Homem que enviou ossada pelo Correio diz que não sabia que estava cometendo crime - Noticias


Homem que enviou ossada pelo Correio diz que não sabia que estava cometendo crime

Alessandro de Oliveira, o homem que enviou pelos Correios os restos mortais de uma pessoa do Rio de Janeiro com destino a Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba, falou por telefone com a produção da TV Jangadeiro. Ele afirmou não saber que o que estava fazendo se tratava de um crime, já que toda a documentação da exumação estava junto com a embalagem. Alessandro disse também que se pôs a disposição da Polícia, inclusive, para vir à Fortaleza prestar maiores esclarecimentos.

Por Tribuna do Ceará em Ceará

28 de julho de 2011 às 16:03

Há 8 anos

Alessandro de Oliveira, o homem que enviou pelos Correios os restos mortais de uma pessoa do Rio de Janeiro com destino a Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba, falou por telefone com a produção da TV Jangadeiro.

Ele afirma que não sabia que o que estava fazendo se tratava de um crime, já que toda a documentação da exumação estava junto com a embalagem. Alessandro disse também que se pôs a disposição da Polícia, inclusive, para vir à Fortaleza prestar maiores esclarecimentos.

Leia mais:
Remetente tenta enviar restos mortais de parente pelos Correios
Ossada humana é enviada pelos Correios

A ossada foi  encontrada dentro de uma caixa de correspondência nos Correios de Fortaleza, na agência da Avenida Oliveira Paiva, Cidade dos Funcionários, na última terça-feira (26) e assustou os funcionários da empresa.

Acompanhe a matéria exibida no Jornal Jangadeiro 2ª Edição :

Publicidade

Dê sua opinião

Homem que enviou ossada pelo Correio diz que não sabia que estava cometendo crime

Alessandro de Oliveira, o homem que enviou pelos Correios os restos mortais de uma pessoa do Rio de Janeiro com destino a Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba, falou por telefone com a produção da TV Jangadeiro. Ele afirmou não saber que o que estava fazendo se tratava de um crime, já que toda a documentação da exumação estava junto com a embalagem. Alessandro disse também que se pôs a disposição da Polícia, inclusive, para vir à Fortaleza prestar maiores esclarecimentos.

Por Tribuna do Ceará em Ceará

28 de julho de 2011 às 16:03

Há 8 anos

Alessandro de Oliveira, o homem que enviou pelos Correios os restos mortais de uma pessoa do Rio de Janeiro com destino a Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba, falou por telefone com a produção da TV Jangadeiro.

Ele afirma que não sabia que o que estava fazendo se tratava de um crime, já que toda a documentação da exumação estava junto com a embalagem. Alessandro disse também que se pôs a disposição da Polícia, inclusive, para vir à Fortaleza prestar maiores esclarecimentos.

Leia mais:
Remetente tenta enviar restos mortais de parente pelos Correios
Ossada humana é enviada pelos Correios

A ossada foi  encontrada dentro de uma caixa de correspondência nos Correios de Fortaleza, na agência da Avenida Oliveira Paiva, Cidade dos Funcionários, na última terça-feira (26) e assustou os funcionários da empresa.

Acompanhe a matéria exibida no Jornal Jangadeiro 2ª Edição :