Assim como Fortaleza, cidades do interior ainda não definiram o reveillon


Assim como Fortaleza, cidades do interior ainda não definiram o Réveillon

Até a próxima semana as prefeituras de Quixadá, Sobral e Caucaia irão confirmar se haverá ou não uma festa de reveillon

Por Matheus Ribeiro em Ceará

11 de dezembro de 2012 às 16:40

Há 7 anos

Sempre com muita festa, animação e queima de fogos, é tradição no Réveillon que os amigos e a família se reúnam para comemorar a chegada do novo ano. Assim como acontece em Fortaleza, cidades do interior do Ceará ainda não definiram se haverá a festa e quais serão as atrações.

Entre as prefeituras das cidades mais populosas do Ceará que o Jangadeiro Online entrou em contato, apenas as prefeituras de Quixadá, Sobral e de Caucaia informaram que estão aguardando confirmação da comemoração e que, até a próxima semana haverá definição.

As prefeituras de Aquiraz, Pacatuba, Cascavel, Russas, Maracanaú e Crato informaram que não haverá festas de Reivellon na Cidade. Em Aquiraz, apenas festas particulares que sempre são realizadas por resorts e hotéis.

Em Fortaleza

Por oito anos a capital cearense realizou grandes shows e queimas de fogos no aterro da Praia de Iracema para comemorar o início do novo ano. Sempre atraindo muitos turistas e famílias cearenses para a orla, o evento passou a ser considerado o segundo maior reveillon de praia do Brasil e o primeiro do Nordeste.

No ano passado, por exemplo, a festa da virada em Fortaleza reuniu cerca de 1,2 milhão de pessoas e contou com 16 minutos de queima de fogos. Este ano, com a mudança da  administração municipal, a prefeitura ainda não definiu se haverá ou não a festa da virada e, por conta disso, muita gente ainda não decidiu onde irá comemorar a passagem do ano.

Governo estadual

Em entrevista à imprensa no último domingo (9), o governador Cid Gomes disse que entrou em contato com a prefeitura de Fortaleza há cerca de um mês para saber se a administração do município assumiria o compromisso de realizar a festa. Segundo Cid Gomes, a resposta foi positiva e o governo estadual avaliou que não seria necessário nenhum tipo de interferência. “Eu perguntei a prefeitura há um mês se eles iriam fazer o réveillon. Disseram que sim. Agora o governo não tem o plano ‘B’”, disse o governador.

Cid Gomes explicou ainda que a festa não for realizada pela atual prefeitura, não existe tempo hábil para que o Estado organize a festa, uma vez que o evento exige a abertura de processos de licitação para contratação das estruturas de palco e fogos de artifício, além da contratação de artistas.

Publicidade

Dê sua opinião

Assim como Fortaleza, cidades do interior ainda não definiram o Réveillon

Até a próxima semana as prefeituras de Quixadá, Sobral e Caucaia irão confirmar se haverá ou não uma festa de reveillon

Por Matheus Ribeiro em Ceará

11 de dezembro de 2012 às 16:40

Há 7 anos

Sempre com muita festa, animação e queima de fogos, é tradição no Réveillon que os amigos e a família se reúnam para comemorar a chegada do novo ano. Assim como acontece em Fortaleza, cidades do interior do Ceará ainda não definiram se haverá a festa e quais serão as atrações.

Entre as prefeituras das cidades mais populosas do Ceará que o Jangadeiro Online entrou em contato, apenas as prefeituras de Quixadá, Sobral e de Caucaia informaram que estão aguardando confirmação da comemoração e que, até a próxima semana haverá definição.

As prefeituras de Aquiraz, Pacatuba, Cascavel, Russas, Maracanaú e Crato informaram que não haverá festas de Reivellon na Cidade. Em Aquiraz, apenas festas particulares que sempre são realizadas por resorts e hotéis.

Em Fortaleza

Por oito anos a capital cearense realizou grandes shows e queimas de fogos no aterro da Praia de Iracema para comemorar o início do novo ano. Sempre atraindo muitos turistas e famílias cearenses para a orla, o evento passou a ser considerado o segundo maior reveillon de praia do Brasil e o primeiro do Nordeste.

No ano passado, por exemplo, a festa da virada em Fortaleza reuniu cerca de 1,2 milhão de pessoas e contou com 16 minutos de queima de fogos. Este ano, com a mudança da  administração municipal, a prefeitura ainda não definiu se haverá ou não a festa da virada e, por conta disso, muita gente ainda não decidiu onde irá comemorar a passagem do ano.

Governo estadual

Em entrevista à imprensa no último domingo (9), o governador Cid Gomes disse que entrou em contato com a prefeitura de Fortaleza há cerca de um mês para saber se a administração do município assumiria o compromisso de realizar a festa. Segundo Cid Gomes, a resposta foi positiva e o governo estadual avaliou que não seria necessário nenhum tipo de interferência. “Eu perguntei a prefeitura há um mês se eles iriam fazer o réveillon. Disseram que sim. Agora o governo não tem o plano ‘B’”, disse o governador.

Cid Gomes explicou ainda que a festa não for realizada pela atual prefeitura, não existe tempo hábil para que o Estado organize a festa, uma vez que o evento exige a abertura de processos de licitação para contratação das estruturas de palco e fogos de artifício, além da contratação de artistas.