Inverno começa com chuva em 27 municípios


Inverno começa com chuva em 31 municípios

A média histórica de chuvas dos meses de junho, julho e agosto, é de 37, 15 e 5 milímetros respectivamente

Por Tribuna do Ceará em Ceará

21 de junho de 2013 às 10:30

Há 6 anos

O inverno começou às 02h04min desta sexta-feira (21). Mesmo sendo uma estação com poucas chuvas no Ceará, houve precipitações durante a madrugada e o início da manhã.

Segundo boletim da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), choveu em 31 municípios do estado nas últimas 24 horas. O maior volume foi registrado no posto da Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) com 26 milímetros. Houve chuva também em Fortaleza. Na Capital, o volume foi de 16mm, no posto da Defesa Civil.

Inverno no Ceará

A média histórica de chuvas dos meses de junho, julho e agosto, é de 37, 15 e 5 milímetros respectivamente, segundo a meteorologista Meiry Sakamoto, da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Além da diminuição das precipitações, o inverno deve trazer mais ventos para o Ceará. “No período pós-chuva a tendência é que os ventos fiquem mais fortes e a ensolação aumente, mas a temperatura não deve variar tanto”, diz.

Publicidade

Dê sua opinião

Inverno começa com chuva em 31 municípios

A média histórica de chuvas dos meses de junho, julho e agosto, é de 37, 15 e 5 milímetros respectivamente

Por Tribuna do Ceará em Ceará

21 de junho de 2013 às 10:30

Há 6 anos

O inverno começou às 02h04min desta sexta-feira (21). Mesmo sendo uma estação com poucas chuvas no Ceará, houve precipitações durante a madrugada e o início da manhã.

Segundo boletim da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), choveu em 31 municípios do estado nas últimas 24 horas. O maior volume foi registrado no posto da Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) com 26 milímetros. Houve chuva também em Fortaleza. Na Capital, o volume foi de 16mm, no posto da Defesa Civil.

Inverno no Ceará

A média histórica de chuvas dos meses de junho, julho e agosto, é de 37, 15 e 5 milímetros respectivamente, segundo a meteorologista Meiry Sakamoto, da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Além da diminuição das precipitações, o inverno deve trazer mais ventos para o Ceará. “No período pós-chuva a tendência é que os ventos fiquem mais fortes e a ensolação aumente, mas a temperatura não deve variar tanto”, diz.