15 motivos para você ficar de olho na Copa do Nordeste 2015


15 motivos para você ficar de olho na Copa do Nordeste 2015

O principal campeonato regional do país será iniciado nesta terça (03). No total, 20 times buscam o título da terceira edição da nova geração da competição

Por Lucas Catrib em Futebol

3 de fevereiro de 2015 às 07:00

Há 4 anos
A segunda partida da final da Copa do Nordeste 2014 recebeu 61.280 pagantes na Arena Castelão (FOTO: divulgação)

A segunda partida da final da Copa do Nordeste 2014 recebeu 61.280 pagantes na Arena Castelão (FOTO: divulgação)

Criada em 1976 pela CBF, e depois abandonada pela mesma, a Copa do Nordeste ressurgiu das cinzas há dois anos. E após a sua reformulação, a competição chega a sua 13ª edição e já tem uma identidade característica: competição muito disputada e com rivalidades marcantes.

Nesta terça (03), a partir das 22h45 (horário de Brasília), a edição 2015 começa com a partida entre Botafogo-PB e River-PI. Apelidado de “Lampions League”, o certame regional possui fatores que chamam a atenção do público apaixonado por futebol. E assim, o Tribuna do Ceará reuniu uma lista de 15 motivos para você ficar de olho no Nordestão 2015.

1 – Novo formato

Até 2014, a competição tinha quatro chaves com quatro agremiações. Os dois melhores times de cada grupo passavam para a fase seguinte.

A partir de 2015, com a entrada dos representantes do Maranhão e Piauí, 20 clubes passam a disputar o título, com cinco grupos de quatro equipes na primeira fase. América (RN), Confiança (SE), Serrano (BA) e Vitória (BA), no Grupo A. Coruripe (AL), Sampaio Corrêa (MA), Socorrense (SE) e Sport (PE), no Grupo B. Moto Club (MA), Náutico (PE), Piauí (PI) e Salgueiro (PE), no Grupo C. Botafogo (PB), Ceará (CE), Fortaleza (CE) e River (PI), no Grupo D. Bahia (BA), Campinense (PB), CRB (AL) e Globo (RN), no Grupo E.

Quem terminar em 1º lugar estará automaticamente classificado às quartas. Os outros classificados serão os três melhores vice-líderes dos grupos, completando a lista de oito clubes que seguem na disputa.

2 – Inclusão de dois estados

O formato da Copa do Nordeste foi alterado por conta da mudança do número de participantes do evento. Maranhão e Piauí, estados que não eram considerados da região pela CBF, participarão pela primeira vez da competição. Dois clubes de cada federação foram incluídos: Sampaio Corrêa (Maranhão), Moto Club (Maranhão), River (Piauí) e Piauí.

Corrêa e Ricardinho continuam nas equipes de Fortaleza e Ceará, respectivamente, para a temporada de 2015 (FOTO: divulgação)

Corrêa e Ricardinho continuam nas equipes de Fortaleza e Ceará, respectivamente, para a temporada de 2015 (FOTO: divulgação)

 

3 – Clássico-Rei

Um dos jogos mais tradicionais da região será reproduzido na Copa do Nordeste 2015. Na próxima quarta (04), na Arena Castelão, Ceará e Fortaleza se enfrentam. Os dois times, que foram responsáveis pelos melhores públicos do futebol brasileiro em 2014, estão no grupo D. Botafogo-PB e River-PI completam a chave.

4 – Mascote

A versão de 2015 conta também com um personagem especial para representar a competição. O “Zeca Brito” é o mascote oficial do Nordestão, que representa um cabrito, caprino típico do Nordeste.

5 – Estádios da Copa

A região que possui mais estádios da Copa do Mundo 2014 é o Nordeste. Assim como no ano passado, o campeonato terá a participação das praças esportivas Arena Castelão (Fortaleza), Arena das Dunas (Natal), Arena Fonte Nova (Salvador) e Arena Pernambuco (Grande Recife).

ESTÁDIOS-DO-NORDESTE

Arena Fonte Nova (Salvador), Arena Castelão (Fortaleza), Arena das Dunas (Natal), e Arena Pernambuco (Grande Recife)

6 – Bola exclusiva

Assim como a Copa do Mundo, o Nordestão também tem uma boa exclusiva e nominada. Depois de uma votação, Asa Branca foi o nome escolhido para o batismo da bola oficial da competição. Em 2015, a segunda edição da pelota, que é fabricada em Juazeiro-BA, vai rolar nos gramados dos estádios nordestinos.

7 – Campeão forte

O atual detentor do título vem com uma equipe talentosa para a disputa em 2015. O Sport continua na Série A do Campeonato Brasileiro. O principal jogador do elenco é o meia Diego Souza, ex-Palmeiras, por exemplo.

Eduardo Baptista, filho de Nelsinho e também campeão no ano passado, continua no cargo. O Leão da Ilha, em preparação para a competição, venceu o Nacional, do Uruguai, e conquistou a Taça Ariano Suassuna.

NE 2015

Taça “orelhuda” inspirada na Champions; Álbum de figurinhas; Bola Asa Branca; e Mascote próprio (Fotos: divulgação)

8 – Artilheiro do Brasil

Magno Alves é o principal goleador do país em atividade. O atacante já marcou mais de 400 tentos. No ano passado, o também último artilheiro da Copa do Nordeste, foi o jogador que mais marcou gols na temporada brasileira: 38. Em 2015, com 39 anos, o Magnata vai disputar seu terceiro Nordestão seguido pelo Ceará.

9 – Público

A média de torcedores por jogo do Nordestão é superior a de qualquer estadual do futebol brasileiro. Em 2014, 7.472 pessoas, em média, compareceram aos confrontos do campeonato. No segundo jogo da final, na Arena Castelão, o público total foi de 61.240, 2º maior do Brasil em 2014.

10 – Premiação

O campeão da competição irá embolsar R$ 2,3 milhões só em premiação. Os clubes ainda podem explorar as rendas dos jogos e cotas de patrocínios para lucrarem ainda mais. Na primeira fase, cada time vai receber R$ 365 mil. Em acordo firmado antecipadamente, as equipes do Maranhão e do Piauí não serão agraciadas com essa quantia, por enquanto.

11 – Taça

Com inspiração na taça da Champions League, a “orelhuda” ganhou mais dois anéis. As peças fazem referência a entrada dos dois estados (Maranhão e Piauí) na competição. O objeto de desejo pesa cerca de 8kg, é fabricado em ferro fundido e banhado a ouro. Durante quase dois meses, a taça percorre todos os estados nordestinos.

12 – Vaga em competição internacional

O vencedor da Copa do Nordeste de 2015 também ganhará um lugar na Copa Sul-Americana.

Medalhões-do-Nordestão

Dudu Cearense (Fortaleza); Magno Alves (Ceará); Chicão (Bahia); Jorge Wagner (Vitória); Diego Souza (Sport); Corrêa (Fortaleza); Morais (CRB); Warley (River); e Max Bianccucci (Bahia)

13 – Álbum

A Copa do Nordeste é a única competição regional do país que possui um álbum de figurinhas. A medida adotada em 2014 será repetida.

14 – Medalhões

O campeonato conta com vários atletas que já foram destaques de grandes clubes. Morais, meia com passagens por Vasco e Atlético-PR, vai defender o CRB-AL. Dudu Cearense, volante ex-seleção brasileira, é o novo reforço do Fortaleza, que também conta com o versátil Corrêa, ex-Palmeiras. Jorge Wagner, ex-meia de Corinthians e São Paulo, atuará pelo Vitória. O Bahia tem dois ex-Flamenguistas, Max Bianccucci e Chicão, que também jogou no Corinthians. Dois ex-selecionáveis também disputarão o Nordestão. Diego Souza (ex-Vasco, Flamengo, Fluminense, Palmeiras) está no Sport, enquanto Warley (ex-Palmeiras, Grêmio e São Paulo) joga pelo River do Piauí.

15 – Possíveis surpresas

Em 2013, no primeiro ano do renascimento da competição, o campeão foi o Campinense. Agora, outras equipes tentam surpreender. O Serrano, 3º colocado no Estadual da Bahia, é uma das agremiações que irá participar pela 1ª vez. O Socorrense, clube de Sergipe, está no mesmo grupo que Sampaio Corrêa, Coruripe e Sport.

Publicidade

Dê sua opinião

15 motivos para você ficar de olho na Copa do Nordeste 2015

O principal campeonato regional do país será iniciado nesta terça (03). No total, 20 times buscam o título da terceira edição da nova geração da competição

Por Lucas Catrib em Futebol

3 de fevereiro de 2015 às 07:00

Há 4 anos
A segunda partida da final da Copa do Nordeste 2014 recebeu 61.280 pagantes na Arena Castelão (FOTO: divulgação)

A segunda partida da final da Copa do Nordeste 2014 recebeu 61.280 pagantes na Arena Castelão (FOTO: divulgação)

Criada em 1976 pela CBF, e depois abandonada pela mesma, a Copa do Nordeste ressurgiu das cinzas há dois anos. E após a sua reformulação, a competição chega a sua 13ª edição e já tem uma identidade característica: competição muito disputada e com rivalidades marcantes.

Nesta terça (03), a partir das 22h45 (horário de Brasília), a edição 2015 começa com a partida entre Botafogo-PB e River-PI. Apelidado de “Lampions League”, o certame regional possui fatores que chamam a atenção do público apaixonado por futebol. E assim, o Tribuna do Ceará reuniu uma lista de 15 motivos para você ficar de olho no Nordestão 2015.

1 – Novo formato

Até 2014, a competição tinha quatro chaves com quatro agremiações. Os dois melhores times de cada grupo passavam para a fase seguinte.

A partir de 2015, com a entrada dos representantes do Maranhão e Piauí, 20 clubes passam a disputar o título, com cinco grupos de quatro equipes na primeira fase. América (RN), Confiança (SE), Serrano (BA) e Vitória (BA), no Grupo A. Coruripe (AL), Sampaio Corrêa (MA), Socorrense (SE) e Sport (PE), no Grupo B. Moto Club (MA), Náutico (PE), Piauí (PI) e Salgueiro (PE), no Grupo C. Botafogo (PB), Ceará (CE), Fortaleza (CE) e River (PI), no Grupo D. Bahia (BA), Campinense (PB), CRB (AL) e Globo (RN), no Grupo E.

Quem terminar em 1º lugar estará automaticamente classificado às quartas. Os outros classificados serão os três melhores vice-líderes dos grupos, completando a lista de oito clubes que seguem na disputa.

2 – Inclusão de dois estados

O formato da Copa do Nordeste foi alterado por conta da mudança do número de participantes do evento. Maranhão e Piauí, estados que não eram considerados da região pela CBF, participarão pela primeira vez da competição. Dois clubes de cada federação foram incluídos: Sampaio Corrêa (Maranhão), Moto Club (Maranhão), River (Piauí) e Piauí.

Corrêa e Ricardinho continuam nas equipes de Fortaleza e Ceará, respectivamente, para a temporada de 2015 (FOTO: divulgação)

Corrêa e Ricardinho continuam nas equipes de Fortaleza e Ceará, respectivamente, para a temporada de 2015 (FOTO: divulgação)

 

3 – Clássico-Rei

Um dos jogos mais tradicionais da região será reproduzido na Copa do Nordeste 2015. Na próxima quarta (04), na Arena Castelão, Ceará e Fortaleza se enfrentam. Os dois times, que foram responsáveis pelos melhores públicos do futebol brasileiro em 2014, estão no grupo D. Botafogo-PB e River-PI completam a chave.

4 – Mascote

A versão de 2015 conta também com um personagem especial para representar a competição. O “Zeca Brito” é o mascote oficial do Nordestão, que representa um cabrito, caprino típico do Nordeste.

5 – Estádios da Copa

A região que possui mais estádios da Copa do Mundo 2014 é o Nordeste. Assim como no ano passado, o campeonato terá a participação das praças esportivas Arena Castelão (Fortaleza), Arena das Dunas (Natal), Arena Fonte Nova (Salvador) e Arena Pernambuco (Grande Recife).

ESTÁDIOS-DO-NORDESTE

Arena Fonte Nova (Salvador), Arena Castelão (Fortaleza), Arena das Dunas (Natal), e Arena Pernambuco (Grande Recife)

6 – Bola exclusiva

Assim como a Copa do Mundo, o Nordestão também tem uma boa exclusiva e nominada. Depois de uma votação, Asa Branca foi o nome escolhido para o batismo da bola oficial da competição. Em 2015, a segunda edição da pelota, que é fabricada em Juazeiro-BA, vai rolar nos gramados dos estádios nordestinos.

7 – Campeão forte

O atual detentor do título vem com uma equipe talentosa para a disputa em 2015. O Sport continua na Série A do Campeonato Brasileiro. O principal jogador do elenco é o meia Diego Souza, ex-Palmeiras, por exemplo.

Eduardo Baptista, filho de Nelsinho e também campeão no ano passado, continua no cargo. O Leão da Ilha, em preparação para a competição, venceu o Nacional, do Uruguai, e conquistou a Taça Ariano Suassuna.

NE 2015

Taça “orelhuda” inspirada na Champions; Álbum de figurinhas; Bola Asa Branca; e Mascote próprio (Fotos: divulgação)

8 – Artilheiro do Brasil

Magno Alves é o principal goleador do país em atividade. O atacante já marcou mais de 400 tentos. No ano passado, o também último artilheiro da Copa do Nordeste, foi o jogador que mais marcou gols na temporada brasileira: 38. Em 2015, com 39 anos, o Magnata vai disputar seu terceiro Nordestão seguido pelo Ceará.

9 – Público

A média de torcedores por jogo do Nordestão é superior a de qualquer estadual do futebol brasileiro. Em 2014, 7.472 pessoas, em média, compareceram aos confrontos do campeonato. No segundo jogo da final, na Arena Castelão, o público total foi de 61.240, 2º maior do Brasil em 2014.

10 – Premiação

O campeão da competição irá embolsar R$ 2,3 milhões só em premiação. Os clubes ainda podem explorar as rendas dos jogos e cotas de patrocínios para lucrarem ainda mais. Na primeira fase, cada time vai receber R$ 365 mil. Em acordo firmado antecipadamente, as equipes do Maranhão e do Piauí não serão agraciadas com essa quantia, por enquanto.

11 – Taça

Com inspiração na taça da Champions League, a “orelhuda” ganhou mais dois anéis. As peças fazem referência a entrada dos dois estados (Maranhão e Piauí) na competição. O objeto de desejo pesa cerca de 8kg, é fabricado em ferro fundido e banhado a ouro. Durante quase dois meses, a taça percorre todos os estados nordestinos.

12 – Vaga em competição internacional

O vencedor da Copa do Nordeste de 2015 também ganhará um lugar na Copa Sul-Americana.

Medalhões-do-Nordestão

Dudu Cearense (Fortaleza); Magno Alves (Ceará); Chicão (Bahia); Jorge Wagner (Vitória); Diego Souza (Sport); Corrêa (Fortaleza); Morais (CRB); Warley (River); e Max Bianccucci (Bahia)

13 – Álbum

A Copa do Nordeste é a única competição regional do país que possui um álbum de figurinhas. A medida adotada em 2014 será repetida.

14 – Medalhões

O campeonato conta com vários atletas que já foram destaques de grandes clubes. Morais, meia com passagens por Vasco e Atlético-PR, vai defender o CRB-AL. Dudu Cearense, volante ex-seleção brasileira, é o novo reforço do Fortaleza, que também conta com o versátil Corrêa, ex-Palmeiras. Jorge Wagner, ex-meia de Corinthians e São Paulo, atuará pelo Vitória. O Bahia tem dois ex-Flamenguistas, Max Bianccucci e Chicão, que também jogou no Corinthians. Dois ex-selecionáveis também disputarão o Nordestão. Diego Souza (ex-Vasco, Flamengo, Fluminense, Palmeiras) está no Sport, enquanto Warley (ex-Palmeiras, Grêmio e São Paulo) joga pelo River do Piauí.

15 – Possíveis surpresas

Em 2013, no primeiro ano do renascimento da competição, o campeão foi o Campinense. Agora, outras equipes tentam surpreender. O Serrano, 3º colocado no Estadual da Bahia, é uma das agremiações que irá participar pela 1ª vez. O Socorrense, clube de Sergipe, está no mesmo grupo que Sampaio Corrêa, Coruripe e Sport.