Casal queria vender trufas para pagar casamento, e acabou ganhando festa completa

REDE DE SOLIDARIEDADE

Casal queria vender trufas para pagar casamento, e acabou ganhando festa completa

O grupo “Alguém conhece alguém que…” garantiu a realização de nova corrente de ajuda para realizar sonhos

Por Jéssica Welma em Comportamento

22 de junho de 2016 às 11:54

Há 3 anos

Os noivos Rafaela Felix e Fernando Lucas decidiram vender trufas na Avenida Beira-Mar, em Fortaleza, para juntar grana para o casamento. O que eles não imaginavam era que um registro fotográfico da ação, publicado em uma página no Facebook, transformaria a festa em um exemplo de solidariedade.

Tudo começou na segunda-feira (20), quando Nayara Paz postou a foto do casal vendendo as trufas, no grupo “Alguém Conhece Alguém que…“, para saber quem são eles e presenteá-los com as fotos do casamento civil.

1

Reprodução/Alguém Conhece Alguém Que…

A foto logo inspirou outros casais que precisam de dinheiro para o casório.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/2 1

Antes de os noivos serem identificados, já se somava às fotos os custos da união no cartório.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/4 1

Foi então que Rafaela Felix foi identificada.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/5 1

A boa ação deixou muita gente feliz.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/6

O casal ainda nem havia visto a movimentação no grupo, quando o cerimonialista Lukas Almeida, que atua no ramo há oito anos, decidiu fazer parte da boa ação.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/7

Quando o cerimonialista se juntou ao grupo e publicou a corrente em sua página no Facebook, vários fornecedores de festa de casamento decidiram colaborar com o evento.

Os noivos ganharam também o buquê!

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/10

Os convites…

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/11

O chef de cozinha (e uma ajudante)…

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/9

Teve até padre se oferecendo…

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/13 1

Olha o bolo!

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/bolo

E também a música para a cerimônia.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/voz

Fotos, mais fotos.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/ensaio externo

Nasceu uma corrente de ajuda que o casal jamais esperava quando saiu de casa em um domingo para vender as trufas na praia.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/presentes

A noiva ainda não consegue acreditar no que está acontecendo.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/agradecimento noiva 1

Obrigado a todos!

“A ficha ainda não caiu”, conta Rafaela. A jovem de 19 anos namora Fernando Barbosa Lucas, de 24, há cinco anos. O noivado foi oficializado para a família no final do ano passado. Desde então, os noivos buscavam uma forma de conseguir um dinheiro extra para fazer uma comemoração simples entre parentes e amigos.

Devido a dificuldades financeiras, uma festa era sonho distante até o último domingo (19), quando saíram, pela primeira vez, para vender trufas na Orla da Beira-Mar. Fernando foi resistente sobre vender os chocolates, porque se sentia envergonhado. A noiva o convenceu a apenas segurar a placa, pois ela se encarregaria de convencer os clientes.

Já vendiam os produtos em casa, para amigos, e haviam se arriscado pelo Centro de Fortaleza, sem sucesso, devido à pressa das pessoas. “Na hora ele foi se desenrolando e, pensava que não, ele quem estava abordando as pessoas na praia”, afirma.

O casal demorou a ver a postagem da foto no Facebook. Rafaela está sem celular e tem se comunicado através do telefone do pai, cujo modelo é antigo. Na sua casa, também não tem internet. Ela só soube da movimentação nas redes sociais quando uma futura madrinha de casamento ligou para ela. “Até na rua já tem gente dando os parabéns”, afirma a noiva.

Fernando trabalha durante todo o dia e à noite estuda, por isso também demorou a saber o que estava acontecendo. Ele é auxiliar técnico de portões elétricos e vai iniciar a faculdade em agosto. Rafaela já trabalhou em uma rede de fast food e está à procura de emprego. Ela cursou Gerência de Saúde em uma universidade particular, mas teve de deixar o curso por não ter condições financeiras de mantê-lo. O projeto é retomar os estudos no próximo semestre.

Rafaela conta que mal consegue dormir de tanta ansiedade. A emoção é partilhada com a família. Ela brinca que a todo momento pergunta se a mãe está tomando os remédios da pressão para controlar tantas emoções.

Para ela, toda a ajuda que tem recebido é providência divina. “O que era impossível para gente, Deus tornou possível”, ressalta. O casamento estava previsto para o dia 10 de março, mas toda a organização terá de ser reavaliada depois de tantas ajudas. O primeiro encontro com o cerimonialista Lukas Almeida acontecerá nesta quarta-feira (22). Que sejam felizes para sempre!

Publicidade

Dê sua opinião

REDE DE SOLIDARIEDADE

Casal queria vender trufas para pagar casamento, e acabou ganhando festa completa

O grupo “Alguém conhece alguém que…” garantiu a realização de nova corrente de ajuda para realizar sonhos

Por Jéssica Welma em Comportamento

22 de junho de 2016 às 11:54

Há 3 anos

Os noivos Rafaela Felix e Fernando Lucas decidiram vender trufas na Avenida Beira-Mar, em Fortaleza, para juntar grana para o casamento. O que eles não imaginavam era que um registro fotográfico da ação, publicado em uma página no Facebook, transformaria a festa em um exemplo de solidariedade.

Tudo começou na segunda-feira (20), quando Nayara Paz postou a foto do casal vendendo as trufas, no grupo “Alguém Conhece Alguém que…“, para saber quem são eles e presenteá-los com as fotos do casamento civil.

1

Reprodução/Alguém Conhece Alguém Que…

A foto logo inspirou outros casais que precisam de dinheiro para o casório.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/2 1

Antes de os noivos serem identificados, já se somava às fotos os custos da união no cartório.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/4 1

Foi então que Rafaela Felix foi identificada.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/5 1

A boa ação deixou muita gente feliz.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/6

O casal ainda nem havia visto a movimentação no grupo, quando o cerimonialista Lukas Almeida, que atua no ramo há oito anos, decidiu fazer parte da boa ação.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/7

Quando o cerimonialista se juntou ao grupo e publicou a corrente em sua página no Facebook, vários fornecedores de festa de casamento decidiram colaborar com o evento.

Os noivos ganharam também o buquê!

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/10

Os convites…

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/11

O chef de cozinha (e uma ajudante)…

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/9

Teve até padre se oferecendo…

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/13 1

Olha o bolo!

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/bolo

E também a música para a cerimônia.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/voz

Fotos, mais fotos.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/ensaio externo

Nasceu uma corrente de ajuda que o casal jamais esperava quando saiu de casa em um domingo para vender as trufas na praia.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/presentes

A noiva ainda não consegue acreditar no que está acontecendo.

s3://jgdprod us/wp content/uploads/sites/5/2016/06/agradecimento noiva 1

Obrigado a todos!

“A ficha ainda não caiu”, conta Rafaela. A jovem de 19 anos namora Fernando Barbosa Lucas, de 24, há cinco anos. O noivado foi oficializado para a família no final do ano passado. Desde então, os noivos buscavam uma forma de conseguir um dinheiro extra para fazer uma comemoração simples entre parentes e amigos.

Devido a dificuldades financeiras, uma festa era sonho distante até o último domingo (19), quando saíram, pela primeira vez, para vender trufas na Orla da Beira-Mar. Fernando foi resistente sobre vender os chocolates, porque se sentia envergonhado. A noiva o convenceu a apenas segurar a placa, pois ela se encarregaria de convencer os clientes.

Já vendiam os produtos em casa, para amigos, e haviam se arriscado pelo Centro de Fortaleza, sem sucesso, devido à pressa das pessoas. “Na hora ele foi se desenrolando e, pensava que não, ele quem estava abordando as pessoas na praia”, afirma.

O casal demorou a ver a postagem da foto no Facebook. Rafaela está sem celular e tem se comunicado através do telefone do pai, cujo modelo é antigo. Na sua casa, também não tem internet. Ela só soube da movimentação nas redes sociais quando uma futura madrinha de casamento ligou para ela. “Até na rua já tem gente dando os parabéns”, afirma a noiva.

Fernando trabalha durante todo o dia e à noite estuda, por isso também demorou a saber o que estava acontecendo. Ele é auxiliar técnico de portões elétricos e vai iniciar a faculdade em agosto. Rafaela já trabalhou em uma rede de fast food e está à procura de emprego. Ela cursou Gerência de Saúde em uma universidade particular, mas teve de deixar o curso por não ter condições financeiras de mantê-lo. O projeto é retomar os estudos no próximo semestre.

Rafaela conta que mal consegue dormir de tanta ansiedade. A emoção é partilhada com a família. Ela brinca que a todo momento pergunta se a mãe está tomando os remédios da pressão para controlar tantas emoções.

Para ela, toda a ajuda que tem recebido é providência divina. “O que era impossível para gente, Deus tornou possível”, ressalta. O casamento estava previsto para o dia 10 de março, mas toda a organização terá de ser reavaliada depois de tantas ajudas. O primeiro encontro com o cerimonialista Lukas Almeida acontecerá nesta quarta-feira (22). Que sejam felizes para sempre!