Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Rodolphe Trindade

Abrasel-CE participa de encontro do Conselho da Praia de Iracema

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

08 de dezembro de 2017

No encontro, foram apresentadas as propostas para revitalização da região, que inclui, além da Praia de Iracema, o entorno do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e Theatro São José

O presidente da Abrasel-CE, Rodolphe Trindade, participou, na última sexta-feira (1), do encontro do Conselho da Praia de Iracema. O evento ocorreu no Centro Cultural Belchior, na Praia de Iracema.

O Conselho foi criado pela Prefeitura de Fortaleza, em parceria com mais 40 representantes da sociedade e entidades ligadas a área, com o foco na revitalização de uma das mais importantes áreas históricas da capital. O objetivo é tornar a Praia de Iracema uma região melhor planejada e segura, polo turístico limpo, ordenado e familiar, que respeita a cultura, moradores, visitantes e empresários, além de multiplicar vivências locais, de forma pacífica e inteligente, com a história, cultura e lazer de forma sustentável.

Entre as principais atividades a serem realizadas, estão incentivos fiscais para novos negócios, fomentação de contrapartidas dos realizadores de eventos para trazer melhorias para o bairro, programa de polícia cidadã, plano integrado de mobilidade com incentivo para bicicletas e pedestres, programa de relação de resíduos, disponibilização de fiação subterrânea, reforma de fachadas de prédios históricos, espaços de lazer para crianças e galeria de arte na Historiador Guarino e José Avelino.

Serão criados, ainda, quiosques multiuso, novo posto de salvamento, boulevard Tabajaras, galpão multifuncional para eventos, áreas para realização de esportes aquáticos, estações de apoio aos turistas, criação do Centro de Memórias do bairro, reforma de ruas e calçadas, formação de mão de obra de moradores em situação de rua da região, entre outros.

Para o presidente da Abrasel-CE, Rodolphe Trindade, que há 30 anos mora e trabalha na Praia de Iracema, capitaneando o Pirata Bar, tradicional empreendimento da região, a construção do plano de forma colaborativa possibilitou retorno a demandas de todos os setores.  “Essa foi uma grande oportunidade, pois fomos ouvidos pelo prefeito, reunimos uma equipe competente, na qual moradores, comerciantes e simpatizantes da praia podem estar participando do trabalho. Hoje, temos o resultado completo e positivo”, declarou.

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Abrasel-CE participa de reunião sobre mudanças na Lei do Silêncio

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

04 de setembro de 2017

O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Ceará, Rodolphe Trindade, esteve presente, nesta quinta-feira (31), em reunião com vereadores e demais representantes de entidades mobilizadas para debater as mudanças da nova Lei do Silêncio, em trâmite na Câmara Municipal de Fortaleza.

A associação participa dos debates desde o primeiro semestre deste ano. À época, levou a conhecimento do poder legislativo municipal, propostas que atendam à demanda do setor de bares e restaurantes, um dos principais públicos fiscalizados com base na antiga lei, datada de 1996.

As alterações levadas à discussão pela Comissão “Vida & Arte”, responsável pela modificação do texto da nova Lei, estão focadas em três artigos: o 3º, que dispõe sobre o local onde a medição sonora deverá ser feita; o 8º, que dispõe sobre a validade dos autorizações (alvarás) para som; e o 9º, que dispõe sobre penalidades e multas impostas aos proprietários dos estabelecimentos.

As discussões levaram em consideração as solicitações de mudança do local da medição, não sendo mais a dois metros de distância do estabelecimento, mas sim a dois metros de distância do limite do imóvel residência/comercial mais próximo de onde se encontra a fonte emissora. O nível máximo permanece 70 decibéis entre 6h e 22h e 60 decibéis entre 22h e 6h.

O artigo ainda acrescenta  a possibilidade de aferição no cômodo do denunciante, sendo nesse caso, a medição máxima de 55 decibéis. Para este último, é necessário que o denunciante solicite a aferição dentro do cômodo.

Quanto à validade de autorizações, passará de dois para cinco anos. E quanto à penalidade, houve discussão entre os presente para alterações, com a possibilidade de evitar a apreensão dos equipamentos dos músicos, tempo para “Descompressão” (encerramento da festa, redução do volume de som, e tempo para que as pessoas possam sair da festa, evitando riscos de prejuízos para os bares/autoridades).

As discussões ocorridas ainda são preliminares, e já foram discutidas com os órgãos responsáveis por fiscalização e ordem no âmbito municipal e estadual. A lei ainda passará por outras reuniões até ser redigido o texto final e lev­ado à votação na Câmara Municipal.

Para Rodolphe, as mudanças apresentadas já apresentam ganho para o setor. “Estamos discutindo e conquistando ganhos que antes não existiam. O que queremos é mais tato, mais cuidado e conversa com o nosso setor, e não ações truculentas nas fiscalizações. Além disso, é importante frisar, que mais de 90% do nosso setor é composto de microempreendedores, então precisamos estar atento também quanto às penalidades”, afirma.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Encontro Nacional Abrasel – Semana da Alimentação Fora do Lar

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

09 de junho de 2017

O presidente da Abrasel-CE, Rodolphe Trindade, e o diretor executivo Taiene Righetto estão desde a última segunda (05) em São Paulo, no Encontro Nacional Abrasel – Semana da Alimentação Fora do Lar. O evento promovido pela Abrasel em parceria com a Fispal, acontece até hoje (09) e conta também com a presença dos associados.

No primeiro dia de evento, um jantar da solenidade de abertura reuniu 300 lideranças políticas e empresariais brasileiras com o propósito de fortalecer conexões em prol do desenvolvimento do Brasil. 

Entre as autoridades, estiveram os deputados federais Rogério Marinho (PSDB-RN), Herculano Passos (PSD-SP) e Antônio Goulart (PSD-SP),; o presidente do Sebrae Nacional, Guilherme Afif Domingos; o secretário do Trabalho e Empreendedorismo da cidade de São Paulo, Eliseu Gabriel; e o coordenador da União Nacional das Entidades de Comércio e Serviços (Unecs), Honório Pinheiro. Os anfitriões da Abrasel foram o presidente do Conselho de Administração Nacional, Pedro Hoffmann; o líder do Conselho Nacional, Newton Pereira; o presidente-executivo, Paulo Solmucci; e o presidente em São Paulo, Percival Maricato.

O Encontro Nacional Abrasel – Semana da Alimentação Fora do Lar conta com o patrocínio da Ambev, Souza Cruz, Getnet e Sodexo e parceria com a Fispal e com a Prazeres da Mesa.

Eventos Paralelos

Entre os eventos que ainda acontecem no encontro, destaque para a 33ª edição da Fispal Food Service, maior feira do setor de alimentação fora do lar realizada na América Latina, no Expo Center Norte.

A 21ª edição do Expovinis Brasil foi uma oportunidade única para discutir o que está sendo feito em todo o mundo do vinho. A exposição aconteceu nos dias 7 e 8 de junho.

Já o Fórum Gestão à Mesa, realizado pela Abrasel e Fispal, foi o grande destaque da edição de 2017 da Feira, e aconteceu nos dias 7 e 8 de junho. No total, 400 participantes lotaram a sala de palestra.

Publicidade

Artigo: Bares e restaurantes ameaçados

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

30 de Maio de 2017

por Rodolphe Trindade

Presidente da Abrasel-CE (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Ceará)

Existem leis e leis. Umas para o bem, como é o caso da Lei da Gorjeta, que passou a vigorar desde o dia 13 de maio, prevendo que a gorjeta deverá ser agora registrada na carteira de trabalho dos funcionários como parte do salário deles. A legislação regulamenta o setor, preservando tanto empregados quanto empregadores. Mas há outras para o mal, que não refletem as necessidades, que chegam para confundir e, pior, que prejudicam os que são afetados por elas. É o caso da Norma Técnica adotada desde 2012 pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que classifica o setor de bares e restaurantes como “comércio em geral”.

Esta norma foi suspensa por alguns meses, por meio de decisão judicial, mas o MTE derrubou novamente a decisão em dezembro do ano passado. Desde então, empregadores e empregados têm sofrido, por serem obrigados a conceder folgas aos domingos no intervalo máximo de três semanas de trabalho. Esta exigência inviabiliza o funcionamento dos estabelecimentos, e ameaça a sobrevivência das empresas, que em grande parte têm sua maior lucratividade nos finais de semana. Isso ocorre porque a norma obriga os estabelecimentos a terem uma equipe de trabalho 40% maior, para obedecerem às escalas de trabalho, o que em muitos casos é inviável economicamente, e até mesmo operacionalmente, porque não encontramos trabalhadores disponíveis para esta demanda, sendo que 99% do nosso setor é composto por micro, pequenas e médias empresas.

Nosso segmento tem características absolutamente distintas do comércio, que naturalmente fecha aos domingos. Por isso, não podemos ser regidos por uma lei que engloba todos os setores no conceito de comércio em geral, quando temos especificidades que precisam ser consideradas.

Não somos comércio, somos serviço. Enquanto todos os demais trabalhadores descansam, nós trabalhamos, e é isso que queremos continuar fazendo, tanto empresários quanto empregados, que são beneficiados pelas gorjetas maiores nos dias de maior fluxo. Num momento de crise como estamos vivendo, com mais 14 milhões de desempregados, não podemos permitir que um setor que emprega quase 7 milhões de pessoas no Brasil sofra desta forma.

 

Publicidade

Gastronomia atrai novos empreendimentos imobiliários

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

03 de Abril de 2017

 

A maior pulverização de polos gastronômicos pela cidade é uma tendência, segundo o presidente local da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes – Abrasel CE, Rodolphe Trindade. “A cidade cresceu a acabou aquela antiga concentração de polos gastronômicos em áreas como Varjota e Jovita Feitosa. As dificuldades de deslocamento por causa do trânsito, bem como a tolerância zero para motoristas alcoolizados criou demanda nos bairros”, comenta. Um destes polos gastronômicos formou-se no Lago Jacarey, atraindo cada vez mais pessoas de todas as regiões de Fortaleza em busca das inúmeras vantagens de morar naquelas proximidades. E as construtoras tem se empenhado em oferecer opções, como o Volpi Residence Jacarey, assinado pelas parceiras Simpex Incorporações e Dasart Incorporações. A 100 metros do lago, o Volpi Residence Jacarey terá 47 unidades de 117 m² e valor geral de vendas (VGV) estimado em mais de R$ 39 milhões. O lançamento será no segundo trimestre deste ano.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Gastronomia atrai novos empreendimentos imobiliários

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

31 de Março de 2017

 

A maior pulverização de polos gastronômicos pela cidade é uma tendência, segundo o presidente local da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes – Abrasel CE, Rodolphe Trindade. “A cidade cresceu a acabou aquela antiga concentração de polos gastronômicos em áreas como Varjota e Jovita Feitosa. As dificuldades de deslocamento por causa do trânsito, bem como a tolerância zero para motoristas alcoolizados criou demanda nos bairros”, comenta. Um destes polos gastronômicos formou-se no Lago Jacarey, atraindo cada vez mais pessoas de todas as regiões de Fortaleza em busca das inúmeras vantagens de morar naquelas proximidades. E as construtoras tem se empenhado em oferecer opções, como o Volpi Residence Jacarey, assinado pelas parceiras Simpex Incorporações e Dasart Incorporações. A 100 metros do lago, o Volpi Residence Jacarey terá 47 unidades de 117 m² e valor geral de vendas (VGV) estimado em mais de R$ 39 milhões. O lançamento será no segundo trimestre deste ano.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Encontro Nacional Abrasel

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

23 de Março de 2017

A diretoria da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Ceará (ABRASEL CE) está em Teresina (PI) para o Encontro Nacional Abrasel.
O 28° encontro tem como objetivo principal a reestruturação e a inovação na gestão dos negócios, para que o setor se mantenha aquecido mesmo diante da instabilidade econômica.
“O setor de bares e restaurantes precisa sempre estar se reinventado. Este encontro é um momento em que compartilhamos ideias e trocamos sugestões. Precisamos trabalhar com muito engajamento, por isso a importância de sempre se qualificar e levar novidades para dentro de nossos estabelecimentos”, diz Rodolphe Trindade, presidente da Abrasel CE.
A programação se estende até esta sexta-feira (24) e conta com: Rodada de negócios, palestras, shows e oficina de gastronomia.
* postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Encontro Nacional Abrasel

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

23 de Março de 2017

A diretoria da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Ceará (ABRASEL CE) está em Teresina (PI) para o Encontro Nacional Abrasel.
O 28° encontro tem como objetivo principal a reestruturação e a inovação na gestão dos negócios, para que o setor se mantenha aquecido mesmo diante da instabilidade econômica.
“O setor de bares e restaurantes precisa sempre estar se reinventado. Este encontro é um momento em que compartilhamos ideias e trocamos sugestões. Precisamos trabalhar com muito engajamento, por isso a importância de sempre se qualificar e levar novidades para dentro de nossos estabelecimentos”, diz Rodolphe Trindade, presidente da Abrasel CE.
A programação se estende até esta sexta-feira (24) e conta com: Rodada de negócios, palestras, shows e oficina de gastronomia.
* postado por Oswaldo Scaliotti