Mulheres formam grupo de pré-carnaval feminista para quebrar preconceitos em Fortaleza


Mulheres formam grupo de pré-carnaval feminista para quebrar preconceitos em Fortaleza

O Damas Cortejam é o 1º grupo de pré-carnaval formado exclusivamente por mulheres a ganhar o edital da Secretaria de Cultura de Fortaleza

Por Matheus Ribeiro em Música

7 de janeiro de 2016 às 06:00

Há 4 anos

Integrantes do Grupo Damas Cortejam (Foto: Divulgação)

Integrantes do Grupo Damas Cortejam (FOTO: Divulgação)

Entre vários blocos de pré-carnaval que vão às ruas no pré-carnaval, um deve se destacar pelo mote feminista. Em Fortaleza, o grupo Damas Cortejam desfila como estreante, levando em seus enredos reflexões políticas de apoio às mulheres. Composta exclusivamente por meninas, a turma será o primeiro grupo feminista de carnaval a disseminar a preocupação com o respeito à mulher.

Pelo menos é o que espera a diretora de comunicação e musical, Thais Costa. Segundo disse, a intenção é quebrar preconceitos e paradigmas. “Já que o carnaval é um universo bastante masculino, a ideia sempre é mostrar que as mulheres também são capazes. Em grupos de carnavais, sempre são direcionadas para tocar instrumentos fáceis, e queremos quebrar também esse paradigma, em que podemos fazer tudo”, ressalta uma das diretoras.

“A intenção é quebrar preconceitos e paradigmas” (Thais Costa, diretora do Damas Cortejam)

A iniciativa foi criada em 2012 por mulheres que já faziam parte de outros grupos, a fim de dar voz ao universo feminino. “Todos nós fazíamos parte de baterias de carnaval em outras escolas de Fortaleza. Então, surgiu a vontade de criar um grupo só de meninas. Inicialmente, chamamos muitas meninas, mais ou menos umas 30. Com o tempo, foi diminuindo e, hoje, temos 12 mulheres. A ideia era formar um grupo percussivo que não tocasse apenas samba-enredo, mas também músicas que falam sobre universo feminino”, destaca.

Desde a criação, o propósito das jovens sempre foi um só: desfilar no pré-carnaval. O feito das musicistas deve acontecer neste ano. Selecionadas pelo edital da Secretaria de Cultura de Fortaelza (Secultfor) como um dos 10 grupos estreantes, o Damas Cortejam deve desfilar pela primeira vez no próximo dia 17 de janeiro (domingo), na praça da Gentilândia, no Bairro Benfica.

Preconceito

Tendo nas escolas e baterias uma composição predominantemente masculina, as diretoras do novo grupo afirmam que o preconceito ainda existe. “Quando decidimos montar o grupo, sofremos muito preconceito. Quando fizemos nossa primeira reunião,sofremos um pouco de preconceito sim. Isso infelizmente ainda existe. Mas somos independentes e, hoje, sabemos que somos capazes de levar uma mensagem significativa”.

Para participar do grupo, além de ter conhecimento musical, é necessário entender a causa. “Quem quiser participar do Damas Cortejam precisa ter identificação com o projeto e já saber tocar algum instrumento. Vale ressaltar que nós não ensinamos, apenas tocamos. Quem quiser entrar, pode mandar uma mensagem na nossa Fan Page, que explicaremos tudo”, conclui a diretora.

Serviço

Estreia Damas Cortejam
Local de saída: Praça da Gentilândia – Av. 13 de Maio, Benfica
Horário: às 15h
Data: 17 de janeiro (domingo)

Damas Cortejam
1/4

Damas Cortejam

Em Fortaleza, o grupo será o primeiro a se apresentar composto somente por mulheres (Foto: Reprodução / Facebook)

Damas Cortejam
2/4

Damas Cortejam

Em Fortaleza, o grupo será o primeiro a se apresentar composto somente por mulheres (Foto: Reprodução / Facebook)

Damas Cortejam
3/4

Damas Cortejam

Em Fortaleza, o grupo será o primeiro a se apresentar composto somente por mulheres (Foto: Reprodução / Facebook)

Damas Cortejam
4/4

Damas Cortejam

Em Fortaleza, o grupo será o primeiro a se apresentar composto somente por mulheres (Foto: Reprodução / Facebook)

Publicidade

Dê sua opinião

Mulheres formam grupo de pré-carnaval feminista para quebrar preconceitos em Fortaleza

O Damas Cortejam é o 1º grupo de pré-carnaval formado exclusivamente por mulheres a ganhar o edital da Secretaria de Cultura de Fortaleza

Por Matheus Ribeiro em Música

7 de janeiro de 2016 às 06:00

Há 4 anos

Integrantes do Grupo Damas Cortejam (Foto: Divulgação)

Integrantes do Grupo Damas Cortejam (FOTO: Divulgação)

Entre vários blocos de pré-carnaval que vão às ruas no pré-carnaval, um deve se destacar pelo mote feminista. Em Fortaleza, o grupo Damas Cortejam desfila como estreante, levando em seus enredos reflexões políticas de apoio às mulheres. Composta exclusivamente por meninas, a turma será o primeiro grupo feminista de carnaval a disseminar a preocupação com o respeito à mulher.

Pelo menos é o que espera a diretora de comunicação e musical, Thais Costa. Segundo disse, a intenção é quebrar preconceitos e paradigmas. “Já que o carnaval é um universo bastante masculino, a ideia sempre é mostrar que as mulheres também são capazes. Em grupos de carnavais, sempre são direcionadas para tocar instrumentos fáceis, e queremos quebrar também esse paradigma, em que podemos fazer tudo”, ressalta uma das diretoras.

“A intenção é quebrar preconceitos e paradigmas” (Thais Costa, diretora do Damas Cortejam)

A iniciativa foi criada em 2012 por mulheres que já faziam parte de outros grupos, a fim de dar voz ao universo feminino. “Todos nós fazíamos parte de baterias de carnaval em outras escolas de Fortaleza. Então, surgiu a vontade de criar um grupo só de meninas. Inicialmente, chamamos muitas meninas, mais ou menos umas 30. Com o tempo, foi diminuindo e, hoje, temos 12 mulheres. A ideia era formar um grupo percussivo que não tocasse apenas samba-enredo, mas também músicas que falam sobre universo feminino”, destaca.

Desde a criação, o propósito das jovens sempre foi um só: desfilar no pré-carnaval. O feito das musicistas deve acontecer neste ano. Selecionadas pelo edital da Secretaria de Cultura de Fortaelza (Secultfor) como um dos 10 grupos estreantes, o Damas Cortejam deve desfilar pela primeira vez no próximo dia 17 de janeiro (domingo), na praça da Gentilândia, no Bairro Benfica.

Preconceito

Tendo nas escolas e baterias uma composição predominantemente masculina, as diretoras do novo grupo afirmam que o preconceito ainda existe. “Quando decidimos montar o grupo, sofremos muito preconceito. Quando fizemos nossa primeira reunião,sofremos um pouco de preconceito sim. Isso infelizmente ainda existe. Mas somos independentes e, hoje, sabemos que somos capazes de levar uma mensagem significativa”.

Para participar do grupo, além de ter conhecimento musical, é necessário entender a causa. “Quem quiser participar do Damas Cortejam precisa ter identificação com o projeto e já saber tocar algum instrumento. Vale ressaltar que nós não ensinamos, apenas tocamos. Quem quiser entrar, pode mandar uma mensagem na nossa Fan Page, que explicaremos tudo”, conclui a diretora.

Serviço

Estreia Damas Cortejam
Local de saída: Praça da Gentilândia – Av. 13 de Maio, Benfica
Horário: às 15h
Data: 17 de janeiro (domingo)

Damas Cortejam
1/4

Damas Cortejam

Em Fortaleza, o grupo será o primeiro a se apresentar composto somente por mulheres (Foto: Reprodução / Facebook)

Damas Cortejam
2/4

Damas Cortejam

Em Fortaleza, o grupo será o primeiro a se apresentar composto somente por mulheres (Foto: Reprodução / Facebook)

Damas Cortejam
3/4

Damas Cortejam

Em Fortaleza, o grupo será o primeiro a se apresentar composto somente por mulheres (Foto: Reprodução / Facebook)

Damas Cortejam
4/4

Damas Cortejam

Em Fortaleza, o grupo será o primeiro a se apresentar composto somente por mulheres (Foto: Reprodução / Facebook)