Comerciante morre após reagir à assalto em Redenção


Comerciante morre após reagir a um assalto em Redenção

Segundo informações da Polícia Militar, dois homens em uma moto chegaram anunciaram o assalto em uma mercearia

Por Tribuna do Ceará em Ceará

21 de novembro de 2012 às 19:26

Há 7 anos

Comerciante é morto após reagir assalto. Foto: Emuella Braga

O comerciante Alcebíades Gonzaga de Oliveira foi morto com três tiros, após reagir a um assalto na noite desta quarta-feira (21), no Município de Redenção, distante 55 quilômetro de Fortaleza.

Segundo informações da Polícia Militar, dois homens em uma moto chegaram anunciaram o assalto em uma mercearia na Rua Pedro Barreto, no distrito Antônio Diogo, em Redenção. Os acusados queriam o dinheiro da vítima, que reagiu e travou luta corporal com um deles.

De acordo com relatos do seu ajudante, Vicente Edson, que também foi agredido na cabeça pelos assaltantes, eles trabalhavam realizando entregas de mercadorias para mercearias e faziam a rota Baturité- Redenção-Fortaleza, seis vezes por semana.

A vítima morava na Vila Manuel Sátiro, em Fortaleza.

Com informações da repórter Manuella Braga

Publicidade

Dê sua opinião

Comerciante morre após reagir a um assalto em Redenção

Segundo informações da Polícia Militar, dois homens em uma moto chegaram anunciaram o assalto em uma mercearia

Por Tribuna do Ceará em Ceará

21 de novembro de 2012 às 19:26

Há 7 anos

Comerciante é morto após reagir assalto. Foto: Emuella Braga

O comerciante Alcebíades Gonzaga de Oliveira foi morto com três tiros, após reagir a um assalto na noite desta quarta-feira (21), no Município de Redenção, distante 55 quilômetro de Fortaleza.

Segundo informações da Polícia Militar, dois homens em uma moto chegaram anunciaram o assalto em uma mercearia na Rua Pedro Barreto, no distrito Antônio Diogo, em Redenção. Os acusados queriam o dinheiro da vítima, que reagiu e travou luta corporal com um deles.

De acordo com relatos do seu ajudante, Vicente Edson, que também foi agredido na cabeça pelos assaltantes, eles trabalhavam realizando entregas de mercadorias para mercearias e faziam a rota Baturité- Redenção-Fortaleza, seis vezes por semana.

A vítima morava na Vila Manuel Sátiro, em Fortaleza.

Com informações da repórter Manuella Braga