grupos de referência do Instituto Beatriz e Lauro Fiuza (IBLF), serão as próximas atrações do projeto Clássicos na Lagoa. Formada por nove violonistas, a Camerata apresentará um repertório que combina compositores eruditos e populares, como Villa-Lobos e Pixinguinha. O evento acontece dia 7 de junho, às 17 horas, na Lagoa do Porangabussu.

O Instituto Beatriz e Lauro Fiuza promove formação musical de crianças e adolescentes que vivem em situação de vulnerabilidade social, através do Programa de Música Jacques Klein. Criado em 2012, o projeto forma atualmente 400 jovens, entre 7 e 20 anos, em cursos gratuitos de violino, viola, violoncelo, contrabaixo, violão, piano, canto coral e iniciação musical. Com o intuito de compartilhar experiências e trocar conhecimento, o Instituto promove intercâmbios artísticos, apresentações, além de parcerias com outras instituições para agregar bagagem cultural aos alunos.

O professor João Paulo Nobre é responsável pela coordenação do programa musical do IBLF, bem como pela condução da Camerata Cordas Cearenses, que se formou em 2015. Graduado em música pela Universidade Federal do Ceará (UFC), João Paulo também é um dos integrantes do Quarteto de Violões da UFC.

Com atividades iniciadas em 2013, o Coral Vozes de Iracema é outro grupo de referência do Programa de Música Jacques Klein.  Formado por 45 jovens, o coral é regido pela professora Daiane Santos Costa, que possui licenciatura em música pela Universidade Federal do Ceará (UFC), com grande vivência na musicalização infantil e regência.

O Clássicos na Lagoa é uma iniciativa do Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ICM), uma instituição da sociedade civil que tem como principal objetivo construir um hospital de alta especialidade no Porangabussu. Os concertos gratuitos e a Escola de Música Clássicos na Lagoa, voltada à jovens de colégios públicos, são algumas das iniciativas do ICM com o objetivo de contribuir com a formação cidadã da comunidade.

 

Serviço Serviço:

Projeto: Clássicos na Lagoa

Apresentação: Camerata Cordas Cearenses/ Coral Vozes de Iracema

Local: Lagoa do Porangabussu

Data: 7 de junho de 2019– sexta-feira

Horário: 17 horas

Apoio: Enel

Publicidade

Clássicos na Lagoa apresenta Orquestra de Sopro de Pindoretama

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

03 de Maio de 2019

Formada por cerca de 50 integrantes, a Orquestra de Sopro de Pindoretama será a próxima atração do Clássicos na Lagoa. O grupo realizou mais de 600 concertos e representou o Brasil em quatro turnês internacionais, três na Alemanha (2002, 2006 e 2014) e uma na Noruega (2010). No repertório, serão interpretadas músicas do período pós-romântico, além de estilos brasileiros e gêneros internacionais como jazz e mambo. Os alunos da Escola de Música Clássicos na Lagoa também irão se apresentar.

O concerto, aberto ao público, será dia 10 de maio, às 17 horas, às margens da Lagoa do Porangabussu.  Iniciado em 2016, o Clássicos da Lagoa se consagrou como um evento cultural da cidade, destinado à possibilitar para a população o acesso à música erudita com as melhores orquestras do Estado. A iniciativa é do Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ICM), cujo objetivo é disseminar cultura e promover socialização, ampliando o conceito de saúde para além da oferta de tratamentos médicos. O projeto tem o apoio da Enel.

Em 2018, o ICM criou uma escola de formação musical destinada a oferecer gratuitamente o ensino de violino a alunos de instituições públicas da região do Porangabussu. Cerca de 30 jovens são ensinados pelo professor e violinista Nadilson Martins Gama, que é autor de 3 métodos de ensino dos instrumentos de cordas, foi docente da Faculdade Mozarteum de São Paulo e chefe dos violinos da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal de São Paulo e da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo.

 

A Orquestra

Criada há 18 anos pela Associação dos Amigos da Arte (AAMART), a Orquestra de Sopro de Pindoretama formou mais de mil jovens e atualmente é responsável pela educação de cerca de 300 alunos, de 8 a 18 anos. O projeto foi idealizado pelo maestro Arley França, diretor artístico do grupo, para suprir a ausência de escolas de formação musical no município, como também diminuir a ociosidade dos adolescentes da cidade.

A metodologia de ensino coletivo, que agrega teoria musical e prática, foi o passo inicial para formar a orquestra, que com três meses já realizava a sua primeira apresentação. O projeto oferece formação nos principais instrumentos de sopro: Flauta, Oboé, Fagote, Saxofone, Clarinete, Trompete, Trombone, Trompa, Bombardino, Tuba e instrumentos de percussão. Adriano Martins, ex-aluno da orquestra, é o regente.

Serviço

Apresentação: Orquestra de Sopro de Pindoretama e Escola de Música Clássicos na Lagoa

Data: 10 de maio de 2019 – sexta-feira

Local: Lagoa do Porangabussu

Horário: 17 horas

Contato: Giovana de Paula (Assessora de Comunicação – 999820608)

Apoio: Enel

Publicidade

Clássicos na Lagoa apresenta Coral do IBLF e Camerata de Cordas da UFC

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

11 de Abril de 2019

Apoiado pela Enel, o projeto beneficia alunos de licenciatura em música e coral infanto-juvenil

A próxima edição do Clássicos na Lagoa combina a sonoridade dos instrumentos de corda com a harmonia do canto. Dia 12 de abril, às 17 horas, sobem ao palco do projeto Clássicos na Lagoa o coral do Instituto Beatriz e Lauro Fiuza (IBLF) e a Camerata de Cordas da Universidade Federal do Ceará (UFC). Além de um repertório diversificado, os grupos apresentarão músicas do período romântico. O evento, promovido pelo Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ICM), acontece sempre às sextas-feiras, na Lagoa do Porangabussu.

Formada por 25 integrantes, entre estudantes de graduação da UFC, alunos dos cursos de extensão e profissionais, a Camerata de Cordas foi criada pelas professoras do curso de Licenciatura em Música da UFC, Liu Man Ying e Dora Utermohl de Queiroz, em março de 2016. Professora de violino e viola, Liu Man Ying faz pós-doutorado no Instituto de Artes da UNESP. Dora Utermohl de Queiroz é mestre em música pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e professora de violoncelo.

O Coral Infanto-juvenil do IBLF faz parte dos grupos de referência do programa de música Jacques Klein, que proporciona formação técnica de qualidade para os alunos de bairros com maior vulnerabilidade social, trabalhando desde o desenvolvimento cognitivo na infância até a apreciação musical na adolescência. Formado em 2014, o coral trabalha em seu repertório com música popular e temas folclóricos, fazendo breves inserções na música erudita. Em meio às suas atividades, desempenha trabalhos corporais de forma a contribuir com a música cantada, no intuito de trazer para o público um espetáculo não só musical, mas também visual.

O Clássicos na Lagoa se consolidou como um projeto voltado à formação cultural da comunidade. No seu quarto ano de realização, a iniciativa do ICM tem contribuído com o lazer e a sociabilidade do público. O Instituto está construindo um hospital de alta complexidade na região para atender a população do Estado e contribuir com a formação profissional e o desenvolvimento de pesquisas científicas na área da saúde. O projeto recebe o apoio da Enel.

Publicidade

Orquestra Filarmônica Estrelas da Serra abre programação do Clássicos na Lagoa

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

13 de Março de 2019

O projeto Clássicos na Lagoa abre sua temporada de apresentações em 2019 com a participação da Orquestra Filarmônica Estrelas da Serra, do município de Croatá (CE). Composta por 44 jovens alunos da rede pública municipal e estadual, a orquestra foi fundada em 2009 pelos músicos Hélio Júnior (maestro) e Silvério Oliveira, como parte das ações do Ponto de Cultura Vamos Fazer Arte. A apresentação será dia 15 de março, às 17 horas, às margens da Lagoa do Porangabussu.

Desde o ano passado, a programação do Clássicos na Lagoa é voltada aos chamados concertos didáticos, cujo enfoque prioriza a abordagem dos diferentes períodos da música erudita mundial. Foram realizadas apresentações sobre as fases renascentista, barroca e clássica. Esse ano, os espetáculos irão enfatizar composições das eras romântica, moderna, contemporânea e brasileira, sem, no entanto, deixar de apresentar músicas mais populares que ampliem a interação com o público.

No seu quarto ano de realização, o projeto é uma iniciativa do Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ICM), instituição que está construindo um hospital de referência nacional em cardiologia no Porangabussu. O ICM desenvolve uma política de investimento na cultura como parte de um projeto mais amplo de promoção da saúde, que inclui uma escola de música, onde são oferecidas aulas gratuitas de violino para a comunidade.

A Orquestra Estrelas da Serra irá desenvolver um repertório eclético, incluindo músicas eruditas, regionais, populares nacionais e internacionais. O grupo já realizou mais de 100 apresentações em vários estados do nordeste, algumas delas com a participação de nomes como Arthur Moreira Lima, Adelson Viana e Waldonys. A instituição acumula prêmios e o reconhecimento de entidades como a Fundação Itaú Social, Fundação Banco do Brasil, Fundação YouthActionNet e Unicef pelo seu trabalho educativo.

As ações e atividades da Orquestra são mantidas e apoiadas pelo Governo do Estado do Ceará, Enel e Expresso Guanabara. Dentre as apresentações agendadas para esse ano destaca-se a realização de um concerto em São Paulo, em junho, com a participação do maestro João Carlos Martins.

Projeto: Clássicos na Lagoa

Apresentação: Orquestra Filarmônica Estrelas da Serra

Local: Lagoa do Porangabussu

Data: 15 de março de 2019 – sexta-feira

Horário: 17 horas

Contatos: Giovana de Paula (assessoria de comunicação) – 999820608

Apoio: Enel e Guanabara

Publicidade

Orquestra Filarmônica Estrelas da Serra abre programação do Clássicos na Lagoa

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

07 de Março de 2019

O projeto Clássicos na Lagoa abre sua temporada de apresentações em 2019 com a participação da Orquestra Filarmônica Estrelas da Serra, do município de Croatá (CE). Composta por 44 jovens alunos da rede pública municipal e estadual, a orquestra foi fundada em 2009 pelos músicos Hélio Júnior (maestro) e Silvério Oliveira, como parte das ações do Ponto de Cultura Vamos Fazer Arte. A apresentação será dia 15 de março, às 17 horas, às margens da Lagoa do Porangabussu.

Desde o ano passado, a programação do Clássicos na Lagoa é voltada aos chamados concertos didáticos, cujo enfoque prioriza a abordagem dos diferentes períodos da música erudita mundial. Foram realizadas apresentações sobre as fases renascentista, barroca e clássica. Esse ano, os espetáculos irão enfatizar composições das eras romântica, moderna, contemporânea e brasileira, sem, no entanto, deixar de apresentar músicas mais populares que ampliem a interação com o público.

No seu quarto ano de realização, o projeto é uma iniciativa do Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ICM), instituição que está construindo um hospital de referência nacional em cardiologia no Porangabussu. O ICM desenvolve uma política de investimento na cultura como parte de um projeto mais amplo de promoção da saúde, que inclui uma escola de música, onde são oferecidas aulas gratuitas de violino para a comunidade.

A Orquestra Estrelas da Serra irá desenvolver um repertório eclético, incluindo músicas eruditas, regionais, populares nacionais e internacionais. O grupo já realizou mais de 100 apresentações em vários estados do nordeste, algumas delas com a participação de nomes como Arthur Moreira Lima, Adelson Viana e Waldonys. A instituição acumula prêmios e o reconhecimento de entidades como a Fundação Itaú Social, Fundação Banco do Brasil, Fundação YouthActionNet e Unicef pelo seu trabalho educativo.

As ações e atividades da Orquestra são mantidas e apoiadas pelo Governo do Estado do Ceará, Enel e Expresso Guanabara. Dentre as apresentações agendadas para esse ano destaca-se a realização de um concerto em São Paulo, em junho, com a participação do maestro João Carlos Martins.

Projeto: Clássicos na Lagoa

Apresentação: Orquestra Filarmônica Estrelas da Serra

Local: Lagoa do Porangabussu

Data: 15 de março de 2019 – sexta-feira

Horário: 17 horas

Contatos: Giovana de Paula (assessoria de comunicação) – 999820608

Apoio: Enel e Guanabara

Publicidade

Clássicos na Lagoa apresenta Música de Câmara: sonatas e quinteto com piano do período Clássico

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

25 de julho de 2018

O encontro entre músicos eruditos de várias partes do país dará a tônica ao próximo concerto do projeto Clássicos na Lagoa, a ser realizado no dia 03 de agosto, às 17 horas, na Lagoa do Porangabussu. A apresentação marca ainda o início do período Clássico, de acordo com a programação cultural do projeto, que prevê a realização de concertos que abordam a evolução dos períodos da história da música ocidental. Serão interpretadas as obras de Haydn, Mozart e Beethoven.

O concerto, intitulado “Música de Câmara: sonatas e quinteto com piano do período Clássico”, contará com a participação de músicos de renome no país: Tiago Ribas, professor de violino da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL-RS); Nadilson Gama, professor de violino da Escola Clássicos na Lagoa e violinista da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal de SP; Liu Man Ying, professora de violino e viola da Universidade Federal do Ceará; João Paulo Machado, professor de viola da Universidade de Brasília (UNB-DF); Dora Utermohl de Queiroz, professora de violoncelo da Universidade Federal do Ceará;  e Marcelo Brum, professor de piano da Universidade Federal do Acre (UFAC-AC). Eles estarão reunidos em Fortaleza para participar do II Encontro de Cordas Flausino Valle (IIECFV).

O Clássicos na Lagoa é um projeto mantido pelo Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ICM), cujo propósito é promover cultura e incentivar a promoção da saúde por meio da arte. O instituto também está financiando uma escola de música voltada à formação de crianças de colégios públicos do bairro. Ao todo 30 estudantes estão tendo aula gratuita de violino com o professor e violinista Nadilson Gama. O ICM é uma instituição que tem atuado na formação de profissionais de saúde e investido na construção de um hospital de alta complexidade em cardiologia e outras especialidades.

No atual programa musical do Clássicos na Lagoa, que terá duração de dois anos, já foram abordados os seguintes períodos da música erudita: música medieval e renascentista com o Grupo Syntagma; período Barroco com a Orquestra Jacques Klein (IBLF) e a Camerata de Cordas da UFC; e o final do período Barroco e transição para o classicismo com o Quarteto da Orquestra Contemporânea Brasileira. O programa foi idealizado pela professora de violino e viola da UFC, Liu Man Ying, e pelo maestro Arley França.

Serviço:

Projeto: Clássicos na Lagoa

Apresentação: Música de Câmara: sonatas e quinteto com piano do período Clássico

Local: Lagoa do Porangabussu

Data: 3 de agosto– sexta-feira

Horário: 17 horas

Publicidade

QUARTETO DE CORDAS DA ORQUESTRA CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA NO CLÁSSICOS DA LAGOA

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

28 de junho de 2018

O Quarteto de Cordas da Orquestra Contemporânea Brasileira irá se apresentar pela segunda vez nos palcos do projeto Clássicos na Lagoa, interpretando músicas do período barroco. O evento acontece na próxima sexta-feira, dia 6 de julho, às 17 horas, nas margens da Lagoa do Parangabussu. O grupo, constituído pelos instrumentistas Paulo Leniuson (violino), Natan Gomes (violino), Paulo Cleber (viola) e Jorge Lima (Violoncelo), irá apresentar em seu repertório a união de clássicos da música erudita e da música popular. A regência é do maestro Arley França.

A Orquestra Contemporânea Brasileira, mantida pelo Sistema Brasileiro de Bandas e Orquestras (Sinfonia.br), configura-se como um grupo composto por músicos de altíssimo nível e com relevante atuação no cenário da música de concerto no Brasil. Iniciada em 2016, a orquestra tem como propósito unir música erudita e popular em um único idioma sonoro, como também colocar-se como referência para estudantes de música e orquestras em formação, através da realização de ações pedagógicas como masterclasses, oficinas e concertos didáticos.

O projeto Clássicos na Lagoa é realizado há três anos pelo Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ICM), com o apoio de instituições parceiras como a Ennel, o Instituto Beatriz e Lauro Fiuza e a Plataforma Sinfonia do Amanhã. O projeto tem como princípio a defesa do direito à cultura como mecanismo voltado à promoção da saúde. O ICM está construindo um hospital de alta tecnologia no Porangabussu, que irá garantir 60% do seu atendimento aos usuários do SUS. A instituição será referência em ensino, pesquisa de ponta e atendimento altamente especializado.

Dentro da sua política de formação cultural, o ICM criou ainda uma escola de violinos voltada aos estudantes das escolas públicas do Estado. Trinta estudantes estão fazendo aulas gratuitas com o professor Nadilson Martins Gama, que foi chefe dos violinos da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal de São Paulo. Os instrumentos são disponibilizados pelo ICM, que acredita que a educação é o grande transformador da sociedade.

Serviço:

Projeto: Clássicos na Lagoa

Apresentação: Quarteto de Cordas da Orquestra Contemporânea Brasileira

Local: Lagoa do Porangabussu

Data: 6 de julho – sexta-feira

Horário: 17 horas

Publicidade

O Clássicos na Lagoa traz ao palco pela primeira vez o Syntagma

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

29 de Março de 2018

O Clássicos na Lagoa traz ao palco pela primeira vez o Syntagma, grupo de câmara mais antigo do Ceará, com 32 anos de atividades ininterruptas. Criado em 1986, a proposta dos integrantes é mostrar a forte ligação da música nordestina com a música antiga europeia, por meio de um trabalho de pesquisa que identifica as similaridades das estruturas musicais, rítmicas e melódicas. Durante o concerto, realizado dia 6 de abril, às 17 horas, serão interpretados compositores do período medieval, renascentista e pré-barroco.

O Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ICM), por meio do Clássicos na Lagoa, promove concertos de música erudita gratuitos, sempre às primeiras sextas-feiras de cada mês, às margens da Lagoa do Porangabussu. O programa musical de 2018 irá promover um passeio pela história da música por meio de concertos educativos, que vão do período medieval ao clássico. Criado em 2016, o projeto se consolidou como uma importante estratégia de promoção da saúde através da arte, inserido em uma proposta mais ampla de tornar a região do Porangabussu um polo de desenvolvimento social, econômico e cultural. O hospital do ICM, que está em fase de construção, será âncora desse modelo voltado à inclusão social.

Com um estilo próprio, o Syntagma preza por valorizar toda a personalidade e riqueza da cultura nordestina, numa fusão do novo e do antigo, do erudito e do popular, explorando de forma rica a sonoridade dos seus instrumentos. Por vezes, exercendo um papel de laboratório musical, mais de 50 músicos já passaram por sua formação, aprimorando e selecionando o repertório e explorando novas possibilidades sonoras. Uma das características marcantes do grupo é o Interesse pelas flautas doces e os instrumentos antigos.

FORMAÇÃO:
Flautas:
Heriberto Porto, Luciana Gifoni, Marcos Paulo Leão, Robson Lima e
Solange Gomes
Violão:
Alisson Félix
Viola da gamba:
Jorge Santa Rosa
Percussão:
Marcelo Holanda
Cravo:
Verônica Lapa

PROGRAMA:

Saltarello – Anônimo Medieval

Saltarello2 – Anônimo Medieval

Troto – Anônimo Medieval

Ductia – Anônimo Medieval

Pavane “Mille regretz” – Anônimo Renascentista

Ruden “Warum” – Anônimo Renascentista

Courante – M. Praetorius

Entré du fol – Anônimo Renascentista

The Esrl of Essex Galliard – John Dowland (pré-barroco)

Rondeau – H. Purcell

Algodão – L. Gonzaga

SERVIÇO:

Projeto: Clássicos na Lagoa

Programação: Syntagma

Local: Lagoa do Porangabussu

Data: 6 de abril – sexta-feira

Horário: 17 horas

Publicidade

CLÁSSICOS NA LAGOA ENCERRA PROGRAMAÇÃO DE DEZEMBRO COM GRANDE EVENTO

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

27 de novembro de 2017

O Clássicos na Lagoa realizará um grande evento, com apresentações especiais, para marcar o encerramento do projeto em 2017.  A Banda Sinfônica da Universidade Federal do Ceará (UFC) promoverá um concerto de música clássica. Na programação haverá também um coral interpretando músicas natalinas, show pirotécnico e uma homenagem a todos os grupos musicais que se apresentaram durante o ano. O evento acontece na próxima sexta-feira, 1º de dezembro, a partir das 16 horas, na lagoa do Porangabuçu.

O projeto foi criado em 2016 pelo Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ICM), em parceria com o Instituto Beatriz e Lauro Fiuza (IBLF) e a Plataforma Sinfonia do Amanhã, com o intuito de possibilitar à população acesso à cultura e ao lazer. Segundo o presidente do conselho superior do ICM, o cardiologista Carlos Roberto Martins Rodrigues, saúde é qualidade de vida, o que significa ter ao alcance cultura, educação, emprego e todas as formas de inclusão social.  Com o apoio da Enel, os concertos são promovidos nas primeiras sextas-feiras de cada mês gratuitamente.

A Banda Sinfônica da UFC foi iniciada em 2015, quando a universidade abriu concurso para professor de instrumentos de sopro. O objetivo inicial era ter uma prática de conjunto para os alunos da graduação em música, mas a ideia foi se ampliando. “Através de projetos de extensão da Secretaria de Cultura Artística da UFC, passamos a aceitar na banda pessoas de outros cursos de licenciatura e da comunidade. Grande parte da banda sinfônica hoje é composta pela comunidade e, com essa abertura, o grupo foi tomando corpo”, relata o professor Filipe Ximenes, regente da Banda Sinfônica da UFC.

O repertório é desenvolvido de uma maneira pedagógica, com arranjos adaptados para o nível dos estudantes.  A cada seis meses a universidade abre inscrições, tanto para os alunos da licenciatura em música, como de outros cursos e da sociedade. Os interessados em aprender instrumentos passam a integrar uma banda inicial, com arranjos construídos a partir da sua capacidade técnica. Após essa experiência inicial, o grupo, que varia da faixa etária de 10 a 50 anos, passa a compor a Banda Sinfônica, que vai aumentando o seu corpo musical. Com cerca de 40 integrantes, 80% da banda aprendeu música dentro da UFC.

Serviço:

Projeto: Clássicos na Lagoa

Programação: Coral NatalinoBanda Sinfônica da UFC, Homenagem aos grupos musicais que se apresentaram

Local: Lagoa do Porangabuçu

Data: 1 de dezembro – sexta-feira

Horário: 16 horas

Publicidade

Clássicos na Lagoa apresenta Banda Chiquita Braga

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

07 de novembro de 2017

 

O Projeto Clássicos na Lagoa apresenta nesta sexta-feira, 10 de novembro, a Banda Chiquita Braga, composta por jovens de 12 a 19 anos do município de Caucaia. Este é o décimo concerto promovido pelo projeto em 2017, que tem por objetivo estimular a cultura e contribuir com a promoção da saúde. O evento acontece às 17 horas, gratuitamente, às margens da Lagoa do Porangabuçu, por iniciativa do Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ICM), em parceria com o Instituto Beatriz e Lauro Fiuza (IBLF) e a Plataforma Sinfonia do Amanhã e com apoio da Enel. A Banda apresenta repertório popular brasileiro e internacional, executados por flautas, clarinete, sax, trompete, trombone, trompa, bombardino, tuba, bateria e percussão.

 

O embrião do que se tornaria o grupo surgiu em 2004, quando seis jovens da Banda de Música da Prefeitura de Caucaia se reuniram com o objetivo de possibilitar o ensino da música aos jovens do município em instrumentos de sopro e percussão. Em alguns dias, dezenas de crianças e jovens iniciavam seus estudos em teoria musical e prática de instrumento de sopro no antigo Centro Social Urbano (CSU) de Caucaia. Estava fundado, portanto, o Projeto Renovação, que tinha suas atividades vinculadas à banda de música.

 

Com o passar do tempo, o Projeto cresceu e ganhou vida própria, desligando-se, então, da banda da prefeitura. Com instrumentos doados, o Renovação ampliou sua atuação pedagógica, participou do Edital Mecenas da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará no ano de 2013 e recebeu apoio da empresa multinacional Endesa Fortaleza. O Projeto se transformou então na Escola de Música Chiquita Braga, que foi equipada com novos instrumentos, material de manutenção e fardamento. Até então, as aulas eram ministradas por alguns músicos da Banda de Música de Caucaia que atuavam de forma voluntária.

 

No ano de 2014, uma nova proposta de ensino e gestão foi posta em prática, com a contratação de novos professores e a implantação de um currículo organizado para promover a formação básica em música para os alunos. Hoje, a Escola conta com um quadro de 60 alunos, que aprendem gratuitamente os conceitos básicos da música e a tocar instrumentos como flauta, clarinete, saxofone, trompete, trombone, trompa, bombardino, tuba, bateria, percussão e cordas friccionadas (violino e viola).

 

Os alunos, jovens entre 10 e 19 anos, têm acompanhamento escolar para garantir um bom desempenho na escola regular, além de um importante trabalho sobre postura, educação e cidadania. As aulas são realizadas todos os dias da semana no período da manhã e da tarde na Escola Nair Magalhães Guerra, cedida pela Prefeitura Municipal de Caucaia.

 

 

Serviço:

Projeto: Clássicos na Lagoa

Apresentação: Banda Chiquita Braga

Local: Lagoa do Porangabuçu

Data: 10 de novembro – sexta-feira

Horário: 17 horas

Contatos: Tarcianny Brito (coordenadora da Escola) – 988931751/996759318

Giovana de Paula (assessoria de comunicação) – 999820608

 

 

 

Programa do concerto “Clássicos na Lagoa”

 

1 – Meu Malvado Favorito

Arr: Isaías Alexandre

 

2 -Spider-Man Theme

Compositores: Robert J. Harris

e Paul Francis Webster

Arr. Jay Bocook

 

3 – Raiders March

Compositor: John Williams

Arr: Neves

 

4 – The Mask of Zorro

Arr: Darrol Barry

 

5 – Star Wars Medley

Compositor: John Williams

Arr: Rian Rafaiel

 

6 – O Fantásma da Ópera

Compositor: Andrew Lloyd Webber

Arr: Jorge Nobre

 

7 – Con te Partirò

Compositores: Francesco Sartori e Lucio Quarantotto

Arr: Willames S.da Costa

 

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Clássicos na Lagoa apresenta Banda Chiquita Braga

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

07 de novembro de 2017

 

O Projeto Clássicos na Lagoa apresenta nesta sexta-feira, 10 de novembro, a Banda Chiquita Braga, composta por jovens de 12 a 19 anos do município de Caucaia. Este é o décimo concerto promovido pelo projeto em 2017, que tem por objetivo estimular a cultura e contribuir com a promoção da saúde. O evento acontece às 17 horas, gratuitamente, às margens da Lagoa do Porangabuçu, por iniciativa do Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ICM), em parceria com o Instituto Beatriz e Lauro Fiuza (IBLF) e a Plataforma Sinfonia do Amanhã e com apoio da Enel. A Banda apresenta repertório popular brasileiro e internacional, executados por flautas, clarinete, sax, trompete, trombone, trompa, bombardino, tuba, bateria e percussão.

 

O embrião do que se tornaria o grupo surgiu em 2004, quando seis jovens da Banda de Música da Prefeitura de Caucaia se reuniram com o objetivo de possibilitar o ensino da música aos jovens do município em instrumentos de sopro e percussão. Em alguns dias, dezenas de crianças e jovens iniciavam seus estudos em teoria musical e prática de instrumento de sopro no antigo Centro Social Urbano (CSU) de Caucaia. Estava fundado, portanto, o Projeto Renovação, que tinha suas atividades vinculadas à banda de música.

 

Com o passar do tempo, o Projeto cresceu e ganhou vida própria, desligando-se, então, da banda da prefeitura. Com instrumentos doados, o Renovação ampliou sua atuação pedagógica, participou do Edital Mecenas da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará no ano de 2013 e recebeu apoio da empresa multinacional Endesa Fortaleza. O Projeto se transformou então na Escola de Música Chiquita Braga, que foi equipada com novos instrumentos, material de manutenção e fardamento. Até então, as aulas eram ministradas por alguns músicos da Banda de Música de Caucaia que atuavam de forma voluntária.

 

No ano de 2014, uma nova proposta de ensino e gestão foi posta em prática, com a contratação de novos professores e a implantação de um currículo organizado para promover a formação básica em música para os alunos. Hoje, a Escola conta com um quadro de 60 alunos, que aprendem gratuitamente os conceitos básicos da música e a tocar instrumentos como flauta, clarinete, saxofone, trompete, trombone, trompa, bombardino, tuba, bateria, percussão e cordas friccionadas (violino e viola).

 

Os alunos, jovens entre 10 e 19 anos, têm acompanhamento escolar para garantir um bom desempenho na escola regular, além de um importante trabalho sobre postura, educação e cidadania. As aulas são realizadas todos os dias da semana no período da manhã e da tarde na Escola Nair Magalhães Guerra, cedida pela Prefeitura Municipal de Caucaia.

 

 

Serviço:

Projeto: Clássicos na Lagoa

Apresentação: Banda Chiquita Braga

Local: Lagoa do Porangabuçu

Data: 10 de novembro – sexta-feira

Horário: 17 horas

Contatos: Tarcianny Brito (coordenadora da Escola) – 988931751/996759318

Giovana de Paula (assessoria de comunicação) – 999820608

 

 

 

Programa do concerto “Clássicos na Lagoa”

 

1 – Meu Malvado Favorito

Arr: Isaías Alexandre

 

2 -Spider-Man Theme

Compositores: Robert J. Harris

e Paul Francis Webster

Arr. Jay Bocook

 

3 – Raiders March

Compositor: John Williams

Arr: Neves

 

4 – The Mask of Zorro

Arr: Darrol Barry

 

5 – Star Wars Medley

Compositor: John Williams

Arr: Rian Rafaiel

 

6 – O Fantásma da Ópera

Compositor: Andrew Lloyd Webber

Arr: Jorge Nobre

 

7 – Con te Partirò

Compositores: Francesco Sartori e Lucio Quarantotto

Arr: Willames S.da Costa

 

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti