Ceará tem 3ª pior queda na produção industrial do Brasil


Ceará tem 3ª pior queda na produção industrial do Brasil

Houve crescimento da produção nos estados de Goiás (3,2%), Minas Gerais (1,1%), Paraná (0,9%), Rio Grande do Sul (0,7%) e Pernambuco (0,6%)

Por Tribuna do Ceará em Ceará

5 de julho de 2013 às 14:44

Há 6 anos

A produção industrial caiu em nove dos 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) entre abril e maio deste ano. Ceará teve a 3ª pior queda entre os locais pesquisados: -1,9%. Ficando atrás somente de São Paulo (-3,7%), que tem o principal e mais diversificado parque industrial do país, e Santa Catarina (-2,5%).

Outros locais com queda entre abril e maio foram Rio de Janeiro (-0,8%), Região Nordeste (-0,6%), Pará (-0,4%), Espírito Santo (-0,3%), Amazonas (-0,2%) e Bahia (-0,1%).

Crescimento

Houve crescimento da produção nos estados de Goiás (3,2%), Minas Gerais (1,1%), Paraná (0,9%), Rio Grande do Sul (0,7%) e Pernambuco (0,6%).

Na comparação com maio do ano passado, nove dos 14 locais pesquisados apresentaram expansão na produção. Foram registrados os seguintes índices de aumento na produção: Amazonas (6,6%), Bahia (5,5%), Paraná (4,7%), Pernambuco (4,4%), Rio Grande do Sul (4,3%), Rio de Janeiro (3%), Região Nordeste (2,2%), São Paulo (1,3%) e Minas Gerais (1%).

Houve queda no Pará (-19,6%), no Espírito Santo (-5,6%), em Santa Catarina (-2,7%), no Ceará (-0,6%) e em Goiás (-0,4%).

Quedas acumuladas

No acumulado no ano, a produção cresceu em oito locais, com destaque para Rio de Janeiro (5,4%), Bahia (5,0%), Rio Grande do Sul (3,3%) e São Paulo (2,8%). Na taxa acumulada nos últimos doze meses, oito locais caíram, com destaque para Amazonas (-3,7%) e Espírito Santo (-8,2%).

Com informações da Agência Brasil

Publicidade

Dê sua opinião

Ceará tem 3ª pior queda na produção industrial do Brasil

Houve crescimento da produção nos estados de Goiás (3,2%), Minas Gerais (1,1%), Paraná (0,9%), Rio Grande do Sul (0,7%) e Pernambuco (0,6%)

Por Tribuna do Ceará em Ceará

5 de julho de 2013 às 14:44

Há 6 anos

A produção industrial caiu em nove dos 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) entre abril e maio deste ano. Ceará teve a 3ª pior queda entre os locais pesquisados: -1,9%. Ficando atrás somente de São Paulo (-3,7%), que tem o principal e mais diversificado parque industrial do país, e Santa Catarina (-2,5%).

Outros locais com queda entre abril e maio foram Rio de Janeiro (-0,8%), Região Nordeste (-0,6%), Pará (-0,4%), Espírito Santo (-0,3%), Amazonas (-0,2%) e Bahia (-0,1%).

Crescimento

Houve crescimento da produção nos estados de Goiás (3,2%), Minas Gerais (1,1%), Paraná (0,9%), Rio Grande do Sul (0,7%) e Pernambuco (0,6%).

Na comparação com maio do ano passado, nove dos 14 locais pesquisados apresentaram expansão na produção. Foram registrados os seguintes índices de aumento na produção: Amazonas (6,6%), Bahia (5,5%), Paraná (4,7%), Pernambuco (4,4%), Rio Grande do Sul (4,3%), Rio de Janeiro (3%), Região Nordeste (2,2%), São Paulo (1,3%) e Minas Gerais (1%).

Houve queda no Pará (-19,6%), no Espírito Santo (-5,6%), em Santa Catarina (-2,7%), no Ceará (-0,6%) e em Goiás (-0,4%).

Quedas acumuladas

No acumulado no ano, a produção cresceu em oito locais, com destaque para Rio de Janeiro (5,4%), Bahia (5,0%), Rio Grande do Sul (3,3%) e São Paulo (2,8%). Na taxa acumulada nos últimos doze meses, oito locais caíram, com destaque para Amazonas (-3,7%) e Espírito Santo (-8,2%).

Com informações da Agência Brasil