Cearense morto em acidente no Itaquerão é primo do prefeito de Caucaia


Cearense morto em acidente no Itaquerão é primo do prefeito de Caucaia

O corpo do operário chega ao Ceará na tarde desta quinta-feira. O velório acontece em um cemitério no município de Caucaia, por volta das 16h30

Por Roberta Tavares em Ceará

28 de novembro de 2013 às 11:43

Há 6 anos
Acidente resultou na morte de dois operários (FOTO: Twitter/Reprodução)

Acidente resultou na morte de dois operários (FOTO: Twitter/Reprodução)

O operário cearense morto em acidente no estádio Itaquerão, em São Paulo, é primo do prefeito de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza), Washington Luiz de Oliveira.

O corpo de Ronaldo Oliveira dos Santos, de 44 anos, chega ao Ceará na tarde desta quinta-feira (28). Segundo a prefeitura do município, o enterro do cearense acontece em um cemitério na localidade de Sítios Novos, em Caucaia, por volta das 16h30.

Reunião

Na manhã desta quinta-feira, representantes da Odebrecht, construtora responsável pela obra, e o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada de São Paulo estiveram reunidos.

Os trabalhadores buscavam mais informações sobre Ronaldo Oliveira, solicitando o acesso à ficha funcional da vítima, que atuava como montador da empresa Conecta. Ainda não há previsão para a liberação do corpo e nem informações sobre o traslado para Fortaleza.

Acidente

O acidente aconteceu por volta das 12h de quarta-feira (27). Um guindaste desabou sobre parte da estrutura do estádio e matou dois operários, sendo um o cearense e o outro o paulista Fábio Luiz Pereira, de 42 anos. Em nota, a Odebrecht informou que “todos os esforços estão concentrados para oferecer assistência total às famílias das vítimas”.

A presidente Dilma Rousseff lamentou a morte dos operários. “Nesse momento de dor, envio minhas condolências às famílias de Fábio e Ronaldo”, disse.

A Defesa Civil de São Paulo interditou 30% das obras da arena. O estádio, orçado em R$ 890 milhões, será palco da abertura da Copa do Mundo de 2014, e após o mundial da Fifa servirá ao Sport Club Corinthians Paulista.

Publicidade

Dê sua opinião

Cearense morto em acidente no Itaquerão é primo do prefeito de Caucaia

O corpo do operário chega ao Ceará na tarde desta quinta-feira. O velório acontece em um cemitério no município de Caucaia, por volta das 16h30

Por Roberta Tavares em Ceará

28 de novembro de 2013 às 11:43

Há 6 anos
Acidente resultou na morte de dois operários (FOTO: Twitter/Reprodução)

Acidente resultou na morte de dois operários (FOTO: Twitter/Reprodução)

O operário cearense morto em acidente no estádio Itaquerão, em São Paulo, é primo do prefeito de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza), Washington Luiz de Oliveira.

O corpo de Ronaldo Oliveira dos Santos, de 44 anos, chega ao Ceará na tarde desta quinta-feira (28). Segundo a prefeitura do município, o enterro do cearense acontece em um cemitério na localidade de Sítios Novos, em Caucaia, por volta das 16h30.

Reunião

Na manhã desta quinta-feira, representantes da Odebrecht, construtora responsável pela obra, e o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada de São Paulo estiveram reunidos.

Os trabalhadores buscavam mais informações sobre Ronaldo Oliveira, solicitando o acesso à ficha funcional da vítima, que atuava como montador da empresa Conecta. Ainda não há previsão para a liberação do corpo e nem informações sobre o traslado para Fortaleza.

Acidente

O acidente aconteceu por volta das 12h de quarta-feira (27). Um guindaste desabou sobre parte da estrutura do estádio e matou dois operários, sendo um o cearense e o outro o paulista Fábio Luiz Pereira, de 42 anos. Em nota, a Odebrecht informou que “todos os esforços estão concentrados para oferecer assistência total às famílias das vítimas”.

A presidente Dilma Rousseff lamentou a morte dos operários. “Nesse momento de dor, envio minhas condolências às famílias de Fábio e Ronaldo”, disse.

A Defesa Civil de São Paulo interditou 30% das obras da arena. O estádio, orçado em R$ 890 milhões, será palco da abertura da Copa do Mundo de 2014, e após o mundial da Fifa servirá ao Sport Club Corinthians Paulista.