Método que reduz a dor é utilizado por dentistas do Ceará


Método que reduz a dor é utilizado por dentistas do Ceará

Os equipamentos, encaminhados para Cascavel, Caucaia e Sobral, representaram investimento de R$ 280 mil, recursos do Governo do Estado

Por Thalyta Martins em Ceará

18 de setembro de 2013 às 18:39

Há 6 anos

Você tem medo de ir ao dentista? Novo método, conhecido como analgesia inalatória por óxido nitroso (N2O), que reduz a dor de forma rápida e o desconforto dos pacientes, começou a ser utilizado nos novos Centros de Especialidades Odontológicas Regionais (CEOs) nos municípios de Cascavel, Caucaia e Sobral.

Método que reduz a dor é utilizado em Centros Odontológicos Regionais no Ceará (FOTO: Divulgação/ Sesa)

Método que reduz a dor é utilizado em Centros Odontológicos Regionais no Ceará (FOTO: Divulgação/ Sesa)

Para a técnica ser adotada nos CEOs regionais, a Secretaria da Saúde do Estado adquiriu equipamentos e preparou os cirurgiões-dentistas. Os equipamentos foram um investimento de R$280 mil, recursos do Governo do Estado. Já os cirurgiões-dentistas participaram do Curso de Habilitação em Analgesia Inalatória com Óxido Nitroso, promovido pela Sesa, no CEO regional em Caucaia, no período de 5 a 10 do último mês de agosto.

Método analgésico

O óxido nitroso é um gás inodoro que combinado a outros agentes reduz a dor de forma rápida, utilizado como analgésico e sedativo em procedimentos médicos e odontológicos. O gás gera uma sedação consciente, em que o paciente é capaz de manter pleno funcionamento das vias aéreas e de responder a estímulos físicos e verbais. A técnica tem se mostrado útil, principalmente em pacientes que inspiram atenção redobrada, como portadores de doenças cardiovasculares, convulsivas e epilepsias, grávidas, entre outros, podendo ser utilizada com vantagens na maioria das pessoas.

Conselho Federal de Odontologia

No Brasil, o uso do óxido nitroso como forma de analgesia inalatória foi disciplinada por Resolução do Conselho Federal de Odontologia (CFO), publicada em 2004. O documento se baseia na lei que regula o exercício da profissão odontológica, que autoriza o cirurgião-dentista a aplicar a analgesia, desde que comprovadamente habilitado e quando seu uso constituir meio eficaz para o tratamento.

A Resolução do CFO considera apto a adotar a técnica somente o profissional habilitado em curso específico com duração mínima de 96 horas, ministrado por instituição de ensino superior ou entidade de classe devidamente registrada na autarquia.

Com informações da Sesa

Publicidade

Dê sua opinião

Método que reduz a dor é utilizado por dentistas do Ceará

Os equipamentos, encaminhados para Cascavel, Caucaia e Sobral, representaram investimento de R$ 280 mil, recursos do Governo do Estado

Por Thalyta Martins em Ceará

18 de setembro de 2013 às 18:39

Há 6 anos

Você tem medo de ir ao dentista? Novo método, conhecido como analgesia inalatória por óxido nitroso (N2O), que reduz a dor de forma rápida e o desconforto dos pacientes, começou a ser utilizado nos novos Centros de Especialidades Odontológicas Regionais (CEOs) nos municípios de Cascavel, Caucaia e Sobral.

Método que reduz a dor é utilizado em Centros Odontológicos Regionais no Ceará (FOTO: Divulgação/ Sesa)

Método que reduz a dor é utilizado em Centros Odontológicos Regionais no Ceará (FOTO: Divulgação/ Sesa)

Para a técnica ser adotada nos CEOs regionais, a Secretaria da Saúde do Estado adquiriu equipamentos e preparou os cirurgiões-dentistas. Os equipamentos foram um investimento de R$280 mil, recursos do Governo do Estado. Já os cirurgiões-dentistas participaram do Curso de Habilitação em Analgesia Inalatória com Óxido Nitroso, promovido pela Sesa, no CEO regional em Caucaia, no período de 5 a 10 do último mês de agosto.

Método analgésico

O óxido nitroso é um gás inodoro que combinado a outros agentes reduz a dor de forma rápida, utilizado como analgésico e sedativo em procedimentos médicos e odontológicos. O gás gera uma sedação consciente, em que o paciente é capaz de manter pleno funcionamento das vias aéreas e de responder a estímulos físicos e verbais. A técnica tem se mostrado útil, principalmente em pacientes que inspiram atenção redobrada, como portadores de doenças cardiovasculares, convulsivas e epilepsias, grávidas, entre outros, podendo ser utilizada com vantagens na maioria das pessoas.

Conselho Federal de Odontologia

No Brasil, o uso do óxido nitroso como forma de analgesia inalatória foi disciplinada por Resolução do Conselho Federal de Odontologia (CFO), publicada em 2004. O documento se baseia na lei que regula o exercício da profissão odontológica, que autoriza o cirurgião-dentista a aplicar a analgesia, desde que comprovadamente habilitado e quando seu uso constituir meio eficaz para o tratamento.

A Resolução do CFO considera apto a adotar a técnica somente o profissional habilitado em curso específico com duração mínima de 96 horas, ministrado por instituição de ensino superior ou entidade de classe devidamente registrada na autarquia.

Com informações da Sesa