Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Livraria Cultura

6º COMTEXTO INOVA MUNDO DISCUTE COMUNIDADES DIGITAIS NA LIVRARIA CULTURA

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

22 de outubro de 2018

 

A sexta edição do ComTexto Inova Mundo, acontece nesta quinta-feira, 25, às 18h30, no Auditório da Livraria Cultura. O encontro tem como tema Comunidades Digitais: Sociedade, Tecnologia e Mercado e terá como convidados os jornalistas Felipe Dummar (O POVO Online), Joanice Sampaio (Papo Cult), Izakeline Ribeiro (Sabores da Cidade) e mediação da jornalista Neila Fontenele ( O POVO). As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas pelo link https://goo.gl/H4Ys2k

O evento discutirá além de entrega  e compartilhamento de conhecimento, o protagonismo dos meios de geração e difusão de informações – influenciados por fenômenos como fake news, mecanismos de buscas, coleta de dados e toda uma realidade própria do mundo digital, objetivando discutir esses temas de maneira mais profunda e para imaginar novos caminhos.

 

 Serviço

6º ComTexto Inova Mundo – Comunidades Digitais: Sociedade, Tecnologia e Mercado

Evento Gratuito

Data: 25/10/2018

Horário: 18:30 às 21:00

Local: Auditório Livraria Cultura

Endereço: Av. Dom Luís, 1010, Aldeota

Inscrições aqui: https://goo.gl/H4Ys2k

Informações:

institutoinovamundo@gmail.com

Whatsapp: 85 9.8724-0122

www.inovamundo.com.br

Publicidade

Palestra relaciona gestão, resultado e potencial humano com base no modelo Lean, próximo dia 28 de agosto, na Livraria Cultura

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

14 de agosto de 2018

 

 

Transformar a realidade das organizações, fomentar resultados e melhor aproveitar o potencial humano. Estas são algumas das características e objetivos do sistema Lean, uma filosofia de gestão inspirada em práticas e resultados do Sistema Toyota de Produção. Que tal adentrar nesse mundo de conhecimento e poder levar para sua empresa todas as práticas desse sistema? Foi pensando nessa possibilidade que o administrador, consultor organizacional e sócio-diretor da Core-B direcionamento em gestão, Artur Róseo, realizará a palestra “Lean: gestão e atitude”, próximo dia 28 de agosto, na Livraria Cultura.

 

Róseo, com experiência de mais de 20 anos em gestão e com certificação em processos pela ABPMP Internacional, resolveu trazer para o Ceará todo o sucesso da palestra que já é realizada em diversos Estados do Brasil. “Ao longo das últimas décadas, organizações de praticamente todos os setores têm usado Lean como meio fundamental. O interesse é crescente, novas técnicas e experiências continuam a serem desenvolvidas e compartilhadas e isso tem permitido que o aprendizado seja cada vez mais rápido e efetivo. Trata-se de um corpo de conhecimento cuja essência é a capacidade de eliminar desperdícios continuamente e resolver problemas de maneira sistemática.

 

O Lean, nos anos 90, apresentou às organizações contribuições ao campo do sistema de produção eficiente, ferramentas de melhoria contínua e comportamentos voltados à produtividade. Em sua dissertação de mestrado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Róseo defende que estudos sobre o Lean não só devem estar relacionados a eficiência de produção nem somente a comportamentos. As abordagens Lean devem estar voltadas ao aprendizado organizacional, liderança e qualidade de vida no trabalho, pois o assunto no Brasil é percebido ainda como inovador, deixando várias lacunas e oportunidades de pesquisa com relação ao recurso humano. O resultado está diretamente ligado a repensar a maneira como se lidera, gerencia e desenvolve pessoas. “É por meio do pleno engajamento das pessoas, envolvidas com o trabalho, que se consegue vislumbrar oportunidades de melhoria, eliminando qualquer perda que venha aumentar custos e fortalecendo ganhos sustentáveis”, disse ele. O empresário explica, ainda, que toda iniciativa Lean precisa estar embasada em propósitos claramente definidos e orientados à criação de valor para o cliente (1º princípio Lean). “A partir dessa necessidade, estabelece-se uma relação com as mudanças requeridas nos processos e na maneira como o trabalho está organizado. Novos processos tornam explícitas lacunas de métodos, conhecimento e habilidades, criando oportunidades direcionadas para se ampliar, cada vez mais, os resultados das organizações”.

 

 

O evento, a partir das 19 horas, será para convidados e por inscrição pelo link: http://bit.ly/LEANCOREB , com vagas limitadas. A ideia surgiu no final de 2017, quando Artur resolveu montar sua própria consultoria com o mestre e precursor do Lean no Ceará e sócio na Core-B, Gil Brasil. “Como passei algum tempo com clientes fora do estado (a maioria em, São Paulo, Pernambuco, Minas Gerais, Bahia Belém e interior do Ceará) e, agora, retornando, a ideia da palestra surgiu com o objetivo de me apresentar ao mercado e apresentar lacunas pouco abordadas sobre o Lean, demonstrando autoridade, pioneirismo e autenticidade no assunto”, utilizado por empresas em todo o mundo, como Toyota, Mercedes, Bosch, Philips, Jonhson & Jonhson, GM, Volkswagen, Ford entre outras.

CORE-B Direcionamento em Gestão – Na busca por uma marca que representasse o principal objetivo da empresa, o nome foi escolhido a partir de um termo inglês, Core Business, muito conhecido pelas organizações e que significa: “a parte principal de um determinado negócio” ou o “coração do negócio”.

 

Daí nasceu a Core-B Direcionamento em gestão, uma empresa que veio para apoiar organizações que buscam resultado, trabalhando estrategicamente o seu Core Business. Iniciou suas atividades em de Janeiro de 2018, fazendo parte de um segmento de empresas que facilitam com que as organizações de diversos setores alcancem a sua razão de existir, ou seu core, por meio de metodologias robustas e modelos renomados de gestão, que tem como principal direcionador: O resultado com o foco do cliente. A CORE-B vem mostrar, também, que metodologias de ponta e atemporais estão ao alcance de organizações de todos os portes e não somente as grandes ou àquelas detentoras de maiores recursos.

 

 

 

SERVIÇO

Palestra “Lean: gestão e atitude”

Dia: 28 de agosto de 2018

Horário: 19 horas

Local: Livraria Cultura

Inscrição: http://bit.ly/LEANCOREB

Publicidade

Duetos Club promove show infantil gratuito em livraria de Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

03 de julho de 2018

 

A Duetos Escola de Música realiza, nessa quinta-feira (5), um concerto infantil que vai agradar espectadores de todas as idades. Trata-se da primeira edição da Jam Kids Session, apresentação musical que acontecerá no Auditório da Livraria Cultura, a partir das 19h30, e reúne o talento de cerca de 20 alunos da escola.

Os pequenos artistas, que têm de 5 a 12 anos, apresentarão um repertório especial que traz músicas de nomes como Anavitória, Tiago Iorc, Shawn Mendes e Maroon 5, além de clássicos da nossa Música Popular Brasileira. O acesso ao show é gratuito, mas o espaço é sujeito a lotação – então vale chegar cedo e garantir um bom lugar para prestigiar a criançada.

Serviço – Jam Kids Session

Data: 05 de julho

Horário: 19h30
Local: Livraria Cultura – Galeria Varanda Mall – Av. Dom Luís, 1010, loja 8
Telefone: (85) 4141.4909
Acesso gratuito

Publicidade

Livraria Cultura e Fnac Brasil fazem promoção no Carnaval com descontos de até 50%

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

05 de Fevereiro de 2018

Destacam-se no Carnaval de Ofertas livros, filmes, música, games, brinquedos, smartphones, TVs, notebooks, câmeras, eletroportáteis e papelaria

 

A Livraria Cultura e a Fnac Brasil promovem, entre os dias 1 e 14 de fevereiro, em todas as lojas, seu Carnaval de Ofertas. Os clientes poderão encontrar promoção em séries de TV, que estão com descontos de até 50%. Em livros, os descontos são de 15% nas duas redes. No caso dos filmes, é possível comprar três produtos pelo preço de dois. Em música, toda a categoria  de CD´s está com 40% de desconto. Já nos games (games de console e PC), os descontos chegam a 20% – exceto consoles e periféricos. No caso da papelaria, os descontos são de 20%.

Para quem prefere curtir o Carnaval se divertindo em casa, a Cultura tem oferta nos jogos de tabuleiro. Na compra de um produto o desconto é de 15%, na compra de dois sobe para 25% e caso o cliente compre três jogos, o desconto progressivo alcança 35%.

 

Para alegria dos pequenos, na Fnac, todo o setor de brinquedos está com 20% de desconto. Ainda na Fnac, em eletroportáteis, também destacam-se a cafeteira Nespresso Inissia, que baixou de  R$ 399,00 para  R$ 249,00. Já o Robô Aspirador de pó Deebot Mini com WI-FI 3 em 1 está com 25% de desconto, de  R$ 1.999,00 por  R$ 1.499,00.

 

As ofertas de notebooks chegam a quase 30% de desconto, o computador Lenovo Ideapad 320 FULL HD 15.6 CORE I7-7500U 8GB 1TB placa de vídeo 2GB NVIDIA 940MX, sai de  R$ 4.199,00  por  R$ 2.999,00. Já o notebook Gamer Dell Inspiron I15-7567-A10P I5-7300HQ 8GB 1TB PDV 4GB GTX1050 tela 15.6` TN FHD W10 sai de R$ 5.629,00 por R$ 3.999,00.

 

Na categoria de smartphones, o Samsung  Galaxy J5 Pro 32GB sai de R$ 1.299,00 por R$ 899,10 à vista com 30% de desconto.  O smartphone Moto Z2 Play também está com super oferta de R$ 1999,00 por R$ 1499,00 à vista ou em dez vezes de R$ 169,90.

 

Nas câmeras, a Canon Câmera semiprofissional EOS Rebel T6 WI-FI 18MP sai de R$ 2.499,99 por R$ 1.599,00, com 36% de desconto. Já a Gopro Hero 5 Black está por R$ 1.799,00, com a possibilidade de parcelamento em até 10 vezes sem juros.

 

Sobre a Cultura/Fnac Brasil – Cultura é o que nos une

Criada em 1947 por Eva Herz, em São Paulo, a Livraria Cultura celebrou em 2017 70 anos de atividades. Em julho último adquiriu a Fnac no Brasil, passando a ter uma rede de 29 lojas físicas em diferentes regiões do país e cerca de 2 mil funcionários. Em dezembro de 2017, comprou a Estante Virtual, plataforma online que é líder em marketplace de livros na América Latina.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Dotz tem diversas opções de produtos para Volta às Aulas

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

26 de Janeiro de 2018

Trocar os Dotz por itens escolares é uma boa opção na hora de economizar

Neste início de ano e com a proximidade da volta às aulas, a Dotz, programa de fidelidade líder do varejo brasileiro, está com diversos produtos disponíveis para troca no Catálogo, como apontadores, borrachas, cadernos, canetas, lápis de cor, massas de modelar e até mesmo mochilas. Essa é uma oportunidade para os pais trocarem seus Dotz por itens escolares, sem comprometer o orçamento.

Além disso, há também a opção de fazer as compras para o ano letivo em uma das 200 lojas on-line parceiras e ganhar Dotz, como nas Americanas.com, Submarino, Saraiva, Livraria Cultura, e muitos outros e-commerces. Para garantir o ganho de Dotz, é necessário acessar a página ganheonline.dotz.com.br e escolher a loja online do parceiro desejada. Depois de acumular, é só trocar os Dotz por produtos, passagens aéreas ou até mesmo realizar o pagamento de contas.

Para conferir a relação completa de materiais escolares disponíveis no Catálogo Dotz para troca, é só acessar a página https://www.dotz.com.br/Busca/Categoria.aspx?category=5124.

 

Confira abaixo algumas opções:

Lápis Faber Castell Ecolápis nº2 Preto com 6 Unidades por DZ 2.152

Apontador de Lápis Faber Castell Doodle com Depósito por DZ 2.271

Caderno Universitário Brief Case 96 Folhas Spiral por DZ 2.627

Massa de Modelar Faber Castell Cera 12 Cores por DZ 2.799

Caneta Hidrográfica Faber Castell 12 Cores por DZ 3.254

Massa de Modelar Play Doh com 4 Potes – Hasbro por DZ 4.553

Lápis de Cor Faber Castell EcoLápis 24 Cores Aquarelável Sextavado por DZ 5.667

 

Sobre a Dotz

Com mais de quinze anos de tradição e 23 milhões de clientes, a Dotz é o programa de fidelidade líder do varejo brasileiro. A moeda Dotz, que faz a vida do brasileiro render mais, está presente em 12 praças, 690 cidades e permite que o consumidor ganhe Dotz em diversos lugares, com uma ampla rede de parceiros físicos e online, e depois troque os Dotz por produtos, passagens aéreas e um zilhão de outras coisas. Por segundo são distribuídos cerca de DZ 900, gerando mais de 10 mil trocas por dia.

Em 2009, a empresa canadense LoyaltyOne, gestora do maior programa de fidelidade no modelo de coalizão do mundo, o Air Miles, tornou-se acionista e possui atualmente 37% de participação na Dotz.

Publicidade

Murilo Pascoal palestra sobre a evolução na gestão do Beach Park Entretenimento

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

25 de Janeiro de 2018

A evolução da gestão do Beach Park Entretenimento foi tema de palestra promovida na última quarta-feira (24), pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Ceará (IBEF-Ceará). O evento aconteceu na Livraria Cultura e foi conduzido por Murilo Pascoal, Diretor Geral do Beach Park Entretenimento há 13 anos. Em pauta, o case do parque aquático que se reinventa constantemente e que se consolidou como um dos principais equipamentos turísticos do Brasil, além de originar diversos outros negócios voltados para o entretenimento familiar. “É com esse portfólio, fruto de uma equipe de excelência na gestão de pessoas e produtos, que temos a honra de dividir experiências com o público que acompanha o crescimento e as conquistas do grupo de entretenimento que faz parte da história de todos os cearenses e turistas”, ressalta Murilo.

Sobre o Beach Park Entretenimento

Uma empresa genuinamente cearense, com mais de 30 anos de história, que atua em diversas áreas de lazer e entretenimento. Possui um destino turístico, o Beach Park, localizado na praia do Porto das Dunas, em Aquiraz, uma das opções de lazer mais procuradas pelos turistas, que reúne um parque aquático – o Aqua Park, três resorts, um hotel, dois restaurantes (Restaurante de Praia e Coqueiral Bar e Restaurante) e a Vila Azul do Mar – agradável espaço de convivência e serviços, ambos abertos ao público. O parque aquático, carro-chefe da empresa, conta hoje com 18 grandes atrações entre radicais, moderados e para a família que agradam todo o tipo de público. Superou, em 2016, a marca de um milhão de visitantes, com a inauguração do brinquedo Vaikuntudo, maior toboágua existente na categoria tornado 60 e, em 2017, foi eleito o 2º melhor parque aquático do mundo e o melhor da América Latina pelos usuários do TripAdvisor, na edição do Top 10 do Travelers’ Choice Awards.

Atualmente, o empreendimento oferece mais que um destino de férias e se consolida como um grupo de entretenimento por meio de suas diversas atuações como a Rádio Beach Park; a Revista Onda Beach Park, o Beach Park Studios – estúdio de animação próprio; e o Ceará Show, primeiro espetáculo musical permanente no estado doCeará. Segurança e a responsabilidade ambiental também são prioridades da empresa, tanto que o Beach Park possui o Certificado Americano em Salvamento Aquático, com licença internacional disponibilizado pela companhia Jeff & Ellis Associates, dos Estados Unidos e o Selo ISO22.000 de segurança alimentar. Além disso, a empresa recebeu em 2016, pela segunda vez consecutiva, o reconhecido internacional de gestão ambiental – o selo ISO 14.001, norma adotada por grandes empresas de todo o mundo que tem o compromisso de ampliar os negócios reduzindo o impacto ambiental. E foi reconhecida como uma das melhores empresas para trabalhar do Brasil no ranking 2017 realizado pela empresa global de pesquisa Great Place to Work (GPTW), que realça o comprometimento na gestão de pessoas.

Serviços Beach Park:

Site: www.beachpark.com.br
Blog: http://blog.beachpark.com.br
Face: https://www.facebook.com/BeachParkBrasil
Insta: https://instagram.com/beachpark
Twitter: https://twitter.com/beachpark
Youtube: https://www.youtube.com/user/tvbeachpark

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Carrefour e Magazine Luiza são os novos marketplaces da Livraria Cultura

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

18 de Janeiro de 2018

 

Os sites do Carrefour e do Magazine Luiza são os novos marketplaces da Livraria Cultura em uma operação da rede para a venda de mercadorias no e-commerce. Serão mais de 50 mil produtos, entre livros, CDs, DVDs, games e brinquedos vendidos nas bandeiras. Em 2017, a Livraria Cultura já tinha começado a comercializar seus itens na Cnova (em maio) e na B2W e Mercado Livre (setembro).

Para Sergio Herz, CEO da Livraria Cultura, a iniciativa é estratégica para aumentar a capilaridade do negócio. “Queremos duplicar a participação do e-commerce em nossas vendas, de 30% para 60%. Nossa estratégia é oferecer diferenciais que a concorrência não têm, tanto em termos de catálogo, como em serviços, atendimento, preço e multicanalidade com serviços totalmente integrados às lojas físicas.”

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Livraria Cultura é a nova proprietária da Estante Virtual

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

26 de dezembro de 2017

É com satisfação que a Livraria Cultura anuncia a compra da plataforma online Estante Virtual, líder em marketplace de livros na América Latina. A aquisição desta empresa de e-commerce, com 4 milhões de clientes
cadastrados e 17,5 milhões de livros vendidos, vem ao encontro do atual movimento de expansão da Livraria Cultura, iniciado com a aquisição da Fnac no Brasil, em julho de 2017.

Criada em 2005 pelo empresário carioca André Garcia, a Estante Virtual inovou ao se apresentar no mercado como um portal de venda de livros novos, seminovos e usados – incluídos os raros e esgotados -, conectando de forma inédita sebos, livreiros e leitores de todas as regiões do País.

Do ponto de vista de conceito do negócio, a plataforma transformou-se num importante instrumento de bibliodiversidade ao fazer chegar livros de todos os gêneros aos destinos mais remotos do país. Do ponto de vista de
eficiência do negócio, conseguiu estabelecer uma política de preços atraente, em transações reconhecidamente seguras.

“As práticas da Estante convergem com os valores da Cultura, uma empresa que começou sua história justamente alugando livros novos e usados, como quis minha avó, Eva Herz. Hoje, mais do que nunca, acreditamos na importância de propagar a cultura do reuso no país. E, através dela, contribuir ainda mais com a democratização do conhecimento, algo que já fazemos não só nos canais de venda, mas também com eventos, publicações, teatros, projetos culturais”, explica Sergio Herz, CEO da Livraria Cultura e da Fnac Brasil. “Ao mesmo tempo, a Estante é uma empresa com foco em tecnologia e inovação, também dois dos pilares mais importantes da Cultura, tanto em seus sites quanto em suas lojas”.

Conforme André Garcia, fundador da Estante Virtual, a união entre as duas empresas traz uma série de possibilidades novas: “A Cultura é uma empresa que compartilha de todos os ideais nos quais a Estante foi
fundada, entre eles, a bibliodiversidade e o mais profundo respeito com seus parceiros comerciais. Tenho total tranquilidade de que serão os melhores sucessores que poderiam existir para o legado que construí, nesses 12 anos à frente da Estante Virtual.”

Ao comemorar 70 anos, a Livraria Cultura insere mais esta aquisição nas suas metas de expansão do e-commerce, projetando um aumento de mais 60 % das transações online nos próximos 2 anos. E, mesmo abrindo o seu portfólio para produtos eletrônicos e tecnológicos, com a incorporação da rede Fnac, reforça o compromisso com o produto que está na origem da sua história: o livro. “A partir de agora, Livraria Cultura e Estante Virtual seguirão juntas”, resume Sergio Herz.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

[GRATUITO] Duetos Escola de Música apresenta especial Sandy & Junior na Livraria Cultura

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

29 de novembro de 2017

Cerca de 20 talentos da Duetos Escola de Música apresentam o especial Sandy & Junior na próxima sexta-feira (1º) no auditório da Livraria Cultura, em Fortaleza

 

Músicas que fizeram sucesso nos anos 1990 e 2000 nas vozes dos irmãos Sandy & Junior serão apresentadas nesta sexta-feira (1º), na Livraria Cultura, pelos talentos da Duetos Escola de Música. Em um especial gratuito, cerca de 20 integrantes da Duetos vão relembrar sucessos da dupla que iniciou a carreira ainda criança, com apenas 5 anos de idade. Hits inesquecíveis como “Era Uma Vez”, “Imortal”, “As Quatro Estações”, entre tantas outras canções que marcaram época e a adolescência de muitas pessoas, serão alguns dos sucessos apresentados pelos alunos da escola. O evento é aberto ao público.

Duetos Escola de Música

Fundada em 2010, a Duetos Escola de Música completa sete anos de dedicação e compromisso com a formação de profissionais de excelência no mercado musical. Com metodologia diferenciada, a Duetos possui estrutura para atender alunos desde a infância até a terceira idade, que buscam aprender e aperfeiçoar técnicas em seis cursos, incluindo diversos instrumentos e técnicas vocais. Com isso, a Duetos soma inovação no ensino e em projetos que resultam em celeiros de novos talentos e de ações de responsabilidade social reconhecidos no cenário musical do Brasil.

Serviço

Especial “Sandy & Junior”

Realização: Duetos Escola de Música

Local: auditório da Livraria Cultura (Av. Dom Luís, 1010 – Meireles, Piso 1 – Loja 8)

Horário: a partir da 19h30.

Informações: (85) 4141.4909

Evento gratuito.

 

Publicidade

Coletânea de Contos, organizada por Socorro Acioli, é lançada na Livraria Cultura, no próximo dia 16

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

01 de novembro de 2017

O Livro Farol é resultado das atividades do Ateliê de Narrativas Socorro Acioli, promovido pela Livraria Cultura desde março deste ano. Vinte e nove escritores participam da coletânea de contos. Todos as histórias são ambientados no Ceará.

O próximo dia 16 de novembro será especial para a turma de formandos do Ateliê de Narrativas Socorro Acioli, da Livraria Cultura.  O livro de contos Farol, fruto das oficinas de escrita de nível intermediário, será lançado ao público, na Livraria Cultura, às 19 horas, pela Editora Moinhos.

Aos 75 anos, a física e advogada Ana May é uma das autoras. A experiência de vida não lhe tira o friozinho na barriga de ter sua escrita literária publicada pela primeira vez. Para ela, a escrita a conecta com as mudanças do tempo. “Penso que o viver só tem a acrescentar ao ato de escrever. Escrevendo me incluo na atualidade”, reflete.

Uma atualidade que Belle Leal, com 14 anos, a mais jovem da turma dos contistas, conhece bem. A garota já publicou dois livros juvenis e reconhece que os caminhos da literatura são possíveis como profissão, ainda que seja apaixonada pela Medicina. “Eu penso muito nisso. Não sei como seria minha vida sem escrever e também não sei como seria meu futuro sem a medicina. Minha mãe fala que eu posso levar as duas carreiras se eu me organizar. Então, eu penso nisso e o Farol me deu um gostinho de que é realmente possível”, alegra-se Belle.

Para a escritora Socorro Acioli, mentora dos iniciados e iniciantes escritores do seu Ateliê, é na diversidade que se encontra a grande riqueza humana e literária da turma. Para ela, o respeito a essa diversidade, ao estilo, aos sonhos, aos desejos de cada aluno norteou seu trabalho como orientadora. “Esses alunos entraram no curso para aperfeiçoar o tipo de texto que cada um quer escrever, sem fórmulas, sem receita de bolo, cada um do seu jeito, com o texto no seu tempo”, destaca.

O Ateliê

O Ateliê de Narrativas nasceu a partir da parceria de Socorro, já consagrada no Mercado, com a Livraria Cultura. Os encontros aconteceram de março a junho deste ano, mas planejados desde quando a escritora escolheu para si a profissão na literatura. “Meu primeiro Ateliê foi em 2009, em Cabo Verde. A partir de então, venho desenvolvendo várias possibilidades de criar esse espaço de convivência e de escrita orientada para pessoas que querem escrever diversos tipos de textos, literários ou não literários. O Ateliê surgiu para dar para outras pessoas aquilo que eu desejei tanto alguns anos antes, que é ter um espaço de formação para aperfeiçoar a escrita”,  relembra.

A produção da turma que se encontrou no Ateliê  e resultou no livro Farol não parou. Logo que o módulo intermediário foi concluído, em junho, a pedido dos próprios estudantes, formou-se a turma avançada, cujos encontros foram finalizados neste outubro. O resultado dessas tardes de sábado vividas na Livraria Cultura foram romances prontos ou já bem encaminhados, como o do economista Marcelo Lettieri, 47 anos , também um dos autores da coleção de contos do Farol. Ele conta que o Ateliê foi o empurrãozinho que faltava para tirar projetos antigos da gaveta. “Sem o Ateliê, ainda estaria no campo das ideias. Graças ao Ateliê, já existe um projeto [de romance] bem delineado, uma ampla pesquisa, o prólogo e partes de dois capítulos”, comemora.

O Farol não é a primeira coletânea que Socorro Acioli organiza como resultado de suas oficinas de Escrita. Em 2014, o Contos de Travessia foi lançado também como finalização de uma série de oficinas de escrita criativa, realizado em 2013, pela Fundação Demócrito Rocha, e ajudou a  consolidar o formato na jornada formativa de Socorro. A escritora Bárbara Furtado acompanha as iniciativas desde essa época. Ela publicou no Contos da Travessia e publica agora no Farol. “Bom, com certeza, a diferença, pra mim, foi o grupo com que o Farol aconteceu! Como todos se tornaram extremamente unidos e amigos. Um ‘coletivo de almas’, mesmo”, resume.

O sentimento da Bárbara é reafirmado por Marcelo Lettieri quando este define a noite de lançamento da coletânea Farol. “Um misto de surpresa, alegria e euforia. Estar ao lado de amigos talentosos, cuja amizade fora consolidada tão rapidamente e no próprio contexto da produção literária de todos, é uma experiência única. Espero que seja só a primeira de muitas experiências coletivas desse grupo maravilhoso”, planeja.

A necessidade de uma formação como escritor

Uma das frases emblemáticas que conduziram os estudantes no decurso do Ateliê de Narrativas foi “a história que só você pode contar”. Socorro Acioli acredita que todos somos narradores e que é sempre necessário o trabalho de técnicas de escrita que aprimorem o escritor e lhe dê condições de contar a própria história.

Para ela, a diferença entre ser um narrador e produzir um texto literário está na formação desse escritor, como uma ponte que precisa ser atravessada. “A formação passa, primeiro, pela leitura. Os cursos, como o Ateliê de Narrativas, os cursos de Letras, faculdades com temáticas relacionadas à escrita, como Jornalismo, são de imensa ajuda para orientar um talento nato que cada um deve trazer”, enumera. Ela compartilha com o senso comum de que para alguns é mais fácil escrever do que outro, “isso é uma coisa que eu não posso dizer que não existe”, mas enfatiza que não é só do talento que se faz um bom escritor. “Existe a determinação, a disciplina, o esforço em sentar todo o dia e escrever um pouco porque escrita é trabalho”, defende a escritora já inúmeras vezes premiada, em quase 20 anos de profissão.

A Editora Moinhos

Logo que pensaram na publicação física de um livro de contos houve a preocupação pela editora que o publicaria. Socorro Acioli diz que a escolha pela Moinhos foi pela confiança na editora que vem ganhando espaço no mercado pela qualidade de suas publicações. Nathan Matos, editor da Moinhos, diz que viu no Farol uma boa oportunidade de conhecer novos e talentosos escritores. Segundo ele, 85% dos originais que lhe chegam são preocupantes.

“Não vou dizer que é de “baixa qualidade” porque o que vejo, às vezes, são ideias boas, mas mal executadas. Parece que muita gente não quer escrever, ou só quer escrever para aparecer. Tem ânsia em publicar. Evidente, pode haver os excepcionais, mas em grande parte do que recebo percebo que, talvez, se tivessem passado por uma oficina de escrita criativa, ou se tivessem ouvido mais as críticas que lhes fazem e tivessem um pouco menos de orgulho, poderiam voltar ao texto e fazer algo que agrade não apenas a si”, analisa Nathan.

Além do contato com escritores promissores, Nathan ressalta que o que lhe chamou atenção no Farol foi a disponibilidade de se escrever muito bem sobre aspectos que são a cara da nossa região.

Parceria com a Livraria Cultura

É a primeira vez que um Ateliê de escrita é realizado em Fortaleza, pela Livraria Cultura. Antes, somente as lojas de São Paulo, Brasília e Porto Alegre ofereceram aos amantes da escrita uma oportunidade como essa. O orientador pedagógico e captador de recursos da Livraria Cultura  Renato Costa comemora os resultados do Ateliê de Fortaleza. “A parceria tem sido profícua. Socorro conhece muito da Cultura, a gente tem uma relação muito boa com ela. Tudo que fazemos com ela dá super certo”.

De acordo com Renato, a publicação do livro já era algo sonhado. Conforme explica Socorro, a princípio como digital, depois, a partir do engajamento da turma, como uma edição física. O Farol, completa Renato, acaba atuando como um motivador para os próximos passos, um portfólio de muita qualidade para cursos que devem ser divulgados em breve. O livro Farol vai ser disponibilizado para venda na Livraria Cultura durante e depois do lançamento, no dia 16 de novembro.

SERVIÇO:
LANÇAMENTO DO LIVRO FAROL
Quando: Dia 16 de novembro, às 19 horas,
na Livraria Cultura (Avenida Dom Luís, 1010 – Meireles – Piso 1 – Loja 8)

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Coletânea de Contos, organizada por Socorro Acioli, é lançada na Livraria Cultura, no próximo dia 16

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

01 de novembro de 2017

O Livro Farol é resultado das atividades do Ateliê de Narrativas Socorro Acioli, promovido pela Livraria Cultura desde março deste ano. Vinte e nove escritores participam da coletânea de contos. Todos as histórias são ambientados no Ceará.

O próximo dia 16 de novembro será especial para a turma de formandos do Ateliê de Narrativas Socorro Acioli, da Livraria Cultura.  O livro de contos Farol, fruto das oficinas de escrita de nível intermediário, será lançado ao público, na Livraria Cultura, às 19 horas, pela Editora Moinhos.

Aos 75 anos, a física e advogada Ana May é uma das autoras. A experiência de vida não lhe tira o friozinho na barriga de ter sua escrita literária publicada pela primeira vez. Para ela, a escrita a conecta com as mudanças do tempo. “Penso que o viver só tem a acrescentar ao ato de escrever. Escrevendo me incluo na atualidade”, reflete.

Uma atualidade que Belle Leal, com 14 anos, a mais jovem da turma dos contistas, conhece bem. A garota já publicou dois livros juvenis e reconhece que os caminhos da literatura são possíveis como profissão, ainda que seja apaixonada pela Medicina. “Eu penso muito nisso. Não sei como seria minha vida sem escrever e também não sei como seria meu futuro sem a medicina. Minha mãe fala que eu posso levar as duas carreiras se eu me organizar. Então, eu penso nisso e o Farol me deu um gostinho de que é realmente possível”, alegra-se Belle.

Para a escritora Socorro Acioli, mentora dos iniciados e iniciantes escritores do seu Ateliê, é na diversidade que se encontra a grande riqueza humana e literária da turma. Para ela, o respeito a essa diversidade, ao estilo, aos sonhos, aos desejos de cada aluno norteou seu trabalho como orientadora. “Esses alunos entraram no curso para aperfeiçoar o tipo de texto que cada um quer escrever, sem fórmulas, sem receita de bolo, cada um do seu jeito, com o texto no seu tempo”, destaca.

O Ateliê

O Ateliê de Narrativas nasceu a partir da parceria de Socorro, já consagrada no Mercado, com a Livraria Cultura. Os encontros aconteceram de março a junho deste ano, mas planejados desde quando a escritora escolheu para si a profissão na literatura. “Meu primeiro Ateliê foi em 2009, em Cabo Verde. A partir de então, venho desenvolvendo várias possibilidades de criar esse espaço de convivência e de escrita orientada para pessoas que querem escrever diversos tipos de textos, literários ou não literários. O Ateliê surgiu para dar para outras pessoas aquilo que eu desejei tanto alguns anos antes, que é ter um espaço de formação para aperfeiçoar a escrita”,  relembra.

A produção da turma que se encontrou no Ateliê  e resultou no livro Farol não parou. Logo que o módulo intermediário foi concluído, em junho, a pedido dos próprios estudantes, formou-se a turma avançada, cujos encontros foram finalizados neste outubro. O resultado dessas tardes de sábado vividas na Livraria Cultura foram romances prontos ou já bem encaminhados, como o do economista Marcelo Lettieri, 47 anos , também um dos autores da coleção de contos do Farol. Ele conta que o Ateliê foi o empurrãozinho que faltava para tirar projetos antigos da gaveta. “Sem o Ateliê, ainda estaria no campo das ideias. Graças ao Ateliê, já existe um projeto [de romance] bem delineado, uma ampla pesquisa, o prólogo e partes de dois capítulos”, comemora.

O Farol não é a primeira coletânea que Socorro Acioli organiza como resultado de suas oficinas de Escrita. Em 2014, o Contos de Travessia foi lançado também como finalização de uma série de oficinas de escrita criativa, realizado em 2013, pela Fundação Demócrito Rocha, e ajudou a  consolidar o formato na jornada formativa de Socorro. A escritora Bárbara Furtado acompanha as iniciativas desde essa época. Ela publicou no Contos da Travessia e publica agora no Farol. “Bom, com certeza, a diferença, pra mim, foi o grupo com que o Farol aconteceu! Como todos se tornaram extremamente unidos e amigos. Um ‘coletivo de almas’, mesmo”, resume.

O sentimento da Bárbara é reafirmado por Marcelo Lettieri quando este define a noite de lançamento da coletânea Farol. “Um misto de surpresa, alegria e euforia. Estar ao lado de amigos talentosos, cuja amizade fora consolidada tão rapidamente e no próprio contexto da produção literária de todos, é uma experiência única. Espero que seja só a primeira de muitas experiências coletivas desse grupo maravilhoso”, planeja.

A necessidade de uma formação como escritor

Uma das frases emblemáticas que conduziram os estudantes no decurso do Ateliê de Narrativas foi “a história que só você pode contar”. Socorro Acioli acredita que todos somos narradores e que é sempre necessário o trabalho de técnicas de escrita que aprimorem o escritor e lhe dê condições de contar a própria história.

Para ela, a diferença entre ser um narrador e produzir um texto literário está na formação desse escritor, como uma ponte que precisa ser atravessada. “A formação passa, primeiro, pela leitura. Os cursos, como o Ateliê de Narrativas, os cursos de Letras, faculdades com temáticas relacionadas à escrita, como Jornalismo, são de imensa ajuda para orientar um talento nato que cada um deve trazer”, enumera. Ela compartilha com o senso comum de que para alguns é mais fácil escrever do que outro, “isso é uma coisa que eu não posso dizer que não existe”, mas enfatiza que não é só do talento que se faz um bom escritor. “Existe a determinação, a disciplina, o esforço em sentar todo o dia e escrever um pouco porque escrita é trabalho”, defende a escritora já inúmeras vezes premiada, em quase 20 anos de profissão.

A Editora Moinhos

Logo que pensaram na publicação física de um livro de contos houve a preocupação pela editora que o publicaria. Socorro Acioli diz que a escolha pela Moinhos foi pela confiança na editora que vem ganhando espaço no mercado pela qualidade de suas publicações. Nathan Matos, editor da Moinhos, diz que viu no Farol uma boa oportunidade de conhecer novos e talentosos escritores. Segundo ele, 85% dos originais que lhe chegam são preocupantes.

“Não vou dizer que é de “baixa qualidade” porque o que vejo, às vezes, são ideias boas, mas mal executadas. Parece que muita gente não quer escrever, ou só quer escrever para aparecer. Tem ânsia em publicar. Evidente, pode haver os excepcionais, mas em grande parte do que recebo percebo que, talvez, se tivessem passado por uma oficina de escrita criativa, ou se tivessem ouvido mais as críticas que lhes fazem e tivessem um pouco menos de orgulho, poderiam voltar ao texto e fazer algo que agrade não apenas a si”, analisa Nathan.

Além do contato com escritores promissores, Nathan ressalta que o que lhe chamou atenção no Farol foi a disponibilidade de se escrever muito bem sobre aspectos que são a cara da nossa região.

Parceria com a Livraria Cultura

É a primeira vez que um Ateliê de escrita é realizado em Fortaleza, pela Livraria Cultura. Antes, somente as lojas de São Paulo, Brasília e Porto Alegre ofereceram aos amantes da escrita uma oportunidade como essa. O orientador pedagógico e captador de recursos da Livraria Cultura  Renato Costa comemora os resultados do Ateliê de Fortaleza. “A parceria tem sido profícua. Socorro conhece muito da Cultura, a gente tem uma relação muito boa com ela. Tudo que fazemos com ela dá super certo”.

De acordo com Renato, a publicação do livro já era algo sonhado. Conforme explica Socorro, a princípio como digital, depois, a partir do engajamento da turma, como uma edição física. O Farol, completa Renato, acaba atuando como um motivador para os próximos passos, um portfólio de muita qualidade para cursos que devem ser divulgados em breve. O livro Farol vai ser disponibilizado para venda na Livraria Cultura durante e depois do lançamento, no dia 16 de novembro.

SERVIÇO:
LANÇAMENTO DO LIVRO FAROL
Quando: Dia 16 de novembro, às 19 horas,
na Livraria Cultura (Avenida Dom Luís, 1010 – Meireles – Piso 1 – Loja 8)

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti