Publicidade

Le Chef Coxinha

por Ariane Cajazeiras

Mil sabores em mil folhas

Por Ariane Cajazeiras em Experiências Gastronômicas

13 de novembro de 2016

Quem não gosta de açúcar em excesso (eu), certamente curte a misturinha doce+salgado dos mil folhas. O doce tem origem francesa e é feito com massa folhada e recheado geralmente com creme de confeiteiro. É comum encontrar em padarias, confeitarias e delicatessens e um dos meus preferidos é esse sabor aqui:

Mil folhas de morango com creme

Mil folhas de morango com creme (FOTO: Ariane Cajazeiras)

Adoradora de uma sobremesa que sou (não é a toa que meus gatos se chama Suspiro e Biscoito) já conhecia os bolos, sobremesas e salgados da Tortelê (que é detentora da receita da melhor coxinha de frango com polenguinho da cidade, na minha humilde opinião de glutona). Eles já tinham o mil folhas de morango no cardápio em uma versão bem maior, que para mim só rolava se eu repartisse com minha mãe, que curte a sobremesa tanto quanto eu. Geralmente pedimos a sobremesa após a coxinha, ou seja, não cabe tanta coisa ao mesmo tempo nesse estomagozinho, não, então tínhamos que dividir, sim.

Aí eis que continuando a leva de Festivais (a confeitaria já realizou o Festival do Morango esse ano), está sendo realizado até o dia 30 de novembro o 2º Festival Mil Folhas! Agora com versões mini dos nosso queridos mil folhas e com uma gama muito maior de sabores!

Alana em um relacionamento sério com o mil folhas de ninho com creme de avelã

Alana em um relacionamento sério com o mil folhas de ninho com creme de avelã (FOTO: Ariane Cajazeiras)

Ganhamos um voucher para saborear 3 sabores, mas pelo bem da humanidade foi necessário provar mais coisas. Levei minha irmã, Alana, e minha mãe, Regilane. Claro que compramos mais unidades com o único intuito de contar nossas impressões pra vocês, né? Não é porque a gente come muito, não.

O doce Mil Folhas, de acordo com a loja, é um dos produtos mais vendidos nas lojas Tortelê Aldeota e Sul. O tradicional é o de morangos frescos com creme Tortelê, mas com o festival, a cada semana é lançado um sabor novo no cardápio. Todos são criações da doceira Carolina Batista e a ideia é que eles só permaneçam no cardápio nesse mês de novembro. Mas, olha, eu já vou lançar a hashtag #ficacupuaçu. Foi o primeiro que provei:

Come come come come come

Come come come come come

Obrigada, Deus, por ter criado o cupuaçu. Obrigada, região norte brasileira, por ter a ideia de comer cupuaçu. Na versão “Tortelesca”, ele vem em forma de geleia e é misturado ao creme Tortelê, fazendo aquele mix salgado-doce-azedo que eu amo/sou. Pra finalizar, tem um pedaço de castanha-do-pará no topo, aquela maravilhosa castanha bem oleosa. Não senti muito a castanha dentro do doce, o sabor dela acaba não se sobressaindo tanto. Mas esse com certeza foi o meu mil folhas favorito, superou até o de morango.

Mil folhas de Cupuaçu <3

Mil folhas de Cupuaçu <3

Também provamos o Mil Folhas de Ninho com Creme de Avelã. O creme de Ninho é feito a partir do creme Tortelê que é como se fosse um creme de confeiteiro, sabe? Mais leve e fofo, não é textura de brigadeiro, não. Você pode até achar que a comunidade doceira está se aproveitando demais do leite ninho, porque agora tem sorvete, doce, docinho, bolo, recheio, sobremesa, trufa (deposite aqui sua versão) e VOCÊ ESTÁ CERTO! Não vou mentir, gosto muito de leite ninho, mas de uma maneira geral a galera CARREGA MUITO NO AÇÚCAR. Não façam isso, crianças. Não estraguem o leite ninho, ele é muito caro. O Mil folhas de Ninho foi escolha da minha irmã Alana, mas eu dei umas mordidas, porque a gente divide comida, não somos o Joey, de Friends.

Joey não divide comida (Reprodução Internet)

Joey não divide comida! (Reprodução Internet)

O sabor ninho com creme de avelã (Nutella hihihi) não é pesado nem doce demais. Alana achou “bem leve e gostoso e no tamanho ideal”. Vem com esse rolinho callebaut em cima pra ficar bonitim e um tiquim de cacau em pó por cima:

Ninho com creme de avelã

Ninho com creme de avelã

Talvez no tamanho grande ficasse um pouco doce demais para um só ser. Já mamãe não quis sair do tradicional e apostou no Morango com creme Tortelê, que já falei acima. Gosto da leveza do creme e do azedinho do morango (porque nunca comi um morango doce em Fortaleza, né, mores). Pra finalizar, açúcar de confeiteiro por cima, vejam:

Mil Folhas de Morango

Mil Folhas de Morango

Não pude deixar de provar a versão “mil folhas” salgada. É, na verdade, um salgado que eles já comercializam, mas em versão mini, o “Vol-au-vent”. O vol-au-vent é uma cestinha de massa folhada, como você pode ver na foto. Para o festival, foram desenvolvidos dois sabores: creme de salmão e mix de cogumelos. Não curto muito cogumelos (a versão deles é com creme de shitake e funghi), então optei pelo creme de salmão. Muito gostoso, temperadinho e com uma boa porção de recheio:

Vou-la-vent de salmão

Vou-la-vent de salmão

Mas… ficaria melhor bem quentinho, comemos em temperatura ambiente. O valor é um pouco acima dos doces, custa R$11,50, cada um. Os Mil Folhas versão mini custam  R$6,90! Não é barato, né, mas é um preço bem justo pela qualidade do produto.

Mil folhas de pistache

Mil folhas de pistache

No dia que fomos ainda tinha versão de Pistache (fiquei muito a fim, mas não cabia mais), mousse de doce de leite e maçã. Fiquei com vontade de provar (mas não tinha) a versão Romeu e Julieta (goiabadinha, amigos, quem curte?). Não sei em qual sequência são oferecidas, pois não estavam lá na vitrine, mas de acordo com a divulgação, existem 16 versões, entre elas: Baba de Moça com ameixa, Ninho com Oreo, Abacaxi com Coco e Brigadeiro com Morango. Os doces não estavam sendo recheados na hora, já estavam expostos, mas isso não comprometeu a crocância da massa. A Tortelê tem lojas na rua Vicente Leite, 1422 – Aldeota (funciona de segunda-feira a sábado, das 10h às 19h) e a Sul fica na Rua República da Armênia, 1170 – Água Fria (horário mais estendido, de Segunda a Domingo: 12:00 às 20:30).

Com amor e com fome,

Ariane

Publicidade aqui

Mil sabores em mil folhas

Por Ariane Cajazeiras em Experiências Gastronômicas

13 de novembro de 2016

Quem não gosta de açúcar em excesso (eu), certamente curte a misturinha doce+salgado dos mil folhas. O doce tem origem francesa e é feito com massa folhada e recheado geralmente com creme de confeiteiro. É comum encontrar em padarias, confeitarias e delicatessens e um dos meus preferidos é esse sabor aqui:

Mil folhas de morango com creme

Mil folhas de morango com creme (FOTO: Ariane Cajazeiras)

Adoradora de uma sobremesa que sou (não é a toa que meus gatos se chama Suspiro e Biscoito) já conhecia os bolos, sobremesas e salgados da Tortelê (que é detentora da receita da melhor coxinha de frango com polenguinho da cidade, na minha humilde opinião de glutona). Eles já tinham o mil folhas de morango no cardápio em uma versão bem maior, que para mim só rolava se eu repartisse com minha mãe, que curte a sobremesa tanto quanto eu. Geralmente pedimos a sobremesa após a coxinha, ou seja, não cabe tanta coisa ao mesmo tempo nesse estomagozinho, não, então tínhamos que dividir, sim.

Aí eis que continuando a leva de Festivais (a confeitaria já realizou o Festival do Morango esse ano), está sendo realizado até o dia 30 de novembro o 2º Festival Mil Folhas! Agora com versões mini dos nosso queridos mil folhas e com uma gama muito maior de sabores!

Alana em um relacionamento sério com o mil folhas de ninho com creme de avelã

Alana em um relacionamento sério com o mil folhas de ninho com creme de avelã (FOTO: Ariane Cajazeiras)

Ganhamos um voucher para saborear 3 sabores, mas pelo bem da humanidade foi necessário provar mais coisas. Levei minha irmã, Alana, e minha mãe, Regilane. Claro que compramos mais unidades com o único intuito de contar nossas impressões pra vocês, né? Não é porque a gente come muito, não.

O doce Mil Folhas, de acordo com a loja, é um dos produtos mais vendidos nas lojas Tortelê Aldeota e Sul. O tradicional é o de morangos frescos com creme Tortelê, mas com o festival, a cada semana é lançado um sabor novo no cardápio. Todos são criações da doceira Carolina Batista e a ideia é que eles só permaneçam no cardápio nesse mês de novembro. Mas, olha, eu já vou lançar a hashtag #ficacupuaçu. Foi o primeiro que provei:

Come come come come come

Come come come come come

Obrigada, Deus, por ter criado o cupuaçu. Obrigada, região norte brasileira, por ter a ideia de comer cupuaçu. Na versão “Tortelesca”, ele vem em forma de geleia e é misturado ao creme Tortelê, fazendo aquele mix salgado-doce-azedo que eu amo/sou. Pra finalizar, tem um pedaço de castanha-do-pará no topo, aquela maravilhosa castanha bem oleosa. Não senti muito a castanha dentro do doce, o sabor dela acaba não se sobressaindo tanto. Mas esse com certeza foi o meu mil folhas favorito, superou até o de morango.

Mil folhas de Cupuaçu <3

Mil folhas de Cupuaçu <3

Também provamos o Mil Folhas de Ninho com Creme de Avelã. O creme de Ninho é feito a partir do creme Tortelê que é como se fosse um creme de confeiteiro, sabe? Mais leve e fofo, não é textura de brigadeiro, não. Você pode até achar que a comunidade doceira está se aproveitando demais do leite ninho, porque agora tem sorvete, doce, docinho, bolo, recheio, sobremesa, trufa (deposite aqui sua versão) e VOCÊ ESTÁ CERTO! Não vou mentir, gosto muito de leite ninho, mas de uma maneira geral a galera CARREGA MUITO NO AÇÚCAR. Não façam isso, crianças. Não estraguem o leite ninho, ele é muito caro. O Mil folhas de Ninho foi escolha da minha irmã Alana, mas eu dei umas mordidas, porque a gente divide comida, não somos o Joey, de Friends.

Joey não divide comida (Reprodução Internet)

Joey não divide comida! (Reprodução Internet)

O sabor ninho com creme de avelã (Nutella hihihi) não é pesado nem doce demais. Alana achou “bem leve e gostoso e no tamanho ideal”. Vem com esse rolinho callebaut em cima pra ficar bonitim e um tiquim de cacau em pó por cima:

Ninho com creme de avelã

Ninho com creme de avelã

Talvez no tamanho grande ficasse um pouco doce demais para um só ser. Já mamãe não quis sair do tradicional e apostou no Morango com creme Tortelê, que já falei acima. Gosto da leveza do creme e do azedinho do morango (porque nunca comi um morango doce em Fortaleza, né, mores). Pra finalizar, açúcar de confeiteiro por cima, vejam:

Mil Folhas de Morango

Mil Folhas de Morango

Não pude deixar de provar a versão “mil folhas” salgada. É, na verdade, um salgado que eles já comercializam, mas em versão mini, o “Vol-au-vent”. O vol-au-vent é uma cestinha de massa folhada, como você pode ver na foto. Para o festival, foram desenvolvidos dois sabores: creme de salmão e mix de cogumelos. Não curto muito cogumelos (a versão deles é com creme de shitake e funghi), então optei pelo creme de salmão. Muito gostoso, temperadinho e com uma boa porção de recheio:

Vou-la-vent de salmão

Vou-la-vent de salmão

Mas… ficaria melhor bem quentinho, comemos em temperatura ambiente. O valor é um pouco acima dos doces, custa R$11,50, cada um. Os Mil Folhas versão mini custam  R$6,90! Não é barato, né, mas é um preço bem justo pela qualidade do produto.

Mil folhas de pistache

Mil folhas de pistache

No dia que fomos ainda tinha versão de Pistache (fiquei muito a fim, mas não cabia mais), mousse de doce de leite e maçã. Fiquei com vontade de provar (mas não tinha) a versão Romeu e Julieta (goiabadinha, amigos, quem curte?). Não sei em qual sequência são oferecidas, pois não estavam lá na vitrine, mas de acordo com a divulgação, existem 16 versões, entre elas: Baba de Moça com ameixa, Ninho com Oreo, Abacaxi com Coco e Brigadeiro com Morango. Os doces não estavam sendo recheados na hora, já estavam expostos, mas isso não comprometeu a crocância da massa. A Tortelê tem lojas na rua Vicente Leite, 1422 – Aldeota (funciona de segunda-feira a sábado, das 10h às 19h) e a Sul fica na Rua República da Armênia, 1170 – Água Fria (horário mais estendido, de Segunda a Domingo: 12:00 às 20:30).

Com amor e com fome,

Ariane