Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Tulipa Ruiz

Tulipa Ruiz e Projeto Rivera abrem programação do Palco Sesc

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

15 de Maio de 2019

Edição comemorativa tem line-up com diversidade de ritmos e gêneros musicais

O timbre marcante de Tulipa Ruiz, o som alternativo do Projeto Rivera e a performance da Companhia Madiana Romcy dão início às apresentações do Palco Sesc no dia 15/05, durante o

. Com entrada gratuita, a 20ª edição do DFB Festival acontece na Praia de Iracema, entre os dias 15 e 18/05 e conta com a participação do Serviço Social do Comércio do Ceará (Sesc Ceará), apresentando ao público uma line-up com diversidade de ritmos e gêneros musicais, valorizando artistas locais e nacionais.

Projeto Rivera mescla em suas canções traços regionais do Baião e da MPB com inspiração no Rock. A banda cearense tem dois álbuns “Eu vim te trazer o Sol” (2015) e “Eu Vejo Você” (2018) e participou de festivais como Rock in Rio, SIM São Paulo e Festival Ponto.Ce. O timbre marcante da cantora e compositora paulista, Tulipa Ruiz, também sobe ao Palco Sesc na noite de abertura. Vencedora do Grammy Latino na categoria Pop Brasileiro Contemporâneo, a voz dos hits “Só sei dançar com você” e “Efêmera” está em turnê com a banda Pipoco das Galáxias para celebrar os quatro discos de sua carreira.

Referência no incentivo e fortalecimento da produção cultural no Estado, o Sesc Ceará participa do DFB Festival 2019 que conta com uma ampla programação de moda, arte, cultura, beleza, gastronomia e economia criativa. “Temos um espaço de destaque para a cena autoral e experimental, contemplando a riqueza da produção musical brasileira com artistas de múltiplas sonoridades. Além de apresentações de companhias de dança”, afirma Chagas Sales, gerente de Cultura do Sesc Ceará.

 

Encontro de sonoridades

No dia 16/05, o público aprecia o trabalho autoral da cantora cearense, Mel Mattos, que já conta com dois álbuns, O Retratista (2010) e Démodé?! (2016). A voz marcante da artista se destacou interpretando um vasto repertório de músicas brasileiras de personalidades como Gal Costa, Dominguinhos e Chico Buarque. O brincante, compositor, cantor e instrumentista Geraldo Junior, Junú, leva aos palcos uma pulsante celebração da vida. O trabalho do cearense une suas raízes do povo cariri e do sertão com o som urbano das guitarras.

O talento cearense continua em evidência, no dia 17/05, com as apresentações da banda Astronauta Marinho + maquinas, que destaca a música instrumental; e da Lorena Nunes, uma das cantoras de maior destaque na cena musical de Fortaleza da atualidade, que irá contemplar em seu repertório canções do primeiro álbum “Ouvi Dizer que lá faz Sol” (2014), os singles “Bom Dia, Saudade” “Tenho um Verão”, além de versões de músicas brasileiras e canções inéditas do próximo disco. Um show a cara da Lorena!

Para encerrar o Festival, dia 18/05, o palco Sesc recebe o reggae do Cariri com a banda Nazirê, formada totalmente por vocais femininos; e o cantor e compositor paulista, Marcelo Jeneci, expoente de uma nova geração de músicos, que retorna à Fortaleza para um encontro marcante com o público. O cantor traz uma apresentação com canções já conhecidas e adoradas pelo público, como “Felicidade”, “Pra sonhar”, “O Melhor da vida” e algumas novas canções de seu próximo disco, previsto para o mês de junho.

 

DFB FESTIVAL 2019

Data: 15 a 18/05

Local: Aterro da Praia de Iracema

 

PALCO SESC

Data: 15/05

18h30 – Companhia Madiana Romcy

19h- Projeto Rivera

21h- Tulipa Ruiz

 

Data: 16/05

18h30 – Academia Vera Passos

19h- Mel Mattos

21h- Junú

 

Data: 17/05

18h30 – Edisca

19h- Astronauta Marinho + maquinas

21h- Lorena Nunes

 

Data: 18/05

18h30- Escola de Dança de Paracuru

19h- Nazirê

21h- Marcelo Jeneci

Entrada Gratuita

 

Mais informações: (85) 3452.9090

Sitehttp://www.sesc-ce.com.br/

 

Canais oficiais:

www.sesc-ce.com.br

Facebook: Sesc Ceará

Flickr: Sesc Ceará

Instagram: @sescce

Publicidade

Tulipa Ruiz e Marcelo Jeneci fazem show gratuito em Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

12 de setembro de 2017

Retrato dos artistas Marcelo Jeneci e Tulipa Ruiz

A quarta edição do RioMar Music Festival traz a dupla de cantores paulistas com o show Dia a Dia, Lado a Lado. A apresentação é gratuita no dia 17 de agosto às 19h 

O RioMar Music Festival chega a sua quarta edição no próximo domingo, 17 de setembro, e, desta vez, traz para seu palco a dupla de cantores e compositores Marcelo Jeneci e Tulipa Ruiz com o show “Dia a Dia, Lado a Lado”. O show gratuito tem início às 16h com abertura dos portões e entregas das pulseiras de acesso, às 17h a cantora cearense Rebeca Câmara sobe ao palco, interpretando o melhor da música popular brasileira. Logo após, às 19h, Tulipa Ruiz e Marcelo Jeneci fazem uma apresentação conjunta passando pelos principais sucessos de ambos.

O show é fruto de uma composição de Tulipa Ruiz, Marcelo Jeneci e Gustavo Ruiz, feita em 2009, e gravada no final de 2015. “Dia a Dia, Lado a Lado” é um single de puro romance. O registro da canção foi realizado no estúdio El Rocha e contou com um time conceituado, que reuniu a guitarra de Gustavo Ruiz, lapsteel de Luiz Chagas, baixo de Marcio Arantes, violão de aço de Regis Damasceno, Samuel Fraga na bateria, Estevan Sinkovitz no bandolim e o próprio Marcelo Jeneci, nos teclados e na sanfona.

O repertório passará pelas canções dos três discos lançados por Tulipa – “Efêmera”, “Tudo Tanto” e “Dancê” -, como também por “Feito pra Acabar” e “De Graça”, de Marcelo Jeneci. A proposta é fazer uma verdadeira mistura musical. Ambos ficam no palco durante todo o show e dividem os vocais das canções.

 

Sobre Tulipa Ruiz

Tulipa Ruiz, com seu pop melódico e dançante, já está no terceiro álbum e foi consagrada pelo Grammy Latino com “Dancê”, eleito o “Melhor Álbum Pop Brasileiro” em 2016. “Efêmera” é o nome do primeiro álbum da cantora lançado em 2010. Dois anos depois, em 2012, com “Tudo Tanto”, ela trazia uma pegada pop rock.

 

Sobre Marcelo Jeneci

O cantor paulista Marcelo Jeneci já coleciona hits como compositor, é instrumentista adorado por grandes artistas e tem dois discos gravados: “Feito pra Acabar” (2010) e “De Graça” (2013).

RioMar Music Festival
O show faz parte da programação RioMar Music Festival que chega à sua quarta edição. O projeto – que traz grandes shows gratuitos para a capital cearense – busca promover a música e a cultura. No primeiro semestre, o Festival recebeu Toquinho e Geraldo Azevedo. Em agosto, o Tremendão Erasmo Carlos subiu ao palco do festival.  As apresentações ocorrerem sempre no Estacionamento Aberto da Lagoa do Papicu.

Serviço

RioMar Music Festival – Tulipa Ruiz e Marcelo Jeneci

Data: domingo, 17 de setembro

Local: Estacionamento Aberto da Lagoa do Papicu – RioMar Fortaleza

Abertura do portão e entregas das pulseiras de acesso: 16h

Show Rebeca Câmara: 17h

Show Tulipa Ruiz e Marcelo Jeneci: 19h

Entrada gratuita com capacidade limitada de lotação de espaço

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Tulipa Ruiz na CAIXA Cultural Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

02 de Fevereiro de 2016

daryan dornelles02_300dp

Foto: Daryan Dornelles

 

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, nos dias 03 e 04 de fevereiro, Tulipa Ruiz com o show Tudo Tanto, homônimo ao CD no qual assina, sozinha ou com parceiros, todas as onze faixas. A cantora paulistana vem acompanhada pelos músicos Gustavo Ruiz, no violão, e Alexandre Ribeiro, no clarinete. Dois anos depois de lançar seu disco de estreia, Efêmera, Tulipa Ruiz está ainda mais vigorosa e à vontade e explora novos caminhos em sua extensão vocal, experimentados e aperfeiçoados no palco no intervalo entre os dois registros em estúdio.

Dessa vez, o público cearense vai assistir a uma cantora mais evoluída, cuja vocação pop da conquistou o ícone do gênero, Lulu Santos, que endossou a radiofônica Dois Cafés com sua voz e guitarra slide. Em Quando Eu Achar, um coro masculino entoa, bem-humorado, os versos aliterados “paro para procurar/ para me preparar/ para nunca parar”. O experimentalismo ganha força no longo final instrumental de Desinibida e em faixas como Víbora – que ganhou arranjo de cordas cinematográfico de Jacques Mathias e guitarra venenosa de Luiz Chagas – atingindoseu ponto alto em Cada Voz, com a participação do quarteto São Paulo Underground – (Guilherme Granado, Maurício Takara, Richard Ribeiro e o norte-americano Rob Mazurek).

A última música do disco, Cada Voz, já fazia parte do repertório da turnê de Efêmera, e nesta versão sofisticada, a tensão crescente explode com a guitarra de Gustavo Ruiz e o trompete de Mazurek. “Parece que a música nasceu para ser tocada por esta formação. Poucos caras sabem fazer música respeitando o silêncio e a respiração como o São Paulo Underground.”, conclui Gustavo.

Sobre Tulipa Ruiz: Filha de Luiz Chagas, guitarrista da histórica banda Isca de Polícia de Itamar Assumpcão, e irmã de Gustavo Ruiz, a cantora já dividiu o palco com nomes como Milton Nascimento, Zélia Duncan, Arnaldo Antunes, Lenine, Nação Zumbi (Rock in Rio 2011) e a cubana Yusa. O primeiro álbum de Tulipa, Efêmera, foi considerado o melhor disco de 2010 pela revista Rolling Stone, um dos melhores do ano pelo jornal O Globo e um dos melhores da década pela Folha de S. Paulo, que também elegeu seu lançamentocomo o show do ano. A música que dá título ao disco faz parte da trilha sonora do FIFA 2011, um dos videogames mais populares do planeta.

O sucesso do álbum ainda rendeu à Tulipa o título de melhor cantora de 2011 no Prêmio Multishow pelo júri especializado, além de uma indicação como artista revelação no VMB do mesmo ano. Só Sei Dançar Com Você, faixa do primeiro disco, foi trilha sonora de uma das protagonistas da novela Cheias de Charme, da TV Globo.

Além dos mais de 150 shows realizados por todo o Brasil, com lotação esgotada, acantora se apresentou sete vezes no exterior. Participou do festival belga Europalia e levou seu show a países como Inglaterra, Itália, Portugal, França, Dinamarca, Argentina, Colômbia e Estados Unidos. Na Inglaterra, seu álbum ganhou crítica positiva no The Guardian, um dos mais importantes jornais dopaís.

 

Serviço:

Música “Tulipa Ruiz”

Local: CAIXA Cultural Fortaleza Endereço:Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema Data:03 e 04 de fevereiro de 2016 Horários: quarta e quinta,às 20h Duração:60 minutos Classificação indicativa:14 anos Ingressos: R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia). Vendas a partir do dia 02/02, das 10h às 20hAcesso para pessoas com deficiência e assentos especiais Informações: (85) 3453-2770

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

6º Jeri Eco Cultural apresenta Tulipa Ruiz

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

26 de outubro de 2015

TulipaRuiz

A combinação entre a paisagem da paradisíaca praia de Jericoacoara, grandes atrações artísticas e o envolvimento da comunidade local em atividades sustentáveis, é a essência do Jeri Eco Cultural, que chega à sua sexta edição em 2015.  O 6º JERI ECO CULTURAL acontecerá nos dias 30 e 31 de outubro. Na programação, oficinas ambientais de horta solidária e sabão ecológico para a comunidade e o show inédito Dancê da cantora Tulipa Ruiz, com abertura da dupla piauiense radicada em Jeri, Luã Passos e Zaqueu Souza.

O projeto JERI ECO CULTURALvisa incentivar a cultura, a economia e a consciência ambiental no Parque Nacional de Jericoacoara (CE) e vizinhanças, utilizando apresentações musicais como instrumento de sensibilização para valorização do desenvolvimento local e da população brasileira. A realização do evento é do Instituto Vértice, com patrocínio do Governo do Estado do Ceará,Coca Cola e Expresso Guanabara através da Lei Estadual de Apoio à Cultura e apoio da Prefeitura Municipal de Jijoca.

 

OFICINAS AMBIENTAIS PARA COMUNIDADE

Esse ano, o 6º JERI ECO CULTURAL promoverá oficinas de horta solidária e sabão ecológico, em parceria com o projeto Engenheiros Sem Fronteiras – Núcleo Fanor, da faculdade Fanor/Devry. Com aulas teóricas e práticas, essas têm por objetivo despertar a consciência ecológica, seja reaproveitando espaços subutilizados para plantação de alimentos sem agrotóxicos ou reutilizando o óleo de cozinha para a fabricação do sabão, estimulando ainda o convívio social, a qualidade de vida e o empreendedorismo.

As oficinas serão realizadas durante a sexta-feira (30), de 8h às 12h e de 14h às 18h, no Espaço Multiuso. É importante ressaltar que todas as ações e atrações do 6º JERI ECO CULTURAL são gratuitas para viabilizar a participação da comunidade e dos visitantes e que, durante o evento, todos serão estimulados a recolherem corretamente seu lixo.

 

SHOW DE TULIPA RUIZ

Em 2015, o JERI ECO CULTURAL retoma suas atividades, trazendo uma atração musical nacional. No sábado (31), Luã Passos e Zaqueu Souza se apresentam às 20h, abrindo para Tulipa Ruiz, quesobe ao palco às 21h com o seu último trabalho, Dancê. Inédito no Ceará, o show é um convite para dançar, do começo ao fim.

Cinco anos depois de estrear no mercado independente com “Efêmera” e seu repertório pop solar, se consolidando como revelação da música brasileira dois anos depois com “Tudo Tanto”, mais na pegada pop rock, a cantora e compositora paulista surpreende e se reinventa com Dancê.Produzido por Gustavo Ruiz – irmão, guitarrista, parceiro em dez das 11 novas composições e produtor de todos os seus trabalhos -, o repertório de Tulipa continua pop e mantém ecos solares, mas foi feito para dançar. “É um álbum para se deixar levar”, explica o produtor.

A sonoridade está ainda mais encorpada, em faixas com forte presença de metais e sopros, com arranjos de Marcio Arantes e Jacques Mathias. Mas também tem canção para dançar a dois, colado. É uma pista particular para todas as cabeças e gerações. Ao longo de onze faixas, Tulipa versa, como sempre fez, sobre o agora. E o agora de Tulipa Ruiz é atemporal.

Sobre Tulipa Ruiz – Nascida em Santos, criada na mineira São Lourenço e formada em Multimeios na PUC, de São Paulo, Tulipa Ruiz e o irmão, Gustavo, têm berço musical: o pai, Luiz Chagas, é guitarrista da vanguardista Isca de Polícia, banda que acompanhou Itamar Assumpção. As referências, entretanto, se espalham por Baby do Brasil, Zezé Motta, o grupo Rumo e as artistas internacionais e multimídias Meredith Monk e Yoko Ono, além de Joni Mitchell.

Ainda garota e já universitária, Tulipa teve algumas experiências musicais por hobby. O “valendo”, porém, veio só em 2009 quando a então redatora e ilustradora se assumiu como cantora e compositora. Os desenhos continuam presentes na carreira: em todos os encartes dos álbuns, em colaborações para o jornal Le Monde Diplomatique Brasil e na marca de roupas Brocal, que ela lançou em 2014 com sua empresária Heloisa Aidar e tem seus desenhos como matéria-prima para estampas.

 

RETROSPETIVA JERI ECO CULTUTAL

De 2008 a 2012, o JERI ECO CULTURAL atingiu um público total de 60 mil pessoas. Entre as atrações que já tocaram na internacionalmente famosa praia de Jericoacoara, figuram: Paulinho Moska, Groovytown, Nando Reis, Chico César, Falcão (O Rappa) e os Loucomotivos, Batucada Elétrica, Céu, Mundo Livre S/A, Banda Eddie, Orquestra Sinfônica de Jijoca, Nigroover, DJ Leo Teruz, Nayra Costa e Criolo.

Vale destacar que nas primeiras edições do projeto, o grande foco foram as capacitações para as artesãs da Associação das Crocheteiras de Jijoca, que realizam importante trabalho artesanal e de geração de renda para os moradores da região. Em 2012, houve uma ampliação dos temas abordados e do público atingindo, com a realização as seguintes oficinas: fábrica de vassouras ecológicas, forno solar, combate às drogas; multi utilidades do lixo.

 

SERVIÇO – 6º JERI ECO CULTURAL

Dia 30/10 (Sexta-feira) – OFICINAS DE HORTA SOLIDÁRIA E SABÃO ECOLÓGICO

Horário: De 8h às 12h e de 14h às 18h

Local: Espaço Multiuso

GRÁTIS

 

Dia 31/10(Sábado) – SHOW DE TULIPA RUIZ COM ABERTURA DA DUPLA LOCAL LUÃ E ZAQUEU

Horário: A partir das 20h

Local: Espaço Multiuso

GRÁTIS

Realização: Instituto Vértice

Patrocínio: Governo do Estado do Ceará, Coca Cola e Expresso Guanabara, através da Lei Estadual de Apoio à Cultura e apoio da Prefeitura Municipal de Jijoca.

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

6º Jeri Eco Cultural apresenta Tulipa Ruiz

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

26 de outubro de 2015

TulipaRuiz

A combinação entre a paisagem da paradisíaca praia de Jericoacoara, grandes atrações artísticas e o envolvimento da comunidade local em atividades sustentáveis, é a essência do Jeri Eco Cultural, que chega à sua sexta edição em 2015.  O 6º JERI ECO CULTURAL acontecerá nos dias 30 e 31 de outubro. Na programação, oficinas ambientais de horta solidária e sabão ecológico para a comunidade e o show inédito Dancê da cantora Tulipa Ruiz, com abertura da dupla piauiense radicada em Jeri, Luã Passos e Zaqueu Souza.

O projeto JERI ECO CULTURALvisa incentivar a cultura, a economia e a consciência ambiental no Parque Nacional de Jericoacoara (CE) e vizinhanças, utilizando apresentações musicais como instrumento de sensibilização para valorização do desenvolvimento local e da população brasileira. A realização do evento é do Instituto Vértice, com patrocínio do Governo do Estado do Ceará,Coca Cola e Expresso Guanabara através da Lei Estadual de Apoio à Cultura e apoio da Prefeitura Municipal de Jijoca.

 

OFICINAS AMBIENTAIS PARA COMUNIDADE

Esse ano, o 6º JERI ECO CULTURAL promoverá oficinas de horta solidária e sabão ecológico, em parceria com o projeto Engenheiros Sem Fronteiras – Núcleo Fanor, da faculdade Fanor/Devry. Com aulas teóricas e práticas, essas têm por objetivo despertar a consciência ecológica, seja reaproveitando espaços subutilizados para plantação de alimentos sem agrotóxicos ou reutilizando o óleo de cozinha para a fabricação do sabão, estimulando ainda o convívio social, a qualidade de vida e o empreendedorismo.

As oficinas serão realizadas durante a sexta-feira (30), de 8h às 12h e de 14h às 18h, no Espaço Multiuso. É importante ressaltar que todas as ações e atrações do 6º JERI ECO CULTURAL são gratuitas para viabilizar a participação da comunidade e dos visitantes e que, durante o evento, todos serão estimulados a recolherem corretamente seu lixo.

 

SHOW DE TULIPA RUIZ

Em 2015, o JERI ECO CULTURAL retoma suas atividades, trazendo uma atração musical nacional. No sábado (31), Luã Passos e Zaqueu Souza se apresentam às 20h, abrindo para Tulipa Ruiz, quesobe ao palco às 21h com o seu último trabalho, Dancê. Inédito no Ceará, o show é um convite para dançar, do começo ao fim.

Cinco anos depois de estrear no mercado independente com “Efêmera” e seu repertório pop solar, se consolidando como revelação da música brasileira dois anos depois com “Tudo Tanto”, mais na pegada pop rock, a cantora e compositora paulista surpreende e se reinventa com Dancê.Produzido por Gustavo Ruiz – irmão, guitarrista, parceiro em dez das 11 novas composições e produtor de todos os seus trabalhos -, o repertório de Tulipa continua pop e mantém ecos solares, mas foi feito para dançar. “É um álbum para se deixar levar”, explica o produtor.

A sonoridade está ainda mais encorpada, em faixas com forte presença de metais e sopros, com arranjos de Marcio Arantes e Jacques Mathias. Mas também tem canção para dançar a dois, colado. É uma pista particular para todas as cabeças e gerações. Ao longo de onze faixas, Tulipa versa, como sempre fez, sobre o agora. E o agora de Tulipa Ruiz é atemporal.

Sobre Tulipa Ruiz – Nascida em Santos, criada na mineira São Lourenço e formada em Multimeios na PUC, de São Paulo, Tulipa Ruiz e o irmão, Gustavo, têm berço musical: o pai, Luiz Chagas, é guitarrista da vanguardista Isca de Polícia, banda que acompanhou Itamar Assumpção. As referências, entretanto, se espalham por Baby do Brasil, Zezé Motta, o grupo Rumo e as artistas internacionais e multimídias Meredith Monk e Yoko Ono, além de Joni Mitchell.

Ainda garota e já universitária, Tulipa teve algumas experiências musicais por hobby. O “valendo”, porém, veio só em 2009 quando a então redatora e ilustradora se assumiu como cantora e compositora. Os desenhos continuam presentes na carreira: em todos os encartes dos álbuns, em colaborações para o jornal Le Monde Diplomatique Brasil e na marca de roupas Brocal, que ela lançou em 2014 com sua empresária Heloisa Aidar e tem seus desenhos como matéria-prima para estampas.

 

RETROSPETIVA JERI ECO CULTUTAL

De 2008 a 2012, o JERI ECO CULTURAL atingiu um público total de 60 mil pessoas. Entre as atrações que já tocaram na internacionalmente famosa praia de Jericoacoara, figuram: Paulinho Moska, Groovytown, Nando Reis, Chico César, Falcão (O Rappa) e os Loucomotivos, Batucada Elétrica, Céu, Mundo Livre S/A, Banda Eddie, Orquestra Sinfônica de Jijoca, Nigroover, DJ Leo Teruz, Nayra Costa e Criolo.

Vale destacar que nas primeiras edições do projeto, o grande foco foram as capacitações para as artesãs da Associação das Crocheteiras de Jijoca, que realizam importante trabalho artesanal e de geração de renda para os moradores da região. Em 2012, houve uma ampliação dos temas abordados e do público atingindo, com a realização as seguintes oficinas: fábrica de vassouras ecológicas, forno solar, combate às drogas; multi utilidades do lixo.

 

SERVIÇO – 6º JERI ECO CULTURAL

Dia 30/10 (Sexta-feira) – OFICINAS DE HORTA SOLIDÁRIA E SABÃO ECOLÓGICO

Horário: De 8h às 12h e de 14h às 18h

Local: Espaço Multiuso

GRÁTIS

 

Dia 31/10(Sábado) – SHOW DE TULIPA RUIZ COM ABERTURA DA DUPLA LOCAL LUÃ E ZAQUEU

Horário: A partir das 20h

Local: Espaço Multiuso

GRÁTIS

Realização: Instituto Vértice

Patrocínio: Governo do Estado do Ceará, Coca Cola e Expresso Guanabara, através da Lei Estadual de Apoio à Cultura e apoio da Prefeitura Municipal de Jijoca.

  • postado por Oswaldo Scaliotti