Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

II Ecléticos Livre Festival

Feira Kombinado Itinerância Criativa terá espaço no II Ecléticos Livre Festival

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

23 de agosto de 2017

Com acesso gratuito, o festival tem como temática “Música, Criatividade e Cultura Digital”, apresenta estéticas musicais, ações formativas e comércio alternativo para variados gostos.

 

 

O II Ecléticos Livre Festival, que acontecerá nos dias 26 e 27 de agosto, no Parque do Cocó, vai oferecer além de atrações musicais nacionais e internacionais, oficinas formativas gratuitas, ações voltadas ao tema “Sustentabilidade” e “Mobilidade Urbana”, traz ainda a Feira “Kombinado Itinerância Criativa”.

O Kombinado é um evento itinerante que leva periodicamente marcas e produtos cearenses da melhor representatividade aos espaços públicos da cidade levando moda, arte, música e gastronomia, reunindo pessoas e famílias de todos os estilos e tribos, para mostrar o que há de melhor na economia criativa do nosso Estado. Arte, Cultura, Designers, Decoração e Jardinagem sempre estão presentes onde a Feira chega.

 

A ideia  converge com a “pegada” de sustentabilidade e valorização dos produtos locais que o evento traz em sua essência. O projeto resulta artisticamente na troca de saberes e do conhecimento estético, na democratização do acesso às diferentes camadas da população; na difusão da cultura de diferentes povos e regiões, na fruição entre artistas e plateia. No estímulo à produção cultural local, a difusão dos produtos de outros territórios, a cooperação ente os artistas brasileiros e estrangeiros e órgãos institucionais para o desenvolvimento de uma proposta plural e democrática.

 

As ações visam programar espetáculos e oficinas que estimulem a liberdade criativa, que proporcione espaço para as diversas identidades e manifestações culturais, que fortaleça a promoção e difusão artístico-cultural de diversos povos contribuindo para democratização do acesso ao patrimônio material e imaterial.

 

 

 

Sobre o Ecléticos Livre Festival:

A segunda edição do Projeto Ecléticos Livre Festival vai acontecer nos dias 26 e 27/08 (sábado e domingo), de 15h às 21h, no Parque do Cocó, em Fortaleza. O evento plural e eclético, como o nome mesmo sugere, conta com a parceria da Enel, apoio institucional da Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará, apoio da Cagace, coprodução da lluca Design de Ideias, realização da WM Cultural e apoio cultural do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria de Cultura. Com acesso gratuito, o festival tem como temática este ano a “Música, Criatividade e Cultura Digital”, apresentando estéticas musicais para os mais variados gostos.

 

Programação artística do  II Ecléticos Livre Festival

Dia 26/08 (sábado)

17h – Homenagem a Belchior com  Cadillac Dinossauros (PR) + Daniel Peixoto (CE) + Jord Guedes (CE)

18h20- Coletivo Maloqueria (CE)

19h40 – Jaloo (PA)

21h – Banda Pimenta Malagueta (CE)

Dj Convidado: Léo Teruz

.

Dia 27/08 (domingo)

17h –  Felipe de Paula (CE) convida Mestres do Samba (CE)

18h20 –  Mel Mattos (CE) convida  Daniel Groove (CE)

19h40 –  Jesuton (UK)

21h – Banda Soulpop (CE)

Dj Convidada: Betty Silvério.

 

 

Programação de Ações Formativas: 

 

Palestra 1

Data: 27 de agosto de 2017

Horário: 14h

Local: Auditório do Parque do Cocó

Palestra: Sucesso, direitos e deveres no digital.

Palestrante: Isabel Maringo

Sobre a palestrante: “Há 20 anos no mercado da música, apaixonada pelo trabalho, experiência em Direitos, Sincronização e Distribuição Digital, segue como Gerente de Negócios na Onerpm, uma empresa jovem e cheia de desafios ”

 

Palestra 2

Data: 27 de agosto de 2017

Horário: 15h30

Local: Auditório do Parque do Cocó

Palestra: O papel do editor musical na carreira do artista, mediante as tendências das novas formas de consumo musical.

Palestrante: Alexandre Sarthou

Sobre o palestrante: Advogado com graduação também em Administração. Atua por mais de 21 anos em várias empresas do mercado fonográfico, como por exemplo EMI Music, Deck Disc e Som Livre. Nesta última, exerce o cargo de Gerente da Editora Musical. Tem experiência em várias áreas do setor, com Ênfase no licenciamento de fonogramas, marcas e direitos autorais, tanto na prospecção como na gestão de catálogo de compositores brasileiros e estrangeiros.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

II Ecléticos Livre Festival divulga programação artística  

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

16 de agosto de 2017

Com atrações plurais, o festival se firma no calendário cultural da cidade para além do entretenimento e trazendo temáticas dentro das diretrizes da sustentabilidade, acessibilidade e mobilidade como, por exemplo, ações de oferta gratuita de ônibus e distribuição de mudas.

 

Em com parceria da Enel, apoio institucional da  Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará, apoio da Cagace, coprodução da lluca Design de Ideias, realização da WM Cultural e apoio cultural do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria de Cultura o II Ecléticos divulga a programação artística completa. São vários artistas e estéticas musicais que sobem ao palco para celebrar a arte.

A programação do sábado (26) começa com uma banda de rock do sul do país, uma cantora e um cantor, ambos cearenses, vão apresentar um show exclusivo contextualizando diferentes gêneros e ritmos de forma sintética, contando com um repertório diversificado a partir das músicas autorais e versões do saudoso Belchior. São a Banda Cadillac Dinossauros (PR), Daniel Peixoto (CE) e Jord Guedes (CE)  que fazem essa homenagem a partir das 17h. Às 18h20 o  Coletivo Maloqueria mostra toda a força do movimento hip hop no Ceará.

Formado por Andrézão GDS, Padêro MC e Yuri Crod o Coletivo conquistou respeito na cena autoral cearense e é exemplos dessa força de superação individual, que caracteriza o povo cearense, o povo nordestino, o nosso povo brasileiro.

 

Um dos artistas mais ecléticos da cena contemporânea musical brasileira também está no festival. Jaloo faz música pop, eletrônica e experimental, mas que não parece com nada do que se espera dessas definições e também compõe, canta, interpreta, remixa, arranja e produz. O artista apresenta seu último trabalho #1, a partir das 19h40.

 

Encerrando a noite, a banda Pimenta Malagueta retorna à cena musical com toda força. Relembrando o  axé dos anos 90 mostrando que o ritmo  está mais ávido do que nunca,  a cantora Verônica Sobreira que comanda a banda,  realiza o show “Todos os cantos em uma só voz”,  convidando a ex-vocalista da Banda Mel,   Alôbened Airam.

No domingo (27), a partir das 17h, a programação começa com samba. O cantor cearense Felipe de Paula apresenta o show “Meu quintal”, que é resultado da pesquisa dos sambas que perpassam por sua memória e sua formação espontânea nas rodas de samba da cidade de Fortaleza. Para isso, o cantor convidou os Mestres do Samba da cena local Kildare Ferreira e Messias de Castro.

 

Em seguida, às 18h 20, Mel Mattos sobe ao palco do II Ecléticos Livre Festival no dia 27 (domingo), cantando as músicas do álbum Démodé?!. A cantora também convida Daniel Groove (CE), cantor e compositor que teve seu álbum Giramundo eleito o melhor de MPB no Prêmio Dynamite 2014. As Canções e as referências de Groove, assim como as de Mel Mattos, são um mosaico de várias vertentes da música brasileira e passeia pelo rock, pelo brega e pela MPB.  Esse encontro musical será também uma maneira de reverenciar a nova MPB ‘made in ceara’. 

 

Às 19h40, Jesuton, o fenômeno que encantou o Brasil com sua voz poderosa, reuniu um time de peso para mostrar que ainda tem muito mais para oferecer.  A cantora londrina apresenta o show do seu álbum autoral HOME (2017), que tem produção assinada pelo reverenciado Mario Caldato Jr. e revela uma compositora com sensibilidade para nos levar em uma jornada de idas e voltas.

 

Encerrando o festival, a Banda Soulpop faz um show com os grandes sucessos do pop rock nacional.

 

Nos dois de programação, a música eletrônica também anima o público com os dj’s Léo Teruz (sábado, 26) e Betty Silvério (domingo, 27).

 

 

 

Sobre o Ecléticos Livre Festival

O nome “eclético” quer dizer  “aquele que é partidário de diversas formas de conduta ou opinião, aquele que aprecia diversos tipos de música, de comidas, de leituras etc. É aquele que é partidário do ecletismo. É um termo de origem grega “eklekticós”, que significa aquele que escolhe. O evento  propõe fortalecer os espaços de multiconvivência através da fruição cultural, por isso, a escolha do Parque do Cocó, revitalizado pensando para a acessibilidade; mobilidade urbana, e oferecendo rotas de ônibus totalmente gratuitas  para o público.

 

O projeto resulta artisticamente na troca de saberes e do conhecimento estético, na democratização do acesso às diferentes camadas da população; na difusão da cultura de diferentes povos e regiões, na fruição entre artistas e plateia. No estímulo à produção cultural local, a difusão dos produtos de outros territórios, a cooperação ente os artistas brasileiros e estrangeiros e órgãos institucionais para o desenvolvimento de uma proposta plural e democrática. As ações visam programar espetáculos e oficinas que estimulem a liberdade criativa, que proporcione espaço para as diversas identidades e manifestações culturais, que fortaleça a promoção e difusão artístico-cultural de diversos povos contribuindo para democratização do acesso ao patrimônio material e imaterial.

 

Programação II Ecléticos Livre Festival

Dia 26/08 (sábado)

17h – Homenagem a Belchior com Cadillac Dinossauros (PR) + Daniel Peixoto (CE) + Jord Guedes (CE)

18h20- Coletivo Maloqueria (CE)

19h40 – Jaloo (PA)

21h – Banda Pimenta Malagueta (CE)

Dj Convidado: Léo Teruz

 

Dia 27/08 (domingo)

17h –  Felipe de Paula (CE) convida Mestres do Samba (CE)

18h20 –  Mel Mattos (CE) convida  Daniel Groove (CE)

19h40 –  Jesuton (UK)

21h – Banda Soulpop (CE)

Dj Convidada: Betty Silvério.

 

Serviço:

II Ecléticos Livre Festival – Música l Criatividade l Cultura Digital

Quando: 26 e 27 de agosto de 2017

Local: Parque do Cocó

Horário: 17h às 21h

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Novo clipe do single “Disfarçando a dois”, da cantora Mel Mattos, apresenta textura vintage

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

15 de agosto de 2017

 

Gravado no foyer do luxuoso Theatro José de Alencar, no clipe do  single “Disfarçando a dois” do álbum Démodé?!, a cantora Mel Mattos traz todo o requinte de uma composição assinada por Kleber Pereira, contando a história de um romance que tenta superar os obstáculos do cotidiano.

 

A atuação da cantora mostra o drama de uma diva da música na Era de Ouro do Rádio que, mesmo com seu status, não estava livre da ilusão de um relacionamento sufocado pelos conflitos, mas que ainda não perdera a esperança de ser mágico como todo começo, parafraseando a própria letra da música, que “propõe fantasias”. Por isso, na tentativa de superar o caos do dia a dia, a personagem coloca em cheque a atitude disfarçar a dois, para salvar um grande amor.

 

Apresentado elementos em cena que vão desde o figurino da cantora até a banda que lhe acompanha, incluído o charme do baixo acústico, as imagens foram captadas em P&B com uma textura que nos leva à década de 40.

 

O clipe tem direção, roteiro e produção de Dado Fernandes e já está disponível em todas as plataformas digitais como Spotfy, Deezer,  iTunes e Youtube.

 

Mais:

Dentro da proposta do título do álbum (“Démodé?!”), a cantora Mel Mattos aborda nos clipes dos singles a temporalidade, sempre trazendo referências de época, a exemplo de “Pensando Só” que se passa na década de 60.

 

O clipe ganhou repercussão nacional em um dos maiores canais especializados em indústria musical, o Billboard Brasil, também conhecido como “A Bíblia da Música”.

 

  II Ecléticos Livre FestivalMel Mattos sobe ao palco do II Ecléticos Livre Festival no dia 27 (domingo), cantando as músicas do álbum Démodé?!. A cantora também convida Daniel Groove (CE), cantor e compositor que teve seu álbum Giramundo eleito o melhor de MPB no Prêmio Dynamite 2014. As Canções e as referências de Groove, assim como as de Mel Mattos, são um mosaico de várias vertentes da música brasileira e passeia pelo rock, pelo brega e pela MPB.  Esse encontro musical será também uma maneira de reverenciar a nova MPB ‘made in ceara’.   

Sobre o Ecléticos Livre Festival:

 

A segunda edição do Projeto Ecléticos Livre Festival vai acontecer nos dias 26 e 27/08 (sábado e domingo), de 15h às 21h, no Parque do Cocó, em Fortaleza. O evento plural e eclético, como o nome mesmo sugere, conta com a parceria da Enel, apoio institucional da  Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará, apoio da Cagace, coprodução da lluca Design de Ideias, realização da WM Cultural e apoio cultural do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria de Cultura. Com acesso gratuito, o festival tem como temática este ano a “Música, Criatividade e Cultura Digital”, apresentando estéticas musicais para os mais variados gostos.

 

O “Ecléticos” tem como proposta, a renovação e  ressignificação da relação com o espaço urbano, com a cidadania, com a formação de novas plateias e com a valorização da cultura cearense, tendo como diferencial o diálogo com temas transversais como meio ambiente, ações de consciência ambiental e atividades voltadas à sustentabilidade, acessibilidade e mobilidade urbana.

 

O Projeto Ecléticos Livre Festival já conquistou seu público cativo. Prova disso é o expressivo número de oito mil participantes da primeira edição e a adesão e empatia da população e da mídia local. Segundo o organizador, William Mendonça,o festival tem como objetivo consolidar, na medida em que dá início à integração desses vários equipamentos culturais e sociais, a criação e ocupação de forma plural e eclética. “A meta é trabalhar a acessibilidade, mobilidade e sustentabilidade na cidade, atraindo público para reflexão e para a atitude de  responsabilidade social, tendo como  proposta um  grande encontro de artistas e plateias de diferentes estéticas da música brasileira”, declara.

  Serviço:

II Ecléticos Livre Festival – Música l Criatividade l Cultura Digital

Quando: 26 e 27 de agosto de 2017

Local: Parque do Cocó

Horário: 17h às 21h

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

II Ecléticos Livre Festival acontece nos dias 26 e 27 de agosto, no Parque do Cocó, e anuncia  atrações confirmadas

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

03 de agosto de 2017

 

Em sua 2ª edição, o Festival agrega shows de artistas locais e nacionais, ações formativas e também promove reflexão de temas transversais como sustentabilidade, acessibilidade e mobilidade urbana.

 

A segunda edição do Projeto Ecléticos Livre Festival vai acontecer nos dias 26 e 27/08 (sábado e domingo), de 15h às 21h, no Parque do Cocó, em Fortaleza. O evento plural e eclético, como o nome mesmo sugere, conta com a parceria da Enel, apoio institucional da  Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará, apoio da Cagace, coprodução da lluca Design de Ideias, realização da WM Cultural e apoio cultural do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria de Cultura. Com acesso gratuito, o festival tem como temática este ano a “Música, Criatividade e Cultura Digital”, apresentando estéticas musicais para os mais variados gostos.

 

O “Ecléticos” tem como proposta, a renovação e  ressignificação da relação com o espaço urbano, com a cidadania, com a formação de novas plateias e com a valorização da cultura cearense, tendo como diferencial o diálogo com temas transversais como meio ambiente, ações de consciência ambiental e atividades voltadas à sustentabilidade, acessibilidade e mobilidade urbana.  As atrações Jaloo (PA) e Jesuton (UK) já estão confirmadas e fazem show dias 26 e 27, respectivamente. Uma banda de rock do sul do Brasil, uma cantora e um cantor, ambos cearenses, vão apresentar um show exclusivo nesta edição do Ecléticos, contextualizando diferentes gêneros e ritmos de forma sintética, contando com um repertório diversificado, a partir de músicas autorais e versões do saudoso Belchior. Um show provocante e vigoroso. Dividem o palco para esta homenagem: Banda Cadillac Dinossauros (PR), Daniel Peixoto (CE) e Jord Guedes (CE).A banda que animou as micaretas e carnavais cearenses nos anos 90 está de volta. Pimenta Malagueta se apresenta no sábado (26) com os clássicos do axé.  Ainda no  mesmo dia tem a participação do DJ Léo Teruz. No domingo (27), é a vez da Banda Soulpop (CE) e da DJ Beth Silvério. Uma troca musical interessante. Mel Mattos (CE), que lançou recentemente o álbum Démodé?! e o clipe do single “Pensando Só” ganhou repercussão nacional em um dos maiores canais especializados em indústria musical, o Billboard Brasil, também conhecido como “A Bíblia da Música”, convida  Daniel Groove (CE).  O cantor e compositor teve seu álbum Giramundo eleito o melhor de MPB no Prêmio Dynamite 2014. As Canções e as referências de Groove, assim como as de Mel Mattos, são um mosaico de várias vertentes da música brasileira e passeia pelo rock, pelo brega e pela MPB.  Esse encontro musical será também uma maneira de reverenciar a nova MPB ‘made in ceara’. 

Todas as ações terão acesso facilitado, censura livre e serão gratuitas. A ocupação pública do Parque do Cocó será garantida pela oferta de transporte gratuito, em parceria com a  Rede Cuca, com duas rotas durante os dois dias de evento: uma saindo do Cuca Barra e outra do Cuca Mondubim, passando pelo Cuca Jangurussu, com destino ao evento.

 

O Projeto Ecléticos já conquistou seu público cativo. Prova disso é o expressivo número de oito mil participantes da primeira edição e a adesão e empatia da população e da mídia local. Segundo o organizador, William Mendonça, o festival tem como objetivo consolidar, na medida em que dá início à integração desses vários equipamentos culturais e sociais, a criação e ocupação de forma plural e eclética. “A meta é trabalhar a acessibilidade, mobilidade e sustentabilidade na cidade, atraindo público para reflexão e para a atitude de  responsabilidade social, tendo como  proposta um  grande encontro de artistas e plateias de diferentes estéticas da música brasileira”, declara.

Em breve será divulgada a programação completa do evento, incluído ações formativas.

 

Sobre o Ecléticos Livre Festival

O nome “eclético” quer dizer  “aquele que é partidário de diversas formas de conduta ou opinião, aquele que aprecia diversos tipos de música, de comidas, de leituras etc. É aquele que é partidário do ecletismo. É um termo de origem grega “eklekticós”, que significa aquele que escolhe. O evento  propõe fortalecer os espaços de multiconvivência através da fruição cultural, por isso, a escolha do Parque do Cocó, revitalizado pensando para a acessibilidade; mobilidade urbana, e oferecendo rotas de ônibus totalmente gratuitas  para o público.

O projeto resulta artisticamente na troca de saberes e do conhecimento estético, na democratização do acesso às diferentes camadas da população; na difusão da cultura de diferentes povos e regiões, na fruição entre artistas e plateia. No estímulo à produção cultural local, a difusão dos produtos de outros territórios, a cooperação ente os artistas brasileiros e estrangeiros e órgãos institucionais para o desenvolvimento de uma proposta plural e democrática. As ações visam programar espetáculos e oficinas que estimulem a liberdade criativa, que proporcione espaço para as diversas identidades e manifestações culturais, que fortaleça a promoção e difusão artístico-cultural de diversos povos contribuindo para democratização do acesso ao patrimônio material e imaterial.

 

 

Serviço:

II Ecléticos Livre Festival – Música l Criatividade l Cultura Digital

Data: 26 e 27 de agosto de 2017

Local: Parque do Cocó

Horário: 15h às 21h

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

II Ecléticos Livre Festival acontece nos dias 26 e 27 de agosto, no Parque do Cocó, e anuncia  atrações confirmadas

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

03 de agosto de 2017

 

Em sua 2ª edição, o Festival agrega shows de artistas locais e nacionais, ações formativas e também promove reflexão de temas transversais como sustentabilidade, acessibilidade e mobilidade urbana.

 

A segunda edição do Projeto Ecléticos Livre Festival vai acontecer nos dias 26 e 27/08 (sábado e domingo), de 15h às 21h, no Parque do Cocó, em Fortaleza. O evento plural e eclético, como o nome mesmo sugere, conta com a parceria da Enel, apoio institucional da  Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará, apoio da Cagace, coprodução da lluca Design de Ideias, realização da WM Cultural e apoio cultural do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria de Cultura. Com acesso gratuito, o festival tem como temática este ano a “Música, Criatividade e Cultura Digital”, apresentando estéticas musicais para os mais variados gostos.

 

O “Ecléticos” tem como proposta, a renovação e  ressignificação da relação com o espaço urbano, com a cidadania, com a formação de novas plateias e com a valorização da cultura cearense, tendo como diferencial o diálogo com temas transversais como meio ambiente, ações de consciência ambiental e atividades voltadas à sustentabilidade, acessibilidade e mobilidade urbana.  As atrações Jaloo (PA) e Jesuton (UK) já estão confirmadas e fazem show dias 26 e 27, respectivamente. Uma banda de rock do sul do Brasil, uma cantora e um cantor, ambos cearenses, vão apresentar um show exclusivo nesta edição do Ecléticos, contextualizando diferentes gêneros e ritmos de forma sintética, contando com um repertório diversificado, a partir de músicas autorais e versões do saudoso Belchior. Um show provocante e vigoroso. Dividem o palco para esta homenagem: Banda Cadillac Dinossauros (PR), Daniel Peixoto (CE) e Jord Guedes (CE).A banda que animou as micaretas e carnavais cearenses nos anos 90 está de volta. Pimenta Malagueta se apresenta no sábado (26) com os clássicos do axé.  Ainda no  mesmo dia tem a participação do DJ Léo Teruz. No domingo (27), é a vez da Banda Soulpop (CE) e da DJ Beth Silvério. Uma troca musical interessante. Mel Mattos (CE), que lançou recentemente o álbum Démodé?! e o clipe do single “Pensando Só” ganhou repercussão nacional em um dos maiores canais especializados em indústria musical, o Billboard Brasil, também conhecido como “A Bíblia da Música”, convida  Daniel Groove (CE).  O cantor e compositor teve seu álbum Giramundo eleito o melhor de MPB no Prêmio Dynamite 2014. As Canções e as referências de Groove, assim como as de Mel Mattos, são um mosaico de várias vertentes da música brasileira e passeia pelo rock, pelo brega e pela MPB.  Esse encontro musical será também uma maneira de reverenciar a nova MPB ‘made in ceara’. 

Todas as ações terão acesso facilitado, censura livre e serão gratuitas. A ocupação pública do Parque do Cocó será garantida pela oferta de transporte gratuito, em parceria com a  Rede Cuca, com duas rotas durante os dois dias de evento: uma saindo do Cuca Barra e outra do Cuca Mondubim, passando pelo Cuca Jangurussu, com destino ao evento.

 

O Projeto Ecléticos já conquistou seu público cativo. Prova disso é o expressivo número de oito mil participantes da primeira edição e a adesão e empatia da população e da mídia local. Segundo o organizador, William Mendonça, o festival tem como objetivo consolidar, na medida em que dá início à integração desses vários equipamentos culturais e sociais, a criação e ocupação de forma plural e eclética. “A meta é trabalhar a acessibilidade, mobilidade e sustentabilidade na cidade, atraindo público para reflexão e para a atitude de  responsabilidade social, tendo como  proposta um  grande encontro de artistas e plateias de diferentes estéticas da música brasileira”, declara.

Em breve será divulgada a programação completa do evento, incluído ações formativas.

 

Sobre o Ecléticos Livre Festival

O nome “eclético” quer dizer  “aquele que é partidário de diversas formas de conduta ou opinião, aquele que aprecia diversos tipos de música, de comidas, de leituras etc. É aquele que é partidário do ecletismo. É um termo de origem grega “eklekticós”, que significa aquele que escolhe. O evento  propõe fortalecer os espaços de multiconvivência através da fruição cultural, por isso, a escolha do Parque do Cocó, revitalizado pensando para a acessibilidade; mobilidade urbana, e oferecendo rotas de ônibus totalmente gratuitas  para o público.

O projeto resulta artisticamente na troca de saberes e do conhecimento estético, na democratização do acesso às diferentes camadas da população; na difusão da cultura de diferentes povos e regiões, na fruição entre artistas e plateia. No estímulo à produção cultural local, a difusão dos produtos de outros territórios, a cooperação ente os artistas brasileiros e estrangeiros e órgãos institucionais para o desenvolvimento de uma proposta plural e democrática. As ações visam programar espetáculos e oficinas que estimulem a liberdade criativa, que proporcione espaço para as diversas identidades e manifestações culturais, que fortaleça a promoção e difusão artístico-cultural de diversos povos contribuindo para democratização do acesso ao patrimônio material e imaterial.

 

 

Serviço:

II Ecléticos Livre Festival – Música l Criatividade l Cultura Digital

Data: 26 e 27 de agosto de 2017

Local: Parque do Cocó

Horário: 15h às 21h

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti