Moda vintage: 4 brechós em Fortaleza que você deve conhecer 
Publicidade
VINTAGE

Moda vintage: 4 brechós em Fortaleza que você deve conhecer

É possível renovar o guarda-roupa gastando menos; confira brechós com lojas físicas e virtuais na cidade

Por Deborah Tavares em Muher

28 de julho de 2016 às 07:05

Há 3 anos
Amanda adora um brechó! (FOTO: Arquivo pessoal)

Amanda adora um brechó! (FOTO: Arquivo pessoal)

Foi-se o tempo em que luxo era sinônimo de consumismo. Hoje, está cada vez mais na moda viver com menos, fazer escolhas inteligentes e comprar produtos que durem mais. É a busca pela sustentabilidade. Mas, além da durabilidade, esses objetos carregam um valor agregado pelo tempo: a história e uma identidade única.

“Gosto de brechó porque tanto você encontra peças com estilo diferenciado como acaba fazendo parte da história da peça”, diz Amanda Oliveira, 23 anos, formada em design de moda e estudante de publicidade e propaganda.

Amanda, garimpadora assídua, gosta de encontrar peças únicas e já visitou vários brechós nos últimos cinco anos, quando começou a se interessar pelas lojas de usados. “Comecei a comprar quando viajava. Os brechós ainda nem eram famosos, e achava uns pelas cidades que visitávamos, sem muito conhecimento ainda. Com o tempo, virou rotina pesquisar brechós para visitar. Eu comprava e trocava”, conta.

Amanda, que já visitou brechós dentro e fora do Brasil, afirma que, no país, a busca ainda é pequena. “Lá fora com certeza a busca é maior, tanto pelo tempo que já existem como também pela cultura de consumo. Em certos lugares, se dá mais valor ao estilo do que a moda, e isso faz total diferença”, garante.

No entanto, assim como Amanda, as pessoas têm se interessado cada vez mais em garimpar essas peças. Para quem quer boas dicas de brechós em Fortaleza, para ir à loja física ou comprar online, o Tribuna do Ceará separou quatro opções que oferecem estilo único e preços mais baixos característicos desses espaços vintage:

Donatila Boutique Brechó (FOTO: Divulgação)

Donatila Boutique Brechó (FOTO: Divulgação)

Edson Queiroz. Aline Barbosa criou o Donatila Boutique Brechó junto à mãe e à irmã. O espaço com cara vintage tem peças selecionadas a dedo por elas para o público feminino. Para quem quer vender roupas e acessórios que não usa mais, o dia de ir lá é na segunda-feira. Se a roupa é vendida, o ex-dono leva 40% do valor.

Onde: Rua Crispina de Freitas, 110 – Edson Queiroz
Contato: (85) 98740-3545
Facebook
Instagram

Très Marie Brechó (FOTO: Divulgação)

Très Marie Brechó (FOTO: Divulgação)

Online. O Très Marie Brechó chama atenção pelo cuidado perceptível com a imagem que ele quer te passar. A sensação é de ser levado para outro tempo. O aspecto é vintage e delicado, assim como as roupas. Orleanne Barreto, designer de moda, começou vendendo suas roupas com a irmã para ganhar dinheiro e percebeu que queria levar o negócio adiante. Suas referências favoritas para escolher as peças são os anos 50, 80 e 90. As vendas são feitas pelo Facebook e Instagram da loja.

Onde: Facebook / Instagram
Contato: (85) 987910579
tresmariebrecho@hotmail.com

Leia mais:
Está sem grana pra comprar novidades para o guarda-roupa? Brechó é opção mais barata

Bagluxo Boutique Brechó

Bagluxo Boutique Brechó (FOTO: Divulgação)

Aldeota. Para quem quer aquela bolsa “de marca”, mas com preços mais convidativos, essa é a especialidade da Bagluxo Boutique Brechó um brechó de luxo trazido para Fortaleza pela mineira Rosa Vieira. Lá é possível encontrar marcas como Chanel, Dolce e Gabbana, Prada, entre outras. Se você quiser vender uma peça, leva 70% do valor.

Onde: Av. Senador Virgílio Távora, 1500 – Aldeota
Contato: (85) 31104632
www.bagluxo.com.br
Facebook
Instagram

Online. “A gente não precisa de roupas novas. A gente precisa de um novo olhar”. Essa é a descrição do Brechó Le Petit que, hoje, não tem mais loja física, mas vende online, e a retirada das peças pode ser feita em alguns pontos da cidade: Parangaba, José Walter, Benfica e Centro. Fique ligada! Toda sexta tem exposição das peças para venda na praça da Gentilândia.

Onde: Facebook / Instagram
karinefernandestavares@gmail.com

Publicidade

Dê sua opinião

VINTAGE

Moda vintage: 4 brechós em Fortaleza que você deve conhecer

É possível renovar o guarda-roupa gastando menos; confira brechós com lojas físicas e virtuais na cidade

Por Deborah Tavares em Muher

28 de julho de 2016 às 07:05

Há 3 anos
Amanda adora um brechó! (FOTO: Arquivo pessoal)

Amanda adora um brechó! (FOTO: Arquivo pessoal)

Foi-se o tempo em que luxo era sinônimo de consumismo. Hoje, está cada vez mais na moda viver com menos, fazer escolhas inteligentes e comprar produtos que durem mais. É a busca pela sustentabilidade. Mas, além da durabilidade, esses objetos carregam um valor agregado pelo tempo: a história e uma identidade única.

“Gosto de brechó porque tanto você encontra peças com estilo diferenciado como acaba fazendo parte da história da peça”, diz Amanda Oliveira, 23 anos, formada em design de moda e estudante de publicidade e propaganda.

Amanda, garimpadora assídua, gosta de encontrar peças únicas e já visitou vários brechós nos últimos cinco anos, quando começou a se interessar pelas lojas de usados. “Comecei a comprar quando viajava. Os brechós ainda nem eram famosos, e achava uns pelas cidades que visitávamos, sem muito conhecimento ainda. Com o tempo, virou rotina pesquisar brechós para visitar. Eu comprava e trocava”, conta.

Amanda, que já visitou brechós dentro e fora do Brasil, afirma que, no país, a busca ainda é pequena. “Lá fora com certeza a busca é maior, tanto pelo tempo que já existem como também pela cultura de consumo. Em certos lugares, se dá mais valor ao estilo do que a moda, e isso faz total diferença”, garante.

No entanto, assim como Amanda, as pessoas têm se interessado cada vez mais em garimpar essas peças. Para quem quer boas dicas de brechós em Fortaleza, para ir à loja física ou comprar online, o Tribuna do Ceará separou quatro opções que oferecem estilo único e preços mais baixos característicos desses espaços vintage:

Donatila Boutique Brechó (FOTO: Divulgação)

Donatila Boutique Brechó (FOTO: Divulgação)

Edson Queiroz. Aline Barbosa criou o Donatila Boutique Brechó junto à mãe e à irmã. O espaço com cara vintage tem peças selecionadas a dedo por elas para o público feminino. Para quem quer vender roupas e acessórios que não usa mais, o dia de ir lá é na segunda-feira. Se a roupa é vendida, o ex-dono leva 40% do valor.

Onde: Rua Crispina de Freitas, 110 – Edson Queiroz
Contato: (85) 98740-3545
Facebook
Instagram

Très Marie Brechó (FOTO: Divulgação)

Très Marie Brechó (FOTO: Divulgação)

Online. O Très Marie Brechó chama atenção pelo cuidado perceptível com a imagem que ele quer te passar. A sensação é de ser levado para outro tempo. O aspecto é vintage e delicado, assim como as roupas. Orleanne Barreto, designer de moda, começou vendendo suas roupas com a irmã para ganhar dinheiro e percebeu que queria levar o negócio adiante. Suas referências favoritas para escolher as peças são os anos 50, 80 e 90. As vendas são feitas pelo Facebook e Instagram da loja.

Onde: Facebook / Instagram
Contato: (85) 987910579
tresmariebrecho@hotmail.com

Leia mais:
Está sem grana pra comprar novidades para o guarda-roupa? Brechó é opção mais barata

Bagluxo Boutique Brechó

Bagluxo Boutique Brechó (FOTO: Divulgação)

Aldeota. Para quem quer aquela bolsa “de marca”, mas com preços mais convidativos, essa é a especialidade da Bagluxo Boutique Brechó um brechó de luxo trazido para Fortaleza pela mineira Rosa Vieira. Lá é possível encontrar marcas como Chanel, Dolce e Gabbana, Prada, entre outras. Se você quiser vender uma peça, leva 70% do valor.

Onde: Av. Senador Virgílio Távora, 1500 – Aldeota
Contato: (85) 31104632
www.bagluxo.com.br
Facebook
Instagram

Online. “A gente não precisa de roupas novas. A gente precisa de um novo olhar”. Essa é a descrição do Brechó Le Petit que, hoje, não tem mais loja física, mas vende online, e a retirada das peças pode ser feita em alguns pontos da cidade: Parangaba, José Walter, Benfica e Centro. Fique ligada! Toda sexta tem exposição das peças para venda na praça da Gentilândia.

Onde: Facebook / Instagram
karinefernandestavares@gmail.com