Descubra a habilidade que você deve ter para impressionar o chefe em 2017

ESTUDO

Descubra a habilidade que você deve ter para impressionar o chefe em 2017

Empregadores procuram habilidades fortes de comunicação, muito mais do que habilidades escritas e visuais

Por Tribuna do Ceará em Carreira

31 de dezembro de 2016 às 06:50

Há 3 anos
A pesquisa se baseou nas respostas de 52 empregadores (FOTO: Divulgação)

A pesquisa se baseou nas respostas de 52 empregadores (FOTO: Divulgação)

Recém-formados tentando conseguir o seu primeiro emprego talvez queiram afiar as suas habilidades de comunicação. Um novo estudo feito pela Universidade do Iowa, nos Estados Unidos, chegou à conclusão que empregadores procuram habilidades fortes de comunicação, muito mais do que habilidades escritas e visuais.

“Nós falamos muito mais do escrevemos, e fazemos isso quase inconscientemente, é só algo necessário para que o trabalho seja feito”, diz Tina Coffelt, a líder do projeto e professora na Universidade do Iowa. “As outras formas de comunicação são mais focadas, mais estratégicas. Certamente, alguma parte da comunicação oral também é estratégica, mas o trabalho diário de comunicação com colegas e clientes também conta muito”, completou.

Habilidades verbais incluem comunicação interpessoal, habilidade de ouvir e apresentar, assim como trabalho em grupo.

Habilidades tecnológicas estão aumentando em importância, ocupando a segunda posição no ranking. Habilidades de comunicação visual raramente foram mencionadas. Coffetlt diz que existem várias possibilidades do porquê. 

Alguns empregadores talvez achem que habilidades visuais são só mais um dos aspectos das habilidades de comunicação, ou que não são tão importantes para certas profissões. Habilidades eletrônicas, como e-mail e telefone, são consideradas menos vitais que interações em pessoa.

A pesquisa se baseou nas respostas de 52 empregadores em engenharia, negócios, ciências da saúde, e trabalho social. Cada empregador foi perguntado sobre o tipo, a frequência e a maneira de comunicação que um estagiário ou novo funcionário usa ao longo do seu dia de trabalho. Foram identificadas 165 habilidades de comunicação. As mais mencionadas foram:

# Habilidades verbais – 69%
# Habilidades eletrônicas – 21%
# Habilidades escritas – 6%
# Habilidades visuais – 5%

Com informações do Universia

Publicidade

Dê sua opinião

ESTUDO

Descubra a habilidade que você deve ter para impressionar o chefe em 2017

Empregadores procuram habilidades fortes de comunicação, muito mais do que habilidades escritas e visuais

Por Tribuna do Ceará em Carreira

31 de dezembro de 2016 às 06:50

Há 3 anos
A pesquisa se baseou nas respostas de 52 empregadores (FOTO: Divulgação)

A pesquisa se baseou nas respostas de 52 empregadores (FOTO: Divulgação)

Recém-formados tentando conseguir o seu primeiro emprego talvez queiram afiar as suas habilidades de comunicação. Um novo estudo feito pela Universidade do Iowa, nos Estados Unidos, chegou à conclusão que empregadores procuram habilidades fortes de comunicação, muito mais do que habilidades escritas e visuais.

“Nós falamos muito mais do escrevemos, e fazemos isso quase inconscientemente, é só algo necessário para que o trabalho seja feito”, diz Tina Coffelt, a líder do projeto e professora na Universidade do Iowa. “As outras formas de comunicação são mais focadas, mais estratégicas. Certamente, alguma parte da comunicação oral também é estratégica, mas o trabalho diário de comunicação com colegas e clientes também conta muito”, completou.

Habilidades verbais incluem comunicação interpessoal, habilidade de ouvir e apresentar, assim como trabalho em grupo.

Habilidades tecnológicas estão aumentando em importância, ocupando a segunda posição no ranking. Habilidades de comunicação visual raramente foram mencionadas. Coffetlt diz que existem várias possibilidades do porquê. 

Alguns empregadores talvez achem que habilidades visuais são só mais um dos aspectos das habilidades de comunicação, ou que não são tão importantes para certas profissões. Habilidades eletrônicas, como e-mail e telefone, são consideradas menos vitais que interações em pessoa.

A pesquisa se baseou nas respostas de 52 empregadores em engenharia, negócios, ciências da saúde, e trabalho social. Cada empregador foi perguntado sobre o tipo, a frequência e a maneira de comunicação que um estagiário ou novo funcionário usa ao longo do seu dia de trabalho. Foram identificadas 165 habilidades de comunicação. As mais mencionadas foram:

# Habilidades verbais – 69%
# Habilidades eletrônicas – 21%
# Habilidades escritas – 6%
# Habilidades visuais – 5%

Com informações do Universia