Expectativa é que açudes alcancem 30% das capacidade após as chuvas de 2018

ESPERANÇA NO CÉU

Expectativa é que açudes alcancem 30% das capacidade após as chuvas de 2018

Até a metade de fevereiro, as áreas com as melhores chuvas se encontram distante dos maiores açudes do Ceará

Por Tribuna Bandnews FM em Ceará

26 de fevereiro de 2018 às 07:15

Há 1 ano
Açude Castanhão precisa de chuvas na região Jaguaribana para elevar o aporte (FOTO: Divulgação)

Açude Castanhão precisa de chuvas na Região Jaguaribana para elevar o aporte (FOTO: Divulgação)

Com a divulgação do prognóstico da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) para as chuvas no trimestre de março a maio, a expectativa agora é que a rede de açudes do Ceará alcance 30% de armazenamento após a quadra chuvosa de 2018. A informação é da Rádio Tribuna BandNews FM.

Até a metade de fevereiro, as áreas com os melhores índices de chuvas, no litoral e nas serras da Ibiapaba e de Baturité, encontram-se distantes dos três principais açudes do Estado – Castanhão, Orós e Banabuiú

Além disso, o solo dos rios que afluem para esses reservatórios está muito seco por conta de seis anos de estiagem, por isso a infiltração impediu que mais água chegasse aos principais açudes, que abastecem a Região Metropolitana de Fortaleza.

Porém, o meteorologista Raul Fritz destaca que a região dos três açudes tem boas chances de chuvas acima da média. Para isso, ele indica, é preciso chover na Região Jaguaribana 565 milímetros nos três meses.

Ouça matéria da Rádio Tribuna BandNews FM:

Publicidade

Dê sua opinião

ESPERANÇA NO CÉU

Expectativa é que açudes alcancem 30% das capacidade após as chuvas de 2018

Até a metade de fevereiro, as áreas com as melhores chuvas se encontram distante dos maiores açudes do Ceará

Por Tribuna Bandnews FM em Ceará

26 de fevereiro de 2018 às 07:15

Há 1 ano
Açude Castanhão precisa de chuvas na região Jaguaribana para elevar o aporte (FOTO: Divulgação)

Açude Castanhão precisa de chuvas na Região Jaguaribana para elevar o aporte (FOTO: Divulgação)

Com a divulgação do prognóstico da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) para as chuvas no trimestre de março a maio, a expectativa agora é que a rede de açudes do Ceará alcance 30% de armazenamento após a quadra chuvosa de 2018. A informação é da Rádio Tribuna BandNews FM.

Até a metade de fevereiro, as áreas com os melhores índices de chuvas, no litoral e nas serras da Ibiapaba e de Baturité, encontram-se distantes dos três principais açudes do Estado – Castanhão, Orós e Banabuiú

Além disso, o solo dos rios que afluem para esses reservatórios está muito seco por conta de seis anos de estiagem, por isso a infiltração impediu que mais água chegasse aos principais açudes, que abastecem a Região Metropolitana de Fortaleza.

Porém, o meteorologista Raul Fritz destaca que a região dos três açudes tem boas chances de chuvas acima da média. Para isso, ele indica, é preciso chover na Região Jaguaribana 565 milímetros nos três meses.

Ouça matéria da Rádio Tribuna BandNews FM: