Acusado de crime passional em Cariré vai a Júri Popular - Noticias


Acusado de crime passional em Cariré vai a Júri Popular

Raimundo Nonato Mendes do Nascimento, acusado pela morte da própria esposa no município de Cariré, na Serra da Ibiapaba, em março de 2011, vai a Júri Popular. Segundo o inquérito, o acusado teria executado Maria Lenyra Feitosa Tabosa por ciúmes

Por Tribuna do Ceará em Ceará

23 de janeiro de 2012 às 21:17

Há 7 anos

Raimundo Nonato Mendes do Nascimento, acusado de matar a própria esposa no município de Cariré, na Serra da Ibiapaba, em março de 2011, vai a Júri Popular. Segundo o inquérito, o acusado teria executado Maria Lenyra Feitosa Tabosa por ciúmes.

O suspeito foi denunciado pelo Ministério Público (MP) por homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima). Já a defesa de Raimundo requereu a desclassificação do crime para lesão corporal seguida de morte, sem intenção de matar.

Ainda não há data nem local marcado para o julgamento. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico da última sexta-feira (20).

Leia mais:
Policial Militar é julgado por tentativa de homicídio contra turista espanhol

Veja as fotos: Começa julgamento do ex-capitão da PM Daniel Bezerra

Redação Jangadeiro Online

Publicidade

Dê sua opinião

Acusado de crime passional em Cariré vai a Júri Popular

Raimundo Nonato Mendes do Nascimento, acusado pela morte da própria esposa no município de Cariré, na Serra da Ibiapaba, em março de 2011, vai a Júri Popular. Segundo o inquérito, o acusado teria executado Maria Lenyra Feitosa Tabosa por ciúmes

Por Tribuna do Ceará em Ceará

23 de janeiro de 2012 às 21:17

Há 7 anos

Raimundo Nonato Mendes do Nascimento, acusado de matar a própria esposa no município de Cariré, na Serra da Ibiapaba, em março de 2011, vai a Júri Popular. Segundo o inquérito, o acusado teria executado Maria Lenyra Feitosa Tabosa por ciúmes.

O suspeito foi denunciado pelo Ministério Público (MP) por homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima). Já a defesa de Raimundo requereu a desclassificação do crime para lesão corporal seguida de morte, sem intenção de matar.

Ainda não há data nem local marcado para o julgamento. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico da última sexta-feira (20).

Leia mais:
Policial Militar é julgado por tentativa de homicídio contra turista espanhol

Veja as fotos: Começa julgamento do ex-capitão da PM Daniel Bezerra

Redação Jangadeiro Online