Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Orquestra de Sopro de Pindoretama

Clássicos na Lagoa apresenta Orquestra de Sopro de Pindoretama

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

03 de Maio de 2019

Formada por cerca de 50 integrantes, a Orquestra de Sopro de Pindoretama será a próxima atração do Clássicos na Lagoa. O grupo realizou mais de 600 concertos e representou o Brasil em quatro turnês internacionais, três na Alemanha (2002, 2006 e 2014) e uma na Noruega (2010). No repertório, serão interpretadas músicas do período pós-romântico, além de estilos brasileiros e gêneros internacionais como jazz e mambo. Os alunos da Escola de Música Clássicos na Lagoa também irão se apresentar.

O concerto, aberto ao público, será dia 10 de maio, às 17 horas, às margens da Lagoa do Porangabussu.  Iniciado em 2016, o Clássicos da Lagoa se consagrou como um evento cultural da cidade, destinado à possibilitar para a população o acesso à música erudita com as melhores orquestras do Estado. A iniciativa é do Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ICM), cujo objetivo é disseminar cultura e promover socialização, ampliando o conceito de saúde para além da oferta de tratamentos médicos. O projeto tem o apoio da Enel.

Em 2018, o ICM criou uma escola de formação musical destinada a oferecer gratuitamente o ensino de violino a alunos de instituições públicas da região do Porangabussu. Cerca de 30 jovens são ensinados pelo professor e violinista Nadilson Martins Gama, que é autor de 3 métodos de ensino dos instrumentos de cordas, foi docente da Faculdade Mozarteum de São Paulo e chefe dos violinos da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal de São Paulo e da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo.

 

A Orquestra

Criada há 18 anos pela Associação dos Amigos da Arte (AAMART), a Orquestra de Sopro de Pindoretama formou mais de mil jovens e atualmente é responsável pela educação de cerca de 300 alunos, de 8 a 18 anos. O projeto foi idealizado pelo maestro Arley França, diretor artístico do grupo, para suprir a ausência de escolas de formação musical no município, como também diminuir a ociosidade dos adolescentes da cidade.

A metodologia de ensino coletivo, que agrega teoria musical e prática, foi o passo inicial para formar a orquestra, que com três meses já realizava a sua primeira apresentação. O projeto oferece formação nos principais instrumentos de sopro: Flauta, Oboé, Fagote, Saxofone, Clarinete, Trompete, Trombone, Trompa, Bombardino, Tuba e instrumentos de percussão. Adriano Martins, ex-aluno da orquestra, é o regente.

Serviço

Apresentação: Orquestra de Sopro de Pindoretama e Escola de Música Clássicos na Lagoa

Data: 10 de maio de 2019 – sexta-feira

Local: Lagoa do Porangabussu

Horário: 17 horas

Contato: Giovana de Paula (Assessora de Comunicação – 999820608)

Apoio: Enel

Publicidade

Clássicos na Lagoa reinicia programação com Orquestra de Sopro de Pindoretama

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de Janeiro de 2017

A Orquestra de Sopro de Pindoretama será a primeira atração do ano do Projeto Clássicos na Lagoa, que reinicia sua programação dia 4 de fevereiro, às 16h30min, no Porangabuçu.  Formado por 50 integrantes, o grupo já realizou mais de 600 concertos e representou o Brasil em quatro turnês internacionais, três na Alemanha (2002, 2006 e 2014) e uma na Noruega (2010). No repertório, transcrições de clássicos da música erudita, música original para orquestra de sopros, estilos brasileiros (samba, maxixe, chorinho, frevo, bossa-nova e baião) e também gêneros internacionais como jazz e mambo.

Criada há 18 anos pela Associação dos Amigos da Arte (AAMART), a Orquestra já formou mais de mil jovens. O projeto foi idealizado pelo maestro Arley França, diretor artístico do grupo, para suprir a ausência de escolas de formação musical em Pindoretama, como também diminuir a ociosidade dos adolescentes da cidade. A metodologia de ensino coletivo, que agrega teoria musical e prática, foi o passo inicial para formar a orquestra, que com três meses já realizava a sua primeira apresentação.

O projeto oferece formação nos principais instrumentos de sopro: Flauta, Oboé, Fagote, Saxofone, Clarinete, Trompete, Trombone, Trompa, Bombardino, Tuba e instrumentos de percussão. Mais de 300 alunos, de 8 a 18 anos, frequentam a escola de música, que conta com a participação de seis educadores. Adriano Martins, ex-aluno da orquestra, é o regente, mas durante a apresentação do Clássicos na Lagoa o grupo será regido pelo maestro Arley França.

Durante a estadia em Hamburgo, na Alemanha, em 2002 e 2006, o grupo participou de festivais como o Summer Jazz Pinneberg Festival, o Kielewoche Festival e a Fan Fest Fifa da Copa do Mundo de Futebol 2006. Na Noruega, em 2010, representou o Brasil na programação cultural do Projeto Villa-Lobos, desenvolvido pela Embaixada Brasileira em Oslo, realizando concertos em Dramen, Oslo e Larvik. Em 2014, ocupou o palco principal do Festival Altonale, realizou apresentações em praças, escolas e promoveu intercâmbio com estudantes e músicos profissionais de Hamburgo.

 

Clássicos na Lagoa

O Clássicos da Lagoa promove gratuitamente, nas primeiras sextas-feiras de cada mês, concertos de música erudita às margens da Lagoa do Porangabuçu. Na programação de 2017 está prevista também a apresentação da Camerata de Violões do Instituto Beatriz e Lauro Fiuza (IBLF), a Banda Chiquita Braga e a orquestra da Tapera das Artes, dentre outras atrações.

Este é o quarto concerto oferecido pelo projeto, que já apresentou grupos como a Orquestra Jacques Klein, os Irmãos Cruz e as pianistas Karina Toledo e Michelle Lucena. A iniciativa do Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ICM), em parceria com o IBLF e a Plataforma Sinfonia do Amanhã, tem por objetivo disseminar cultura e promover socialização, ampliando o conceito de saúde para além da oferta de tratamentos médicos.

 

Serviço:

Projeto: Clássicos na Lagoa

Apresentação: Orquestra de Sopro de Pindoretama

Local: Lagoa do Porangabuçu

Data: 4 de fevereiro

Horário: 16h30min

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Clássicos na Lagoa reinicia programação com Orquestra de Sopro de Pindoretama

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de Janeiro de 2017

A Orquestra de Sopro de Pindoretama será a primeira atração do ano do Projeto Clássicos na Lagoa, que reinicia sua programação dia 4 de fevereiro, às 16h30min, no Porangabuçu.  Formado por 50 integrantes, o grupo já realizou mais de 600 concertos e representou o Brasil em quatro turnês internacionais, três na Alemanha (2002, 2006 e 2014) e uma na Noruega (2010). No repertório, transcrições de clássicos da música erudita, música original para orquestra de sopros, estilos brasileiros (samba, maxixe, chorinho, frevo, bossa-nova e baião) e também gêneros internacionais como jazz e mambo.

Criada há 18 anos pela Associação dos Amigos da Arte (AAMART), a Orquestra já formou mais de mil jovens. O projeto foi idealizado pelo maestro Arley França, diretor artístico do grupo, para suprir a ausência de escolas de formação musical em Pindoretama, como também diminuir a ociosidade dos adolescentes da cidade. A metodologia de ensino coletivo, que agrega teoria musical e prática, foi o passo inicial para formar a orquestra, que com três meses já realizava a sua primeira apresentação.

O projeto oferece formação nos principais instrumentos de sopro: Flauta, Oboé, Fagote, Saxofone, Clarinete, Trompete, Trombone, Trompa, Bombardino, Tuba e instrumentos de percussão. Mais de 300 alunos, de 8 a 18 anos, frequentam a escola de música, que conta com a participação de seis educadores. Adriano Martins, ex-aluno da orquestra, é o regente, mas durante a apresentação do Clássicos na Lagoa o grupo será regido pelo maestro Arley França.

Durante a estadia em Hamburgo, na Alemanha, em 2002 e 2006, o grupo participou de festivais como o Summer Jazz Pinneberg Festival, o Kielewoche Festival e a Fan Fest Fifa da Copa do Mundo de Futebol 2006. Na Noruega, em 2010, representou o Brasil na programação cultural do Projeto Villa-Lobos, desenvolvido pela Embaixada Brasileira em Oslo, realizando concertos em Dramen, Oslo e Larvik. Em 2014, ocupou o palco principal do Festival Altonale, realizou apresentações em praças, escolas e promoveu intercâmbio com estudantes e músicos profissionais de Hamburgo.

 

Clássicos na Lagoa

O Clássicos da Lagoa promove gratuitamente, nas primeiras sextas-feiras de cada mês, concertos de música erudita às margens da Lagoa do Porangabuçu. Na programação de 2017 está prevista também a apresentação da Camerata de Violões do Instituto Beatriz e Lauro Fiuza (IBLF), a Banda Chiquita Braga e a orquestra da Tapera das Artes, dentre outras atrações.

Este é o quarto concerto oferecido pelo projeto, que já apresentou grupos como a Orquestra Jacques Klein, os Irmãos Cruz e as pianistas Karina Toledo e Michelle Lucena. A iniciativa do Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ICM), em parceria com o IBLF e a Plataforma Sinfonia do Amanhã, tem por objetivo disseminar cultura e promover socialização, ampliando o conceito de saúde para além da oferta de tratamentos médicos.

 

Serviço:

Projeto: Clássicos na Lagoa

Apresentação: Orquestra de Sopro de Pindoretama

Local: Lagoa do Porangabuçu

Data: 4 de fevereiro

Horário: 16h30min

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti