Justiça de Sobral determina mais de 100 prisões por pensão alimentícia


Justiça de Sobral determina mais de 100 prisões por pensão alimentícia

A Vara de Família e Sucessões da Comarca de Sobral, localizada a 250 km de Fortaleza, determinou 110 prisões por dívidas alimentícias. O procedimento, coordenado pelo juiz César Morel Alcântara, possibilitou também 1.068 despachos e 119 sentenças

Por Jackson Cruz em Ceará

26 de julho de 2012 às 18:00

Há 7 anos

Justiça de Sobral determina mais de 110 prisões por falta de pagamento da pensão alimentícia. Foto: Reprodução

A Vara de Família e Sucessões da Comarca de Sobral, localizada a 250 km de Fortaleza, determinou 110 prisões por dívidas alimentícias. O procedimento, coordenado pelo juiz César Morel Alcântara, possibilitou também 1.068 despachos e 119 sentenças.

A medida ocorreu em dois períodos, de 3 a 6 e de 16 a 20 deste mês. A segunda fase está marcada para o intervalo entre 30 de julho e 17 de agosto de 2012. Na ocasião, as atividades serão voltadas às ações de alimentos.

No total, foram realizados 2.129 expedientes, entre mandados de citação e intimação, alvarás, cartas precatórias e publicações no Diário da Justiça Eletrônico. Essa foi a primeira etapa da correição, que analisou, principalmente, processos envolvendo execuções de alimentos.

Publicidade

Dê sua opinião

Justiça de Sobral determina mais de 100 prisões por pensão alimentícia

A Vara de Família e Sucessões da Comarca de Sobral, localizada a 250 km de Fortaleza, determinou 110 prisões por dívidas alimentícias. O procedimento, coordenado pelo juiz César Morel Alcântara, possibilitou também 1.068 despachos e 119 sentenças

Por Jackson Cruz em Ceará

26 de julho de 2012 às 18:00

Há 7 anos

Justiça de Sobral determina mais de 110 prisões por falta de pagamento da pensão alimentícia. Foto: Reprodução

A Vara de Família e Sucessões da Comarca de Sobral, localizada a 250 km de Fortaleza, determinou 110 prisões por dívidas alimentícias. O procedimento, coordenado pelo juiz César Morel Alcântara, possibilitou também 1.068 despachos e 119 sentenças.

A medida ocorreu em dois períodos, de 3 a 6 e de 16 a 20 deste mês. A segunda fase está marcada para o intervalo entre 30 de julho e 17 de agosto de 2012. Na ocasião, as atividades serão voltadas às ações de alimentos.

No total, foram realizados 2.129 expedientes, entre mandados de citação e intimação, alvarás, cartas precatórias e publicações no Diário da Justiça Eletrônico. Essa foi a primeira etapa da correição, que analisou, principalmente, processos envolvendo execuções de alimentos.