Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Comida di Buteco

Comida di Buteco chega ao último fim de semana, em Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

03 de Maio de 2019

Concurso vai eleger o melhor buteco da cidade. Vencedor concorre ao título de melhor buteco do país

 

Últimos dias para visitar e escolher o melhor buteco de Fortaleza. Até o próximo domingo (05), a cidade recebe o concurso Comida di Buteco. A disputa tem 19 estabelecimentos no páreo. O vencedor da cidade vai concorrer ao título de melhor buteco do Brasil, em julho. Nacionalmente o concurso comemora 20 anos. Por causa disso, todos os petiscos têm preço fixo de R$ 20,00. Para vencer a disputa, os estabelecimentos produzem pratos especialmente para o concurso. Há receitas que adaptam pratos clássicos da culinária nacional, como escondidinho, crepe, acarajé. Tem também nomes criativos, ingredientes especiais e até apresentação especial.

A disputa em Fortaleza envolve botecos de vários bairros, como Aldeota, Centro, Cidade 2000, Fátima, Itaperi, Joaquim Távora, José Bonifácio, Mondubim, Monte Castelo, Montese, Parquelândia, São Gerardo, Varjota e Vila Peri. O concurso que teve origem em 2000 na cidade de Belo Horizonte, hoje cobre todo o país, é realizado em 21 cidades e desde 2016 elege também o Melhor Buteco do Brasil.

Como funciona

O público e um corpo de jurados visita, vota e elege o campeão, avaliando 4 categorias (petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida). O petisco leva 70% do peso da nota e as demais categorias 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total e dos jurados 50%.

Na segunda etapa, em junho, uma comissão de jurados, escolhida especificamente para esse momento, vai visitar os campeões de cada cidade avaliando sua performance nas mesmas 4 categorias (petisco, atendimento, temperatura da bebida e higiene). Cada campeão recebe 3 jurados (um jurado da sua cidade e dois de outras cidades). Elege-se aí o MELHOR BUTECO DO BRASIL, que será conhecido e premiado no mês de Julho.

Confira os butecos participantes em Fortaleza

100 Petiscos

Petisco: 101

Descrição: Rocambole de Batata, Presunto, Queijo e Camarão

Funcionamento: terça a sábado das 17h às 0h

Endereço: Rua República do Líbano, 1080 – Varjota

Bar do Helano

Petisco: Gostozinho

Descrição: Carne moída, ovo de codorna e queijo

Funcionamento: terça a sexta das 16h às 23h30, sábado das 12h às 23h30.

Endereço: Rua Carlos Vasconcelos, 2310 – Joaquim Távora

Bar do Nem

Petisco: As maravilhas do Chef Nem

Descrição: Coxinhas feitas de massa de macaxeira recheadas com frutos do mar selecionados e acompanhadas de molhos especiais.

Funcionamento: terça a domingo das 8h às 15h

Endereço:  Rua General Clarindo de Queiroz, 1745 lj, 230 – Mercado São Sebastião

Birosca 1500

Petisco: Picanha ao Porrete

Descrição: Picanha Argentina trinchada preparado na manteiga da terra com legumes selecionados servido com batata rústica e molho especial da casa.

Funcionamento: terça e quarta das 17h às 00h e quinta a sábado das17h às 2h00

Endereço: Rua Gustavo Sampaio, 1500 A – Parquelândia

Boteco da Dani

Petisco: Concha do Mar

Descrição: Molho com Camarão, servido na quenga de Coco, acompanhado de palitinho de tapioca e camarão empanado no coco.

Funcionamento: Quinta a sábado de 18h às 00h

Endereço: Rua Odete Pacheco, 87 – São Gerardo

Bodega na Roça

Petisco: Carrocinha da Roça

Descrição: Crepe acompanhando de 3 pataniscas com recheios de carne do sol, frango e bacon e queijo coalho e calabresa.

Funcionamento: quarta a domingo das 16 às 00h

Endereço: Rua Caramuru, 199 B – São Gerardo

Brasil Colonial

Petisco: Escondidinho de Sururu

Descrição: Moqueca de Sururu acompanhada de purê de mandioquinha e batata, gratinada no queijo mussarela.

Funcionamento: domingos: 09h às 18h; segunda a sábado: 09h às 0h

Endereço: Rua Antonio Augusto, 1572 – Aldeota

Carneiro do Tércio

Petisco: Carneiro ao Tex Mex

Descrição: Carré de carneiro ao tex mex

Funcionamento: terça a sábado das 11h às 23h30, domingo das 11h às 21h30

Endereço: R. Gonçalves Ledo, 1123 – Aldeota

Espaço Casa da Sogra

Petisco: Foga nas Venta

Descrição: Pimenta dedo de moça recheada com charque, cream cheese e muçarela, empanada e frita, acompanhada de creme de bacon servido na casquinha de queijo coalho.

Funcionamento: quinta e sexta 18 às 0h, sábado e das 11h30 às 22h e domingo das 11h30 às 21h.

Endereço: Rua Vasco da Gama, 1072, Fundos – Montese

Esquina do Chef

Petisco: Arrumadinho do Chef

Descrição: Carne do Sol composto por um creme de catupiry e queijo parmesão

Funcionamento: terça a sábado das 18h às 23h

Endereço: Rua Joaquim Torres, 888 – Joaquim Távora

Fava’s Bar e Petiscos

Petisco: Moquecaxé

Descrição: Croquete de moqueca de arraia com camarão

Funcionamento: quarta à sexta das 18h às 00 e sábado das 17h às 00h

Endereço: Rua Barão de Aratanha, 1050 – José Bonifácio – Lj 11

Kina do Feijão Verde

Petisco: Bolinho de abóbora com carne de sol

Descrição: Bolinho feito com massa de abóbora cozida, farinha de trigo e caldo de legumes recheada com carne de sol desfiada.

Funcionamento: terça a sábado das 10h às 23h30. Domingo das 10h às 19h30.

Endereço: Rua João Cordeiro, 1697 – Aldeota

Nossa Casa Delícias

Petisco: Twings

Descrição: Asinhas de frango desossadas envolta por uma camada de bacon, levemente empanada, acompanhada por coração de frango acebolado. Finalizados com farofa e geleia de pimenta.

Funcionamento: terça a sexta das 16h às 00h e sábado e domingo das 11h às 00h

Endereço: Rua Equador, 1814 – Itaperi

Pakato Grill

Petisco: Carne do Sol ao queijo na chapa

Descrição: Carne do sol assada na manteiga da terra, coberta com queijo coalho e queijo muçarela, condimentada com cebola roxa, pimenta biquinho e coentro; servida ao molho de abacaxi na chapa. Acompanhada com macaxeira derretida na manteiga da terra.

Funcionamento: terça a sexta 16h às 1h e sábado e domingo das 11 às 1h

Endereço: Rua Gastão Justa, 108 – Mondubim

Quintal 55

Petisco: Vaiquedá

Descrição: Bolinhos crocantes de vatapá com molho de pimenta caseiro

Funcionamento: quinta a sábado das 18h às 23h

Endereço: Alameda das Boas Noites, 55, quadra 29 – Cidade 2000

Seu Zé – Bodega

Petisco: O milhó

Descrição: Acarajé feito de milho, frito no dendê, acompanhado de purê de jerimum, carne de sol na cebola roxa, molhinho de pimenta e vinagrete do Seu Zé.

Funcionamento: terça a sexta das 17h às 0h, sábado 11h às 23h

Endereço: Rua Joaquim Torres, 1051 – Joaquim Távora

Tarântulas Grill

Petisco: Taranqueca

Descrição: Massa de panqueca levemente picante, carne do sol, cebola, pimentão azeitonas sem caroço fatiada, queijo mussarela, queijo coalho ralado e o molho da casa.

Funcionamento: terça a sábado 17h às 23h30

Endereço: Rua Antônio Drumont, 633 – Monte Castelo

Varandão da Vila

Petisco: Croquetes Ousados

Descrição: Massa cremosa feita da mistura de frango, queijo, e salame, servida com limão e geleia de pimenta.

Funcionamento: quinta a sábado das 17h às 22h

Endereço: Av. Osório de Paiva, 1612 – Parangaba

Vilarejo 84

Petisco: Trio do Vila

Descrição:  Trio de petiscos: frango crocante, bolinho de inhame com carne de sol e bolinha de queijo com goiabada, acompanhados com maionese caseira e molho de mostarda e mel.

Funcionamento: quarta a sábado das 17h às 23h

Endereço: Rua Clube Iracema, 84 – Aldeota

Um movimento nacional de valorização da cultura de buteco e cozinha de raiz

Numa trajetória onde muitas histórias de vidas foram contadas e transformadas, o concurso já extrapolou sua natureza e se tornou um grande movimento nacional de valorização da cultura de buteco e cozinha de raiz. Ele é, propositadamente, realizado simultaneamente e na mesma época do ano (abril/maio) em todas as cidades, num esforço de demarcação de Abril como MÊS DO BUTECO NO BRASIL. E assim, valorizar e dar importância de calendário a esse ícone da sociabilidade brasileira: o Buteco.

Um modelo de negócios de impacto

O mais importante aspecto do Comida di Buteco hoje é ter se tornado um NEGÓCIO DE IMPACTO, que tem o pequeno comércio familiar como matriz de uma corrente do bem que envolve : o “buteco”, que não paga para participar; a indústria como a grande  financiadora  (patrocinadores);   envolve o poder público, a partir da ampliação da atividade econômica do buteco (gera empregos, paga impostos, muitas vezes tem a oportunidade de se formalizar); e envolve  parceiros, imprensa e o público do Brasil inteiro. O mês do concurso alavanca de forma poderosa toda a cadeia em que o buteco está inserido.

Ele é o primeiro concurso do gênero no país

Resultados dos 20 anos de Comida di Buteco:

o    21 cidades de Norte a Sul do País

o    5.163 mil butecos

o    4.868 milhões de votos

o    3.534 milhões de petiscos vendidos

o    41.796 mil empregos gerados

o    80 milhões de pessoas impactadas

o    R$ 500.892 milhões em mídia espontânea

 “Eu fico muito impressionado com a capacidade que o Comida di Buteco tem de transformar a realidade das famílias daquele pequeno empreendedor do setor de bares e restaurantes, ajudando a construir um Brasil melhor. ” (Paulo Solmucci – Presidente Nacional da Abrasel/Associação Brasileira de Bares e Restaurantes)

Buteco com “u”, o perfil dos participantes

Os estabelecimentos selecionados para participar são classificados pela organização do concurso como “ESPONTÂNEOS”:  estabelecimentos em que o dono está sempre à frente do negócio, não pertencendo à redes ou franquias e que muitas vezes se originou na própria casa da pessoa. Tem a identidade de seu proprietário e na maioria das vezes, outras pessoas da família do dono trabalham ali também.

A GEOGRAFIA BUTEQUEIRA DE NORTE A SUL DO PAÍS
     
REGIÃO SUDESTE
Minas Gerais Belo Horizonte
Juiz de Fora
Montes Claros
Uberlândia
Poços de Caldas
Vale do Aço (Timóteo, Ipatinga e Coronel Fabriciano)
 
São Paulo São Paulo Capital
Campinas, Jaguariúna
Ribeirão Preto
São José do Rio Preto
Rio de Janeiro Rio Capital e Baixada Fluminense  
REGIÃO NORDESTE  
Bahia Salvador e Lauro de Freitas  
Pernambuco Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes  
Ceará Fortaleza  
 REGIÃO NORTE  
Amazonas Manaus  
Pará Belém e  Ananindeua  
REGIÃO SUL  
Santa Catarina Florianópolis  
Rio Grande do Sul Porto Alegre e Canoas  
Paraná Curitiba  
REGIÃO CENTRO-OESTE  
Distrito Federal Brasília, Guará, Aguas Claras, Taguatinga  
Goiás Goiânia e Aparecida de Goiânia  
 

 

 

Patrocinadores 2019

 

O Comida di Buteco é 100% viabilizado com investimento de empresas que acreditam na sua CAUSA, como plataforma de desenvolvimento de suas marcas, pois nenhum buteco participante paga nada para participar nem é obrigado a consumir nenhum produto dos patrocinadores.

Empresas patrocinadoras em Fortaleza

Apresentador: Perdigão

Patrocinadores: Coca Cola, Mc Cain

Banco Oficial:  Santander/Getnet

Apoiadores: Reserva 51, Trident, Chandon, Diário do Nordeste, Abrasel, Convention & Visitors Bureau, Secretaria de Turismo de Fortaleza, Secretaria de Cultura de Fortaleza, Hotel Sonata,  Dickies

Promoção: TV Verdes Mares

 

Banco Oficial: Santander/Getnet

Esta iniciativa faz parte da estratégia de patrocínios do Banco, que tem como objetivo associar a marca Santander a renomados eventos de gastronomia, ser reconhecido como o Banco da Gastronomia e, principalmente, gerar negócios em toda a cadeia, desde o produtor rural, passando pelos restaurantes e bares, até o consumidor final.

“O Comida Di Buteco é um concurso democrático e que valoriza o potencial gastronômico regional presente em diversas cidades do país”, afirma Patricia Audi, vice-presidente executiva de Comunicação, Marketing, Relações Institucionais e Sustentabilidade do Santander. “Dentro de nossa proposta de apoiar inovações empreendedoras e culturais, enxergamos a gastronomiacomo uma grande forma de expressão de nosso povo, além de representar uma cadeia geradora de empregos e renda. ”

Durante o período do concurso, o Banco realizará diversas ações nos locais participantes, inclusive um jogo americano personalizado do Santander, e presença com destaque nas peças de merchandising presente em todos os “butecos”.

Clientes Santander que efetuarem o pagamento com cartões do banco ou com o Santander Pass terão 10% de desconto no valor da batata frita participante do concurso.

Perdigão

No ano em que o concurso completa 20 anos, a Perdigão, que tem o alimento como elo importante para reunir família e amigos, seja em ocasiões especiais ou cotidianas, patrocina de forma mais abrangente o Comida di Buteco. Neste ano, a marca lança o Desafio Perdigão, em que bares são convidados a criar um petisco com a calabresa defumada Perdigão. Os petiscos serão avaliados pelos jurados do Comida di Buteco e também por chefs consultores da BRF. Os eleitos em cada cidade recebem uma premiação em dinheiro. “Estamos animados com mais uma edição do Comida di Buteco e com a ação proposta pela marca, que acaba estimulando as relações gostosas em torno da comida que é uma das premissas da Perdigão”, ressalta Luciana Bulau, gerente executiva de marketing da Perdigão.

Publicidade

Comida di Buteco comemora 20 anos e atrai atenção de marcas relevantes

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

25 de Abril de 2019

Comemorando 20 anos em 2019, o concurso Comida di Buteco se tornou um negócio de impacto, que liga estabelecimentos comerciais, indústria, poder público, parceiros, imprensa e o público do Brasil inteiro. Entre abril e maio, quando ocorre o concurso, os botecos, muitas vezes pequenos empreendimentos, têm seu faturamento e movimento alavancados. Realizado em 21 cidades do país, o concurso chama a atenção e serve como plataforma de conexão de grandes marcas com os clientes. Em Fortaleza, o Comida di Buteco segue até o próximo dia 05 de maio, com 20 estabelecimentos participantes.  Confira a relação completa em:http://www.comidadibuteco.com.br/fortaleza/

As marcas patrocinadoras têm longevidade de permanência junto ao Comida di Buteco, seja pela abrangência da ferramenta como pelos resultados atingidos, tanto em termos de interação e conexão com os consumidores como pelas vendas no canal “butecos”, se é uma categoria com comercialização on premise. O público que participa do concurso tem como target e core a classe AB 25 a 49 anos (Fonte: Pesquisa Quantitativa Observatório – 2017).

A categoria cerveja oficial junto com a marca Apresentadora, lidera a visibilidade no concurso, tanto no merchandising nos butecos como na mídia e ativações. Em Fortaleza, a cerveja Devassa, que faz parte do portfólio do grupo HEINEKEN no Brasil, patrocina o Comida di Buteco pelo terceiro ano consecutivo. A proposta é proporcionar experiências gastronômicas exaltando a criatividade do brasileiro, capaz de transformar petiscos em pratos incríveis e o Puro Malte de Devassa em Tropical. Outras marcas de cerveja que atuam em outras praças são a Brahma Extra (em 18 cidades), Tijuca (Belém) e Eisenbahn (São Paulo e Porto Alegre).

Já a Perdigão é a apresentadora em todas as 21 cidades do concurso. Neste ano, a marca lança o Desafio Perdigão, em que bares são convidados a criar um petisco com a calabresa defumada Perdigão. Os pratos são avaliados pelos jurados do Comida di Buteco e também por chefs consultores da BRF. Os eleitos em cada cidade recebem uma premiação em dinheiro. “Estamos animados com mais uma edição do Comida di Buteco e com a ação proposta pela marca, que acaba estimulando as relações gostosas em torno da comida que é uma das premissas da Perdigão”, ressalta Luciana Bulau, gerente executiva de marketing da Perdigão.

Outra marca que terá uma forte presença no Comida di Buteco é o Santander, banco oficial do concurso. Esta iniciativa faz parte da estratégia de patrocínios da instituição, que tem como objetivo associar a marca a renomados eventos de gastronomia, ser reconhecido como o banco da Gastronomia e, principalmente, gerar negócios em toda a cadeia, desde o produtor rural, passando pelos restaurantes e bares, até o consumidor final.

Participando pela primeira vez do concurso, a Coca Cola está presente em todas as cidades que realizam o Comida di Buteco de Norte a Sul do Brasil. “A Coca-Cola acredita no poder que a comida tem de unir as pessoas. Nossa parceria com o Comida di Buteco reforça nosso propósito de promover e celebrar esses momentos de confraternização. Queremos estar cada vez mais presentes, facilitando a vida do consumidor e expandindo sua experiência com a marca”, destaca Raoni Lotar, gerente Sênior da marca Coca Cola.

Em Fortaleza, uma boa cachaça é companheira dos butequeiros. A Reserva 51, linha premium, da Cia Muller de Bebidas é a oficial do concurso na capital cearense. Para a empresa, o projeto é uma oportunidade única de incentivar e patrocinar a cultura de boteco no país, reforçando suas origens e DNA brasileiro. Na edição de 2019, os bares participantes receberão materiais e descontos exclusivos dos rótulos de Reserva 51, além de ações promocionais para o consumidor como a compra do menu-degustação para ganhar um copo de dose personalizado.

Por sua vez, a Trident também aproveita o momento para divulgar a nova linha Xfresh Crystals. A goma, recheada com cristais de refrescância, está disponível nos sabores menta e tangerina.  “Pela sétima vez consecutiva, Trident apoia o Comida di Buteco, o concurso que elege os melhores “butecos” do país. Para a marca, esse é um canal que possibilita uma grande oportunidade de mostrar ao consumidor que a goma pode ser consumida em qualquer hora do dia ou ocasião, inserindo o chiclete cada vez mais no cotidiano do público. Além de também incentivar o potencial empreendedor desse segmento, exibindo mais uma opção de produto que pode fazer parte do negócio’’, declara Julia Salgado, gerente de Marketing de gomas da Mondelēz Brasil.

Além destas marcas, estarão presentes no Comida di Buteco 2019 – 20 anos em múltiplas cidades:

 

Mc Cain – Nacional – 21 cidades

LVMH – Chandon – Nacional – 21 cidades

Dickies/Santanense – 21 cidades

Uber – MG e RJ – 7 cidades

Tabasco – MG – 6 cidades

Publicidade

Fortaleza recebe concurso Comida di Buteco de hoje (12) até 05 de maio

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

12 de Abril de 2019

Nacionalmente o concurso comemora 20 anos em 2019. Para comemorar a data, todos os petiscos têm preço único de R$ 20,00

Está chegando a hora do Comida di Buteco 2019. Essa edição marca os 20 anos do concurso. São duas décadas contando histórias de vidas de pequenos comércios familiares, carinhosamente conhecidos como “butecos”. O concurso que teve origem em 2000 na cidade de Belo Horizonte, hoje cobre todo o país, é realizado em 21 cidades e desde 2016 elege também o Melhor Buteco do Brasil. Fortaleza recebe o concurso pelo nono ano seguido, de 12 de abril a 05 de maio. Esse ano, 22 butecos concorrem ao título de melhor da cidade. A grande novidade dessa edição é que todos os petiscos, no Brasil inteiro, terão preço fixo de R$ 20,00 em comemoração aos 20 anos do Concurso.

Confira os butecos participantes em Fortaleza

100 Petiscos

Petisco: 101

Descrição: Rocambole de Batata, Presunto, Queijo e Camarão

Funcionamento: terça a sábado das 17h às 0h

Endereço: Rua República do Líbano, 1080 – Varjota

Alpendre

Petisco: Capitão do Alpendre

Descrição: Capitão de feijão verde com charque e nata. Acompanha molho especial da casa

Funcionamento: terça a sexta das 17h às 0h, sábado das 10h às 0h e domingo das 11h às 19h.

Endereço: Rua Torres câmara, 181 lj 1. – Aldeota

Bar Chá da Égua

Petisco: Rocambole de Filet Mignon

Descrição: Rocambole de Filet Mignon na crosta de macaxeira acompanhado de molho especial da casa e geleia de pimenta.

Funcionamento: terça a quinta das 17h às 03h e sexta e sábado das 11h às 17h e domingo 11h às 1h

Endereço: Av. dos Expedicionários, 5021 – Montese

Bar do Helano

Petisco: Gostozinho

Descrição: Carne moída, ovo de codorna e queijo

Funcionamento: terça a sexta das 16h às 23h30, sábado das 12h às 23h30.

Endereço: Rua Carlos Vasconcelos, 2310 – Joaquim Távora

Bar do Nem

Petisco: As maravilhas do Chef Nem

Descrição: Coxinhas feitas de massa de macaxeira recheadas com frutos do mar selecionados e acompanhadas de molhos especiais.

Funcionamento: terça a domingo das 8h às 15h

Endereço: Rua General Clarindo de Queiroz, 1745 lj, 230 – Mercado São Sebastião

Birosca 1500

Petisco: Picanha ao Porrete

Descrição: Picanha Argentina trinchada preparado na manteiga da terra com legumes selecionados servido com batata rústica e molho especial da casa.

Funcionamento: terça e quarta das 17h às 00h e quinta a sábado das17h às 2h00

Endereço: Rua Gustavo Sampaio, 1500 A – Parquelândia

Boteco da Dani

Petisco: Concha do Mar

Descrição: Molho com Camarão, servido na quenga de Coco, acompanhado de palitinho de tapioca e camarão empanado no coco.

Funcionamento: Quinta a sábado de 18h às 00h

Endereço: Rua Odete Pacheco, 87 – São Gerardo

Bodega na Roça

Petisco: Carrocinha da Roça

Descrição: Crepe acompanhando de 3 pataniscas com recheios de carne do sol, frango e bacon e queijo coalho e calabresa.

Funcionamento: quarta a domingo das 16 às 00h

Endereço: Rua Caramuru, 199 B – São Gerardo

Boteco Vintage

Petisco: Escondidinho Sertanejo

Descrição: Escondidinho de charque feito com purê de jerimum acompanhado de queijo coalho assado com melaço de cana.

Funcionamento: quarta e quinta das 18h às 0h, sexta e sábado das 18h às 02h

Endereço: Rua Padre Miguelino, 1159 – Fátima

Brasil Colonial

Petisco: Escondidinho de Sururu

Descrição: Moqueca de Sururu acompanhada de purê de mandioquinha e batata, gratinada no queijo mussarela.

Funcionamento: domingos: 09h às 18h; segunda a sábado: 09h às 0h

Endereço: Rua Antonio Augusto, 1572 – Aldeota

Carneiro do Tércio

Petisco: Carneiro ao Tex Mex

Descrição: Carré de carneiro ao tex mex

Funcionamento: terça a sábado das 11h às 23h30, domingo das 11h às 21h30

Endereço: R. Gonçalves Ledo, 1123 – Aldeota

Espaço Casa da Sogra

Petisco: Foga nas Venta

Descrição: Pimenta dedo de moça recheada com charque, cream cheese e muçarela, empanada e frita, acompanhada de creme de bacon servido na casquinha de queijo coalho.

Funcionamento: quinta e sexta 18 às 0h, sábado e das 11h30 às 22h e domingo das 11h30 às 21h.

Endereço: Rua Vasco da Gama, 1072, Fundos – Montese

Esquina do Chef

Petisco: Arrumadinho do Chef

Descrição: Carne do Sol composto por um creme de catupiry e queijo parmesão

Funcionamento: terça a sábado das 18h às 23h

Endereço: Rua Joaquim Torres, 888 – Joaquim Távora

Fava’s Bar e Petiscos

Petisco: Moquecaxé

Descrição: Croquete de moqueca de arraia com camarão

Funcionamento: quarta à sexta das 18h às 00 e sábado das 17h às 00h

Endereço: Rua Barão de Aratanha, 1050 – José Bonifácio – Lj 11

Kina do Feijão Verde

Petisco: Bolinho de abóbora com carne de sol

Descrição: Bolinho feito com massa de abóbora cozida, farinha de trigo e caldo de legumes recheada com carne de sol desfiada.

Funcionamento: terça a sábado das 10h às 23h30. Domingo das 10h às 19h30.

Endereço: Rua João Cordeiro, 1697 – Aldeota

Nossa Casa Delícias

Petisco: Twings

Descrição: Asinhas de frango desossadas envolta por uma camada de bacon, levemente empanada, acompanhada por coração de frango acebolado. Finalizados com farofa e geleia de pimenta.

Funcionamento: terça a sexta das 16h às 00h e sábado e domingo das 11h às 00h

Endereço: Rua Equador, 1814 – Itaperi

Pakato Grill

Petisco: Carne do Sol ao queijo na chapa

Descrição: Carne do sol assada na manteiga da terra, coberta com queijo coalho e queijo muçarela, condimentada com cebola roxa, pimenta biquinho e coentro; servida ao molho de abacaxi na chapa. Acompanhada com macaxeira derretida na manteiga da terra.

Funcionamento: terça a sexta 16h às 1h e sábado e domingo das 11 às 1h

Endereço: Rua Gastão Justa, 108 – Mondubim

Quintal 55

Petisco: Vaiquedá

Descrição: Bolinhos crocantes de vatapá com molho de pimenta caseiro

Funcionamento: quinta a sábado das 18h às 23h

Endereço: Alameda das Boas Noites, 55, quadra 29 – Cidade 2000

Seu Zé – Bodega

Petisco: O milhó

Descrição: Acarajé feito de milho, frito no dendê, acompanhado de purê de jerimum, carne de sol na cebola roxa, molhinho de pimenta e vinagrete do Seu Zé.

Funcionamento: terça a sexta das 17h às 0h, sábado 11h às 23h

Endereço: Rua Joaquim Torres, 1051 – Joaquim Távora

Tarântulas Grill

Petisco: Taranqueca

Descrição: Massa de panqueca levemente picante, carne do sol, cebola, pimentão azeitonas sem caroço fatiada, queijo mussarela, queijo coalho ralado e o molho da casa.

Funcionamento: terça a sábado 17h às 23h30

Endereço: Rua Antônio Drumont, 633 – Monte Castelo

Varandão da Vila

Petisco: Croquetes Ousados

Descrição: Massa cremosa feita da mistura de frango, queijo, e salame, servida com limão e geleia de pimenta.

Funcionamento: quinta a sábado das 17h às 22h

Endereço: Av. Osório de Paiva, 1612 – Parangaba

Vilarejo 84

Petisco: Trio do Vila

Descrição: Trio de petiscos: frango crocante, bolinho de inhame com carne de sol e bolinha de queijo com goiabada, acompanhados com maionese caseira e molho de mostarda e mel.

Funcionamento: quarta a sábado das 17h às 23h

Endereço: Rua Clube Iracema, 84 – Aldeota

Mecânica do concurso

Na primeira etapa, em cada uma das cidades, os butecos pré-selecionados apresentam os petiscos criados especialmente para a competição. O público e um corpo de jurados visita, vota e elege o campeão, avaliando 4 categorias (petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida). O petisco leva 70% do peso da nota e as demais categorias 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total e dos jurados 50%.

Na segunda etapa, em junho, uma comissão de jurados, escolhida especificamente para esse momento, vai visitar os campeões de cada cidade avaliando sua performance nas mesmas 4 categorias (petisco, atendimento, temperatura da bebida e higiene). Cada campeão recebe 3 jurados (um jurado da sua cidade e dois de outras cidades). Elege-se aí o MELHOR BUTECO DO BRASIL, que será conhecido e premiado no mês de Julho.

Um movimento nacional de valorização da cultura de buteco e cozinha de raiz

Numa trajetória onde muitas histórias de vidas foram contadas e transformadas, o concurso já extrapolou sua natureza e se tornou um grande movimento nacional de valorização da cultura de buteco e cozinha de raiz. Ele é, propositadamente, realizado simultaneamente e na mesma época do ano (abril/maio) em todas as cidades, num esforço de demarcação de Abril como MÊS DO BUTECO NO BRASIL. E assim, valorizar e dar importância de calendário a esse ícone da sociabilidade brasileira: o Buteco.

Um modelo de negócios de impacto

O mais importante aspecto do Comida di Buteco hoje é ter se tornado um NEGÓCIO DE IMPACTO, que tem o pequeno comércio familiar como matriz de uma corrente do bem que envolve : o “buteco”, que não paga para participar; a indústria como a grande financiadora (patrocinadores); envolve o poder público, a partir da ampliação da atividade econômica do buteco (gera empregos, paga impostos, muitas vezes tem a oportunidade de se formalizar); e envolve parceiros, imprensa e o público do Brasil inteiro. O mês do concurso alavanca de forma poderosa toda a cadeia em que o buteco está inserido.

Ele é o primeiro concurso do gênero no país

Resultados dos 20 anos de Comida di Buteco:

o 21 cidades de Norte a Sul do País

o 5.163 mil butecos

o 4.868 milhões de votos

o 3.534 milhões de petiscos vendidos

o 41.796 mil empregos gerados

o 80 milhões de pessoas impactadas

o R$ 500.892 milhões em mídia espontânea

“Eu fico muito impressionado com a capacidade que o Comida di Buteco tem de transformar a realidade das famílias daquele pequeno empreendedor do setor de bares e restaurantes, ajudando a construir um Brasil melhor. ” (Paulo Solmucci – Presidente Nacional da Abrasel/Associação Brasileira de Bares e Restaurantes)

Buteco com “u”, o perfil dos participantes

Os estabelecimentos selecionados para participar são classificados pela organização do concurso como “ESPONTÂNEOS”: estabelecimentos em que o dono está sempre à frente do negócio, não pertencendo à redes ou franquias e que muitas vezes se originou na própria casa da pessoa. Tem a identidade de seu proprietário e na maioria das vezes, outras pessoas da família do dono trabalham ali também.

A GEOGRAFIA BUTEQUEIRA DE NORTE A SUL DO PAÍS

REGIÃO SUDESTE

Minas Gerais

Belo Horizonte

Juiz de Fora

Montes Claros

Uberlândia

Poços de Caldas

Vale do Aço (Timóteo, Ipatinga e Coronel Fabriciano)

São Paulo

São Paulo Capital

Campinas, Jaguariúna

Ribeirão Preto

São José do Rio Preto

Rio de Janeiro

Rio Capital e Baixada Fluminense

REGIÃO NORDESTE

Bahia

Salvador e Lauro de Freitas

Pernambuco

Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes

Ceará

Fortaleza

REGIÃO NORTE

Amazonas

Manaus

Pará

Belém e Ananindeua

REGIÃO SUL

Santa Catarina

Florianópolis

Rio Grande do Sul

Porto Alegre e Canoas

Paraná

Curitiba

REGIÃO CENTRO-OESTE

Distrito Federal

Brasília, Guará, Aguas Claras, Taguatinga

Goiás

Goiânia e Aparecida de Goiânia

Patrocinadores 2019

O Comida di Buteco é 100% viabilizado com investimento de empresas que acreditam na sua CAUSA, como plataforma de desenvolvimento de suas marcas, pois nenhum buteco participante paga nada para participar nem é obrigado a consumir nenhum produto dos patrocinadores.

Empresas patrocinadoras em Fortaleza

Apresentador: Perdigão

Patrocinadores: Coca Cola, Mc Cain

Banco Oficial: Santander/Getnet

Apoiadores: Reserva 51, Trident, Chandon, Diário do Nordeste, Abrasel, Convention & Visitors Bureau, Secretaria de Turismo de Fortaleza, Secretaria de Cultura de Fortaleza, Hotel Sonata, Dickies

Promoção: TV Verdes Mares

Banco Oficial: Santander/Getnet

Esta iniciativa faz parte da estratégia de patrocínios do Banco, que tem como objetivo associar a marca Santander a renomados eventos de gastronomia, ser reconhecido como o Banco da Gastronomia e, principalmente, gerar negócios em toda a cadeia, desde o produtor rural, passando pelos restaurantes e bares, até o consumidor final.

“O Comida Di Buteco é um concurso democrático e que valoriza o potencial gastronômico regional presente em diversas cidades do país”, afirma Patricia Audi, vice-presidente executiva de Comunicação, Marketing, Relações Institucionais e Sustentabilidade do Santander. “Dentro de nossa proposta de apoiar inovações empreendedoras e culturais, enxergamos a gastronomia como uma grande forma de expressão de nosso povo, além de representar uma cadeia geradora de empregos e renda. ”

Durante o período do concurso, o Banco realizará diversas ações nos locais participantes, inclusive um jogo americano personalizado do Santander, e presença com destaque nas peças de merchandising presente em todos os “butecos”.

Clientes Santander que efetuarem o pagamento com cartões do banco ou com o Santander Pass terão 10% de desconto no valor da batata frita participante do concurso.

Perdigão

No ano em que o concurso completa 20 anos, a Perdigão, que tem o alimento como elo importante para reunir família e amigos, seja em ocasiões especiais ou cotidianas, patrocina de forma mais abrangente o Comida di Buteco. Neste ano, a marca lança o Desafio Perdigão, em que bares são convidados a criar um petisco com a calabresa defumada Perdigão. Os petiscos serão avaliados pelos jurados do Comida di Buteco e também por chefs consultores da BRF. Os eleitos em cada cidade recebem uma premiação em dinheiro. “Estamos animados com mais uma edição do Comida di Buteco e com a ação proposta pela marca, que acaba estimulando as relações gostosas em torno da comida que é uma das premissas da Perdigão”, ressalta Luciana Bulau, gerente executiva de marketing da Perdigão.

leia tudo sobre

Publicidade

Comida di Buteco começa na próxima sexta (12) e segue até 05 de maio, em Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

10 de Abril de 2019

Nacionalmente o concurso comemora 20 anos em 2019. Para comemorar a data, todos os petiscos têm preço único de R$ 20,00

Está chegando a hora do Comida di Buteco 2019. Essa edição marca os 20 anos do concurso. São duas décadas contando histórias de vidas de pequenos comércios familiares, carinhosamente conhecidos como “butecos”. O concurso que teve origem em 2000 na cidade de Belo Horizonte, hoje cobre todo o país, é realizado em 21 cidades e desde 2016 elege também o Melhor Buteco do Brasil. Fortaleza recebe o concurso pelo nono ano seguido, de 12 de abril a 05 de maio. Esse ano, 22 butecos concorrem ao título de melhor da cidade. A grande novidade dessa edição é que todos os petiscos, no Brasil inteiro, terão preço fixo de R$ 20,00 em comemoração aos 20 anos do Concurso.

Confira os butecos participantes em Fortaleza

100 Petiscos

Petisco: 101

Descrição: Rocambole de Batata, Presunto, Queijo e Camarão

Funcionamento: terça a sábado das 17h às 0h

Endereço: Rua República do Líbano, 1080 – Varjota

Alpendre

Petisco: Capitão do Alpendre

Descrição: Capitão de feijão verde com charque e nata. Acompanha molho especial da casa

Funcionamento: terça a sexta das 17h às 0h, sábado das 10h às 0h e domingo das 11h às 19h.

Endereço: Rua Torres câmara, 181 lj 1. – Aldeota

Bar Chá da Égua

Petisco: Rocambole de Filet Mignon

Descrição: Rocambole de Filet Mignon na crosta de macaxeira acompanhado de molho especial da casa e geleia de pimenta.

Funcionamento: terça a quinta das 17h às 03h e sexta e sábado das 11h às 17h e domingo 11h às 1h

Endereço: Av. dos Expedicionários, 5021 – Montese

Bar do Helano

Petisco: Gostozinho

Descrição: Carne moída, ovo de codorna e queijo

Funcionamento: terça a sexta das 16h às 23h30, sábado das 12h às 23h30.

Endereço: Rua Carlos Vasconcelos, 2310 – Joaquim Távora

Bar do Nem

Petisco: As maravilhas do Chef Nem

Descrição: Coxinhas feitas de massa de macaxeira recheadas com frutos do mar selecionados e acompanhadas de molhos especiais.

Funcionamento: terça a domingo das 8h às 15h

Endereço: Rua General Clarindo de Queiroz, 1745 lj, 230 – Mercado São Sebastião

Birosca 1500

Petisco: Picanha ao Porrete

Descrição: Picanha Argentina trinchada preparado na manteiga da terra com legumes selecionados servido com batata rústica e molho especial da casa.

Funcionamento: terça e quarta das 17h às 00h e quinta a sábado das17h às 2h00

Endereço: Rua Gustavo Sampaio, 1500 A – Parquelândia

Boteco da Dani

Petisco: Concha do Mar

Descrição: Molho com Camarão, servido na quenga de Coco, acompanhado de palitinho de tapioca e camarão empanado no coco.

Funcionamento: Quinta a sábado de 18h às 00h

Endereço: Rua Odete Pacheco, 87 – São Gerardo

Bodega na Roça

Petisco: Carrocinha da Roça

Descrição: Crepe acompanhando de 3 pataniscas com recheios de carne do sol, frango e bacon e queijo coalho e calabresa.

Funcionamento: quarta a domingo das 16 às 00h

Endereço: Rua Caramuru, 199 B – São Gerardo

Boteco Vintage

Petisco: Escondidinho Sertanejo

Descrição: Escondidinho de charque feito com purê de jerimum acompanhado de queijo coalho assado com melaço de cana.

Funcionamento: quarta e quinta das 18h às 0h, sexta e sábado das 18h às 02h

Endereço: Rua Padre Miguelino, 1159 – Fátima

Brasil Colonial

Petisco: Escondidinho de Sururu

Descrição: Moqueca de Sururu acompanhada de purê de mandioquinha e batata, gratinada no queijo mussarela.

Funcionamento: domingos: 09h às 18h; segunda a sábado: 09h às 0h

Endereço: Rua Antonio Augusto, 1572 – Aldeota

Carneiro do Tércio

Petisco: Carneiro ao Tex Mex

Descrição: Carré de carneiro ao tex mex

Funcionamento: terça a sábado das 11h às 23h30, domingo das 11h às 21h30

Endereço: R. Gonçalves Ledo, 1123 – Aldeota

Espaço Casa da Sogra

Petisco: Foga nas Venta

Descrição: Pimenta dedo de moça recheada com charque, cream cheese e muçarela, empanada e frita, acompanhada de creme de bacon servido na casquinha de queijo coalho.

Funcionamento: quinta e sexta 18 às 0h, sábado e das 11h30 às 22h e domingo das 11h30 às 21h.

Endereço: Rua Vasco da Gama, 1072, Fundos – Montese

Esquina do Chef

Petisco: Arrumadinho do Chef

Descrição: Carne do Sol composto por um creme de catupiry e queijo parmesão

Funcionamento: terça a sábado das 18h às 23h

Endereço: Rua Joaquim Torres, 888 – Joaquim Távora

Fava’s Bar e Petiscos

Petisco: Moquecaxé

Descrição: Croquete de moqueca de arraia com camarão

Funcionamento: quarta à sexta das 18h às 00 e sábado das 17h às 00h

Endereço: Rua Barão de Aratanha, 1050 – José Bonifácio – Lj 11

Kina do Feijão Verde

Petisco: Bolinho de abóbora com carne de sol

Descrição: Bolinho feito com massa de abóbora cozida, farinha de trigo e caldo de legumes recheada com carne de sol desfiada.

Funcionamento: terça a sábado das 10h às 23h30. Domingo das 10h às 19h30.

Endereço: Rua João Cordeiro, 1697 – Aldeota

Nossa Casa Delícias

Petisco: Twings

Descrição: Asinhas de frango desossadas envolta por uma camada de bacon, levemente empanada, acompanhada por coração de frango acebolado. Finalizados com farofa e geleia de pimenta.

Funcionamento: terça a sexta das 16h às 00h e sábado e domingo das 11h às 00h

Endereço: Rua Equador, 1814 – Itaperi

Pakato Grill

Petisco: Carne do Sol ao queijo na chapa

Descrição: Carne do sol assada na manteiga da terra, coberta com queijo coalho e queijo muçarela, condimentada com cebola roxa, pimenta biquinho e coentro; servida ao molho de abacaxi na chapa. Acompanhada com macaxeira derretida na manteiga da terra.

Funcionamento: terça a sexta 16h às 1h e sábado e domingo das 11 às 1h

Endereço: Rua Gastão Justa, 108 – Mondubim

Quintal 55

Petisco: Vaiquedá

Descrição: Bolinhos crocantes de vatapá com molho de pimenta caseiro

Funcionamento: quinta a sábado das 18h às 23h

Endereço: Alameda das Boas Noites, 55, quadra 29 – Cidade 2000

Seu Zé – Bodega

Petisco: O milhó

Descrição: Acarajé feito de milho, frito no dendê, acompanhado de purê de jerimum, carne de sol na cebola roxa, molhinho de pimenta e vinagrete do Seu Zé.

Funcionamento: terça a sexta das 17h às 0h, sábado 11h às 23h

Endereço: Rua Joaquim Torres, 1051 – Joaquim Távora

Tarântulas Grill

Petisco: Taranqueca

Descrição: Massa de panqueca levemente picante, carne do sol, cebola, pimentão azeitonas sem caroço fatiada, queijo mussarela, queijo coalho ralado e o molho da casa.

Funcionamento: terça a sábado 17h às 23h30

Endereço: Rua Antônio Drumont, 633 – Monte Castelo

Varandão da Vila

Petisco: Croquetes Ousados

Descrição: Massa cremosa feita da mistura de frango, queijo, e salame, servida com limão e geleia de pimenta.

Funcionamento: quinta a sábado das 17h às 22h

Endereço: Av. Osório de Paiva, 1612 – Parangaba

Vilarejo 84

Petisco: Trio do Vila

Descrição: Trio de petiscos: frango crocante, bolinho de inhame com carne de sol e bolinha de queijo com goiabada, acompanhados com maionese caseira e molho de mostarda e mel.

Funcionamento: quarta a sábado das 17h às 23h

Endereço: Rua Clube Iracema, 84 – Aldeota

Mecânica do concurso

Na primeira etapa, em cada uma das cidades, os butecos pré-selecionados apresentam os petiscos criados especialmente para a competição. O público e um corpo de jurados visita, vota e elege o campeão, avaliando 4 categorias (petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida). O petisco leva 70% do peso da nota e as demais categorias 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total e dos jurados 50%.

Na segunda etapa, em junho, uma comissão de jurados, escolhida especificamente para esse momento, vai visitar os campeões de cada cidade avaliando sua performance nas mesmas 4 categorias (petisco, atendimento, temperatura da bebida e higiene). Cada campeão recebe 3 jurados (um jurado da sua cidade e dois de outras cidades). Elege-se aí o MELHOR BUTECO DO BRASIL, que será conhecido e premiado no mês de Julho.

Um movimento nacional de valorização da cultura de buteco e cozinha de raiz

Numa trajetória onde muitas histórias de vidas foram contadas e transformadas, o concurso já extrapolou sua natureza e se tornou um grande movimento nacional de valorização da cultura de buteco e cozinha de raiz. Ele é, propositadamente, realizado simultaneamente e na mesma época do ano (abril/maio) em todas as cidades, num esforço de demarcação de Abril como MÊS DO BUTECO NO BRASIL. E assim, valorizar e dar importância de calendário a esse ícone da sociabilidade brasileira: o Buteco.

Um modelo de negócios de impacto

O mais importante aspecto do Comida di Buteco hoje é ter se tornado um NEGÓCIO DE IMPACTO, que tem o pequeno comércio familiar como matriz de uma corrente do bem que envolve : o “buteco”, que não paga para participar; a indústria como a grande financiadora (patrocinadores); envolve o poder público, a partir da ampliação da atividade econômica do buteco (gera empregos, paga impostos, muitas vezes tem a oportunidade de se formalizar); e envolve parceiros, imprensa e o público do Brasil inteiro. O mês do concurso alavanca de forma poderosa toda a cadeia em que o buteco está inserido.

Ele é o primeiro concurso do gênero no país

Resultados dos 20 anos de Comida di Buteco:

o 21 cidades de Norte a Sul do País

o 5.163 mil butecos

o 4.868 milhões de votos

o 3.534 milhões de petiscos vendidos

o 41.796 mil empregos gerados

o 80 milhões de pessoas impactadas

o R$ 500.892 milhões em mídia espontânea

“Eu fico muito impressionado com a capacidade que o Comida di Buteco tem de transformar a realidade das famílias daquele pequeno empreendedor do setor de bares e restaurantes, ajudando a construir um Brasil melhor. ” (Paulo Solmucci – Presidente Nacional da Abrasel/Associação Brasileira de Bares e Restaurantes)

Buteco com “u”, o perfil dos participantes

Os estabelecimentos selecionados para participar são classificados pela organização do concurso como “ESPONTÂNEOS”: estabelecimentos em que o dono está sempre à frente do negócio, não pertencendo à redes ou franquias e que muitas vezes se originou na própria casa da pessoa. Tem a identidade de seu proprietário e na maioria das vezes, outras pessoas da família do dono trabalham ali também.

A GEOGRAFIA BUTEQUEIRA DE NORTE A SUL DO PAÍS

REGIÃO SUDESTE

Minas Gerais

Belo Horizonte

Juiz de Fora

Montes Claros

Uberlândia

Poços de Caldas

Vale do Aço (Timóteo, Ipatinga e Coronel Fabriciano)

São Paulo

São Paulo Capital

Campinas, Jaguariúna

Ribeirão Preto

São José do Rio Preto

Rio de Janeiro

Rio Capital e Baixada Fluminense

REGIÃO NORDESTE

Bahia

Salvador e Lauro de Freitas

Pernambuco

Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes

Ceará

Fortaleza

REGIÃO NORTE

Amazonas

Manaus

Pará

Belém e Ananindeua

REGIÃO SUL

Santa Catarina

Florianópolis

Rio Grande do Sul

Porto Alegre e Canoas

Paraná

Curitiba

REGIÃO CENTRO-OESTE

Distrito Federal

Brasília, Guará, Aguas Claras, Taguatinga

Goiás

Goiânia e Aparecida de Goiânia

Patrocinadores 2019

O Comida di Buteco é 100% viabilizado com investimento de empresas que acreditam na sua CAUSA, como plataforma de desenvolvimento de suas marcas, pois nenhum buteco participante paga nada para participar nem é obrigado a consumir nenhum produto dos patrocinadores.

Empresas patrocinadoras em Fortaleza

Apresentador: Perdigão

Patrocinadores: Coca Cola, Mc Cain

Banco Oficial: Santander/Getnet

Apoiadores: Reserva 51, Trident, Chandon, Diário do Nordeste, Abrasel, Convention & Visitors Bureau, Secretaria de Turismo de Fortaleza, Secretaria de Cultura de Fortaleza, Hotel Sonata, Dickies

Promoção: TV Verdes Mares

Banco Oficial: Santander/Getnet

Esta iniciativa faz parte da estratégia de patrocínios do Banco, que tem como objetivo associar a marca Santander a renomados eventos de gastronomia, ser reconhecido como o Banco da Gastronomia e, principalmente, gerar negócios em toda a cadeia, desde o produtor rural, passando pelos restaurantes e bares, até o consumidor final.

“O Comida Di Buteco é um concurso democrático e que valoriza o potencial gastronômico regional presente em diversas cidades do país”, afirma Patricia Audi, vice-presidente executiva de Comunicação, Marketing, Relações Institucionais e Sustentabilidade do Santander. “Dentro de nossa proposta de apoiar inovações empreendedoras e culturais, enxergamos a gastronomia como uma grande forma de expressão de nosso povo, além de representar uma cadeia geradora de empregos e renda. ”

Durante o período do concurso, o Banco realizará diversas ações nos locais participantes, inclusive um jogo americano personalizado do Santander, e presença com destaque nas peças de merchandising presente em todos os “butecos”.

Clientes Santander que efetuarem o pagamento com cartões do banco ou com o Santander Pass terão 10% de desconto no valor da batata frita participante do concurso.

Perdigão

No ano em que o concurso completa 20 anos, a Perdigão, que tem o alimento como elo importante para reunir família e amigos, seja em ocasiões especiais ou cotidianas, patrocina de forma mais abrangente o Comida di Buteco. Neste ano, a marca lança o Desafio Perdigão, em que bares são convidados a criar um petisco com a calabresa defumada Perdigão. Os petiscos serão avaliados pelos jurados do Comida di Buteco e também por chefs consultores da BRF. Os eleitos em cada cidade recebem uma premiação em dinheiro. “Estamos animados com mais uma edição do Comida di Buteco e com a ação proposta pela marca, que acaba estimulando as relações gostosas em torno da comida que é uma das premissas da Perdigão”, ressalta Luciana Bulau, gerente executiva de marketing da Perdigão.

leia tudo sobre

Publicidade

Comida di Buteco realiza nona edição em Fortaleza, de 12 de abril a 05 de maio

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

24 de Março de 2019

Nacionalmente o concurso comemora 20 anos em 2019. Para comemorar a data, todos os petiscos têm preço único de R$ 20,00

Em 2019 o Comida di Buteco comemora 20 anos noa Brasil. Duas décadas contando histórias de vidas de pequenos comércios familiares, carinhosamente conhecidos como “butecos”. O concurso que teve origem em 2000 na cidade de Belo Horizonte, hoje cobre todo o país, é realizado em 21 cidades e desde 2016 elege também o Melhor Buteco do Brasil. Fortaleza recebe o concurso pelo nono ano seguido, de 12 de abril a 05 de maio. Esse ano, 21 butecos concorrem ao título de melhor da cidade. A grande novidade dessa edição é que todos os petiscos, no Brasil inteiro, terão preço fixo de R$ 20,00 em comemoração aos 20 anos do Concurso.

Confira os butecos participantes em Fortaleza

100 Petiscos

Petisco: 101

Descrição: Rocambole de Batata, Presunto, Queijo e Camarão

Funcionamento: terça a sábado das 17h às 0h

Endereço: Rua República do Líbano, 1080 – Varjota

Alpendre

Petisco: Capitão do Alpendre

Descrição:Capitão de feijão verde com charque e nata. Acompanha molho especial da casa

Funcionamento: terça a sexta das 17h às 0h, sábado das 10h às 0h e domingo das 11h às 19h.

Endereço: Rua Torres camara, 181 lj 1. – Aldeota

Bar Chá da Égua

Petisco: Rocambole de Filet Mignon

Descrição: Rocambole de Filet Mignon na crosta de macaxeira acompanhado de molho especial da casa e geleia de pimenta.

Funcionamento: terça a quinta das 17h às 03h e sexta e sábado das 11h às 17h e domingo 11h às 1h

Endereço: Av. dos Expedicionários, 5021 – Montese

Bar do Helano

Petisco: Gostozinho

Descrição: Carne moída , ovo de codorna e queijo

Funcionamento: terça a sexta das 16h às 23h30, sábado das 12h às 23h30.

Endereço: Rua Carlos Vasconcelos, 2310 – Joaquim Távora

Bar do Nem

Petisco: As maravilhas do Chef Nem

Descrição: Coxinhas feitas de massa de macaxeira recheadas com frutos do mar selecionados e acompanhadas de molhos especiais.

Funcionamento: terça a domingo das 8h às 15h

Endereço: Rua General Clarindo de Queiroz, 1745 lj, 230 – Mercado São Sebastião

Birosca 1500

Petisco: Picanha ao Porrete

Descrição: Picanha Argentina trinchada preparado na manteiga da terra com legumes selecionados servido com batata rústica e molho especial da casa.

Funcionamento: terça e quarta das 17h às 00h e quinta a sábado das17h às 2h00

Endereço: Rua Gustavo Sampaio, 1500 A – Parquelândia

Bodega na Roça

Petisco: Carrocinha da Roça

Descrição: Crep acompanhando de 3 pataniscas com recheios de carne do sol, frango e bacon e queijo coalho e calabresa.

Funcionamento: quarta a domingo das 16 às 00h

Endereço: Rua Caramuru, 199 B – São Gerardo

Boteco Vintage

Petisco: Escondidinho Sertanejo

Descrição: Escondidinho de charque feito com purê de jerimum acompanhado de queijo coalho assado com melaço de cana.

Funcionamento: quarta e quinta das 18h às 0h, sexta e sábado das 18h às 02h

Endereço: Rua Padre Miguelino, 1159 – Fátima

Brasil Colonial

Petisco: Escondidinho de Sururu

Descrição: Moqueca de Sururu acompanhada de purê de mandioquinha e batata, gratinada no queijo mussarela.

Funcionamento: domingos: 09h às 18h; segunda a sábado: 09h às 0h Endereço: Rua Antonio Augusto, 1572 – Aldeota

Carneiro do Tércio

Petisco: Carneiro ao Tex Mex

Descrição: Carré de carneiro ao tex mex

Funciomamento: terça a sábado das 11h às 23h30, domingo das 11h às 21h30

Endereço: R. Gonçalves Ledo, 1123 – Aldeota

Espaço Casa da Sogra

Petisco: Foga nas Venta

Descrição: Pimenta dedo de moça recheada com charque, cream cheese e muçarela, empanada e frita, acompanhada de creme de bacon servido na casquinha de queijo coalho.

Funcionamento: quinta e sexta 18 às 0h, sábado e das 11h30 às 22h e domingo das 11h30 às 21h.

Endereço: Rua Vasco da Gama, 1072, Fundos – Montese

Esquina do Chef

Petisco: Arrumadinho do Chef

Descrição: Carne do Sol composto por um creme de catupiry e queijo parmessão

Funcionamento: terça a sábado das 18h às 23h

Endereço: Rua Joaquim Torres, 888 – Joaquim Távora

Fava’s Bar e Petiscos

Petisco: Moquecaxé

Descrição: Croquete de moqueca de arraia com camarão

Funcionamento: quarta à sexta das 18h às 00 e sábado das 17h às 00h

Endereço: Rua Barão de Aratanha, 1050 – José Bonifácio – Lj 11

Kina do Feijão Verde

Petisco: Bolinho de abóbora com carne de sol

Descrição: Bolinho feito com massa de abóbora cozida, farinha de trigo e caldo de legumes recheada com carne de sol desfiada.

Funcionamento: terça a sábado das 10h às 23h30. Domingo das 10h às 19h30.

Endereço: Rua João Cordeiro, 1697 – Aldeota

Nossa Casa Delícias

Petisco: Twings

Descrição: Asinhas de frango desossadas envolta por uma camada de bacon, levemente empanada, acompanhada por coração de frango acebolado. Finalizados com farofa e geleia de pimenta.

Funcionamento: terça a sexta das 16h às 00h e sábado e domingo das 11h às 00h

Endereço: Rua Equador, 1814 – Itaperi

Pakato Grill

Petisco: Carne do Sol ao queijo na chapa

Descrição: Carne do sol assada na manteiga da terra, coberta com queijo coalho e queijo muçarela, condimentada com cebola roxa, pimenta biquinho e coentro; servida ao molho de abacaxi na chapa. Acompanhada com macaxeira derretida na manteiga da terra.

Funcionamento: terça a sexta 16h às 1h e sábado e domingo das 11 às 1h

Endereço: Rua Gastão Justa, 108 – Mondubim

Quintal 55

Petisco: Vaiquedá

Descrição: Bolinhos crocantes de vatapá com molho de pimenta caseiro

Funcionamento: quinta a sábado das 18h às 23h

Endereço: Alameda das Boas Noites, 55, quadra 29 – Cidade 2000

Seu Zé – Bodega

Petisco: O milhó

Descrição: Acarajé feito de milho, frito no dendê, acompanhado de purê de jerimum, carne de sol na cebola roxa, molhinho de pimenta e vinagrete do Seu Zé.

Funcionamento: terça a sexta das 17h às 0h, sábado 11h às 23h

Endereço: Rua Joaquim Torres, 1051 – Joaquim Távora

Tarântulas Grill

Petisco: Taranqueca

Descrição: Massa de panqueca levemente picante, carne do sol, cebola, pimentão azeitonas sem caroço fatiada, queijo mussarela, queijo coalho ralado e o molho da casa.

Funcionamento: terça a sábado 17h às 23h30

Endereço: Rua Antônio Drumont, 633 – Monte Castelo

Varandão da Vila

Petisco: Croquetes Ousados

Descrição: Massa cremosa feita da mistura de frango, queijo, e salame, servida com limão e geleia de pimenta.

Funcionamento: quinta a sábado das 17h às 22h

Endereço: Av. Osório de Paiva, 1612 – Parangaba

Vilarejo 84

Petisco: Trio do Vila

Descrição: Trio de petiscos: frango crocante, bolinho de inhame com carne de sol e bolinha de queijo com goiabada, acompanhados com maionese caseira e molho de mostarda e mel.

Funcionamento: quarta a sábado das 17h às 23h

Endereço: Rua Clube Iracema, 84 – Aldeota

Mecânica do concurso

Na primeira etapa, em cada uma das cidades, os butecos pré-selecionados apresentam os petiscos criados especialmente para a competição. O público e um corpo de jurados visita, vota e elege o campeão, avaliando 4 categorias (petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida). O petisco leva 70% do peso da nota e as demais categorias 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total e dos jurados 50%.

Na segunda etapa, em junho, uma comissão de jurados, escolhida especificamente para esse momento, vai visitar os campeões de cada cidade avaliando sua performance nas mesmas 4 categorias (petisco, atendimento, temperatura da bebida e higiene). Cada campeão recebe 3 jurados (um jurado da sua cidade e dois de outras cidades). Elege-se aí o MELHOR BUTECO DO BRASIL, que será conhecido e premiado no mês de Julho.

Um movimento nacional de valorização da cultura de buteco e cozinha de raiz

Numa trajetória onde muitas histórias de vidas foram contadas e transformadas, o concurso já extrapolou sua natureza e se tornou um grande movimento nacional de valorização da cultura de buteco e cozinha de raiz. Ele é, propositadamente, realizado simultaneamente e na mesma época do ano (abril/maio) em todas as cidades, num esforço de demarcação de Abril como MÊS DO BUTECO NO BRASIL. E assim, valorizar e dar importância de calendário a esse ícone da sociabilidade brasileira: o Buteco.

Um modelo de negócios de impacto

O mais importante aspecto do Comida di Buteco hoje é ter se tornado um NEGÓCIO DE IMPACTO, que tem o pequeno comércio familiar como matriz de uma corrente do bem que envolve : o “buteco”, que não paga para participar; a indústria como a grande financiadora (patrocinadores); envolve o poder público, a partir da ampliação da atividade econômica do buteco (gera empregos, paga impostos, muitas vezes tem a oportunidade de se formalizar); e envolve parceiros, imprensa e o público do Brasil inteiro. O mês do concurso alavanca de forma poderosa toda a cadeia em que o buteco está inserido.

Ele é o primeiro concurso do gênero no país

Resultados dos 20 anos de Comida di Buteco:

o 21 cidades de Norte a Sul do País

o 5.163 mil butecos

o 4.868 milhões de votos

o 3.534 milhões de petiscos vendidos

o 41.796 mil empregos gerados

o 80 milhões de pessoas impactadas

o R$ 500.892 milhões em mídia espontânea

“Eu fico muito impressionado com a capacidade que o Comida di Buteco tem de transformar a realidade das famílias daquele pequeno empreendedor do setor de bares e restaurantes, ajudando a construir um Brasil melhor.” (Paulo Solmucci – Presidente Nacional da Abrasel/Associação Brasileira de Bares e Restaurantes)

Buteco com “u”, o perfil dos participantes

Os estabelecimentos selecionados para participar são classificados pela organização do concurso como “ESPONTÂNEOS”: estabelecimentos em que o dono está sempre à frente do negócio, não pertencendo à redes ou franquias e que muitas vezes se originou na própria casa da pessoa. Tem a identidade de seu proprietário e na maioria das vezes, outras pessoas da família do dono trabalham ali também.

A GEOGRAFIA BUTEQUEIRA DE NORTE A SUL DO PAÍS

REGIÃO SUDESTE

Minas Gerais

Belo Horizonte

Juiz de Fora

Montes Claros

Uberlândia

Poços de Caldas

Vale do Aço (Timóteo, Ipatinga e Coronel Fabriciano)

São Paulo

São Paulo Capital

Campinas, Jaguariúna

Ribeirão Preto

São José do Rio Preto

Rio de Janeiro

Rio Capital e Baixada Fluminense

REGIÃO NORDESTE

Bahia

Salvador e Lauro de Freitas

Pernambuco

Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes

Ceará

Fortaleza

REGIÃO NORTE

Amazonas

Manaus

Pará

Belém e Ananindeua

REGIÃO SUL

Santa Catarina

FFLFlorianópolis

Rio Grande do Sul

Porto Alegre e Canoas

Paraná

Curitiba

REGIÃO CENTRO-OESTE

Distrito Federal

Brasília, Guará, Aguas Claras, Taguatinga

Goiás

Goiânia e Aparecida de Goiânia

Patrocinadores 2019

O Comida di Buteco é 100% viabilizado com investimento de empresas que acreditam na sua CAUSA, como plataforma de desenvolvimento de suas marcas, pois nenhum buteco participante paga nada para participar nem é obrigado a consumir nenhum produto dos patrocinadores.

Empresas patrocinadoras em Fortaleza

Apresentador: Perdigão

Patrocinadores: Coca Cola, Mc Cain

Banco Oficial: Santander/Getnet

Apoiadores: Reserva 51, Trident, Chandon, Diário do Nordeste, Abrasel, Convention & Visitors Bureau, Secretaria de Turismo de Fortaleza, Secretaria de Cultura de Fortaleza, Hotel Sonata, Dickies

Promoção: TV Verdes Mares

Banco Oficial: Santander/Getnet

Esta iniciativa faz parte da estratégia de patrocínios do Banco, que tem como objetivo associar a marca Santander a renomados eventos de gastronomia, ser reconhecido como o Banco da Gastronomia e, principalmente, gerar negócios em toda a cadeia, desde o produtor rural, passando pelos restaurantes e bares, até o consumidor final.

“O Comida Di Buteco é um concurso democrático e que valoriza o potencial gastronômico regional presente em diversas cidades do país”, afirma Patricia Audi, vice-presidente executiva de Comunicação, Marketing, Relações Institucionais e Sustentabilidade do Santander. “Dentro de nossa proposta de apoiar inovações empreendedoras e culturais, enxergamos a gastronomia como uma grande forma de expressão de nosso povo, além de representar uma cadeia geradora de empregos e renda.”

Durante o período do concurso, o Banco realizará diversas ações nos locais participantes, inclusive um jogo americano personalizado do Santander, e presença com destaque nas peças de merchandising presente em todos os “butecos”.

Clientes Santander que efetuarem o pagamento com cartões do banco ou com o Santander Pass terão 10% de desconto no valor da batata frita participante do concurso.

Publicidade

Concurso Comida di Buteco divulga 21 participantes da 8ª edição em Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

23 de Março de 2018

Capital cearense recebe o concurso de 13 de abril a 13 de maio. Nacionalmente, o concurso acontece em 21 cidades

 

No calendário do brasileiro, de norte a sul, é hora de festejar a cultura de buteco.  De 13 de abril a 13 de maio, Fortaleza recebe a competição pelo oitavo ano seguido. Em 2018, 21 estabelecimentos participam da saborosa disputa, sendo 11 estreantes. Eles fortalecem o buteco como um dos mais importantes ícones da cultura brasileira. Em todo o Brasil são quase 600 butecos participantes, presentes em 21 cidades das 5 regiões brasileiras.

O preço do petisco participante do concurso será mantido em R$ 25,90 e unificado para todo o país. Em 2018, o tema criativo para o desenvolvimento do petisco é livre. Após a primeira etapa onde serão conhecidos os 21 campeões, um corpo de jurados elegerá, pelo terceiro ano consecutivo, o Melhor Buteco do Brasil. Como novidades, o concurso terá Florianópolis como cidade participante.

O Comida di Buteco foi criado em 2000, com a finalidade de resgatar e valorizar a cozinha de raiz através da visibilidade aos butecos espontâneos/tradicionais. Já pode ser considerado, não apenas um concurso, mas um movimento que envolve pessoas de todas as classes sociais e idades de norte a sul do Brasil. O Espaço Casa de Sogra, vencedor de Fortaleza em 2017, defende o título. A relação nacional de todos os botecos pode ser vista em: http://www.comidadibuteco.com.br/

Butecos participantes:

 

100 Petiscos – petisco: Tiras de Carne ao Chimichurri (descrição: Tiras ao Chimi)

Endereço: Rua República do Líbano, 1080 – Varjota

Funcionamento: Terça a sábado das 17h às 0h

Telefone: (85) 3181-3744

Alpendre – petisco: Pastel Méééé (descrição: Pastel de carneiro com queijo gruyere, acompanhado de geleia de pimenta com laranja)

Endereço: Rua Torres camara, 181 lj 1. – Aldeota

Funcionamento: terça a sexta das 17h às 0h, sábado das 10h às 0h e domingo das 11h às 19h.

Telefone: (85) 3261-1525

Bar Chá da Égua – petisco: Chiquita Bacana (descrição: Carne suína apimentada na crosta de panko acompanhada com molhos)

Endereço: Av. Gomes de Matos, 302 – Montese

Funcionamento: Terça a sábado das 18h às 03h

Telefone: (85) 3494-3762

Bar do Helano – petisco: Caviar nordestino (descrição: Ova de Curimatã)

Endereço: Rua Carlos Vasconcelos, 2310 – Joaquim Távora

Funcionamento: Terça a sexta das 16h às 23h30, sábado das 12h às 23h30.

Telefone: (85) 3085-4389

Bar do Nem – petisco: Charutos do Rei (descrição: Uma dupla de charutos salteados na manteiga da terra e recheados com carne suína, pimentões, cebola roxa, pimenta biquinho e linguiça calabresa, na redução da cajuína)

Endereço:  Rua General Clarindo de Queiroz, 1745 – Mercado São Sebastião

Funcionamento: Terça a domingo das 8h às 15h

Telefone: (85) 3081-2918

Bar O Camocim – petisco: Buchada da Preta (descrição: Buchada de peixe acompanhada com cuscuz)

Endereço: Rua Padre Mororó, 1012 – Centro

Funcionamento: Domingo das 12h às 20h , segunda a sábado das 11h até 0h.

Telefone: Rua Padre Mororó, 1012 – Centro

Birosca 1545 – petisco: Linguiça Húngara Artesanal (descrição: Uma deliciosa linguiça fina, feita com carne suína magra de paleta e pernil, condimentada com sal, pimenta, especiarias e embutida. Servida com uma maionese apimentada com folhas e grãos de mostarda. Para acompanhar a delicadeza da acidez do picles de macaxeira)

Endereço: Rua Joaquim Nabuco, 1545 – Aldeota

Funcionamento: Terça a sábado 19h às 1h

Telefone: (85) 3099-3661

Boteco Vintage – petisco: Crocante do Nilo (descrição: Tilápia empanada com gergelim acompanhada de molho tropical e purê de batata doce)

Endereço: Rua Padre Miguelino, 1159 – Fátima

Funcionamento: quarta e quinta das 18h às 0h, sexta e sábado das 18h às 02h

Telefone: (85) 9 8621-8449

Bulls Beer House – petisco: El Calderon           (descrição: Calabresa salteada com molho de tomate, cebola, pimentões e pimenta biquinho acompanhada de cesta de pães)

Endereço: Rua Gustavo Sampaio, 800 – Parquelândia

Funcionamento: terça a domingo das 18h às 0h

Telefone: (85) 99916-3205

Cantinho Acadêmico Bar – petisco: Calderada Dragão do Mar (descrição: Frutos do mar (polvo, lagosta, camarão e atum)

Endereço: Avenida 13 de Maio, 2370 – Benfica

Funcionamento: Segunda a sexta a partir das 16h; Sábado a partir das 18h até o fechamento.

Telefone: (85) 3281-8857

Carneiro do Tércio – petisco: Isca de Bacalhau a Moda do Chefe (descrição: Isca de bacalhau ao molho especial da casa)

Endereço: R. Gonçalves Ledo, 1123 – Aldeota

Funcionamento: Segunda das 10h às 14h, terça a sábado das 10h às 23h, domingo das 10h às 21h

Telefone: (85) 3045-3231

Espaço Casa da Sogra – petisco: Franz Kafta (descrição: Espetinho de carne moída com bacon e queijo. Acompanha farofa crocante, vinagrete de feijão verde, chimichurri e o maravilhoso tempero secreto da casa)

Endereço: Rua Vasco da Gama, 1072, Fundos – Monteses

Funcionamento: Quinta e sexta 17h30 às 0h, sábado e domingo das 11h30 às 21h.

Telefone: (85) 98727-3144

Esquina do Chef – petisco: Egg Ball’s (descrição: Bolinho de carne empanado com farinha panko e ervas, recheado com ovo de codorna cozido. Acompanhado ao molho barbecue e finalizado com pimenta biquinho e salsa)

Endereço: Rua Joaquim Torres, 888 – Joaquim Távora

Funcionamento: Todos os dias 18h às 0h

Telefone: (85) 3246-4244

Fabrika Bar 1650 – petisco: Toast do Fabrika (descrição: Toast de linguiça picante do Fabrika com cebolas douradas e molho provençal)

Endereço: Rua Dr. José Lourenço, 2072 – Loja 1 – Fátima

Funcionamento: Quarta a sexta das 17h às 0h, sábado das 18h às 02h

Telefone: (85) 3039-0436

 

Kina do Feijão Verde – petisco: Cestinha do Kina (descrição: Cestinha de massa filo com creme de macaxeira e carne de sol)

Endereço: Rua João Cordeiro, 1697 – Aldeota

Funcionamento: Terça a sábado das 10h às 23h30. Domingo das 10h às 19h30.

Telefone: (85) 3253-7655

Marcão das Ostras – petisco: Mar vira Sertão (descrição: Mini Cuscuz de milho com recheio e calda de mariscos)

Endereço: Rua Professor Carvalho, 2901 – Joaquim Tavora

Funcionamento: terça a sexta das 16h30 às 0h, sábado 12h às 0h, domingo 11h às 21h.

Telefone: (85) 3032-5954

Outras Palavras – petisco: Quibe Nordestino (descrição: Bolinho de macaxeira crocrante em forma de quibe, recheado com carne de sol desfiada e queijo qualho assado)

Endereço: Rua Ana Bilhar, 1470 b – Varjota

Funcionamento: quarta das 17h às 23h, quinta das 17h às 01h, sexta 17h às 02h, sábado 12h às 01h.

Telefone: (85) 99982-7998

Quintal 55 – petisco: Assadim do Quintal (descrição: Aquele carne de panela desfiada ao molho que é a cara de comida da vovó, com alho poró frito e macaxeira frita. Acompanha creme de alho poró)

Endereço: Alamenda das Boninas, 55 – Quadra 29 – Cidade 2000

Funcionamento: Quinta a sábado das 18h às 23h

Telefone: (85) 9 8155-0493

Seu Zé – Bodega – petisco: Vaca Estrela           (descrição: Feijão Verde, Costela Bovina cozida e um caldinho para forrar a barriga. É claro não poderia faltar o pãozinho que vai no formato de massa folheada para limpar o prato)

Endereço: Rua Joaquim Torres, 1051 – Joaquim Távora

Funcionamento: Terça a sexta das 17h às 0h, sábado 11h às 23h

Telefone: (85) 3016-0059

Tarantulas Grill – petisco: Tarantino (descrição: Porção com 06 enroladinho de massa de pastel com recheios de carne de sol com queijo mussarela,carne moída com queijo mussarela e calabresa com queijo mussarela acompanhado de maionese temperada)

Endereço: Rua Antônio Drumont, 633 – Monte Castelo

Funcionamento: Terça a sxta 17h às 23h30, sábado 10h30 às 23h30

Telefone: (85) 98817-6538

Varandão da Vila – petisco: Asinhas no Avesso (descrição: Asinhas de frango dessosadas recheada dando um diferencial no sabordo petisco)

Endereço: Av. Osório de Paiva, 1612 – Parangaba

Funcionamento: Quarta a sábado das 17h às 22h

Telefone: (85) 3483-2680

Sua força transformadora

Ele é o primeiro concurso do gênero e desde 2016, se tornou uma Eleição Nacional, com a participação de público e jurados. Em 2017 o Concurso engajou mais de 5 milhões de pessoas visitando os butecos participantes, provocando um forte impacto em toda a cadeia produtiva do setor:

  • 520 mil votos
  • 6 mil empregos gerados
  • R$ 70 MM em mídia espontânea
  • R$ 140 MM de impacto na cadeia de valor, da indústria ao consumidor

Sua mecânica

Na primeira etapa, em cada uma das cidades, os  butecos  pré-selecionados apresentam os tira-gostos criados especialmente para a competição, sendo tema livre na edição 2018. O público e um corpo de jurados visita, vota e elege o campeão, avaliando  4 categorias ( petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida) . O petisco  leva 70%  do peso da  nota e as demais categorias 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total e dos jurados 50%.

Na segunda etapa, em junho, uma comissão de jurados, escolhida especificamente para esse momento, vai visitar os campeões de cada cidade avaliando sua performance nas mesmas 4 categorias (petisco, atendimento, temperatura da bebida e higiene). Cada campeão recebe 3 jurados ( um jurado da sua cidade e dois de outras cidades ). Elege-se aí o MELHOR  BUTECO DO BRASIL, que será conhecido e premiado no mês de Julho.

Buteco com “u”, o perfil dos participantes:

 

Os estabelecimentos selecionados para participar são classificados pela organização do concurso como “ESPONTÂNEOS”:  estabelecimentos em que o dono está sempre à frente do negócio, não pertencendo à redes ou franquias e que muitas vezes se originou na própria casa da pessoa. Tem a identidade de seu proprietário e na maioria das vezes , outras pessoas  da família do dono trabalham ali também.

 

Cidades participantes por Estado:  Ceará: Fortaleza; Bahia: Salvador e Lauro de Freitas; Pernambuco: Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes;  Amazonas: Manaus; Pará: Belém, Icoaraci e Ananindeua; Minas Gerais: Belo Horizonte, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia, Poços de Caldas    e Vale do Aço ( Timóteo, Ipatinga e Coronel Fabriciano); São Paulo: São Paulo (capital), Campinas, Jaguariúna, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto; Rio de Janeiro:           Rio de Janeiro (capital) e Baixada Fluminense; Santa Catarina: Florianópolis; Rio Grande do Sul: Porto Alegre e Canoas; Paraná: Curitiba; Distrito Federal: Brasília, Guará, Aguas Claras, Taguatinga; Goiás: Goiânia e Aparecida de Goiânia.

 

Patrocinadores 2018

 

O Comida di Buteco é 100% viabilizado com investimento de empresas que acreditam na sua CAUSA, como plataforma de desenvolvimento de suas marcas, pois nenhum buteco participante paga nada para participar nem é obrigado a consumir nenhum produto dos patrocinadores.

 

Empresas patrocinadoras em Fortaleza: Apresentador: Dona Benta e Tabasco; Patrocinadores: McCain, GetNet Mastercard e Trident; Promoção: Verdes Mares; Apoiadores: 51 reserva, Chandon, Hotel Sonata de Iracema, Diário do Nordeste, Secretaria de Turismo, Smart Fit, Teknisa, Abrasel, Perdigão.

Publicidade

Comida di Buteco anuncia vencedores de Fortaleza no próximo dia 23

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

18 de Maio de 2017

 

Na próxima terça (23), será conhecido o melhor buteco de Fortaleza. Durante a saideira, o Comida di Buteco anunciará os vencedores de sua 7ª edição na capital cearense. O melhor estabelecimento da cidade concorrerá ao título de “Melhor Buteco do Brasil”, que acontecerá no mês de junho, realizada por uma comissão de jurados que não participou das etapas regionais. O vencedor leva a cidade e o buteco ao pódium da cozinha de raiz do BRASIL. O concurso teve participação de 16 estabelecimentos de diversas regiões da cidade como Aldeota, Aerolândia, Centro, Joaquim Távora, José Bonifácio, Meireles, Montese, Parangaba, Praia de Iracema e Varjota.

O Comida di Buteco ocorreu de 14 de abril a 07 de maio em Fortaleza. Para se eleger o melhor buteco da cidade, foram computados votos de jurados e do público que foi aos estabelecimento no período, provou os petisco e se dirigiu às urnas de votação. Em 2017, o concurso teve como tema o “cereal”, que devia estar presente no prato, além do limite de R$ 25,90 no preço.

Participaram do concurso em Fortaleza os butecos: Alma Gêmea, Alpendre, Bar Chá da Égua, Bar do Helano, Bar do Nem, Bar O Camocim, Boozer’s, Boteco do Arlindo, Canto do Baião, Carneiro do Tércio, Espaço Casa da Sogra, Kina do Feijão Verde, Outras Palavras, Picanha Iracema, Teresa & Jorge e Varandão da Vila.

“Esse ano, o Comida di Buteco se consolidou de vez em Fortaleza. Os participantes tiveram aumento de 30 de 50% no movimento e faturamento. Já sentimos que o público aguarda pelo concurso e tem a curiosidade de conhecer os butecos e experimentar os petiscos. Saímos com a certeza de um Comida di Buteco ainda maior em 2018”, destaca o coordenador do concurso em Fortaleza, Matheus Marinho.

Nacionalmente, o concurso levou quase 5 milhões de apaixonados por butecos às urnas  dos mais de 500 concorrentes, em 20 cidades, para eleger o MELHOR BUTECO DO  BRASIL. O concurso foi criado em 2000, com a finalidade de resgatar e valorizar a culinária de raiz e os butecos espontâneos/tradicionais.  O concurso é o único nacional do gênero, que envolve toda a população das 20 cidades participantes.

O Comida di Buteco é 100% viabilizado com investimento de empresas que acreditam na sua CAUSA e como plataforma de desenvolvimento de suas marcas. Nenhum buteco paga absolutamente nada para participar. Em 2017, o concurso é apresentado por Teacher’s, tem como cerveja oficia: Devassa. Os patrocinadores são McCain, Trident, Getnet  e MasterCard. A promoção é de TV Verdes Mares e  Perdigão. O apoio é feito por Tabasco, Hellman’s, Chandon, Odhen by Teknisa, Diário do Nordeste,    Abrasel, Hotel Sonata de Iracema e Senac. A apuração fica por conta da Vox Populi.

Publicidade

Comida di Buteco segue até 07 de maio em Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

03 de Maio de 2017

Os amantes dos butecos tem até o próximo domingo, 07 de maio, para ajudar a eleger o melhor de Fortaleza. O concurso Comida di Buteco chega à última semana na capital cearense. É oportunidade para experimentar os petiscos dos 16 participantes, que têm preço máximo de R$ 25,90, desafiando os butecos a serem criativos e acessíveis, não perdendo uma de suas características mais importantes: serem democráticos. Em 2017, a edição tem como tema o cereal.

 

Os estabelecimentos estão em vários bairros da cidade, como Aldeota, Aerolândia, Centro, Joaquim Távora, José Bonifácio, Meireles, Montese, Parangaba, Praia de Iracema e Varjota. Para votar é simples: basta ir ao buteco participante, experimentar o petisco e se dirigir ao local de votação. Além da comida, o público e os jurados avaliam o atendimento, temperatura da bebida e limpeza do ambiente. O concurso disponibiliza um aplicativo para que se conheça melhor todos os participantes tanto do Ceará quanto do restante do Brasil. Ele está disponível para smartphones que operam no sistema Android (http://migre.me/wnoSL) e iOS (http://migre.me/wnoTe).

 

Nacionalmente o concurso deve levar quase 5 milhões de apaixonados por butecos às urnas  dos mais de 500 concorrentes, em 20 cidades, para eleger o MELHOR BUTECO DO  BRASIL. O concurso foi criado em 2000, com a finalidade de resgatar e valorizar a culinária de raiz e os butecos espontâneos/tradicionais.  O concurso é o único nacional do gênero, que envolve toda a população das 20 cidades participantes.

 

Ao final de maio, será conhecido o melhor buteco de Fortaleza. Em junho, uma comissão de jurados escolhida, especificamente, para essa missão, vai visitar os 20 campeões de cada cidade para eleger o melhor dos melhores. É como se agora o Comida di Buteco tivesse duas etapas: eleição do melhor da cidade, envolvendo público e jurados. E a eleição do melhor do país, validada por outra comissão de jurados que não participou da primeira etapa. O vencedor leva a cidade e o buteco ao pódium da cozinha de raiz do BRASIL.

 

Butecos participantes em Fortaleza

 

Alma Gêmea – petisco: Camarão Sertanejo (Camarão empanado em carne de sol desfiada e farinha de mandioca servido com couve, paçoca e molho tártaro)

Endereço: Rua Dragão do Mar, 30 – Praia de Iracema

Funcionamento: terça a quinta das 17h às 0h00; sexta e sábado das 17h às 2h.

 

Alpendre – petisco: Kibeer (Kibe feito com cevada, acompanhado com molho de iogurte caseiro, lúpulo e hortelã. Petisco feito com ingredientes de cerveja)

Endereço: Rua Torres Câmara, 181 lj 1. – Aldeota

Funcionamento: Terça a sexta das 17h à 00h, sábado a partir de 10h à 0h00 e domingo 11h às 18h

 

Bar Chá da Égua – petisco: Velas do Mucuripe (Filé de tilápia na crosta de aveia com molhos especiais da casa)

Endereço: Av. Gomes de Matos, 302 – Montese

Funcionamento: Terça e quarta das 17h até 3h, quinta sexta e sábado da 17h até 4h30.

 

Bar do Helano – petisco: Bolinho do Cazuza (Bolinho de arroz recheado com queijo muçarela)

Endereço: Rua Carlos Vasconcelos, 2310 – Joaquim Távora

Funcionamento: Terça a sexta das 16h às 0h00, sábado das 12h às 0h00.

 

Bar do Nem – petisco: A Esperança da Jeriquita e suas Cumades (Bolinho de purê de jerimum, batata doce, batata inglesa, macaxeira, leite de coco, manteiga da terra e queijo gorgonzola, maionese de barbecue, barbecue de tamarindo e molho de pimenta caseira)

Endereço: Rua General Clarindo de Queiroz, 1745 – Mercado São Sebastião

Funcionamento: Segunda a sábado das 7h às 15h, domingo 7h à 12h.

 

Bar O Camocim – petisco: Mestre Lucas (Filé de peixe branco ao molho agridoce de maracujá)

Endereço: Rua Padre Mororó, 1012 – Centro

Funcionamento: Domingo das 12h às 20h, segunda a sábado das 16h às 0h00.

 

Boozer’s – petisco: Pastel Celestino (Pastel feito com a massa à base de farinha de quinoa, recheado com carne de sol, feijão verde e queijo coalho)

Endereço: Rua Carlos Vasconcelos, 834 – Meireles

Funcionamento: Quarta 19h às 0h, quinta 19h às 2h, sexta e sábado 19h às 3h, domingo 19h às 0h.

 

Boteco do Arlindo – petisco: Três meninas (Três panquecas recheadas, carne de sol, creme de arraia e frango caipira. Uma homenagem ao compositor Fausto Nilo e sua música “Meninas do Brasil”)

Endereço: Rua Carlos Gomes, 83 – José Bonifácio

Funcionamento: Terça a sexta das 17h30 às 0h00, sábado e domingo das 11h30 às 20h

 

Canto do Baião – petisco: Grelhado de coxa desossado no molho laranja (Coxa com sobrecoxa no molho laranja)

Endereço: Rua Capitão Uruguai, 56 – Aerolândia

Funcionamento: Todos os dias das 9h às 23h.

 

Carneiro do Tércio – petisco: Coxinha de Frango da Tia (Deliciosa combinação de coxinha de frango apimentada acompanhada no molho especial da Tia)

Endereço: Rua Gonçalves Ledo, 1123 – Aldeota

Funcionamento: Terça a sábado das 8h às 0h00, domingo das 8h às 18h

 

Espaço Casa da Sogra – petisco: Sogra Alada (Crie asas e voe bem alto ao experimentar essa delícia. Meio da asa levemente picante empanada com farinha panko, acompanha molho barbecue, geleia de pimenta e farofa crocante)

Endereço: Rua Vasco da Gama, 1072, Fundos – Montese

Funcionamento: Sábado e domingo das 11h30 às 21h

 

Kina do Feijão Verde – petisco: Cordeiro da Filhota (Cordeiro trinchado com cerveja puro malte)

Endereço: Rua João Cordeiro, 1697 – Aldeota

Funcionamento: Terça a quinta das 16h às 23h, sexta das 16h às 0h30, sábado 16h às 23h.

 

Outras Palavras – petisco: Coxinhas Sem Massa (Três coxinhas sem massa, servidas com os deliosos molhos especiais da casa)

Endereço: Rua Ana Bilhar, 1470 b – Varjota

Funcionamento: De quarta a domingo a partir das 16h

 

Picanha Iracema – petisco: Camarão com ervas a Doritos (Camarões empanados com Doritos servidos com geleia de pimenta)

Endereço: Rua Joaquim Alves, 104 – Meireles

Funcionamento: Quinta a domingo das 11h às 23h

 

Teresa & Jorge – petisco: Joaquim Manoel (Pastel com recheio de bacalhau cremoso e temperos especiais)

Endereço: Rua João Cordeiro, 540 – Praia de Iracema

Funcionamento: Quarta,quinta e sexta 18h à 1h, sábado 17h às 0h e domingo 14h às 22h

 

Varandão da Vila – petisco: Munguzá de Buteco (Munguzá salgado, uma iguaria perfeita com ingredientes regionais)

Endereço: Av. Osório de Paiva, 1612 – Parangaba

Funcionamento: Quarta a sabado das 16h às 23h

 

Patrocinadores

 

O Comida di Buteco é 100% viabilizado com investimento de empresas que acreditam na sua CAUSAe como plataforma de desenvolvimento de suas marcas. Nenhum buteco paga absolutamente nada para participar. Em 2017, o concurso é apresentado por Teacher’s, tem como cerveja oficia: Devassa. Os patrocinadores são McCain, Trident, Getnet  e MasterCard. A promoção é de TV Verdes Mares e  Perdigão. O apoio é feito por Tabasco, Hellman’s, Chandon, Odhen by Teknisa, Diário do Nordeste,    Abrasel, Hotel Sonata de Iracema e Senac. A apuração fica por conta da Vox Populi.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Comida di Buteco deve aumentar em até 50% faturamento dos estabelecimentos participantes em Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

28 de Abril de 2017

 

 

O Comida di Buteco chega nacionalmente à maioridade em 2017. O evento, que começou como uma brincadeira dentro de um programa de rádio em Minas Gerais, abrange atualmente 20 cidades em todo o país. Fortaleza entrou pela sétima vez no calendário do concurso e vem se consolidando como um dos locais estratégicos. “Eu costumo dizer que uma cidade leva de cinco a oito anos para o nosso evento dar certo. Fortaleza está justamente nessa faixa e os resultados desse ano devem seguir a tendência de aumento. Em 2017, a expectativa é de aumento de 30 a 50% no movimento e faturamento dos botecos”, destaca Ronaldo Perri, diretor geral do evento. Ao longo dos anos, o concurso foi construindo uma relação sólida com público, botecos e patrocinadores. “Temos como regra não depender do poder público para realizar o Comida di Buteco. Assim nosso foco é buscar patrocinadores que abracem a ideia e entendam a missão do concurso de transformar vidas”, complementa.

 

A estratégia para atrair patrocinadores se baseia na construção de relacionamento. Segundo Ronaldo, quando o concurso se modelou como negócio, alguns patrocinadores não entendiam a dinâmica já que os botecos participantes são apresentados, mas não obrigados a adquirir produtos dos patrocinadores. “Eles percebem que é melhor para a marca estar no concurso. É um patrocínio diferente do que, por exemplo, estampar sua marca do evento. Nós mostramos como o produto pode estar no boteco. Por exemplo, a Trident é um chiclete consumido quando as pessoas vão pagar a conta, no impulso. Estimulamos os estabelecimentos a orientarem os garçons a levarem o produto ao cliente quando trazem a conta, por exemplo. Isso já é uma forma de impulsionar a venda”, destaca Ronaldo.

 

Localizado no Centro, o bar O Camocim é um exemplo de boteco impulsionado pelo concurso. O proprietário José Romildo Sousa e Silva ressalta o aumento nas vendas durante o período. “Meu estabelecimento sempre enfrenta dificuldades nos primeiros meses do ano. O Comida di Buteco acaba sendo o nosso ano novo. O movimento aumenta quase 50% na época do concurso. Participo desde a primeira edição e posso dizer sem sombra de dúvidas que meu estabelecimento só cresceu. Quando comecei, a estrutura era bem tímida. O banheiro do estabelecimento era ao lado da cozinha. Realizamos melhorias estruturais que só foram possíveis graças ao concurso”, comemora.

 

Segundo Romildo, o concurso também ajuda no relacionamento com patrocinadores. “Muitos deles sequer sabiam da existência do meu estabelecimento. O concurso acaba aproximando dessas marcas, que apresentam boas condições de venda e estreitam o relacionamento. Algumas até promovem ações durante o concurso, como a Teachers, que está dando um copo de brinde a cada duas doses consumidas. Além disso, o bar acaba sendo divulgado e conhecido por mais pessoas”, explica.

 

Produtos derivados

 

O Comida di Buteco criou outros produtos de relacionamento com o público e fornecedores. Em Belo Horizonte, todos os anos acontece a Saideira, festa de encerramento do concurso. Ela surgiu pequena, sendo realizada sempre em um dos participantes. “Em 2002, fizemos uma parceria com a Globo. Na época, a novela O Clone estava no auge e a personagem Dona Jura, que era dona de boteco, compareceu ao evento. tivemos mais de 2.000 pessoas no boteco naquele dia. Desde então a festa cresceu muito. Esse ano, teremos a presença de mais de 50 botecos, além de atrações musicais”, explica Ronaldo Perri. Outro produto de sucesso são as caravanas. “Essa modalidade nós dificilmente vendemos. Utilizamos como forma de relacionamento. Realizamos em todas as cidades, com formadores de opinião e patrocinadores estratégicos. A ideia é fazer com que conheçam os botecos, entendam a lógica e possam se transformar em público”,  complementa.

 

Sobre o Comida di Buteco

 

O concurso Comida di Buteco acontece até 07 de maio em Fortaleza. O tema da edição 2017 é o cereal, que deve estar presente nos petiscos. Pelo segundo ano consecutivo, os petiscos terão o preço máximo de R$ 25,90. Nacionalmente o concurso que pretende levar quase 5 milhões de apaixonados por butecos às urnas  dos mais de 500 concorrentes, em 20 cidades, para eleger o MELHOR BUTECO DO  BRASIL.

 

Em 2016, o concurso teve 450 mil votos homologados  nas 20 cidades participantes (ou seja, pessoas que experimentaram os petisco e preencheram a cédula de forma correta), gerando uma cadeia de valor de R$ 120 milhões (mídia espontânea e principais insumos comprados pelos botecos). Além disso, são impactadas mais de 4 milhões de pessoas diretamente nos butecos. Nacionalmente, foram gerados 6.000 empregos direta e indiretamente.

 

O sucesso das edições anteriores chama atenção de diversas marcas, o que faz o concurso ser 100% viabilizado com investimento de empresas que acreditam na sua causa e como plataforma de desenvolvimento de suas marcas. Nenhum buteco paga absolutamente nada para participar.

 

Em 2017, o concurso é apresentado por Teacher’s, tem como cerveja oficia: Devassa. Os patrocinadores são McCain, Trident, Getnet  e MasterCard. A promoção é de TV Verdes Mares e Perdigão. O apoio é feito por Tabasco, Hellman’s, Chandon, Odhen by Teknisa, Diário do Nordeste,  Abrasel, Hotel Sonata de Iracema e Senac. A apuração fica por conta da Vox Populi.

 

Nas redes sociais, o Comida di Buteco também é um fenômeno. Ano passado, foram 1,2 milhões de acessos ao site, 85 mil downloads do aplicativo, 11 milhões de visualizações na página do Facebook e 5 milhões de pessoas alcançadas. A participação de um instituto de pesquisa também ajuda a atrair marcas. Graças ao trabalho do Vox Populi, por exemplo, se chegou ao dado de que 58% do público que teve votos homologados nos dos botecos participantes é feminino. Isso atraiu o apoio da Chandom, que continua junto do concurso em 2017.

 

Em junho, uma comissão de jurados escolhida, especificamente, para essa missão, vai visitar os 20 campeões de cada cidade para eleger o melhor dos melhores. É como se agora o Comida di Buteco tivesse duas etapas: eleição do melhor da cidade, envolvendo público e jurados. E a eleição do melhor do país, validada por outra comissão de jurados que não participou da primeira etapa. O vencedor leva a cidade e o buteco ao pódium da cozinha de raiz do BRASIL.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Comida di Buteco deve aumentar em até 50% faturamento dos estabelecimentos participantes em Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

27 de Abril de 2017

 

O Comida di Buteco chega nacionalmente à maioridade em 2017. O evento, que começou como uma brincadeira dentro de um programa de rádio em Minas Gerais, abrange atualmente 20 cidades em todo o país. Fortaleza entrou pela sétima vez no calendário do concurso e vem se consolidando como um dos locais estratégicos. “Eu costumo dizer que uma cidade leva de cinco a oito anos para o nosso evento dar certo. Fortaleza está justamente nessa faixa e os resultados desse ano devem seguir a tendência de aumento. Em 2017, a expectativa é de aumento de 30 a 50% no movimento e faturamento dos botecos”, destaca Ronaldo Perri, diretor geral do evento. Ao longo dos anos, o concurso foi construindo uma relação sólida com público, botecos e patrocinadores. “Temos como regra não depender do poder público para realizar o Comida di Buteco. Assim nosso foco é buscar patrocinadores que abracem a ideia e entendam a missão do concurso de transformar vidas”, complementa.

 

A estratégia para atrair patrocinadores se baseia na construção de relacionamento. Segundo Ronaldo, quando o concurso se modelou como negócio, alguns patrocinadores não entendiam a dinâmica já que os botecos participantes são apresentados, mas não obrigados a adquirir produtos dos patrocinadores. “Eles percebem que é melhor para a marca estar no concurso. É um patrocínio diferente do que, por exemplo, estampar sua marca do evento. Nós mostramos como o produto pode estar no boteco. Por exemplo, a Trident é um chiclete consumido quando as pessoas vão pagar a conta, no impulso. Estimulamos os estabelecimentos a orientarem os garçons a levarem o produto ao cliente quando trazem a conta, por exemplo. Isso já é uma forma de impulsionar a venda”, destaca Ronaldo.

 

Localizado no Centro, o bar O Camocim é um exemplo de boteco impulsionado pelo concurso. O proprietário José Romildo Sousa e Silva ressalta o aumento nas vendas durante o período. “Meu estabelecimento sempre enfrenta dificuldades nos primeiros meses do ano. O Comida di Buteco acaba sendo o nosso ano novo. O movimento aumenta quase 50% na época do concurso. Participo desde a primeira edição e posso dizer sem sombra de dúvidas que meu estabelecimento só cresceu. Quando comecei, a estrutura era bem tímida. O banheiro do estabelecimento era ao lado da cozinha. Realizamos melhorias estruturais que só foram possíveis graças ao concurso”, comemora.

 

Segundo Romildo, o concurso também ajuda no relacionamento com patrocinadores. “Muitos deles sequer sabiam da existência do meu estabelecimento. O concurso acaba aproximando dessas marcas, que apresentam boas condições de venda e estreitam o relacionamento. Algumas até promovem ações durante o concurso, como a Teachers, que está dando um copo de brinde a cada duas doses consumidas. Além disso, o bar acaba sendo divulgado e conhecido por mais pessoas”, explica.

 

Produtos derivados

 

O Comida di Buteco criou outros produtos de relacionamento com o público e fornecedores. Em Belo Horizonte, todos os anos acontece a Saideira, festa de encerramento do concurso. Ela surgiu pequena, sendo realizada sempre em um dos participantes. “Em 2002, fizemos uma parceria com a Globo. Na época, a novela O Clone estava no auge e a personagem Dona Jura, que era dona de boteco, compareceu ao evento. tivemos mais de 2.000 pessoas no boteco naquele dia. Desde então a festa cresceu muito. Esse ano, teremos a presença de mais de 50 botecos, além de atrações musicais”, explica Ronaldo Perri. Outro produto de sucesso são as caravanas. “Essa modalidade nós dificilmente vendemos. Utilizamos como forma de relacionamento. Realizamos em todas as cidades, com formadores de opinião e patrocinadores estratégicos. A ideia é fazer com que conheçam os botecos, entendam a lógica e possam se transformar em público”,  complementa.

 

Sobre o Comida di Buteco

 

O concurso Comida di Buteco acontece até 07 de maio em Fortaleza. O tema da edição 2017 é o cereal, que deve estar presente nos petiscos. Pelo segundo ano consecutivo, os petiscos terão o preço máximo de R$ 25,90. Nacionalmente o concurso que pretende levar quase 5 milhões de apaixonados por butecos às urnas  dos mais de 500 concorrentes, em 20 cidades, para eleger o MELHOR BUTECO DO  BRASIL.

 

Em 2016, o concurso teve 450 mil votos homologados  nas 20 cidades participantes (ou seja, pessoas que experimentaram os petisco e preencheram a cédula de forma correta), gerando uma cadeia de valor de R$ 120 milhões (mídia espontânea e principais insumos comprados pelos botecos). Além disso, são impactadas mais de 4 milhões de pessoas diretamente nos butecos. Nacionalmente, foram gerados 6.000 empregos direta e indiretamente.

 

O sucesso das edições anteriores chama atenção de diversas marcas, o que faz o concurso ser 100% viabilizado com investimento de empresas que acreditam na sua causa e como plataforma de desenvolvimento de suas marcas. Nenhum buteco paga absolutamente nada para participar.

 

Em 2017, o concurso é apresentado por Teacher’s, tem como cerveja oficia: Devassa. Os patrocinadores são McCain, Trident, Getnet  e MasterCard. A promoção é de TV Verdes Mares e Perdigão. O apoio é feito por Tabasco, Hellman’s, Chandon, Odhen by Teknisa, Diário do Nordeste,  Abrasel, Hotel Sonata de Iracema e Senac. A apuração fica por conta da Vox Populi.

 

Nas redes sociais, o Comida di Buteco também é um fenômeno. Ano passado, foram 1,2 milhões de acessos ao site, 85 mil downloads do aplicativo, 11 milhões de visualizações na página do Facebook e 5 milhões de pessoas alcançadas. A participação de um instituto de pesquisa também ajuda a atrair marcas. Graças ao trabalho do Vox Populi, por exemplo, se chegou ao dado de que 58% do público que teve votos homologados nos dos botecos participantes é feminino. Isso atraiu o apoio da Chandom, que continua junto do concurso em 2017.

 

Em junho, uma comissão de jurados escolhida, especificamente, para essa missão, vai visitar os 20 campeões de cada cidade para eleger o melhor dos melhores. É como se agora o Comida di Buteco tivesse duas etapas: eleição do melhor da cidade, envolvendo público e jurados. E a eleição do melhor do país, validada por outra comissão de jurados que não participou da primeira etapa. O vencedor leva a cidade e o buteco ao pódium da cozinha de raiz do BRASIL.

 

 

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Comida di Buteco deve aumentar em até 50% faturamento dos estabelecimentos participantes em Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

27 de Abril de 2017

 

O Comida di Buteco chega nacionalmente à maioridade em 2017. O evento, que começou como uma brincadeira dentro de um programa de rádio em Minas Gerais, abrange atualmente 20 cidades em todo o país. Fortaleza entrou pela sétima vez no calendário do concurso e vem se consolidando como um dos locais estratégicos. “Eu costumo dizer que uma cidade leva de cinco a oito anos para o nosso evento dar certo. Fortaleza está justamente nessa faixa e os resultados desse ano devem seguir a tendência de aumento. Em 2017, a expectativa é de aumento de 30 a 50% no movimento e faturamento dos botecos”, destaca Ronaldo Perri, diretor geral do evento. Ao longo dos anos, o concurso foi construindo uma relação sólida com público, botecos e patrocinadores. “Temos como regra não depender do poder público para realizar o Comida di Buteco. Assim nosso foco é buscar patrocinadores que abracem a ideia e entendam a missão do concurso de transformar vidas”, complementa.

 

A estratégia para atrair patrocinadores se baseia na construção de relacionamento. Segundo Ronaldo, quando o concurso se modelou como negócio, alguns patrocinadores não entendiam a dinâmica já que os botecos participantes são apresentados, mas não obrigados a adquirir produtos dos patrocinadores. “Eles percebem que é melhor para a marca estar no concurso. É um patrocínio diferente do que, por exemplo, estampar sua marca do evento. Nós mostramos como o produto pode estar no boteco. Por exemplo, a Trident é um chiclete consumido quando as pessoas vão pagar a conta, no impulso. Estimulamos os estabelecimentos a orientarem os garçons a levarem o produto ao cliente quando trazem a conta, por exemplo. Isso já é uma forma de impulsionar a venda”, destaca Ronaldo.

 

Localizado no Centro, o bar O Camocim é um exemplo de boteco impulsionado pelo concurso. O proprietário José Romildo Sousa e Silva ressalta o aumento nas vendas durante o período. “Meu estabelecimento sempre enfrenta dificuldades nos primeiros meses do ano. O Comida di Buteco acaba sendo o nosso ano novo. O movimento aumenta quase 50% na época do concurso. Participo desde a primeira edição e posso dizer sem sombra de dúvidas que meu estabelecimento só cresceu. Quando comecei, a estrutura era bem tímida. O banheiro do estabelecimento era ao lado da cozinha. Realizamos melhorias estruturais que só foram possíveis graças ao concurso”, comemora.

 

Segundo Romildo, o concurso também ajuda no relacionamento com patrocinadores. “Muitos deles sequer sabiam da existência do meu estabelecimento. O concurso acaba aproximando dessas marcas, que apresentam boas condições de venda e estreitam o relacionamento. Algumas até promovem ações durante o concurso, como a Teachers, que está dando um copo de brinde a cada duas doses consumidas. Além disso, o bar acaba sendo divulgado e conhecido por mais pessoas”, explica.

 

Produtos derivados

 

O Comida di Buteco criou outros produtos de relacionamento com o público e fornecedores. Em Belo Horizonte, todos os anos acontece a Saideira, festa de encerramento do concurso. Ela surgiu pequena, sendo realizada sempre em um dos participantes. “Em 2002, fizemos uma parceria com a Globo. Na época, a novela O Clone estava no auge e a personagem Dona Jura, que era dona de boteco, compareceu ao evento. tivemos mais de 2.000 pessoas no boteco naquele dia. Desde então a festa cresceu muito. Esse ano, teremos a presença de mais de 50 botecos, além de atrações musicais”, explica Ronaldo Perri. Outro produto de sucesso são as caravanas. “Essa modalidade nós dificilmente vendemos. Utilizamos como forma de relacionamento. Realizamos em todas as cidades, com formadores de opinião e patrocinadores estratégicos. A ideia é fazer com que conheçam os botecos, entendam a lógica e possam se transformar em público”,  complementa.

 

Sobre o Comida di Buteco

 

O concurso Comida di Buteco acontece até 07 de maio em Fortaleza. O tema da edição 2017 é o cereal, que deve estar presente nos petiscos. Pelo segundo ano consecutivo, os petiscos terão o preço máximo de R$ 25,90. Nacionalmente o concurso que pretende levar quase 5 milhões de apaixonados por butecos às urnas  dos mais de 500 concorrentes, em 20 cidades, para eleger o MELHOR BUTECO DO  BRASIL.

 

Em 2016, o concurso teve 450 mil votos homologados  nas 20 cidades participantes (ou seja, pessoas que experimentaram os petisco e preencheram a cédula de forma correta), gerando uma cadeia de valor de R$ 120 milhões (mídia espontânea e principais insumos comprados pelos botecos). Além disso, são impactadas mais de 4 milhões de pessoas diretamente nos butecos. Nacionalmente, foram gerados 6.000 empregos direta e indiretamente.

 

O sucesso das edições anteriores chama atenção de diversas marcas, o que faz o concurso ser 100% viabilizado com investimento de empresas que acreditam na sua causa e como plataforma de desenvolvimento de suas marcas. Nenhum buteco paga absolutamente nada para participar.

 

Em 2017, o concurso é apresentado por Teacher’s, tem como cerveja oficia: Devassa. Os patrocinadores são McCain, Trident, Getnet  e MasterCard. A promoção é de TV Verdes Mares e Perdigão. O apoio é feito por Tabasco, Hellman’s, Chandon, Odhen by Teknisa, Diário do Nordeste,  Abrasel, Hotel Sonata de Iracema e Senac. A apuração fica por conta da Vox Populi.

 

Nas redes sociais, o Comida di Buteco também é um fenômeno. Ano passado, foram 1,2 milhões de acessos ao site, 85 mil downloads do aplicativo, 11 milhões de visualizações na página do Facebook e 5 milhões de pessoas alcançadas. A participação de um instituto de pesquisa também ajuda a atrair marcas. Graças ao trabalho do Vox Populi, por exemplo, se chegou ao dado de que 58% do público que teve votos homologados nos dos botecos participantes é feminino. Isso atraiu o apoio da Chandom, que continua junto do concurso em 2017.

 

Em junho, uma comissão de jurados escolhida, especificamente, para essa missão, vai visitar os 20 campeões de cada cidade para eleger o melhor dos melhores. É como se agora o Comida di Buteco tivesse duas etapas: eleição do melhor da cidade, envolvendo público e jurados. E a eleição do melhor do país, validada por outra comissão de jurados que não participou da primeira etapa. O vencedor leva a cidade e o buteco ao pódium da cozinha de raiz do BRASIL.

 

 

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti