Ceará e Fortaleza se deram bem com reforços vindos do Macaé


Ceará e Fortaleza se deram bem com reforços vindos do Macaé

Treinador Marcelo Cabo e o goleiro Ricardo Berna estavam no time carioca e chegaram com o objetivo de fazer a diferença nos clubes cearenses

Por Lyvia Rocha em Futebol cearense

17 de setembro de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Ricardo Berna está passando segurança no gol do Fortaleza (Foto: Reprodução/TV Leão)

Ricardo Berna está passando segurança no gol do Fortaleza (Foto: Reprodução/TV Leão)

Um time sem grande representação nacional, mas bem organizado. O Macaé do Rio de Janeiro surpreendeu durante a Série C de 2014 quando foi campeão do torneio. De olho nos objetivos de 2015, Ceará e Fortaleza conseguiram trazer do time carioca dois reforços que estão fazendo a diferença nas equipes cearenses para esta temporada.

Fortaleza

O Leão que foi eliminado pelo próprio Macaé em 2014, nas quartas de final da competição e amargou mais um ano na Terceirona, resolveu ir busca lá o seu número 1. O Tricolor trouxe o reforço de Ricardo Berna para tentar suprir a insegurança no gol. Após a decepção com o goleiro Deola, a diretoria tricolor apostou no ex-atleta do Macaé e o arqueiro já conseguiu mostrar e realizar excelentes defesas em jogos importantes da competição.

Ceará

Marcelo Cabo tirou o Ceará da lanterna e segue na luta manter o Vovô na Série B (Foto: Rafael Barros/Cearasc.com)

Marcelo Cabo tirou o Ceará da lanterna e segue na luta manter o Vovô na Série B (Foto: Rafael Barros/Cearasc.com)

O Ceará também tem no comando um ex-Macaé. O treinador Marcelo Cabo chegou com a desconfiança da torcida alvinegra, mas aos poucos conseguiu bons resultados e já tem o melhor aproveitamento que seus antecessores. Quando assumiu o desafio de tirar o Vovô da zona de rebaixamento, Cabo deixou a equipe carioca na 9ª colocação, na 17ª rodada do Campeonato. Enquanto o time Alvinegro era o lanterna do torneio.

Em poucas rodadas, Marcelo Cabo conseguiu dar um cara para o grupo e tirou o Ceará da última colocação do certame. A equipe ainda está entre os 4 últimos do certame, porém está a apenas 5 pontos do primeiro fora da degola. Já o Macaé está em queda livre com a ausência do treinador e ocupa a 15ª colocação.

Publicidade

Dê sua opinião

Ceará e Fortaleza se deram bem com reforços vindos do Macaé

Treinador Marcelo Cabo e o goleiro Ricardo Berna estavam no time carioca e chegaram com o objetivo de fazer a diferença nos clubes cearenses

Por Lyvia Rocha em Futebol cearense

17 de setembro de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Ricardo Berna está passando segurança no gol do Fortaleza (Foto: Reprodução/TV Leão)

Ricardo Berna está passando segurança no gol do Fortaleza (Foto: Reprodução/TV Leão)

Um time sem grande representação nacional, mas bem organizado. O Macaé do Rio de Janeiro surpreendeu durante a Série C de 2014 quando foi campeão do torneio. De olho nos objetivos de 2015, Ceará e Fortaleza conseguiram trazer do time carioca dois reforços que estão fazendo a diferença nas equipes cearenses para esta temporada.

Fortaleza

O Leão que foi eliminado pelo próprio Macaé em 2014, nas quartas de final da competição e amargou mais um ano na Terceirona, resolveu ir busca lá o seu número 1. O Tricolor trouxe o reforço de Ricardo Berna para tentar suprir a insegurança no gol. Após a decepção com o goleiro Deola, a diretoria tricolor apostou no ex-atleta do Macaé e o arqueiro já conseguiu mostrar e realizar excelentes defesas em jogos importantes da competição.

Ceará

Marcelo Cabo tirou o Ceará da lanterna e segue na luta manter o Vovô na Série B (Foto: Rafael Barros/Cearasc.com)

Marcelo Cabo tirou o Ceará da lanterna e segue na luta manter o Vovô na Série B (Foto: Rafael Barros/Cearasc.com)

O Ceará também tem no comando um ex-Macaé. O treinador Marcelo Cabo chegou com a desconfiança da torcida alvinegra, mas aos poucos conseguiu bons resultados e já tem o melhor aproveitamento que seus antecessores. Quando assumiu o desafio de tirar o Vovô da zona de rebaixamento, Cabo deixou a equipe carioca na 9ª colocação, na 17ª rodada do Campeonato. Enquanto o time Alvinegro era o lanterna do torneio.

Em poucas rodadas, Marcelo Cabo conseguiu dar um cara para o grupo e tirou o Ceará da última colocação do certame. A equipe ainda está entre os 4 últimos do certame, porém está a apenas 5 pontos do primeiro fora da degola. Já o Macaé está em queda livre com a ausência do treinador e ocupa a 15ª colocação.