Norte-americanos são os principais visitantes estrangeiros de Fortaleza


Norte-americanos são os principais visitantes estrangeiros de Fortaleza

Segundo a pesquisa do Ministério do Turismo, mais da metade dos turistas visitam a cidade motivados pelo lazer

Por Tribuna do Ceará em Turismo

19 de novembro de 2015 às 06:00

Há 4 anos

O sol forte e a brisa do mar têm atraído cada vez mais turistas estrangeiros à capital do Ceará, Fortaleza. Pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo com mais de 44 mil estrangeiros que visitaram o Brasil ao longo de 2014 revelou que os americanos são os principais visitantes da cidade, com 12,4% do total, seguida dos italianos (12%) e argentinos (9,7%).

Em 2014, o Ceará recebeu 85.025 estrangeiros, de acordo com Anuário Estatístico do MTur (FOTO; Mando Barista/Flickr Creative Commons)

Em 2014, o Ceará recebeu 85.025 estrangeiros, de acordo com Anuário Estatístico do MTur (FOTO; Mando Barista/Flickr Creative Commons)

Segundo a pesquisa, mais da metade dos turistas visitam a cidade motivados pelo lazer (51,2%). A maioria se hospeda em hotéis, flats e pousadas (44,9%) e gasta em média US$ 108,6 por dia. Para os estrangeiros que visitaram Fortaleza, o grande destaque foi a gastronomia. Os restaurantes da capital cearense foram bem avaliados por 93,7% dos visitantes.

“Esse dado revela a importância da gastronomia na experiência estrangeira no Brasil. Temos que reforçar nossos valores e trabalhar a promoção do país para atrair cada vez mais turistas”, afirmou o ministro Henrique Eduardo Alves. Em 2014, o Ceará recebeu 85.025 estrangeiros, de acordo com Anuário Estatístico do MTur.

Sobre a pesquisa

A pesquisa foi feita em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) e ouviu 44.080 entrevistados, mais de 10 mil turistas apenas durante a Copa do Mundo, em 15 aeroportos brasileiros e 10 fronteiras terrestres, que representam mais de 90% do fluxo terrestre internacional.

O resultado da última análise revela tendências que já tomavam corpo nos anos anteriores, como o crescimento da hospedagem alternativa (47,3%) e da internet (42,5%) na preferência do público, e destaca mudanças como a ascensão de São Paulo como destino de lazer (2º posição) e de Brasília como a cidade em que os estrangeiros mais gastam (US$ 139,91).

Publicidade

Dê sua opinião

Norte-americanos são os principais visitantes estrangeiros de Fortaleza

Segundo a pesquisa do Ministério do Turismo, mais da metade dos turistas visitam a cidade motivados pelo lazer

Por Tribuna do Ceará em Turismo

19 de novembro de 2015 às 06:00

Há 4 anos

O sol forte e a brisa do mar têm atraído cada vez mais turistas estrangeiros à capital do Ceará, Fortaleza. Pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo com mais de 44 mil estrangeiros que visitaram o Brasil ao longo de 2014 revelou que os americanos são os principais visitantes da cidade, com 12,4% do total, seguida dos italianos (12%) e argentinos (9,7%).

Em 2014, o Ceará recebeu 85.025 estrangeiros, de acordo com Anuário Estatístico do MTur (FOTO; Mando Barista/Flickr Creative Commons)

Em 2014, o Ceará recebeu 85.025 estrangeiros, de acordo com Anuário Estatístico do MTur (FOTO; Mando Barista/Flickr Creative Commons)

Segundo a pesquisa, mais da metade dos turistas visitam a cidade motivados pelo lazer (51,2%). A maioria se hospeda em hotéis, flats e pousadas (44,9%) e gasta em média US$ 108,6 por dia. Para os estrangeiros que visitaram Fortaleza, o grande destaque foi a gastronomia. Os restaurantes da capital cearense foram bem avaliados por 93,7% dos visitantes.

“Esse dado revela a importância da gastronomia na experiência estrangeira no Brasil. Temos que reforçar nossos valores e trabalhar a promoção do país para atrair cada vez mais turistas”, afirmou o ministro Henrique Eduardo Alves. Em 2014, o Ceará recebeu 85.025 estrangeiros, de acordo com Anuário Estatístico do MTur.

Sobre a pesquisa

A pesquisa foi feita em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) e ouviu 44.080 entrevistados, mais de 10 mil turistas apenas durante a Copa do Mundo, em 15 aeroportos brasileiros e 10 fronteiras terrestres, que representam mais de 90% do fluxo terrestre internacional.

O resultado da última análise revela tendências que já tomavam corpo nos anos anteriores, como o crescimento da hospedagem alternativa (47,3%) e da internet (42,5%) na preferência do público, e destaca mudanças como a ascensão de São Paulo como destino de lazer (2º posição) e de Brasília como a cidade em que os estrangeiros mais gastam (US$ 139,91).