Banco é condenado a pagar R$ 8 mil a idosa - Noticias


Banco é condenado a pagar R$ 8 mil a idosa

O Banco BonsucesO Banco Bonsucesso deve pagar R$ 8 mil a uma idosa vítima de estelionato em Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba. A decisão foi proferida pelo juiz Hevilázio Moreira Gadelha, nesta segunda-feira (10)so deve pagar R$ 8 mil a uma idosa vítima de estelionato em Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba

Por Joao Lobo em Ceará

10 de outubro de 2011 às 20:30

Há 8 anos

O Banco Bonsucesso deve pagar R$ 8 mil a uma idosa vítima de estelionato em Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba. A decisão foi proferida pelo juiz Hevilázio Moreira Gadelha, nesta segunda-feira (10).

A aposentada teve descontos indevidos na sua folha de pagamento, por conta de supostos empréstimos que somavam R$ 4 mil. Em juízo, ela negou ter firmado contrato com o Banco Bonsucesso e pediu indenização por danos morais e materiais.

O banco chegou a apresentar um documento com uma suposta assinatura da idosa, mas segundo os juiz Hevilázio Moreira Gadelha, “não precisa ser um perito em grafotecnia para reconhecer facilmente que a assinatura constante nas cópias dos contratos não é da idosa”. Ainda cabe recurso à decisão.

Leia mais:
Banco indenizará idosa por descontos indevidos na aposentadoria
Banco é condenado a indenizar idosa por descontos indevidos na aposentadoria

Redação Jangadeiro Online, com informações do TJCE

Publicidade

Dê sua opinião

Banco é condenado a pagar R$ 8 mil a idosa

O Banco BonsucesO Banco Bonsucesso deve pagar R$ 8 mil a uma idosa vítima de estelionato em Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba. A decisão foi proferida pelo juiz Hevilázio Moreira Gadelha, nesta segunda-feira (10)so deve pagar R$ 8 mil a uma idosa vítima de estelionato em Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba

Por Joao Lobo em Ceará

10 de outubro de 2011 às 20:30

Há 8 anos

O Banco Bonsucesso deve pagar R$ 8 mil a uma idosa vítima de estelionato em Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba. A decisão foi proferida pelo juiz Hevilázio Moreira Gadelha, nesta segunda-feira (10).

A aposentada teve descontos indevidos na sua folha de pagamento, por conta de supostos empréstimos que somavam R$ 4 mil. Em juízo, ela negou ter firmado contrato com o Banco Bonsucesso e pediu indenização por danos morais e materiais.

O banco chegou a apresentar um documento com uma suposta assinatura da idosa, mas segundo os juiz Hevilázio Moreira Gadelha, “não precisa ser um perito em grafotecnia para reconhecer facilmente que a assinatura constante nas cópias dos contratos não é da idosa”. Ainda cabe recurso à decisão.

Leia mais:
Banco indenizará idosa por descontos indevidos na aposentadoria
Banco é condenado a indenizar idosa por descontos indevidos na aposentadoria

Redação Jangadeiro Online, com informações do TJCE