Chuva e ventania arrancam parte da coberta de policlínica em Quixadá

VEJA VÍDEO

Chuva e ventania arrancam parte da coberta de policlínica em Quixadá

Parte da coberta foi arrancada pelos fortes ventos. Reparos devem iniciar ainda nesta terça-feira. Além de Quixadá, a policlínica atende pacientes de outras nove cidades da região

Por Tribuna do Ceará em Ceará

15 de janeiro de 2019 às 10:46

Há 6 meses
policlínica

Parte da coberta da policlínica de Quixadá foi arrancada por forte vento (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

Após fortes ventos e chuva, parte da cobertura de alumínio do teto da Policlínica Francisco Carlos Cavalcante Roque cedeu. A unidade de saúde especializada, que foi inaugurada há cinco anos, fica em Quixadá, no Sertão Central.

Moradores registraram o momento em vídeo. O atendimento não foi interrompido e os reparos serão feitos ainda nesta terça-feira (15). A unidade faz parte do Programa de Expansão e Melhoria da Assistência Especializada em Saúde no Estado do Ceará, do Governo do Estado.

No vídeo, é possível observar parte do teto da policlínica ceder por causa do forte vento e da chuva. De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), o município registrou 71 milímetros de chuva até as 7h desta terça-feira (15).

Segundo o secretário executivo do consórcio que administra a policlínica, Neto Dias, o atendimento não foi prejudicado.

“O teto da policlínica tem duas faces. A face de baixo é de ferro, não sai. E tem uma em cima, que é de alumínio. Ali arrancou um pedaço da ponta, de cerca de três metros, e voou uns 50 metros. Graças a Deus não pegou em ninguém. Era a maior preocupação.  Isso também não chegou a descobrir a policlínica. E o engenheiro já esteve hoje, pela manhã, para vistoriar. E o atendimento não foi afetado. Ainda hoje a tarde vamos começar os reparos, fazer um reparo geral de todo o teto, uma preventiva. A gente já estava prevendo a reforma”, explicou Neto Dias.

A policlínica atende cerca de 400 pessoas por dia. Além dos moradores de Quixadá, a unidade também recebe pacientes dos municípios de Banabuiú, Choró, Ibaretama, Ibicuitinga, Milhã, Quixadá, Quixeramobim, Senador Pompeu e Solonópole. O serviço de atenção especializado oferece atendimento em áreas como cirurgia geral, gineco-obstetrícia, traumatologia, mastologia, cardiologia, ortopedia, oftalmologia, gastroenterologia, otorrinolaringologia, urologia, neurologia, entre outros.

Publicidade

Dê sua opinião

VEJA VÍDEO

Chuva e ventania arrancam parte da coberta de policlínica em Quixadá

Parte da coberta foi arrancada pelos fortes ventos. Reparos devem iniciar ainda nesta terça-feira. Além de Quixadá, a policlínica atende pacientes de outras nove cidades da região

Por Tribuna do Ceará em Ceará

15 de janeiro de 2019 às 10:46

Há 6 meses
policlínica

Parte da coberta da policlínica de Quixadá foi arrancada por forte vento (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

Após fortes ventos e chuva, parte da cobertura de alumínio do teto da Policlínica Francisco Carlos Cavalcante Roque cedeu. A unidade de saúde especializada, que foi inaugurada há cinco anos, fica em Quixadá, no Sertão Central.

Moradores registraram o momento em vídeo. O atendimento não foi interrompido e os reparos serão feitos ainda nesta terça-feira (15). A unidade faz parte do Programa de Expansão e Melhoria da Assistência Especializada em Saúde no Estado do Ceará, do Governo do Estado.

No vídeo, é possível observar parte do teto da policlínica ceder por causa do forte vento e da chuva. De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), o município registrou 71 milímetros de chuva até as 7h desta terça-feira (15).

Segundo o secretário executivo do consórcio que administra a policlínica, Neto Dias, o atendimento não foi prejudicado.

“O teto da policlínica tem duas faces. A face de baixo é de ferro, não sai. E tem uma em cima, que é de alumínio. Ali arrancou um pedaço da ponta, de cerca de três metros, e voou uns 50 metros. Graças a Deus não pegou em ninguém. Era a maior preocupação.  Isso também não chegou a descobrir a policlínica. E o engenheiro já esteve hoje, pela manhã, para vistoriar. E o atendimento não foi afetado. Ainda hoje a tarde vamos começar os reparos, fazer um reparo geral de todo o teto, uma preventiva. A gente já estava prevendo a reforma”, explicou Neto Dias.

A policlínica atende cerca de 400 pessoas por dia. Além dos moradores de Quixadá, a unidade também recebe pacientes dos municípios de Banabuiú, Choró, Ibaretama, Ibicuitinga, Milhã, Quixadá, Quixeramobim, Senador Pompeu e Solonópole. O serviço de atenção especializado oferece atendimento em áreas como cirurgia geral, gineco-obstetrícia, traumatologia, mastologia, cardiologia, ortopedia, oftalmologia, gastroenterologia, otorrinolaringologia, urologia, neurologia, entre outros.