Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

SINDIPOSTOS

Sindipostos lista dicas para quem vai viajar de carro nas férias

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

02 de julho de 2019

Com a chegada das férias escolares, o mês de julho se torna uma boa opção para viagens em família, sejam elas para distâncias mais longas ou mais curtas, em casas de praia ou na serra. Porém, quem vai pegar a estrada precisa tomar uma série de cuidados antes da viagem para garantir um passeio seguro e tranquilo – além, é claro, de gastos desnecessários que farão falta ao bolso do consumidor e podem ser evitados. Para auxiliar os motoristas nessa tarefa, o Sindipostos Ceará elencou cinco dicas simples de manutenção que devem ser levadas em conta antes de viajar. Confira:

  1. Troca de óleo

A qualidade e estado do óleo do carro tem impacto direto no funcionamento do motor, e por isso é importante evitar que o líquido nunca fique abaixo do valor mínimo indicado. O óleo deve ser checado semanalmente e a recomendação de troca é a cada seis meses. Para evitar dificuldades na hora de efetuar o procedimento, é recomendado procurar postos de gasolina credenciados que auxiliarão o cliente e deixarão o carro ainda mais seguro.

  1. Bateria

Principalmente antes de viagens longas, é muito importante checar a bateria do carro, pois, apesar de ser um problema de fácil resolução, sem ela é impossível dar a partida no veículo. A vida útil de uma bateria dura, em média, até dois anos, mas é importante que o funcionamento do sistema de partida, da bateria e do alternador sejam avaliados todo ano.

  1. Pneus

Além de conferir a calibragem, é necessário estar atento às ranhuras e sulcos para evitar pregos e acidentes. Essencial antes de percursos longos, a calibragem pode preservar os pneus por mais tempo – evitando, assim, a necessidade de troca prematura dos pneus.

  1. Freio

Uma das partes mais importantes do veículo, o freio pode ser prejudicado caso o fluído do mecanismo não estiver no nível correto, ou se houver algum vazamento. “Com a tecnologia dos freios ficando mais sofisticada, é necessário investir cada vez mais na manutenção preventiva, para que o objetivo de manter o motorista mais seguro seja realmente alcançado”, explica Paulo Sérgio Pereira, vice-presidente do Sindipostos.

  1. Filtro de combustível

Grande vilão para quem quer economizar gasolina, gás ou diesel, o filtro de ar pode influir diretamente no gasto mensal com o veículo se não estiver limpo. Muitas vezes, é necessário que ele seja trocado, e, por isso, é preciso uma revisão periódica para evitar que o combustível vá embora mais rápido.

Além disso, é necessário estar atento a possíveis cheiros estranhos, vazamentos e na firmeza da direção, que pode puxar quando o carro não está com os pneus em dia. “O carro costuma dar sinais de quando algo está errado, então é necessário fazer pequenas manutenções periódicas além das revisões recomendadas por quilometragem”, completa Paulo Sérgio.

leia tudo sobre

Publicidade

Sindipostos adere à campanha Amigo da Criança e do Adolescente

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

02 de junho de 2019

Após reunião com o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, o vereador Antônio Henrique, o Sindipostos Ceará aderiu à campanha Amigo da Criança e do Adolescente, um projeto voltado para empresas que desejam auxiliar no combate à exploração sexual de crianças e adolescentes no Estado. Na ocasião, o presidente do Sindipostos, Manoel Novais Neto, esteve com associados na Câmara para debater propostas e direcionamentos do projeto.

O vereador Antônio Henrique também participou de uma plenária do sindicato na última semana para convocar a adesão dos mais de 300 associados da entidade. “Esse momento serviu para que o presidente pudesse esclarecer a importância da campanha e tirar dúvidas dos associados, que receberam muito bem a proposta de conscientização”, comentou Novais Neto.

A ideia é que todos os estabelecimentos participantes coloquem material indicativo sobre a campanha, que acontecerá em vários empreendimentos e instituições de Fortaleza. Em caso de denúncias, os cidadãos podem entrar em contato com as autoridades através do Disque 100. A discagem é gratuita.

Publicidade

Sindipostos explica as diferenças entre combustíveis e como identificar a necessidade do seu carro

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

25 de Maio de 2019

Apesar da crença de que a potência do carro pode ser alterada pelo combustível, são fatores como o modelo, ano e as manutenções periódicas do veículo que possuem maior influência na funcionalidade de carros e motos. No entanto, segundo o assessor de Economia do Sindipostos Ceará, Antônio José Costa, há diferenças consideráveis entre os tipos de combustível que devem ser levadas em consideração na hora de abastecer o seu veículo.

No Brasil, os carros leves costumam ser abastecidos com gasolina e/ou etanol, podendo receber adaptação para gás natural veicular (GNV). Segundo Antônio, a gasolina costuma ser mais utilizada por tradição e credibilidade com o público, além de ter um melhor custo benefício. “Apesar de o etanol ser um combustível de custo mais baixo, com cerca de 30% de custo a menos que a gasolina, a média de consumo da gasolina é melhor, o que faz com que ela seja mais utilizada por muitos motoristas. Também é um combustível mais antigo, mais tradicional”, explica.

etanol, além de mais barato, é menos poluente, sendo uma opção mais sustentável de combustível para quem não abre mão do veículo próprio. Apesar de não render tanto, para quem tem uma rotina mais tranquila, utilizando o veículo apenas para ir ao trabalho ou movimentar-se em via urbana, o custo mais baixo pode compensar.

“Para o motorista que não faz viagens longas, o etanol consegue suprir as necessidades do veículo sem pesar tanto no bolso”. Uma boa dica para saber quando compensa abastecer com etanol é: se ele estiver custando 30% mais barato do preço da gasolina, vale a pena investir nesse combustível. Se estiver acima, é melhor abastecer com gasolina”, completa Antônio José. No entanto, há uma ressalva: em cidades com clima muito quente, o etanol pode não ser uma opção tão interessante, visto que a evaporação desse combustível é maior no calor.

O menor índice de substâncias poluentes também é uma característica do gás natural, muito utilizado por quem trabalha com transportes por ter um preço ainda mais baixo – fazendo com que os rendimentos aumentem. No entanto, quem deseja utilizar esse combustível precisa custear um kit inicial para adaptação do motor, cujo valor varia entre R$ 3.000,00 e R$ 6.000,00.

Já o diesel, indicado para veículos de carga, por ser anticorrosivo, antiespumante e proporcionar boa potência ao motor, é proibido para carros leves, sendo utilizado apenas por veículos médios e pesados, como caminhões, tratores e ônibus, devido às legislações nacionais sobre combustíveis. “Porém, para o consumidor ‘comum’, que utiliza carros leves, as opções são muitas”, esclarece Antônio, “e não somente o fator financeiro deve ser levado em conta ao abastecer. Também é necessário pensar na rotina do motorista, no ambiente em que ele está e no local de abastecimento, sempre abastecendo em postos de confiança, para não haver danos ou gasto excessivo”, lembra.

Publicidade

Sindipostos e Plural reúnem lideranças para discutir soluções no mercado de combustíveis no Ceará durante Workshop Combustível Legal

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

29 de Abril de 2019

O Sindipostos Ceará realizou, na última quarta-feira (24), em parceria com a Associação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Lubrificantes, Logística e Conveniência (Plural), a primeira edição do Workshop Combustível Legal, evento voltado para discutir o mercado e suas especificidades no Estado. A reunião contou com lideranças de órgãos que fiscalizam o comércio varejista de combustíveis, como a ANP, o IPEM e o PROCON, além de representantes da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB/CE e da Secretaria do Meio Ambiente do Estado (SEMA).

Entre os temas discutidos nas palestras, tiveram destaque debates sobre o mercado local, possíveis fraudes na cadeia de combustíveis, a logística, as dificuldades do setor e as principais infrações no Ceará, além de um balanço sobre as fiscalizações de 2018.

“O mercado de combustíveis é essencial para a economia do nosso país e um setor com tributação e logística muito complexas. Por isso, é necessário que cada vez mais nós nos reunamos para discutir problemas e possíveis soluções para manter o setor e a logística ainda mais organizados, de modo a facilitar a vida do consumidor”, comentou o presidente do Sindipostos, Manuel Novais Neto.

Publicidade

Sindipostos dá dicas sobre como identificar e como evitar abastecimento com combustível adulterado

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

17 de Abril de 2019

Abastecer um carro com combustível adulterado pode trazer muitos problemas ao automóvel – e ao bolso do proprietário. É que, além de não render, o combustível adulterado pode gerar muitos outros danos que exigem reparos, troca de peças e muita dores de cabeça, gerando despesas que poderiam ter sido evitadas apenas com o abastecimento adequado.

Um dos maiores problemas é a perda de potência do automóvel, que geralmente pode ser identificada ao usar o carro logo cedo, pela manhã, na hora de sair de casa. “Se o carro não atinge sua capacidade comum ao dar a partida e você abasteceu recentemente, é possível que o combustível tenha prejudicado a potência, e a ida ao posto de combustível para teste, além de uma oficina, é essencial”, explica Paulo Sérgio Pereira, vice-presidente do Sindipostos Ceará.

O consumo elevado de combustível também é um sinal de que algo está errado. Especialmente por conta da rotina nas grandes cidades, é importante ficar atento ao consumo do seu veículo para poder antecipar problemas que podem surgir da troca frequente de postos de combustível, gerando um desconhecimento da origem da gasolina de muitos.

A queima de velas de ignição, decorrente do superaquecimento, assim como a luz acesa no painel de carros que possuem injeção eletrônica, também são pontos chave na hora de identificar o abastecimento com combustível adulterado.

Mas como saber quando há algo errado com o combustível na hora de abastecer? Para quem precisa consumir em diversos estabelecimentos, por conta da rotina ou de viagens, a dica é fazer o teste da checagem do combustível, serviço gratuito nos empreendimentos.

“O teste é obrigatório nos postos e pode ser solicitado por qualquer cliente. Além dos dados referentes a distribuição de álcool e água, a diferença na cor dos combustíveis pode auxiliar o consumidor a descobrir se há solvente ou outra substância inadequada misturada aos líquidos, e, caso exista esse problema, ele pode denunciar o empreendimento”, comenta Paulo Sérgio.

As denúncias podem ser feitas ao Sindipostos, por meio de ouvidoria online, ou diretamente à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis (ANP). Caso sejam detectadas irregularidades, os responsáveis pelos combustíveis poderão arcar com os custos dos clientes, além de serem notificados e fiscalizados posteriormente.

leia tudo sobre

Publicidade

Em parceria com Sindipostos, ANP tira dúvidas dos consumidores em ação especial no Dia do Consumidor

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

13 de Março de 2019

Em alusão ao Dia do Consumidor, comemorado nessa sexta-feira (15), a Agência Nacional de Petróleo (ANP) realizará, com apoio do Sindipostos Ceará, na unidade Santos Dumont (esquina com Barão de Studart) do posto Sobral & Palácio, uma ação para tirar dúvidas dos clientes sobre o mercado de combustíveis no Brasil. O momento, que acontece pelo segundo ano consecutivo em Fortaleza, irá das 9h às 14h, período em que representantes da ANP e revendedores poderão esclarecer tópicos como a variação dos preços do combustível e os malefícios do combustível adulterado, entre outras dúvidas dos clientes. Na ocasião, também serão feitos gratuitamente testes de checagem da gasolina.

Publicidade

Sindipostos lista cinco dicas para deixar a manutenção do carro sempre em dia

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

07 de Fevereiro de 2019

Seja para realizar longas viagens ou para enfrentar o trânsito na cidade, estar com a manutenção do carro em dia é essencial para circular com tranquilidade e evitar desgaste e problemas mais graves no veículo – além, é claro, de gastos desnecessários que farão falta ao bolso do consumidor e podem ser evitados. Para auxiliar os motoristas nessa tarefa, o Sindipostos Ceará elencou cinco dicas simples para quando chegar a hora de realizar a manutenção do seu carro. Confira:

1. Troca de óleo

A qualidade e estado do óleo do carro tem impacto direto no funcionamento do motor, e por isso é importante evitar que o líquido nunca fique abaixo do valor mínimo indicado. O óleo deve ser checado semanalmente e a recomendação de troca é a cada seis meses. Para evitar dificuldades na hora de efetuar o procedimento, é recomendado procurar postos de gasolina credenciados que auxiliarão o cliente e deixarão o carro ainda mais seguro.

2. Bateria

Principalmente antes de viagens longas, é muito importante checar a bateria do carro, pois, apesar de ser um problema de fácil resolução, sem ela é impossível dar a partida no veículo. A vida útil de uma bateria dura, em média, até dois anos, mas é importante que o funcionamento do sistema de partida, da bateria e do alternador sejam avaliados todo ano.

3. Pneus

Além de conferir a calibragem, é necessário estar atento às ranhuras e sulcos para evitar pregos e acidentes. Essencial antes de percursos longos, a calibragem pode preservar os pneus por mais tempo – evitando, assim, a necessidade de troca prematura dos pneus.

4. Freio

Uma das partes mais importantes do veículo, o freio pode ser prejudicado caso o fluído do mecanismo não estiver no nível correto, ou se houver algum vazamento. “Com a tecnologia dos freios ficando mais sofisticada, é necessário investir cada vez mais na manutenção preventiva, para que o objetivo de manter o motorista mais seguro seja realmente alcançado”, explica Paulo Sérgio Pereira, vice-presidente do Sindipostos.

5. Filtro de combustível

Grande vilão para quem quer economizar gasolina, gás ou diesel, o filtro de ar pode influir diretamente no gasto mensal com o veículo se não estiver limpo. Muitas vezes, é necessário que ele seja trocado, e, por isso, é preciso uma revisão periódica para evitar que o combustível vá embora mais rápido.

Além disso, é necessário estar atento a possíveis cheiros estranhos, vazamentos e na firmeza da direção, que pode puxar quando o carro não está com os pneus em dia. “O carro costuma dar sinais de quando algo está errado, então é necessário fazer pequenas manutenções periódicas além das revisões recomendadas por quilometragem”, completa Paulo Sérgio.

Publicidade

Campanha do Sindipostos reforça as medidas de segurança adotadas nos estabelecimentos

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

28 de Janeiro de 2019

Com o objetivo de aproximar e informar o público, o Sindipostos promove uma campanha assinada pela agência Register para esclarecer os consumidores e reforçar as medidas de segurança adotadas nos postos de combustíveis associados, em razão dos ataques incendiários ocorridos no Ceará. As peças são veiculadas na TV, rádio, outdoor e redes sociais.

Os materiais orientam sobre os direcionamento de segurança do sindicato como, por exemplo, a proibição temporária de venda de combustíveis em galões e recipientes até que a situação do Estado esteja normalizada. A campanha também tem o objetivo de tranquilizar o consumidor e evitar que ele deixe de abastecer por conta da instabilidade social ocasionada pelos recentes ataques.

Publicidade

SINDIPOSTOS – MEDIDAS DE SEGURANÇA NOS POSTOS DE COMBUSTÍVEIS

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

24 de Janeiro de 2019

Visando contribuir com a segurança da população cearense e a ação das autoridades de segurança do Estado, o Sindipostos promove, desde o início do mês de janeiro, uma campanha de orientação e conscientização, seguindo determinações dos Órgãos de Segurança Pública do Estado do Ceará, que proíbam, de forma expressa, a venda de combustíveis em galões ou recipientes similares. Diante dos ataques incendiários que estão acontecendo no Ceará, a Instituição reforça a todos os postos associados o procedimento em questão. “Pedimos a compreensão dos consumidores para que a medida seja cumprida. O Sindipostos está tomando todas as precauções e fazendo de tudo ao seu alcance para garantir a segurança de clientes, funcionários e da população em geral. Contamos com o apoio de todos neste sentido”, explica Paulo Sérgio Vasconcelos Pereira, vice-presidente da instituição.

leia tudo sobre

Publicidade

SINDIPOSTOS – MEDIDAS DE SEGURANÇA NOS POSTOS DE COMBUSTÍVEIS

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

24 de Janeiro de 2019

Visando contribuir com a segurança da população cearense e a ação das autoridades de segurança do Estado, o Sindipostos promove, desde o início do mês de janeiro, uma campanha de orientação e conscientização, seguindo determinações dos Órgãos de Segurança Pública do Estado do Ceará, que proíbam, de forma expressa, a venda de combustíveis em galões ou recipientes similares. Diante dos ataques incendiários que estão acontecendo no Ceará, a Instituição reforça a todos os postos associados o procedimento em questão. “Pedimos a compreensão dos consumidores para que a medida seja cumprida. O Sindipostos está tomando todas as precauções e fazendo de tudo ao seu alcance para garantir a segurança de clientes, funcionários e da população em geral. Contamos com o apoio de todos neste sentido”, explica Paulo Sérgio Vasconcelos Pereira, vice-presidente da instituição.