Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

estudo

Estudo revela a evolução do consumidor digital no Brasil

Por Oswaldo Scaliotti em Análise

28 de novembro de 2018

Realizado pela HubSpot, a pesquisa oferece informações sobre o comportamento digital dos consumidores brasileiros – os usuários buscam informações no Google, antes de consultar a opinião de familiares e amigos


 A maneira como as pessoas interagem com as marcas mudou. É o que indica a pesquisa Evolução do Consumidor Digital no Brasil, realizada pela HubSpot, plataforma líder de CRM, marketing, vendas e atendimento ao cliente. Segundo o estudo, hoje, cada vez mais conectados, 51% dos consumidores afirmam ter mais confiança nas informações do Google do que na opinião de amigos e familiares (46%).

O estudo traz diversas informações sobre o comportamento dos clientes nas redes sociais, sobre em quais canais estão os consumidores e qual a melhor forma para se comunicar com eles. Realizado com mais de 600 executivos de diferentes setores do mercado brasileiro, o relatório aponta, por exemplo, que 80% das pessoas acreditam que as redes sociais têm um impacto positivo na sociedade.

De acordo com Rodrigo Souto, gerente de marketing da HubSpot no Brasil, a empresa percebeu um movimento interessante no mercado brasileiro: “Notamos que a forma como os consumidores brasileiros se comunicam afeta diretamente nas operações das empresas: eles trocam informações, compartilham experiências e pesquisam antes de entrar em contato com uma companhia”, explica.

Onde o consumidor busca a informação

Quando questionados sobre em quais canais ou plataformas descobrem novos produtos e empresas, 72% dos entrevistados indicaram o Google, 56%, o Facebook e 50%, o Youtube. Além disso, a maior parte dos pesquisados, 45%, preferem consumir conteúdo em vídeo (como tutoriais) das marcas e empresas que acompanham. 40% preferem informações por email e 34% por imagens em redes sociais (como posts no Instagram).

67% dos entrevistados preferem se envolver e aprender mais sobre as marcas que gostam por meio do website oficial, 47%, assistindo os vídeos da companhia e 42% curtindo conteúdo na página do Facebook.

As prioridades das empresas

Fechar negócios segue como prioridade dentro das empresas, com 70%. Entretanto, 39% dos entrevistados querem melhorar a eficácia de seus processos (como a melhora do funil de vendas, por exemplo).

Nos próximos 12 meses, estes são os canais de distribuição de conteúdo que estão no planejamento das companhias como foco das ações de marketing: Youtube (63%), Instagram (58%), Vídeos no Facebook (56%) e Redes Profissionais como o LinkedIn (54%).

“Após uma compreensão clara do que ocorre no mercado, os desafios podem se transformar em oportunidades de crescimento e auxiliar nas estratégias certas”, explica Souto. “Com o estudo, é possível mensurar como os líderes de vendas e marketing no Brasil estão acompanhando as rápidas mudanças no cenário digital. E isso leva à adaptação de acordo com as mudanças de comportamento do consumidor. Essas mudanças tendem a ir em direção a um mundo mais digitalizado” completa.

 

A empresa elaborou ainda um infográfico que reúne os principais dados da pesquisa. O material pode ser acessado aqui.

Metodologia

O estudo Evolução do Consumidor Digital no Brasil –  2018 entrevistou 604 executivos dos mais variados setores, portes de empresa e níveis de cargo durante os meses de julho a agosto de 2018. O mesmo estudo foi aplicado ainda em 99 países, com 7.000 respondentes.

O conjunto de amostra é composto de respostas voluntárias de contatos e parceiros da HubSpot, que participaram mediante convite. A HubSpot suplementou esse número com respostas fora do ecossistema HubSpot, para garantir um tamanho de amostra válido e equilibrado com respondentes adicionais por meio da empresa de pesquisas Luc.id.

Sobre a HubSpot

A HubSpot é uma plataforma líder de CRM, marketing, vendas e atendimento ao cliente. Desde 2006, a HubSpot tem uma missão para tornar o mundo mais inbound. Hoje, mais de 41.500 clientes em mais de 90 países utilizam os premiados softwares, serviços e suporte da HubSpot para transformar a maneira como atraem, engajam e encantam os clientes. Composto por Marketing Hub, Sales Hub, Service Hub e um poderoso CRM gratuito, a HubSpot fornece às empresas as ferramentas necessárias para gerenciar a experiência do cliente, desde a conscientização até a defesa de interesses.

A HubSpot foi nomeada como um dos melhores lugares para se trabalhar pela Glassdoor, Fortune, The Boston Globe e The Boston Business Journal. A empresa está sediada em Cambridge, MA, com escritórios em Dublin, na Irlanda (EMEA HQ); Singapura (APAC HQ); Sydney, Austrália; Tóquio, Japão; Berlim, Alemanha; e Portsmouth, NH. Saiba mais em https://br.hubspot.com/

Publicidade

FIEC DIVULGA ESTUDO SOBRE IMPACTO DA GREVE DOS CAMINHONEIROS NO CEARÁ  

Por Oswaldo Scaliotti em Análise

20 de junho de 2018

O Núcleo de Economia e Estratégia da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) realizou um estudo sobre o impacto da greve dos caminhoneiros na indústria do Ceará e constatou que, durante a paralisação, 46,4% das empresas pesquisadas apresentaram uma redução da produção acima de 25%. Destas, 11,5% tiveram interrupção total das suas atividades. O estudo mostra ainda que 50,9% das empresas registraram redução do faturamento acima de 25%.
Confira o estudo completo no anexo.
Sobre a FIEC
A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) –  com as casas Serviço Social da Indústria (SESI Ceará), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Ceará) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL Ceará) – é uma impulsionadora do desenvolvimento social e econômico do Estado, estimulando a competitividade, gerando novos negócios, e fortalecendo vínculos institucionais.

leia tudo sobre

Publicidade

Shopping inaugura espaço para trabalho colaborativo e estudo

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

09 de Maio de 2017

O Shopping RioMar Kennedy agora oferece aos clientes o espaço “Oficinas de Ideias”, ambiente projetado no Piso L2, que conta com bancadas, mesas de escritório, lounge e Wi-Fi grátis.

 

O RioMar Kennedy inaugurou o espaço “Oficina de Ideias”, ambiente projetado para trabalho colaborativo e estudo. O ambiente fica no Piso L2 do shopping, próximo à Aliança de Ouro, e é aberto ao público gratuitamente. A Oficina de Ideias oferece um espaço completo de escritório, com mesas individuais e de reuniões, lounge, bancadas e Wi-Fi grátis.

 

O espaço tem capacidade para receber cerca de xx pessoas simultaneamente e funciona de segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingos e feriados, das 10h30 às 21h. Para utilizar o espaço não é necessário nenhum tipo de cadastramento.

Com área de 109 m², o ambiente foi projetado pela equipe de arquitetura do shopping, em parceria com a Evidência, Portela Iluminação, Grupo Arthur Azevedo, La Vinci e Contemporânea Projetos e Montagens. O espaço ganhou também um colorido especial com as telas do artista plástico maranhense, Adriano Paz, que utilizou nas obras do office as técnica nanquim e colagem.

 

Serviço

Oficina de Ideais RioMar Kennedy

Horário: Segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingos e feriados, das 10h30 às 21h

Local: Piso L2 do RioMar Kennedy (Av. Sargento Hermínio Sampaio, 3100 – Presidente Kennedy)

Espaço aberto ao público

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Estudo “Mapa da Ilegalidade: As Relações de Trabalho sem Carteira Assinada” será divulgado na terça, 11 de agosto

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

09 de agosto de 2015

Data: 11/8/2015

Horário: 9h

Local: Auditório da STDS – Rua Soriano Albuquerque, 230

Em 2014, cerca de 1,4 milhão de pessoas trabalhou sem carteira assinada nas regiões metropolitanas de Fortaleza, Recife, Salvador, São Paulo e Porto Alegre, que contam com a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED). O número chega a ser dez vezes maior se se levar em consideração todo o território nacional.

Qual o perfil dos trabalhadores contratados ilegalmente? Em quais setores estão vinculados? Há quanto tempo estão nessa situação? Quanto recebem?

Estes são alguns dos questionamentos que o estudo “Mapa da Ilegalidade: As Relações de Trabalho sem Carteira Assinada” procurou responder, especialmente no contexto do cenário atual de desaceleração da atividade econômica e da geração de empregos formais, bem como da retomada das discussões sobre a flexibilidade das relações e dos direitos trabalhistas.

O documento será apresentado, na terça, 11 de agosto, às 9h, pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) e o Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), no auditório da STDS (Rua Soriano Albuquerque, 230).

* postado por Oswaldo Scaliotti

Publicidade

Estudo “Mapa da Ilegalidade: As Relações de Trabalho sem Carteira Assinada” será divulgado na terça, 11 de agosto

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

09 de agosto de 2015

Data: 11/8/2015

Horário: 9h

Local: Auditório da STDS – Rua Soriano Albuquerque, 230

Em 2014, cerca de 1,4 milhão de pessoas trabalhou sem carteira assinada nas regiões metropolitanas de Fortaleza, Recife, Salvador, São Paulo e Porto Alegre, que contam com a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED). O número chega a ser dez vezes maior se se levar em consideração todo o território nacional.

Qual o perfil dos trabalhadores contratados ilegalmente? Em quais setores estão vinculados? Há quanto tempo estão nessa situação? Quanto recebem?

Estes são alguns dos questionamentos que o estudo “Mapa da Ilegalidade: As Relações de Trabalho sem Carteira Assinada” procurou responder, especialmente no contexto do cenário atual de desaceleração da atividade econômica e da geração de empregos formais, bem como da retomada das discussões sobre a flexibilidade das relações e dos direitos trabalhistas.

O documento será apresentado, na terça, 11 de agosto, às 9h, pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) e o Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), no auditório da STDS (Rua Soriano Albuquerque, 230).

* postado por Oswaldo Scaliotti