Black Friday: confira lojas participantes e saiba os cuidados na hora de comprar


Black Friday: confira lojas participantes e saiba os cuidados na hora de comprar

Data, que significa “sexta-feira negra”, é uma iniciativa do comércio americano, e chegou ao Brasil para promover ofertas com até 90% de desconto

Por Tribuna do Ceará em Ceará

28 de novembro de 2013 às 16:30

Há 6 anos

Por Hayanne Narlla e Roberta Tavares

A chance de aproveitar descontos e comprar aquele item tão desejado se torna realidade nesta sexta-feira (29). A Black Friday Brasil promete preços atrativos bem no período do Natal. Participarão lojas de vários segmentos, como de eletrodomésticos, vestuário, construção, tecnologia, companhias áreas e sites de vendas em geral. A tradição vem dos EUA, mas no Brasil a data já é realidade desde 2011.

Para o desenvolvedor web Adriano Macedo, os cearenses podem estar com o pé atrás com o evento, devido à maquiagem de preços que ocorreu no último ano. “A expectativa da gente, enquanto público consumidor, é que isso não aconteça. Ficou claro para os comerciantes locais que os compradores são muito conectados à internet. É muito fácil saber quem está mentindo. Eles têm que entender isso de forma definitiva”.

Uma forma bem simples e rápida de constatar se o desconto é ou não verdadeiro é com a comparação. “Em loja física ou no site, basta fazer uma pesquisa de preço. Pega aquele produto que você está querendo comprar e compara com outros sites de compras ou abre vários sites concorrentes”, orientou.

Mesmo com o anúncio de vários descontos, algumas lojas insistem em fazer maquiagem nos valores. Para isso, a própria organização do Black Friday tem um código de conduta com os lojistas.

> LEIA MAIS:

Pioneiro

A rede de lojas Cecomil foi a pioneira a trazer o conceito da Black Friday para o Ceará, se tratando de lojas físicas. Segundo o diretor comercial Felipe Nogueira, o evento aconteceu em 2011, inspirado no que acontecia nos Estados Unidos. “A gente tinha alguns produtos que precisava vender, fazer o volume de vendas na época”, relembrou.

A Black Friday é um evento tradicional nos Estados Unidos e ocorre sempre na sexta-feira seguinte ao Dia de Ação de Graças. É a partir da data, cujas lojas vendem os produtos a preços muito mais baratos, que é dado o pontapé inicial ao período natalino para o comércio do país americano.

“Esse conceito marca o mês de novembro, já que é um período que não tem datas comemorativas para fazer promoções. Então, isso movimenta o mês. Assim acaba nos posicionando e iniciando dezembro com empolgação”, considerou.

Segundo Nogueira, o ano de 2012 teve um crescimento considerável em relação a 2011. Para esse ano, a expectativa é de que as vendas aumentem em até 40%, se comparadas ao ano passado. Para isso, o investimento será em maior volume de produtos à disposição.

Além da Cecomil, também participam as lojas físicas do Extra, TendTudo, Casas Bahia, Ri Happy.

Dicas

O próprio site nacional dedicado ao Black Friday deu algumas dicas importantes para aproveitar o evento.

1- Lista de compras, com ordem de prioridade.
2- Levantamento de preços com base na lista.
3- Levar em consideração algumas vantagens, como frete grátis.

Lista de lojas

as marcaS

É preciso ter cuidado na hora das compras durante o Black Friday. De acordo com a secretária-executiva do Decon/CE (Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor), Ann Celly Sampaio, uma das precauções é ler com atenção a política de relacionamento com o cliente e, em especial, as políticas de troca e devolução de dinheiro.

“Atente-se também à descrição do produto, fotos e aparência do site. Busque referência sobre a marca nas redes sociais (Twitter, Facebook, etc). Todos esses elementos demonstram o profissionalismo da loja virtual”, afirma.

Em sites pouco conhecidos ou mesmo sem uma referência confiável, evite fazer pagamentos em boletos ou débitos bancários. Use o cartão de crédito. “Caso tenha problemas com a entrega, você pode solicitar o cancelamento da comprar por meio da própria administradora de cartões”.

Para identificar uma promoção falsa no evento, desconfie de sites com vantagens muito agressivas. Segundo Sampaio, no processo de finalização da compra e, consequentemente, no pagamento, procure pelo “cadeado de segurança” no seu navegador. “Também é interessante buscar os certificados digitais, que normalmente são divulgados no rodapé dos sites”.

Deu problema, e agora?

Caso tenha problema com as compras, procure o órgão de defesa do consumidor para formalizar a reclamação. Por meio do site do Decon ou pelo telefone da fiscalização (85) 3452.4505.

Após a denúncia, a empresa será notificada para se pronunciar no Processo Administrativo, caso conste irregularidade, poderá ser multada e autuada. Essa multa varia de 200 a 3 mil de Ufirce (aproximadamente de R$ 600 a R$ 9 mil).

Conforme o Decon, os sites com mais registros de reclamação são: B2W Digital – Companhia Global do Varejo, Walmart Brasil e Mercado Livre.

EUA

Popular nos EUA, a data marca o início de vendas do Natal, e ocorre anualmente sempre na última sexta de novembro. Na ocasião todas as grandes redes de varejo e eletrônicos disponibilizam uma série de itens com preços bem convidativos.

Publicidade

Dê sua opinião

Black Friday: confira lojas participantes e saiba os cuidados na hora de comprar

Data, que significa “sexta-feira negra”, é uma iniciativa do comércio americano, e chegou ao Brasil para promover ofertas com até 90% de desconto

Por Tribuna do Ceará em Ceará

28 de novembro de 2013 às 16:30

Há 6 anos

Por Hayanne Narlla e Roberta Tavares

A chance de aproveitar descontos e comprar aquele item tão desejado se torna realidade nesta sexta-feira (29). A Black Friday Brasil promete preços atrativos bem no período do Natal. Participarão lojas de vários segmentos, como de eletrodomésticos, vestuário, construção, tecnologia, companhias áreas e sites de vendas em geral. A tradição vem dos EUA, mas no Brasil a data já é realidade desde 2011.

Para o desenvolvedor web Adriano Macedo, os cearenses podem estar com o pé atrás com o evento, devido à maquiagem de preços que ocorreu no último ano. “A expectativa da gente, enquanto público consumidor, é que isso não aconteça. Ficou claro para os comerciantes locais que os compradores são muito conectados à internet. É muito fácil saber quem está mentindo. Eles têm que entender isso de forma definitiva”.

Uma forma bem simples e rápida de constatar se o desconto é ou não verdadeiro é com a comparação. “Em loja física ou no site, basta fazer uma pesquisa de preço. Pega aquele produto que você está querendo comprar e compara com outros sites de compras ou abre vários sites concorrentes”, orientou.

Mesmo com o anúncio de vários descontos, algumas lojas insistem em fazer maquiagem nos valores. Para isso, a própria organização do Black Friday tem um código de conduta com os lojistas.

> LEIA MAIS:

Pioneiro

A rede de lojas Cecomil foi a pioneira a trazer o conceito da Black Friday para o Ceará, se tratando de lojas físicas. Segundo o diretor comercial Felipe Nogueira, o evento aconteceu em 2011, inspirado no que acontecia nos Estados Unidos. “A gente tinha alguns produtos que precisava vender, fazer o volume de vendas na época”, relembrou.

A Black Friday é um evento tradicional nos Estados Unidos e ocorre sempre na sexta-feira seguinte ao Dia de Ação de Graças. É a partir da data, cujas lojas vendem os produtos a preços muito mais baratos, que é dado o pontapé inicial ao período natalino para o comércio do país americano.

“Esse conceito marca o mês de novembro, já que é um período que não tem datas comemorativas para fazer promoções. Então, isso movimenta o mês. Assim acaba nos posicionando e iniciando dezembro com empolgação”, considerou.

Segundo Nogueira, o ano de 2012 teve um crescimento considerável em relação a 2011. Para esse ano, a expectativa é de que as vendas aumentem em até 40%, se comparadas ao ano passado. Para isso, o investimento será em maior volume de produtos à disposição.

Além da Cecomil, também participam as lojas físicas do Extra, TendTudo, Casas Bahia, Ri Happy.

Dicas

O próprio site nacional dedicado ao Black Friday deu algumas dicas importantes para aproveitar o evento.

1- Lista de compras, com ordem de prioridade.
2- Levantamento de preços com base na lista.
3- Levar em consideração algumas vantagens, como frete grátis.

Lista de lojas

as marcaS

É preciso ter cuidado na hora das compras durante o Black Friday. De acordo com a secretária-executiva do Decon/CE (Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor), Ann Celly Sampaio, uma das precauções é ler com atenção a política de relacionamento com o cliente e, em especial, as políticas de troca e devolução de dinheiro.

“Atente-se também à descrição do produto, fotos e aparência do site. Busque referência sobre a marca nas redes sociais (Twitter, Facebook, etc). Todos esses elementos demonstram o profissionalismo da loja virtual”, afirma.

Em sites pouco conhecidos ou mesmo sem uma referência confiável, evite fazer pagamentos em boletos ou débitos bancários. Use o cartão de crédito. “Caso tenha problemas com a entrega, você pode solicitar o cancelamento da comprar por meio da própria administradora de cartões”.

Para identificar uma promoção falsa no evento, desconfie de sites com vantagens muito agressivas. Segundo Sampaio, no processo de finalização da compra e, consequentemente, no pagamento, procure pelo “cadeado de segurança” no seu navegador. “Também é interessante buscar os certificados digitais, que normalmente são divulgados no rodapé dos sites”.

Deu problema, e agora?

Caso tenha problema com as compras, procure o órgão de defesa do consumidor para formalizar a reclamação. Por meio do site do Decon ou pelo telefone da fiscalização (85) 3452.4505.

Após a denúncia, a empresa será notificada para se pronunciar no Processo Administrativo, caso conste irregularidade, poderá ser multada e autuada. Essa multa varia de 200 a 3 mil de Ufirce (aproximadamente de R$ 600 a R$ 9 mil).

Conforme o Decon, os sites com mais registros de reclamação são: B2W Digital – Companhia Global do Varejo, Walmart Brasil e Mercado Livre.

EUA

Popular nos EUA, a data marca o início de vendas do Natal, e ocorre anualmente sempre na última sexta de novembro. Na ocasião todas as grandes redes de varejo e eletrônicos disponibilizam uma série de itens com preços bem convidativos.